Celíacos: O que eles podem comer? Veja 5 alimentos para substituir o glúten

É possível viver sem glúten? Sim, e cada vez melhor! Saiba as melhores alternativas para uma dieta celíaca
É possível viver sem glúten? Sim, e cada vez melhor! Saiba as melhores alternativas para uma dieta celíaca
Carine Rodrigues

Consultor:

Carine Rodrigues

Formada pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), é pós-graduanda em Terapia Nutricional pela GANEP.

Substituir o glúten em um plano alimentar saudável pode ser mais fácil do que você imagina! Para os celíacos, pessoas intolerantes ou alérgicos à substância, sobram alternativas deliciosas que ajudam a tornar a vida mais leve e natural. Conheça quais são os alimentos que melhor podem suprir o consumo de trigo, aveia e outros cereais nas dietas e descubra novas opções para o seu dia a dia!

Quando nos deparamos com uma alergia ou intolerância alimentar, automaticamente surge a pergunta: "O que eu vou comer agora?". Calma! Quando o assunto é alimentação saudável, tudo tem jeito. No caso do glúten, por exemplo, os celíacos ganham, a cada dia, alternativas gostosas e nutritivas, principalmente ao evitar a farinha de trigo e outras fontes da substância do plano alimentar, como explica a nutricionista Carine Rodrigues:

"A pessoa que possui a doença celíaca não pode consumir alimentos que contenham trigo, aveia, centeio, cevada, malte e seus derivados. É importante estar sempre atento aos rótulos, além disso, os fabricantes são obrigados a informar se há presença ou não de glúten. Verificar se na preparação há presença de farinha de trigo, ou gérmen de trigo, ou farelo de trigo, ou malte, ou centeio, ou cevada, ou aveia, ou farinha de rosca", explica a profissional.

Como substituir o glúten no dia a dia?

Primeiramente, vale ressaltar que, toda e qualquer restrição alimentar deve ser feita mediante um acompanhamento profissional, visto que alguns nutrientes devem ser devidamente substituídos e repostos no plano alimentar.

1 - Farinha de arroz: Na hora de preparar um bolo, uma massa de pizza ou um pão caseiro, substitua o trigo pela farinha de arroz. Esse alimento, além de não conter glúten é fonte de proteínas, fibras alimentares, controla os níveis de açúcar e ajuda no fortalecimento e bom desenvolvimento dos ossos e músculos.

2 - Pães (francês ou de forma): Esses alimentos que fazem parte diariamente dos nossos lanches e café da manhã podem ser substituídos pelos pães sem glúten, disponíveis em diversas prateleiras dos mercados. Ou, se você preferir, podem ser feitos em casa, com a farinha arroz.

3 - Biscoitos: Assim como os pães, os snacks e biscoitos integrais são substituídos pelo biscoito de polvilho, de milho e também de arroz. Esses alimentos são produzidos com as farinhas livres de glúten, impedindo que cause alergia aos intolerantes.

4 - Pizza: É hora de optar pelas pizzas saudáveis... Já pensou em fazer massa de pizza de couve flor? Pois é, alimentos como a couve flor e brócolis podem se tornar massas e transformar o lanche em um prato mais saudável e nutritivo. Outra opção é fazer pizza com os vegetais, tais como berinjela e a abobrinha.

5 - Bebidas: Café e achocolatados também contém glúten, por isso atente-se! É possível optar pelo cacau em pó, porém, se adapte aos chás e sucos naturais, misture suas frutas favoritas e torne a sua alimentação mais equilibrada.

*Bebidas alcoólicas - Cervejas e whisky, podem ser substituídos por cerveja sem glúten, vinhos e champanhe, sempre com a devida moderação.

Os cuidados com a dieta restritiva do glúten

Tirar o glúten do dia a dia não é uma tarefa fácil, principalmente para quem já está acostumado com um plano alimentar. Porém, para quem sofre com a alergia, é necessário estar atento às necessidades do organismo e suprir os nutrientes necessários, por isso, um acompanhamento com um nutricionista é altamente importante para o bem-estar.

"O tratamento para a doença celíaca é a retirada de alimentos que contenham glúten. Quando um celíaco consome o glúten, o seu sistema imunológico reconhece esta proteína como um "inimigo" e reage contra ela, podendo levar a morte", finaliza a nutricionista.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Tempeh: o que é e como consumir esse alimento livre de glúten

Tempeh: o que é e como consumir esse alimento livre de glúten Tempeh: o que é e como consumir esse alimento livre de glúten

Muito consumido em alguns países da Ásia, o tempeh (ou tempê) é uma comida originária da Indonésia que funciona como fonte importante de proteínas vegetais....

> Leia mais
Açúcar de beterraba é saudável? Saiba mais sobre esse adoçante natural

Açúcar de beterraba é saudável? Saiba mais sobre esse adoçante natural Açúcar de beterraba é saudável? Saiba mais sobre esse adoçante natural

Em vez de usar o açúcar refinado comum (extraído da cana), você pode recorrer a alternativas mais naturais e nutritivas de adoçantes. O açúcar de beterraba,...

> Leia mais
5 frutas com caroço que você pode comer integralmente

5 frutas com caroço que você pode comer integralmente 5 frutas com caroço que você pode comer integralmente

Na maioria das vezes, as pessoas têm o hábito de descartar os caroços (também chamados de sementes) das frutas, consumindo apenas a polpa. Mas você sabia que...

> Leia mais
Chá de guaco: como fazer e quais os nutrientes dessa planta medicinal

Chá de guaco: como fazer e quais os nutrientes dessa planta medicinal Chá de guaco: como fazer e quais os nutrientes dessa planta medicinal

Também conhecido como "erva de bruxa", o guaco é uma planta medicinal originária da América do Sul que se destaca, principalmente, por auxiliar no tratamento...

> Leia mais
Dieta alcalina é baseada no pH do corpo! Nutricionista explica se ela é indicada

Dieta alcalina é baseada no pH do corpo! Nutricionista explica se ela é indicada Dieta alcalina é baseada no pH do corpo! Nutricionista explica se ela é indicada

Você sabia que é possível diminuir a acidez do organismo através da alimentação? A dieta alcalina, para quem não conhece, propõe uma alimentação mais natural...

> Leia mais
Óleo de copaíba: para que serve? Seus benefícios e indicações de consumo

Óleo de copaíba: para que serve? Seus benefícios e indicações de consumo Óleo de copaíba: para que serve? Seus benefícios e indicações de consumo

Extraído a partir da árvore copaíba (ou pau-de-óleo), que é nativa da floresta Amazônica, o óleo de copaíba é conhecido por ter várias substâncias...

> Leia mais
Como fazer farinha de grão-de-bico, ingrediente usado em receitas celíacas

Como fazer farinha de grão-de-bico, ingrediente usado em receitas celíacas Como fazer farinha de grão-de-bico, ingrediente usado em receitas celíacas

Buscar ingredientes alternativos para dietas celíacas não é tão difícil quanto parece, sabia? A farinha de grão-de-bico, por exemplo, é uma opção livre de...

> Leia mais
Marmelo: fruta famosa por doce marmelada é rica em fibras! Veja mais nutrientes

Marmelo: fruta famosa por doce marmelada é rica em fibras! Veja mais nutrientes Marmelo: fruta famosa por doce marmelada é rica em fibras! Veja mais nutrientes

Muito consumida no estado de Minas Gerais, a marmelada é um doce de origem portuguesa que, além de saboroso, se destacar por ser rico em fibras, vitaminas A,...

> Leia mais
Está com potássio alto no sangue? Como baixar através da alimentação

Está com potássio alto no sangue? Como baixar através da alimentação Está com potássio alto no sangue? Como baixar através da alimentação

Você sabia que, quando consumido em excesso, o potássio pode ser muito prejudicial à saúde? A hipercaliemia (ou hiperpotassemia), para quem não conhece,...

> Leia mais
Bolo de banana com aveia fit: conheça opções para variar na receita

Bolo de banana com aveia fit: conheça opções para variar na receita Bolo de banana com aveia fit: conheça opções para variar na receita

Preparar sobremesas saudáveis e ao mesmo tempo saborosas não precisa ser algo difícil, sabia? Usando ingredientes mais naturais - como frutas, açúcar de coco...

> Leia mais