7 dicas para aprender a cozinhar e criar hábitos alimentares saudáveis

Para aprender a cozinhar criando hábitos alimentares saudáveis, um bom começo é substituir o óleo de cozinha pelo de coco na hora da fritura
Para aprender a cozinhar criando hábitos alimentares saudáveis, um bom começo é substituir o óleo de cozinha pelo de coco na hora da fritura

Você sabe o que é gastronomia saudável? Para quem deseja aprender a cozinhar e a desenvolver hábitos alimentares mais saudáveis por meio desta prática, entender o conceito pode ser um ótimo começo. A premissa da gastronomia saudável consiste em uma reeducação alimentar voltada para a saudabilidade e o bem-estar do organismo. Ela se preocupa, por exemplo, com o valor nutricional dos alimentos, incentivando um conhecimento mais profundo na hora de colocar a mão na massa na cozinha. Uma boa de forma de começar a aprender a cozinhar, não é mesmo? Por isso, nós separamos 7 dicas que vão te ajudar a aprender a cozinhar e, ao mesmo tempo, cultivar bons hábitos alimentares.

1. Comece pelo básico, observe e siga as receitas

Para os que desejam se aventurar na cozinha e manter uma alimentação saudável, a primeira dica é começar pelas receitas mais simples e observar bastante. Preste atenção ao cozinheiro mais próximo de você: observe como ele se organiza na cozinha, o tempo de preparo das receitas, a forma de cortar os alimentos e sempre tire todas as suas dúvidas. Além disso, procure começar pelo básico! Pesquise dicas de como preparar saladas de maneiras diferentes, como fazer doces ou sobremesas saudáveis e por aí vai.

2. Para preservar os nutrientes dos alimentos, higienize-os e cozinhe em temperatura baixa

Na hora de colocar a mão na massa, não se esqueça de lavar as folhas, as verduras e os demais alimentos. Essa é uma forma de ter certeza que eles estarão livres de impurezas, diferente de quando consumimos fora de casa e não sabemos a procedência do restaurante.

Além disso, um dos maiores desafios na cozinha é saber como cozinhar os alimentos sem desperdiçar os nutrientes que eles têm a oferecer - isso inclui as vitaminas, os minerais e vários outros elementos. Para isso, sempre opte por prepará-los no forno e cozinhe-os em temperaturas baixas (isto é, entre 80°C e 100°C) para não modificar o seu valor nutricional.

3. Use a técnica do branqueamento de vegetais ao seu favor na correria do dia a dia

A maioria das pessoas sabe que consumir o grupo de vegetais regularmente é importantíssimo para ter uma alimentação equilibrada e nutritiva. E é nesse sentido que você pode (e deve) usar a técnica de branqueamento dos vegetais a seu favor, principalmente na correria do dia a dia. Ela ajuda a armazenar os alimentos no freezer ou na geladeira sem que haja perda nutricional quando você for prepará-los no dia seguinte.

Basta colocá-los em uma panela de água fervente, esperar 2 minutos, e retirar os alimentos colocando-os imediatamente depois em um recipiente com água gelada e bastante gelo. Depois é só aguardar mais 2 minutos, escorrer a água fria e separar os vegetais em pequenas porções para levar ao freezer.

4. Reaproveite a água do cozimento na hora de preparar os pratos

Quando você cozinhar esses mesmos vegetais em uma panela com água, por exemplo, outra dica interessante é reaproveitar essa água para preparar novos pratos e usufruir dos nutrientes que restarão no líquido. Você pode usá-la para cozinhar o arroz, o feijão e diversos tipos de legumes.

5. Troque o óleo de cozinha pelo óleo de coco quando for grelhar os alimentos

Que tal trocar os óleos tradicionais pelo óleo de coco (sem sabor) na hora de refogar e grelhar as carnes? Além de ser mais indicado para esse tipo de preparação - o óleo de coco, assim como o azeite, os óleos de abacate ou de amendoim, por exemplo, não alteram as suas propriedades nutritivas quando entram em contato com a gordura superaquecida - ele também é bem mais saudável e benéfico para o organismo.

6. Adoce as suas receitas com açúcar mascavo ou mel

Você sabia que o açúcar mascavo é muito mais saudável que o açúcar comum? Ou que o mel pode substituir o açúcar em muitas receitas? Pois é, existem outras formas de adoçar a alimentação muito mais saudáveis do que apenas usar algumas colheradas do clássico açúcar de mesa. O açúcar de coco e o demerara são outros bons exemplos. Escolha qualquer um desses e substitua os ingredientes da receita sem medo de errar!

7. No lugar do sal, use temperos naturais

Pimenta, alho, cebola, alecrim, orégano, tomilho... Há muitos temperos naturais que você pode utilizar para não exagerar no consumo de sal. Um erro muito comum entre os iniciantes na cozinha é acreditar que o sal é o único elemento capaz de trazer sabor à comida. Na verdade, na maioria das vezes o segredo está justamente no uso variado dos temperos. Varie nas combinações que vai ficar uma delícia!

Mais noticias com...
Receitas:
Cebola
Ver Mais

Últimas Matérias

Conheça o camapu, a planta amazônica que ajuda a tratar o mal de Alzheimer

Conheça o camapu, a planta amazônica que ajuda a tratar o mal de Alzheimer Conheça o camapu, a planta amazônica que ajuda a tratar o mal de Alzheimer

Encontrado, principalmente, nas regiões do Pará, o camapu é uma planta amazônica que vem sendo muito estudada pelos pesquisadores do Norte do Brasil. Devido...

> Leia mais
Como fazer shawarma, a receita árabe que se popularizou no Brasil

Como fazer shawarma, a receita árabe que se popularizou no Brasil Como fazer shawarma, a receita árabe que se popularizou no Brasil

Conhecido como o famoso sanduíche árabe, a receita de shawarma se popularizou em diversas regiões do Brasil nos últimos anos. Chamado também de gyros, kebab...

> Leia mais
Chá de marcela serve para tratar dores! Conheça os benefícios da bebida

Chá de marcela serve para tratar dores! Conheça os benefícios da bebida Chá de marcela serve para tratar dores! Conheça os benefícios da bebida

Dono de propriedades medicinais que ajudam a tratar dores no corpo, o chá de marcela é o produto de uma planta brasileira muito consumida no Sul do país....

> Leia mais
O que é creatina e quais alimentos possuem a substância

O que é creatina e quais alimentos possuem a substância O que é creatina e quais alimentos possuem a substância

Conhecida como um tipo de suplemento alimentar usado para melhorar a performance em diversas atividades físicas, a creatina costuma fazer parte do mundo dos...

> Leia mais
Como fazer molho branco vegano

Como fazer molho branco vegano Como fazer molho branco vegano

Preparado, normalmente, com leite, creme de leite e manteiga, o molho branco - também conhecido como o famoso molho bechamel - é uma das principais opções...

> Leia mais
Dia da Consciência Negra: 6 comidas de origem africana para celebrar a data

Dia da Consciência Negra: 6 comidas de origem africana para celebrar a data Dia da Consciência Negra: 6 comidas de origem africana para celebrar a data

Marcado por muitas memórias e heranças culturais, o Dia da Consciência Negra, celebrado em 20 de novembro no Brasil, relembra a data da morte de Zumbi dos...

> Leia mais
Bolinho de chuva vegano e outras versões saudáveis da receita

Bolinho de chuva vegano e outras versões saudáveis da receita Bolinho de chuva vegano e outras versões saudáveis da receita

Apesar de ser feito, tradicionalmente, com leite, ovos, açúcar, canela e farinha de trigo, existe mais de uma maneira de preparar um delicioso bolinho de...

> Leia mais
Como substituir o arroz nas refeições de forma saudável

Como substituir o arroz nas refeições de forma saudável Como substituir o arroz nas refeições de forma saudável

Buscar um cardápio variado, com diferentes legumes, verduras, cereais, leguminosas e outros grupos alimentares, é a melhor alternativa para manter o...

> Leia mais
O que é taioba? Os benefícios dessa PANC usada como substituta da couve

O que é taioba? Os benefícios dessa PANC usada como substituta da couve O que é taioba? Os benefícios dessa PANC usada como substituta da couve

Pertencente ao grupo das PANCs (plantas alimentícias não convencionais), a taioba é um tipo de vegetal verde-escuro semelhante à couve em termos nutricionais...

> Leia mais
Conheça o breaking, dança que faz parte dos Jogos Olímpicos da Juventude

Conheça o breaking, dança que faz parte dos Jogos Olímpicos da Juventude Conheça o breaking, dança que faz parte dos Jogos Olímpicos da Juventude

Criado no Bronx, na cidade de Nova York, durante os anos 70, o breaking (ou breakdance) é um estilo de dança de rua que faz parte da cultura do Hip Hop -...

> Leia mais