7 dicas para aprender a cozinhar e criar hábitos alimentares saudáveis

Para aprender a cozinhar criando hábitos alimentares saudáveis, um bom começo é substituir o óleo de cozinha pelo de coco na hora da fritura
Para aprender a cozinhar criando hábitos alimentares saudáveis, um bom começo é substituir o óleo de cozinha pelo de coco na hora da fritura

Você sabe o que é gastronomia saudável? Para quem deseja aprender a cozinhar e a desenvolver hábitos alimentares mais saudáveis por meio desta prática, entender o conceito pode ser um ótimo começo. A premissa da gastronomia saudável consiste em uma reeducação alimentar voltada para a saudabilidade e o bem-estar do organismo. Ela se preocupa, por exemplo, com o valor nutricional dos alimentos, incentivando um conhecimento mais profundo na hora de colocar a mão na massa na cozinha. Uma boa de forma de começar a aprender a cozinhar, não é mesmo? Por isso, nós separamos 7 dicas que vão te ajudar a aprender a cozinhar e, ao mesmo tempo, cultivar bons hábitos alimentares.

1. Comece pelo básico, observe e siga as receitas

Para os que desejam se aventurar na cozinha e manter uma alimentação saudável, a primeira dica é começar pelas receitas mais simples e observar bastante. Preste atenção ao cozinheiro mais próximo de você: observe como ele se organiza na cozinha, o tempo de preparo das receitas, a forma de cortar os alimentos e sempre tire todas as suas dúvidas. Além disso, procure começar pelo básico! Pesquise dicas de como preparar saladas de maneiras diferentes, como fazer doces ou sobremesas saudáveis e por aí vai.

2. Para preservar os nutrientes dos alimentos, higienize-os e cozinhe em temperatura baixa

Na hora de colocar a mão na massa, não se esqueça de lavar as folhas, as verduras e os demais alimentos. Essa é uma forma de ter certeza que eles estarão livres de impurezas, diferente de quando consumimos fora de casa e não sabemos a procedência do restaurante.

Além disso, um dos maiores desafios na cozinha é saber como cozinhar os alimentos sem desperdiçar os nutrientes que eles têm a oferecer - isso inclui as vitaminas, os minerais e vários outros elementos. Para isso, sempre opte por prepará-los no forno e cozinhe-os em temperaturas baixas (isto é, entre 80°C e 100°C) para não modificar o seu valor nutricional.

3. Use a técnica do branqueamento de vegetais ao seu favor na correria do dia a dia

A maioria das pessoas sabe que consumir o grupo de vegetais regularmente é importantíssimo para ter uma alimentação equilibrada e nutritiva. E é nesse sentido que você pode (e deve) usar a técnica de branqueamento dos vegetais a seu favor, principalmente na correria do dia a dia. Ela ajuda a armazenar os alimentos no freezer ou na geladeira sem que haja perda nutricional quando você for prepará-los no dia seguinte.

Basta colocá-los em uma panela de água fervente, esperar 2 minutos, e retirar os alimentos colocando-os imediatamente depois em um recipiente com água gelada e bastante gelo. Depois é só aguardar mais 2 minutos, escorrer a água fria e separar os vegetais em pequenas porções para levar ao freezer.

4. Reaproveite a água do cozimento na hora de preparar os pratos

Quando você cozinhar esses mesmos vegetais em uma panela com água, por exemplo, outra dica interessante é reaproveitar essa água para preparar novos pratos e usufruir dos nutrientes que restarão no líquido. Você pode usá-la para cozinhar o arroz, o feijão e diversos tipos de legumes.

5. Troque o óleo de cozinha pelo óleo de coco quando for grelhar os alimentos

Que tal trocar os óleos tradicionais pelo óleo de coco (sem sabor) na hora de refogar e grelhar as carnes? Além de ser mais indicado para esse tipo de preparação - o óleo de coco, assim como o azeite, os óleos de abacate ou de amendoim, por exemplo, não alteram as suas propriedades nutritivas quando entram em contato com a gordura superaquecida - ele também é bem mais saudável e benéfico para o organismo.

6. Adoce as suas receitas com açúcar mascavo ou mel

Você sabia que o açúcar mascavo é muito mais saudável que o açúcar comum? Ou que o mel pode substituir o açúcar em muitas receitas? Pois é, existem outras formas de adoçar a alimentação muito mais saudáveis do que apenas usar algumas colheradas do clássico açúcar de mesa. O açúcar de coco e o demerara são outros bons exemplos. Escolha qualquer um desses e substitua os ingredientes da receita sem medo de errar!

7. No lugar do sal, use temperos naturais

Pimenta, alho, cebola, alecrim, orégano, tomilho... Há muitos temperos naturais que você pode utilizar para não exagerar no consumo de sal. Um erro muito comum entre os iniciantes na cozinha é acreditar que o sal é o único elemento capaz de trazer sabor à comida. Na verdade, na maioria das vezes o segredo está justamente no uso variado dos temperos. Varie nas combinações que vai ficar uma delícia!

Mais noticias com...
Receitas:
Cebola
Ver Mais

Últimas Matérias

Mozarela de búfala tem lactose? Saiba tudo sobre esse queijo

Mozarela de búfala tem lactose? Saiba tudo sobre esse queijo Mozarela de búfala tem lactose? Saiba tudo sobre esse queijo

Você sabia que a mozarela de búfala é um dos tipos de queijos brancos mais consumidos do mundo? Conhecida pela sua textura cremosa e suculenta, ela tem como...

> Leia mais
Macarrão sem farinha de trigo: 4 opções ótimas para celíacos

Macarrão sem farinha de trigo: 4 opções ótimas para celíacos Macarrão sem farinha de trigo: 4 opções ótimas para celíacos

Você sabia que é possível preparar receitas de macarrão sem necessariamente usar farinha de trigo? Quem é celíaco, por exemplo, deve passar longe de pratos...

> Leia mais
6 lanches veganos supernutritivos para comer a qualquer hora

6 lanches veganos supernutritivos para comer a qualquer hora 6 lanches veganos supernutritivos para comer a qualquer hora

Às vezes pode parecer difícil seguir uma dieta vegana e ter tempo para preparar lanches sem ingredientes de origem animal durante a correria do dia a dia....

> Leia mais
O que é sagu? Conheça a fécula muito usada no preparo de sobremesas gaúchas

O que é sagu? Conheça a fécula muito usada no preparo de sobremesas gaúchas O que é sagu? Conheça a fécula muito usada no preparo de sobremesas gaúchas

Se você gosta de experimentar comidas típicas de diferentes regiões do Brasil, é bem provável que já conheça o sagu - uma sobremesa feita com vinho tinto...

> Leia mais
Pimenta-rosa: 5 benefícios dessa planta brasileira na sua alimentação

Pimenta-rosa: 5 benefícios dessa planta brasileira na sua alimentação Pimenta-rosa: 5 benefícios dessa planta brasileira na sua alimentação

Fruto da aroeira-vermelha, a pimenta-rosa é uma planta brasileira de ardência leve, sabor adocicado e aparência delicada. Mas além de características e...

> Leia mais
4 receitas com coco ralado fresco que são supernutritivas

4 receitas com coco ralado fresco que são supernutritivas 4 receitas com coco ralado fresco que são supernutritivas

Considerado um superalimento, o coco é uma fruta das frutas mais nutritivas que existe. Ele é rico em minerais importantes como cálcio, magnésio, cobre,...

> Leia mais
5 livros para relaxar a mente e deixar os dias mais tranquilos

5 livros para relaxar a mente e deixar os dias mais tranquilos 5 livros para relaxar a mente e deixar os dias mais tranquilos

Criar o hábito de ler livros de diferentes temas no dia a dia pode ser mais benéfico do que você imagina. Além de ser uma forma de aprender, desenvolver...

> Leia mais
Pré-diabetes tem como reverter? Aprenda a tratá-la da forma adequada

Pré-diabetes tem como reverter? Aprenda a tratá-la da forma adequada Pré-diabetes tem como reverter? Aprenda a tratá-la da forma adequada

Para muitas pessoas, receber o diagnóstico de diabetes é sinônimo de restrições alimentares e complicações de saúde a longo prazo. Basta receber a notícia...

> Leia mais
Tempo de molho do feijão, da lentilha e mais! Saiba o ideal para as leguminosas

Tempo de molho do feijão, da lentilha e mais! Saiba o ideal para as leguminosas Tempo de molho do feijão, da lentilha e mais! Saiba o ideal para as leguminosas

Deixar leguminosas (como feijão, lentilha ou ervilha) e outros grãos de molho é fundamental para eliminar os antinutrientes - substâncias que podem...

> Leia mais
Para que serve a bromelina? Conheça essa enzima boa para a digestão

Para que serve a bromelina? Conheça essa enzima boa para a digestão Para que serve a bromelina? Conheça essa enzima boa para a digestão

Presente em todas as partes do abacaxi (polpa, casca e caule), a bromelina é um tipo de enzima que auxilia na digestão e também é usada para fins medicinais....

> Leia mais