Grupos dos vegetais: Entenda como é a classificação nutricional desses alimentos

Os vegetais são dos mais importantes, nutritivos e saudáveis alimentos para a nossa alimentação cotidiana. Contudo, para facilitar a escolha adequada a cada dieta, foi feita uma separação em grupos de hortaliças (
Os vegetais são dos mais importantes, nutritivos e saudáveis alimentos para a nossa alimentação cotidiana. Contudo, para facilitar a escolha adequada a cada dieta, foi feita uma separação em grupos de hortaliças (
Os vegetais são dos mais importantes, nutritivos e saudáveis alimentos para a nossa alimentação cotidiana. Contudo, para facilitar a escolha adequada a cada dieta, foi feita uma separação em grupos de hortaliças (
Os vegetais são dos mais importantes, nutritivos e saudáveis alimentos para a nossa alimentação cotidiana. Contudo, para facilitar a escolha adequada a cada dieta, foi feita uma separação em grupos de hortaliças (
Os vegetais são dos mais importantes, nutritivos e saudáveis alimentos para a nossa alimentação cotidiana. Contudo, para facilitar a escolha adequada a cada dieta, foi feita uma separação em grupos de hortaliças ("A, B e C"), baseadas na quantidade de energia que cada uma fornece. Essa classificação permite maior flexibilidade na hora de montar seu cardápio, permitindo que componentes do grupo sejam variados sem alteração dos valores calóricos.
Os vegetais são dos mais importantes, nutritivos e saudáveis alimentos para a nossa alimentação cotidiana. Contudo, para facilitar a escolha adequada a cada dieta, foi feita uma separação em grupos de hortaliças (
Os vegetais são dos mais importantes, nutritivos e saudáveis alimentos para a nossa alimentação cotidiana. Contudo, para facilitar a escolha adequada a cada dieta, foi feita uma separação em grupos de hortaliças (
Os vegetais são dos mais importantes, nutritivos e saudáveis alimentos para a nossa alimentação cotidiana. Contudo, para facilitar a escolha adequada a cada dieta, foi feita uma separação em grupos de hortaliças (
Os vegetais são dos mais importantes, nutritivos e saudáveis alimentos para a nossa alimentação cotidiana. Contudo, para facilitar a escolha adequada a cada dieta, foi feita uma separação em grupos de hortaliças (

Dietas novas surgem a todo momento. Contudo, apesar de tantas opções, uma coisa todas têm em comum: a chave para manter a boa forma está no consumo de vegetais. Repletos de nutrientes e com pouquíssima quantidade de calorias, o consumo desses alimentos é liberado e recomendado na busca de uma vida mais saudável. Para saber as porções adequadas de cada uma das hortaliças, existe uma classificação nutricional de acordo com a quantidade de carboidratos na composição de cada ingrediente.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda, aproximadamente, o consumo de 400 g de vegetais por dia - o que equivale a três porções - para garantir energia para o dia a dia e saúde para viver com qualidade. "O consumo adequado desses alimentos auxilia na prevenção e controle da obesidade, e outras doenças crônicas como diabetes, doenças cardíacas e alguns tipos de câncer, pois são fontes de vitaminas, sais minerais e outras substâncias essenciais para melhorar o bom funcionamento do organismo", explica a nutricionista Lidiane Gomes.

Grupos nutricionais dos vegetais

A capacidade nutricional que os vegetais têm não é novidade. Para facilitar a escolha dos alimentos adequados a cada dieta, foi feita uma separação em grupos "A, B e C" das hortaliças, baseadas na quantidade de energia que cada uma fornece. A classificação permite maior flexibilidade na hora de montar seu cardápio, permitindo que componentes do grupo sejam variados sem alteração dos valores calóricos. Veja abaixo!

GRUPO A: Os vegetais do tipo A são os que contêm pouca quantidade de carboidratos, aproximadamente 5%. A quantidade diária recomendada é de 30 g

Exemplos: Abobrinha, alcachofra, acelga, alface, agrião, aipo, aspargo, bertalha, berinjela, brócolis, cebola, cebolinha, chicória, couve, coentro, couve-flor, espinafre, funcho, jiló, maxixe, palmito, pepino, pimentão, rabanete, repolho, salsa, tomate.

GRUPO B: As hortaliças do tipo B são as que têm quantidade moderada de carboidratos, cerca de 10%. Quantidade diária recomendada: 100g

Exemplos: Abóbora, beterraba, cenoura, chuchu, ervilha verde, nabo, quiabo, vagem.


GRUPO C: Os vegetais do tipo C são os que contêm quantidade significativa de carboidratos, cerca de 20%. Quantidade diária recomendada: 50 a 80g

Exemplos: Aipim, batata inglesa, batata calabresa, batata doce, batata-baroa, cará, inhame. mandioca, milho verde, pinhão, semente de gergelim.


OBS: É importante lembrar que antes de escolher o que comer apenas baseando-se nas calorias, os micronutrientes devem ser levados em consideração. Para conseguir a maior concentração possível dessas substâncias. "Prefira os vegetais da estação, pois são mais nutritivos, além de serem mais saborosos e econômicos", finaliza a Dra. Lidiane.

Receitas:
Batata
Ver Mais

Últimas Matérias

6 carnes magras bovinas para incluir na dieta sem medo

6 carnes magras bovinas para incluir na dieta sem medo 6 carnes magras bovinas para incluir na dieta sem medo

Dependendo do tipo de corte e da forma de preparo, as carnes vermelhas podem ser grandes aliadas da nossa saúde! Elas são conhecidas por serem uma das...

> Leia mais
Feijão-de-porco é comestível! Saiba para que serve o alimento

Feijão-de-porco é comestível! Saiba para que serve o alimento Feijão-de-porco é comestível! Saiba para que serve o alimento

Presente no prato dos brasileiros, o feijão é uma de leguminosa altamente nutritiva (fonte de ferro, potássio, fibras e vitaminas) e rende ótimas receitas:...

> Leia mais
6 benefícios do hibisco e como acrescentá-lo de diferentes formas na dieta

6 benefícios do hibisco e como acrescentá-lo de diferentes formas na dieta 6 benefícios do hibisco e como acrescentá-lo de diferentes formas na dieta

Muito usado no preparo de chás terapêuticos, o hibisco é um tipo de planta medicinal que traz vários benefícios à saúde. Suas flores são bem aromáticas - por...

> Leia mais
O que é psyllium e como usar esse ingrediente nas receitas

O que é psyllium e como usar esse ingrediente nas receitas O que é psyllium e como usar esse ingrediente nas receitas

Obtido através da casca das sementes da Plantago ovata (importante planta medicinal), o psyllium é um tipo de farinha sem glúten (isto é, pode ser usado na...

> Leia mais
Como fazer creme de leite caseiro e evitar o industrializado

Como fazer creme de leite caseiro e evitar o industrializado Como fazer creme de leite caseiro e evitar o industrializado

Muito usado no preparo de molhos para carnes ou massas, caldas e diferentes sobremesas (como mousses e pudins), o creme de leite é um ingrediente que não...

> Leia mais
4 maneiras de ajudar o próximo sem sair de casa

4 maneiras de ajudar o próximo sem sair de casa 4 maneiras de ajudar o próximo sem sair de casa

Doar parte do seu tempo (e energia) para ajudar o próximo é uma verdadeira prova de empatia - e, ao mesmo tempo, uma forma de promover autoconhecimento e...

> Leia mais
Qual carne tem mais colágeno? Saiba onde encontrar boas quantidades da proteína

Qual carne tem mais colágeno? Saiba onde encontrar boas quantidades da proteína Qual carne tem mais colágeno? Saiba onde encontrar boas quantidades da proteína

Para manter a saúde da pele e prevenir o envelhecimento precoce, é muito importante manter uma alimentação rica em colágeno. A boa notícia é que existem...

> Leia mais
Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente

Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente

Causada por um arbovírus transmitido pela picada do mosquito Aedes aegypti, a dengue é uma doença infecciosa que precisa ser tratada com seriedade. Ela causa...

> Leia mais
Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo

Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo

Entender como o nosso corpo absorve os nutrientes é um passo importante para quem quer montar uma dieta mais eficiente. Afinal, algumas substâncias podem...

> Leia mais
Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum

Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum

Popularmente conhecida por auxiliar em tratamentos contra artrose, artrite e dores nas articulações, a canela de velho (Miconia albicans) é uma planta cheia...

> Leia mais