Os principais alérgenos alimentares e o que evitar caso não possa consumi-los

Proteína do leite é uma das principais substâncias que podem causar alergias alimentares
Proteína do leite é uma das principais substâncias que podem causar alergias alimentares

É muito importante se prevenir contra os alérgenos alimentares. Para os que ainda não sabem, essas são substâncias que podem provocar uma reação "exagerada" do sistema imunológico, presentes em alimentos, plantas ou animais. Este é o caso de celíacos, dos alérgicos à proteína do leite e dos que têm reações incomuns quando comem oleaginosas (como amendoim e nozes), por exemplo. Mas, afinal, como fazer para evitá-los (caso você não possa consumi-los)? Para saber mais, dá uma olhada na matéria!

Glúten é um dos principais vilões da alergia alimentar

Um dos tipos de intolerâncias mais comuns quando se trata de alergia alimentar, o glúten é uma proteína vegetal - encontrada principalmente no trigo, no centeio, na aveia e na cevada - que pode causar fortes dores no estômago, diarreia crônica, excesso de gases e aftas na boca.

Ele faz parte da maioria das receitas tradicionais de bolos, pães, massas, biscoitos, tortas e todos os pratos que, de alguma forma, possuem farinha de trigo como um dos ingredientes. E justamente por isso é muito difícil contornar essa proteína.

Viver sem o glúten exige uma alimentação mais natural. Por isso, caso você seja celíaco, aumente a ingestão de verduras, frutas e leguminosas, opte pelas farinhas de coco, arroz ou mandioca e abuse de bebidas de soja, leites e queijos para conseguir obter todos os nutrientes normalmente.

Substituir leite e derivados da alimentação pode ser prejudicial à saúde, por isso tome certos cuidados necessários

A alergia ao leite (geralmente) é identificada ainda na infância, e definitivamente é uma das mais cruéis de todas. Afinal, a nossa grande fonte de cálcio está presente em iogurtes, sorvetes, pizzas, bolos, chocolates e diversos alimentos deliciosos. Ao mesmo tempo, não há motivos para desespero, já que hoje é bem mais fácil encontrar opções zero lactose e alternativas saudáveis.

Para evitar o consumo de leites e derivados, a primeira coisa que você deve fazer é buscar um acompanhamento médico (especialmente de um nutricionista). A substituição da proteína do leite da vaca pode causar certas carências ao corpo - visto que ela é fonte de nutrientes essenciais para a saúde do organismo, como vitaminas A, B2, B6 e B12 e vários sais minerais.

Dica: Dietas sem lactose costumam ser recheadas de proteínas vegetais, animais e folhas verde-escuras.

Oleaginosas podem gerar reações alérgicas

Castanhas, nozes, amêndoas, avelã, pistache, macadâmia e amendoim. Infelizmente, as frutas oleaginosas também possuem um alto potencial alergênico. As reações alérgicas podem até não ocorrer de imediato, mas os que apresentarem qualquer tipo de reação diferente depois do consumo é bem possível que estejam com intolerância.

Consumidas em qualquer época do ano - sobretudo em comemorações natalinas -, as frutas acompanham barrinhas cereais, mixes de "nuts", pães multigrãos, saladas, chocolates, produtos industrializados etc. Então, fique atento!

Alergia a peixes e frutos do mar é uma das mais comuns

Todo mundo sabe que consumir peixes e frutos do mar é essencial para ter uma alimentação saudável. Sinônimos de saúde, são conhecidos por serem ricos em ômega 3, ácidos graxos (ou "gorduras boas"), vitaminas do complexo B e muitos outros nutrientes. Mesmo assim, a alergia a esses alimentos é bastante comum em adultos e crianças, causando sintomas ainda mais graves dos que vimos até aqui - como falta de ar, pulso fraco e coceira em várias partes do corpo.

Então, já sabe, né? Evite camarão, lula, lagostas, moluscos, siris, ostras, mexilhões, salmão, truta e todos os pratos que levem alimento marinho em sua composição. Gurjão de peixe, paella e a própria culinária japonesa são alguns exemplos que podem causar alergia.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Chá de cebola: para que serve e como preparar

Chá de cebola: para que serve e como preparar Chá de cebola: para que serve e como preparar

Que tal aproveitar cascas, talos, sementes e caules de vegetais para fazer diferentes receitas na cozinha? O chá de cebola, em especial, é uma bebida...

> Leia mais
Mozzarella de búfala: conheça os benefícios desse tipo de queijo

Mozzarella de búfala: conheça os benefícios desse tipo de queijo Mozzarella de búfala: conheça os benefícios desse tipo de queijo

Escolher tipos de queijo mais saudáveis para comer no dia a dia é importante para reduzir o consumo de sódio e gorduras. A mozzarella de búfala, em especial,...

> Leia mais
Macarrão de abobrinha é saudável e não tem glúten! Aprenda a preparar

Macarrão de abobrinha é saudável e não tem glúten! Aprenda a preparar Macarrão de abobrinha é saudável e não tem glúten! Aprenda a preparar

Considerado um prato vegano bem leve e nutritivo, o macarrão de abobrinha é fácil de preparar e fica delicioso! Aqui, em vez de usar o espaguete comum, a...

> Leia mais
Oat bran: saiba tudo sobre esse tipo de aveia

Oat bran: saiba tudo sobre esse tipo de aveia Oat bran: saiba tudo sobre esse tipo de aveia

Oat bran é sinônimo de saúde e você precisa experimentar! Este é um dos tipos de aveia e faz parte de receitas culinárias mais saudáveis, como o preparo de...

> Leia mais
Sobremesa de morango: 3 sugestões de doces com a fruta

Sobremesa de morango: 3 sugestões de doces com a fruta Sobremesa de morango: 3 sugestões de doces com a fruta

Quem não gosta de uma sobremesa de morango logo depois de um almoço de domingo, né? Os preparos com a fruta vermelha são supernutritivos e garantem um sabor...

> Leia mais
Queijo cottage: nutricionista explica o que é e quais são os benefícios

Queijo cottage: nutricionista explica o que é e quais são os benefícios Queijo cottage: nutricionista explica o que é e quais são os benefícios

O queijo cottage é uma opção simples e saudável para adicionar mais proteína às refeições! É possível encontrar diferentes tipos de queijo no mercado, mas...

> Leia mais
Qualidade desde a Origem: as boas práticas de Taeq para controle dos alimentos

Qualidade desde a Origem: as boas práticas de Taeq para controle dos alimentos Qualidade desde a Origem: as boas práticas de Taeq para controle dos alimentos

É sempre bom conhecer a origem dos alimentos que consumimos, não é mesmo? Melhor ainda é ter a certeza de que a comida que colocamos no prato passou por...

> Leia mais
Ovo cozido: conheça os benefícios e variações para comer todo dia

Ovo cozido: conheça os benefícios e variações para comer todo dia Ovo cozido: conheça os benefícios e variações para comer todo dia

O ovo cozido está presente na rotina alimentar dos brasileiros, principalmente daqueles que treinam regularmente e estão em busca de massa muscular magra!...

> Leia mais
Mindful eating: 10 passos para desenvolver uma alimentação consciente

Mindful eating: 10 passos para desenvolver uma alimentação consciente Mindful eating: 10 passos para desenvolver uma alimentação consciente

Praticar exercícios de mindfulness (atenção plena) ajuda a melhorar o foco, a memória, a concentração e ainda reduz o estresse e a ansiedade. A melhor parte...

> Leia mais
Suco de uva branco é uma delícia! Conheça os benefícios dessa bebida refrescante

Suco de uva branco é uma delícia! Conheça os benefícios dessa bebida refrescante Suco de uva branco é uma delícia! Conheça os benefícios dessa bebida refrescante

Adicionar alimentos light à rotina alimentar pode ser uma ideia muito saudável e o Suco de Uva Branco Integral Taeq é o exemplo perfeito disso! A bebida...

> Leia mais