Cardápio do dia inteiro: saiba como ser saudável em todas as refeições

Para ter uma rotina de alimentação saudável, o segredo é equilibrar o consumo de frutas, legumes, verduras, fontes de carboidratos e proteínas
Para ter uma rotina de alimentação saudável, o segredo é equilibrar o consumo de frutas, legumes, verduras, fontes de carboidratos e proteínas

Para quem busca um estilo de vida saudável é muito importante ter uma alimentação equilibrada desde o café da manhã até o jantar. A boa notícia é que não é difícil fazer isso: dá para montar um cardápio diverso, saboroso e supersaudável para comer todos os dias. Quer aprender a montar o seu? Aqui, nós ensinamos a planejar o seu cardápio do dia inteiro, incluindo todos os nutrientes que o seu corpo precisa. Dá uma conferida!

Café da manhã deve ser nutritivo com frutas e carboidrato

Para começar o dia com o pé direito, nada melhor que um bom café da manhã! Essa talvez seja a refeição mais importante do dia, pois concede a energia necessária para as nossas atividades diárias (trabalho, estudo ou exercício). Por isso, é fundamental que você não pule essa refeição!

Os carboidratos estão entre as principais fontes de energia e não podem faltar de jeito nenhum. Você pode incluir duas fatias de pão integral - alimento rico em carboidratos, fibras, vitaminas e minerais. Para acompanhar, coloque uma fatia de queijo minas ou até mesmo um pouco de manteiga (sem exagerar, por conta da gordura saturada).

Outra dica interessante é fazer uma tapioca de queijo, tomate e orégano, que fica uma delícia e garante mais saciedade. Vale lembrar que o orégano é uma erva medicinal que funciona como anti-inflamatório e também dá um toque de sabor.

Para quem prefere algo mais leve, existe a opção de fazer uma misturinha de iogurte + frutas e granola. É importante ter uma fonte de cálcio (presente no leite ou derivados) para abastecer o corpo todas as manhãs. Você também pode comer uma porção de frutas (o mamão papaia é perfeito neste caso) e até mesmo um suquinho natural. O de laranja sem açúcar, em especial, é rico em vitamina C, sendo ótimo para fortalecer o sistema imunológico.

Faça um pequeno lanche entre o café e o almoço

Sabe aquela regra de "comer de 3 em 3 horas"? Pois é, ela realmente funciona e só traz benefícios ao seu organismo. Mantendo essa rotina alimentar, o corpo fica sempre nutrido e você come mais vezes, mas em porções menores, o que também é ótimo para o metabolismo.

Por isso, no intervalo entre o café da manhã e o almoço - principalmente para quem acorda muito cedo - é importante fazer uma colação. Basta comer uma fruta ou até mesmo barrinha de cereal com oleaginosas (castanhas e nozes, por exemplo), que são fontes de fibras importantes.

Almoço equilibrado com folhas, legumes, arroz (de preferência integral), feijão e carne

Na hora do almoço, a principal dica é buscar um equilíbrio na quantidade de nutrientes fundamentais: vitaminas + minerais + proteína + carboidrato. A salada com folhas verdes, por exemplo, não pode faltar! Você pode preparar um mix com alface, rúcula, agrião, couve e brócolis - vegetais verde-escuros ricos em ferro, vitaminas (A, B, C, E e K), antioxidantes e fibras.

Além disso, você também deve comer porções de legumes como cenoura (que faz bem para a pele, cabelos e unhas), chuchu, beterraba, abobrinha e batata doce. Você também pode fazer uma salada com os legumes principais ou apenas comê-los cozidos, junto com a comida.

Não se esqueça também de investir no clássico arroz + feijão que todo brasileiro gosta. Essa combinação é uma das mais nutritivas que existem: rica em carboidratos, ferro e aminoácidos essenciais. É importante adicionar alguma carne (filé de frango ou peixe, por exemplo) como fonte de proteínas. Carnes vermelhas devem ser consumidas em menor quantidade, pois são mais gordurosas - portanto, dê preferência ao peixe e ao frango.

Para quem é vegano ou vegetariano, é importante complementar a alimentação com outros alimentos - tais como grão-de-bico, soja, palmito e muitos vegetais e legumes, que compõem um cardápio bem rico em nutrientes.

Existem várias opções saborosas de lanche da tarde

Na correria do dia a dia, muitas pessoas acabam pulando o lanche da tarde - comem no almoço e, depois, deixam para se alimentar apenas à noite. Mas esse é um dos maiores erros que alguém pode cometer, pois o corpo também precisa de mais energia durante o dia.

Por isso, lembre-se de fazer um lanche na parte da tarde (cerca de 3 horas após o almoço), mesmo que seja algo bem levinho. Uma boa dica é comer algumas torradas com iogurte ou mesmo um pão integral com queijo. O mais importante é não deixar de comer algo na parte da tarde e, com o tempo, você pode ir variando no cardápio para não enjoar.

Opções interessantes de lanche: biscoitos integrais, pipoca de panela, frutas, torradas, sanduíches e iogurtes.

No jantar, se alimente com alguma sopa ou comida mais leve

Na parte da noite, o mais indicado é fazer uma refeição mais leve - sem alimentos processados, gordurosos, carnes vermelhas (que são mais difíceis de digerir) e doces com muito açúcar.

O ideal é apostar em pratos como uma sopinha de legumes, por exemplo, um prato de salada com filé de frango ou mesmo um lanche mais leve, para quem preferir. Outra dica interessante é finalizar o dia com um chá bem quente, com propriedades digestivas e relaxantes. Existem muitas plantas medicinais, como a hortelã, camomila, erva-cidreira, mulungu e babosa que são ótimas para o preparo de chás.

Receitas:
Tomate
Ver Mais

Últimas Matérias

Como fazer creme de leite caseiro e evitar o industrializado

Como fazer creme de leite caseiro e evitar o industrializado Como fazer creme de leite caseiro e evitar o industrializado

Muito usado no preparo de molhos para carnes ou massas, caldas e diferentes sobremesas (como mousses e pudins), o creme de leite é um ingrediente que não...

> Leia mais
4 maneiras de ajudar o próximo sem sair de casa

4 maneiras de ajudar o próximo sem sair de casa 4 maneiras de ajudar o próximo sem sair de casa

Doar parte do seu tempo (e energia) para ajudar o próximo é uma verdadeira prova de empatia - e, ao mesmo tempo, uma forma de promover autoconhecimento e...

> Leia mais
Qual carne tem mais colágeno? Saiba onde encontrar boas quantidades da proteína

Qual carne tem mais colágeno? Saiba onde encontrar boas quantidades da proteína Qual carne tem mais colágeno? Saiba onde encontrar boas quantidades da proteína

Para manter a saúde da pele e prevenir o envelhecimento precoce, é muito importante manter uma alimentação rica em colágeno. A boa notícia é que existem...

> Leia mais
Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente

Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente

Causada por um arbovírus transmitido pela picada do mosquito Aedes aegypti, a dengue é uma doença infecciosa que precisa ser tratada com seriedade. Ela causa...

> Leia mais
Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo

Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo

Entender como o nosso corpo absorve os nutrientes é um passo importante para quem quer montar uma dieta mais eficiente. Afinal, algumas substâncias podem...

> Leia mais
Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum

Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum

Popularmente conhecida por auxiliar em tratamentos contra artrose, artrite e dores nas articulações, a canela de velho (Miconia albicans) é uma planta cheia...

> Leia mais
O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal

O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal

Ficar muitas horas sem comer - como na prática do jejum intermitente - e depois ingerir uma refeição de estômago vazio, pode ser algo extremamente...

> Leia mais
5 alimentos com glutamato monossódico para deixar de consumir

5 alimentos com glutamato monossódico para deixar de consumir 5 alimentos com glutamato monossódico para deixar de consumir

Identificado como realçador de sabor, MSG ou umami, o glutamato monossódico é um aditivo químico presente em diversos alimentos industrializados que pode...

> Leia mais
Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la

Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la

Você já deve ter ouvido falar na intolerância à lactose (açúcar presente nos leites e derivados) - problema que pode acometer pessoas em diferentes fases da...

> Leia mais
Almoço japonês: conheça os pratos populares na culinária nipônica

Almoço japonês: conheça os pratos populares na culinária nipônica Almoço japonês: conheça os pratos populares na culinária nipônica

Você também gosta de experimentar comidas de culinárias diferentes? A gastronomia japonesa, para quem não conhece, costuma usar muitos legumes, vegetais,...

> Leia mais