Grupos dos vegetais: Entenda como é a classificação nutricional desses alimentos

Os vegetais são dos mais importantes, nutritivos e saudáveis alimentos para a nossa alimentação cotidiana. Contudo, para facilitar a escolha adequada a cada dieta, foi feita uma separação em grupos de hortaliças (
Os vegetais são dos mais importantes, nutritivos e saudáveis alimentos para a nossa alimentação cotidiana. Contudo, para facilitar a escolha adequada a cada dieta, foi feita uma separação em grupos de hortaliças (
Os vegetais são dos mais importantes, nutritivos e saudáveis alimentos para a nossa alimentação cotidiana. Contudo, para facilitar a escolha adequada a cada dieta, foi feita uma separação em grupos de hortaliças (
Os vegetais são dos mais importantes, nutritivos e saudáveis alimentos para a nossa alimentação cotidiana. Contudo, para facilitar a escolha adequada a cada dieta, foi feita uma separação em grupos de hortaliças (
Os vegetais são dos mais importantes, nutritivos e saudáveis alimentos para a nossa alimentação cotidiana. Contudo, para facilitar a escolha adequada a cada dieta, foi feita uma separação em grupos de hortaliças ("A, B e C"), baseadas na quantidade de energia que cada uma fornece. Essa classificação permite maior flexibilidade na hora de montar seu cardápio, permitindo que componentes do grupo sejam variados sem alteração dos valores calóricos.
Os vegetais são dos mais importantes, nutritivos e saudáveis alimentos para a nossa alimentação cotidiana. Contudo, para facilitar a escolha adequada a cada dieta, foi feita uma separação em grupos de hortaliças (
Os vegetais são dos mais importantes, nutritivos e saudáveis alimentos para a nossa alimentação cotidiana. Contudo, para facilitar a escolha adequada a cada dieta, foi feita uma separação em grupos de hortaliças (
Os vegetais são dos mais importantes, nutritivos e saudáveis alimentos para a nossa alimentação cotidiana. Contudo, para facilitar a escolha adequada a cada dieta, foi feita uma separação em grupos de hortaliças (
Os vegetais são dos mais importantes, nutritivos e saudáveis alimentos para a nossa alimentação cotidiana. Contudo, para facilitar a escolha adequada a cada dieta, foi feita uma separação em grupos de hortaliças (

Dietas novas surgem a todo momento. Contudo, apesar de tantas opções, uma coisa todas têm em comum: a chave para manter a boa forma está no consumo de vegetais. Repletos de nutrientes e com pouquíssima quantidade de calorias, o consumo desses alimentos é liberado e recomendado na busca de uma vida mais saudável. Para saber as porções adequadas de cada uma das hortaliças, existe uma classificação nutricional de acordo com a quantidade de carboidratos na composição de cada ingrediente.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda, aproximadamente, o consumo de 400 g de vegetais por dia - o que equivale a três porções - para garantir energia para o dia a dia e saúde para viver com qualidade. "O consumo adequado desses alimentos auxilia na prevenção e controle da obesidade, e outras doenças crônicas como diabetes, doenças cardíacas e alguns tipos de câncer, pois são fontes de vitaminas, sais minerais e outras substâncias essenciais para melhorar o bom funcionamento do organismo", explica a nutricionista Lidiane Gomes.

Grupos nutricionais dos vegetais

A capacidade nutricional que os vegetais têm não é novidade. Para facilitar a escolha dos alimentos adequados a cada dieta, foi feita uma separação em grupos "A, B e C" das hortaliças, baseadas na quantidade de energia que cada uma fornece. A classificação permite maior flexibilidade na hora de montar seu cardápio, permitindo que componentes do grupo sejam variados sem alteração dos valores calóricos. Veja abaixo!

GRUPO A: Os vegetais do tipo A são os que contêm pouca quantidade de carboidratos, aproximadamente 5%. A quantidade diária recomendada é de 30 g

Exemplos: Abobrinha, alcachofra, acelga, alface, agrião, aipo, aspargo, bertalha, berinjela, brócolis, cebola, cebolinha, chicória, couve, coentro, couve-flor, espinafre, funcho, jiló, maxixe, palmito, pepino, pimentão, rabanete, repolho, salsa, tomate.

GRUPO B: As hortaliças do tipo B são as que têm quantidade moderada de carboidratos, cerca de 10%. Quantidade diária recomendada: 100g

Exemplos: Abóbora, beterraba, cenoura, chuchu, ervilha verde, nabo, quiabo, vagem.


GRUPO C: Os vegetais do tipo C são os que contêm quantidade significativa de carboidratos, cerca de 20%. Quantidade diária recomendada: 50 a 80g

Exemplos: Aipim, batata inglesa, batata calabresa, batata doce, batata-baroa, cará, inhame. mandioca, milho verde, pinhão, semente de gergelim.


OBS: É importante lembrar que antes de escolher o que comer apenas baseando-se nas calorias, os micronutrientes devem ser levados em consideração. Para conseguir a maior concentração possível dessas substâncias. "Prefira os vegetais da estação, pois são mais nutritivos, além de serem mais saborosos e econômicos", finaliza a Dra. Lidiane.

Receitas:
Batata
Ver Mais

Últimas Matérias

Como aumentar hemoglobina com a alimentação

Como aumentar hemoglobina com a alimentação Como aumentar hemoglobina com a alimentação

Você sabe o que é hemoglobina? Essa proteína está dentro dos nossos glóbulos vermelhos e é a responsável pela cor do nosso sangue. Considerada...

> Leia mais
Quem tem gastrite pode comer ovo? E tapioca? Saiba o que deve ou não ser evitado

Quem tem gastrite pode comer ovo? E tapioca? Saiba o que deve ou não ser evitado Quem tem gastrite pode comer ovo? E tapioca? Saiba o que deve ou não ser evitado

Montar uma dieta para quem tem gastrite pode ser um pouco desafiador - afinal, é necessário cortar alimentos muito ácidos, gordurosos, frituras e outros que...

> Leia mais
5 alimentos que não contêm ferro e são pouco indicados para quem tem anemia

5 alimentos que não contêm ferro e são pouco indicados para quem tem anemia 5 alimentos que não contêm ferro e são pouco indicados para quem tem anemia

Para ter uma dieta rica em ferro é muito importante incluir ingredientes específicos no cardápio - como carnes (principalmente miúdos), leguminosas e...

> Leia mais
Cana-da-índia: para que serve em termos nutricionais? Conheça suas vantagens

Cana-da-índia: para que serve em termos nutricionais? Conheça suas vantagens Cana-da-índia: para que serve em termos nutricionais? Conheça suas vantagens

A cana-da-índia ou canna indica é um tipo de PANC (Planta Alimentícia Não Convencional) existente em várias versões - com flores amarelas, avermelhadas,...

> Leia mais
O que é tabule? Ele engorda? Tire suas dúvidas sobre essa salada de origem árabe

O que é tabule? Ele engorda? Tire suas dúvidas sobre essa salada de origem árabe O que é tabule? Ele engorda? Tire suas dúvidas sobre essa salada de origem árabe

Se você sempre se perguntou o que é tabule, saiba que esse é um prato originário do Líbano, feito à base de triguilho, o famoso trigo para quibe. Com sabor...

> Leia mais
4 séries sobre alimentação saudável que valem a pena conhecer

4 séries sobre alimentação saudável que valem a pena conhecer 4 séries sobre alimentação saudável que valem a pena conhecer

Você também faz parte do time que ama assistir a filmes, séries e documentários sobre culinária? Consumir esse tipo de conteúdo é ótimo para aprender mais...

> Leia mais
Pepino é fruta ou legume? Saiba tudo sobre esse alimento nutritivo

Pepino é fruta ou legume? Saiba tudo sobre esse alimento nutritivo Pepino é fruta ou legume? Saiba tudo sobre esse alimento nutritivo

É muito provável que você já tenha visto o pepino daquela forma clássica, com duas rodelas sob os olhos de alguém para uma limpeza de pele caseira. Mas os...

> Leia mais
Nuggets vegano existe! Como fazer essa versão sem ingredientes de origem animal

Nuggets vegano existe! Como fazer essa versão sem ingredientes de origem animal Nuggets vegano existe! Como fazer essa versão sem ingredientes de origem animal

Você sabia que é possível preparar uma receita de nuggets vegano feita à base de grão-de-bico, legumes e diferentes temperos? Em vez de apostar na versão...

> Leia mais
5 vegetais amargos que você precisa experimentar

5 vegetais amargos que você precisa experimentar 5 vegetais amargos que você precisa experimentar

Alimentos amargos costumam ser apreciados por quem tem o paladar bem seletivo e diferenciado. Apesar de muita gente torcer o nariz, entretanto, muitos...

> Leia mais
Suco de batata-doce ajuda o refluxo! Aprenda a prepará-lo e os seus benefícios

Suco de batata-doce ajuda o refluxo! Aprenda a prepará-lo e os seus benefícios Suco de batata-doce ajuda o refluxo! Aprenda a prepará-lo e os seus benefícios

Você já experimentou alguma receita de suco de batata-doce? Rica em fibras, potássio, cálcio e carboidratos, essa bebida funciona como excelente fonte de...

> Leia mais