Higienização das folhas: 5 Passos para uma salada livre de impurezas

Aprenda dicas para higienizar e conservar as folhas
Aprenda dicas para higienizar e conservar as folhas

Essencial em nossas saladas do dia a dia, a diversidade de texturas, tamanhos, cores e sabores das hortaliças é imensa. Isso vale também para a possibilidades de preparo e formas de apresentações das folhas. Consumi-las diariamente é extremamente importante para o organismo, já que são fontes de diversos nutrientes, trazendo muitos benefícios para a saúde.

Porém, é preciso saber manusear esses alimentos. Elas perecem rápido e apresentam vida muito curta pós-colheita . É comum que durante a colheita, o manuseio, o transporte e a comercialização, as hortaliças sofram danos, podendo chegar até o consumidor apresentando perda de quantidade e qualidade. Antes de comprar selecione as folhas com cuidado, é necessário prepará-las para o armazenamento na geladeira. Assim você garante maior aproveitamento, sabor e nutrientes.

5 etapas para preparar as folhas

1. Escolha das folhas:

Segundo a nutricionista Denise Cussioli a preferência deve ser para as folhas "vivas, robustas e resistentes ao se pegar nas mãos". Já as verduras com folhas amareladas ou com pequenos furos devem ser evitadas pois podem indicar a proliferação de algum tipo de larva. "Folhas com aspecto queimado indicam que passaram por muito tempo em câmara frigorífica, o que representa redução em sua vida útil na geladeira de casa", indica a nutricionista.

Caso o consumidor preferira comprar as hortaliças de forma minimamente processadas, ou seja, já higienizadas e embaladas, o prazo de validade deve ser sempre verificado. Nesses casos também é ideal evitar comprar se apresentarem um líquido amarelado no fundo da embalagem e se as folhas estiverem sem brilho, com pontos escuros nas bordas e se não estiverem sob refrigeração.

2. Conservação:

Cada hortaliça tem seu ponto de tolerância ao frio e a umidade, mas é ideal manter esses produtos em ambientes úmidos, sem água, com a temperatura ideal de 10°C, já que o clima muito baixo queima as folhas.

Na geladeira, o lugar apropriado para guardá-las é dentro da gaveta de hortaliças, na parte inferior, evitando que o frio intenso estrague as folhas. Segundo Denise, a conservação fora de refrigeração também pode ser realizada por um dia no máximo, dependendo das condições climáticas externas. Para isso, basta colocar as hortaliças folhosas com a parte inferior dentro de uma vasilha com água, realizando a troca da água, a cada seis horas, até o consumo.

"Para aumentar o tempo de conservação das hortaliças-folhosas, segue uma dica: Em um recipiente plástico grande forre o fundo com um papel toalha do tamanho do recipiente, coloque uma camada de folhas já limpas, lavadas e bem secas, e cubra com uma nova folha de papel toalha e na sequência vá intercalando-as, até finalizar com papel toalha e tampe. Armazene o recipiente na parte superior da gaveta da geladeira, garantindo assim um tempo de vida mais longo para consumo. Porém, as folhas devem ser apenas lavadas e bem secas. A sanitização com ação química deve ser feita somente antes do consumo, pois se você guardar as folhas já lavadas e sanitizadas, isso vai acelerar o processo de deterioração decorrente da ação química", ensina a nutricionista.

3. Higienização:

No processo de higienização deve-se retirar folha por folha da hortaliça, eliminando as amassadas, murchas ou com ranhuras, lavar folha a folha em água corrente. Use uma bacia com água e o sanitizante, a nutricionista indica o hipoclorito de sódio em uma solução com água. "Para cada litro de água utilizar uma colher de sopa de hipoclorito de sódio (a 2,5%). Depois disso, basta mergulhar as folhas e sobrepor um prato por cima para que todas fiquem imersas na solução por no mínimo 15 minutos. Retire da solução, lave folha a folha em água corrente, seque-as bem (com papel toalha ou uma centrifuga), assim estarão prontas para consumo." É importante enfatizar que só se deve lavar o produto na hora do preparo para o consumo.

4. Preparo:

Todas as hortaliças folhosas devem ser o menos manuseadas possível, deve haver cuidado para não provocar ferimentos e a retirada da cera natural nas folhas, que protege contra a perda de água. Cortar as folhas com faca também não é indicado já que pode acarretar na perda dos nutrientes. O melhor é consumir as folhas inteiras ou cortá-las com as mãos, "rasgadinhas".

5. Consumir:

Por fim, o que resta a fazer é se deliciar com a salada, aproveitando todos os seus nutrientes e sabores. Invista em misturas com os tubérculos como cenoura, beterraba, nabo, rabanete, brotos, e legumes.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Dieta sem carboidratos funciona? Veja a opinião de uma especialista

Dieta sem carboidratos funciona? Veja a opinião de uma especialista Dieta sem carboidratos funciona? Veja a opinião de uma especialista

Já ouviu falar da dieta cetogênica? Em outras palavras, as pessoas que seguem esse cardápio diferenciado se adequam a uma dieta sem carboidrato. É uma...

> Leia mais
Café da manhã saudável e rápido: 4 ideias para não pular essa refeição

Café da manhã saudável e rápido: 4 ideias para não pular essa refeição Café da manhã saudável e rápido: 4 ideias para não pular essa refeição

Conciliar um café da manhã saudável com uma rotina mais corrida não precisa ser um problema. Você sabia que existem opções nutritivas bem rápidas de...

> Leia mais
Pimentão verde: truques para evitar indisgestão ao consumir o alimento

Pimentão verde: truques para evitar indisgestão ao consumir o alimento Pimentão verde: truques para evitar indisgestão ao consumir o alimento

Muito usado no preparo de saladas, refogados, molhos (como o vinagrete), risotos e moquecas, o pimentão verde é um tipo de vegetal bem nutritivo e saboroso,...

> Leia mais
Pão ou tapioca? Qual é o melhor para a saúde?

Pão ou tapioca? Qual é o melhor para a saúde? Pão ou tapioca? Qual é o melhor para a saúde?

Para reduzir o consumo de carboidratos, muita gente prefere evitar pães (e outras massas) e dar preferência a receitas com tapioca nos lanches. Mas será que...

> Leia mais
Leite de castanha do pará: como fazer e quais são seus benefícios

Leite de castanha do pará: como fazer e quais são seus benefícios Leite de castanha do pará: como fazer e quais são seus benefícios

Que tal fazer leite de castanha do Pará para aproveitar os benefícios da oleaginosa? É sempre bom ter opções diferentes de receitas para incluir na rotina...

> Leia mais
Ervilha congelada: 3 receitas simples para o dia a dia

Ervilha congelada: 3 receitas simples para o dia a dia Ervilha congelada: 3 receitas simples para o dia a dia

Quantas receitas com ervilha você conhece? E com ervilha congelada? Apesar da enorme praticidade que o legume apresenta, nem todos sabem como usá-lo no dia a...

> Leia mais
Tipos de tomate: conheça as diferenças entre eles

Tipos de tomate: conheça as diferenças entre eles Tipos de tomate: conheça as diferenças entre eles

Você sabe quais e quantos são os tipos de tomate? A famosa fruta compõe as mais variadas receitas de saladas e é um dos orgânicos queridinhos para...

> Leia mais
Geleia de pimenta combina com o que? 4 dicas de acompanhamentos

Geleia de pimenta combina com o que? 4 dicas de acompanhamentos Geleia de pimenta combina com o que? 4 dicas de acompanhamentos

De sabor adocicado levemente picante, a geleia de pimenta é um ótimo acompanhamento para lanches com queijos, pães e carnes, pois concede um toque mais...

> Leia mais
Chá verde: para que serve?

Chá verde: para que serve? Chá verde: para que serve?

Muito indicado para fazer um detox no organismo, o chá verde é uma bebida rica em propriedades medicinais, vitaminas e outros nutrientes importantes para o...

> Leia mais
6 exercícios de academia para fazer em casa

6 exercícios de academia para fazer em casa 6 exercícios de academia para fazer em casa

Não é todo mundo que gosta de frequentar academia regularmente, mas fazer musculação, exercícios aeróbicos, de força e resistência é fundamental para se...

> Leia mais