Celíacos: O que eles podem comer? Veja 5 alimentos para substituir o glúten

É possível viver sem glúten? Sim, e cada vez melhor! Saiba as melhores alternativas para uma dieta celíaca
É possível viver sem glúten? Sim, e cada vez melhor! Saiba as melhores alternativas para uma dieta celíaca
Carine Rodrigues

Consultor:

Carine Rodrigues

Formada pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), é pós-graduanda em Terapia Nutricional Enteral e Parenteral pela Faculdade Faveni.

Substituir o glúten em um plano alimentar saudável pode ser mais fácil do que você imagina! Para os celíacos, pessoas intolerantes ou alérgicos à substância, sobram alternativas deliciosas que ajudam a tornar a vida mais leve e natural. Conheça quais são os alimentos que melhor podem suprir o consumo de trigo, aveia e outros cereais nas dietas e descubra novas opções para o seu dia a dia!

Quando nos deparamos com uma alergia ou intolerância alimentar, automaticamente surge a pergunta: "O que eu vou comer agora?". Calma! Quando o assunto é alimentação saudável, tudo tem jeito. No caso do glúten, por exemplo, os celíacos ganham, a cada dia, alternativas gostosas e nutritivas, principalmente ao evitar a farinha de trigo e outras fontes da substância do plano alimentar, como explica a nutricionista Carine Rodrigues:

"A pessoa que possui a doença celíaca não pode consumir alimentos que contenham trigo, aveia, centeio, cevada, malte e seus derivados. É importante estar sempre atento aos rótulos, além disso, os fabricantes são obrigados a informar se há presença ou não de glúten. Verificar se na preparação há presença de farinha de trigo, ou gérmen de trigo, ou farelo de trigo, ou malte, ou centeio, ou cevada, ou aveia, ou farinha de rosca", explica a profissional.

Como substituir o glúten no dia a dia?

Primeiramente, vale ressaltar que, toda e qualquer restrição alimentar deve ser feita mediante um acompanhamento profissional, visto que alguns nutrientes devem ser devidamente substituídos e repostos no plano alimentar.

1 - Farinha de arroz: Na hora de preparar um bolo, uma massa de pizza ou um pão caseiro, substitua o trigo pela farinha de arroz. Esse alimento, além de não conter glúten é fonte de proteínas, fibras alimentares, controla os níveis de açúcar e ajuda no fortalecimento e bom desenvolvimento dos ossos e músculos.

2 - Pães (francês ou de forma): Esses alimentos que fazem parte diariamente dos nossos lanches e café da manhã podem ser substituídos pelos pães sem glúten, disponíveis em diversas prateleiras dos mercados. Ou, se você preferir, podem ser feitos em casa, com a farinha arroz.

3 - Biscoitos: Assim como os pães, os snacks e biscoitos integrais são substituídos pelo biscoito de polvilho, de milho e também de arroz. Esses alimentos são produzidos com as farinhas livres de glúten, impedindo que cause alergia aos intolerantes.

4 - Pizza: É hora de optar pelas pizzas saudáveis... Já pensou em fazer massa de pizza de couve flor? Pois é, alimentos como a couve flor e brócolis podem se tornar massas e transformar o lanche em um prato mais saudável e nutritivo. Outra opção é fazer pizza com os vegetais, tais como berinjela e a abobrinha.

5 - Bebidas: Café e achocolatados também contém glúten, por isso atente-se! É possível optar pelo cacau em pó, porém, se adapte aos chás e sucos naturais, misture suas frutas favoritas e torne a sua alimentação mais equilibrada.

*Bebidas alcoólicas - Cervejas e whisky, podem ser substituídos por cerveja sem glúten, vinhos e champanhe, sempre com a devida moderação.

Os cuidados com a dieta restritiva do glúten

Tirar o glúten do dia a dia não é uma tarefa fácil, principalmente para quem já está acostumado com um plano alimentar. Porém, para quem sofre com a alergia, é necessário estar atento às necessidades do organismo e suprir os nutrientes necessários, por isso, um acompanhamento com um nutricionista é altamente importante para o bem-estar.

"O tratamento para a doença celíaca é a retirada de alimentos que contenham glúten. Quando um celíaco consome o glúten, o seu sistema imunológico reconhece esta proteína como um "inimigo" e reage contra ela, podendo levar a morte", finaliza a nutricionista.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente

Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente

Causada por um arbovírus transmitido pela picada do mosquito Aedes aegypti, a dengue é uma doença infecciosa que precisa ser tratada com seriedade. Ela causa...

> Leia mais
Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo

Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo

Entender como o nosso corpo absorve os nutrientes é um passo importante para quem quer montar uma dieta mais eficiente. Afinal, algumas substâncias podem...

> Leia mais
Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum

Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum

Popularmente conhecida por auxiliar em tratamentos contra artrose, artrite e dores nas articulações, a canela de velho (Miconia albicans) é uma planta cheia...

> Leia mais
O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal

O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal

Ficar muitas horas sem comer - como na prática do jejum intermitente - e depois ingerir uma refeição de estômago vazio, pode ser algo extremamente...

> Leia mais
5 alimentos com glutamato monossódico para deixar de consumir

5 alimentos com glutamato monossódico para deixar de consumir 5 alimentos com glutamato monossódico para deixar de consumir

Identificado como realçador de sabor, MSG ou umami, o glutamato monossódico é um aditivo químico presente em diversos alimentos industrializados que pode...

> Leia mais
Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la

Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la

Você já deve ter ouvido falar na intolerância à lactose (açúcar presente nos leites e derivados) - problema que pode acometer pessoas em diferentes fases da...

> Leia mais
Almoço japonês: conheça os pratos populares na culinária nipônica

Almoço japonês: conheça os pratos populares na culinária nipônica Almoço japonês: conheça os pratos populares na culinária nipônica

Você também gosta de experimentar comidas de culinárias diferentes? A gastronomia japonesa, para quem não conhece, costuma usar muitos legumes, vegetais,...

> Leia mais
Como cozinhar mandioca e deixar o alimento macio

Como cozinhar mandioca e deixar o alimento macio Como cozinhar mandioca e deixar o alimento macio

Presente na nossa alimentação antes mesmo de o Brasil ser descoberto pelos portugueses, a mandioca (também chamada de macaxeira ou aipim) é uma raiz...

> Leia mais
6 aplicativos de meditação que vão te ajudar a acalmar a mente

6 aplicativos de meditação que vão te ajudar a acalmar a mente 6 aplicativos de meditação que vão te ajudar a acalmar a mente

Separar poucos minutos do dia para meditar, relaxar o corpo e a mente pode ser algo muito benéfico, sabia? Cuidar da saúde mental e emocional requer pequenos...

> Leia mais
Os problemas causados pela falta de fósforo no organismo

Os problemas causados pela falta de fósforo no organismo Os problemas causados pela falta de fósforo no organismo

Os minerais, de uma forma geral, são muito importantes para a saúde dos sistemas nervoso, muscular, esquelético e digestivo, além de garantirem equilíbrio...

> Leia mais