Da branca à vermelha: os tipos de pimenta-do-reino e como usá-los na cozinha

Não importa se a pimenta-do-reino é preta, vermelha, branca ou verde: todos os tipos são benéficos para a saúde
Não importa se a pimenta-do-reino é preta, vermelha, branca ou verde: todos os tipos são benéficos para a saúde

Se a gente te disser que a famosa pimenta-do-reino preta também possui outras três cores diferentes? É real! A deliciosa especiaria proveniente da planta Piper nigrum L. pode ser encontrada em diversos estágios de maturação e, justamente por isso, apresenta diferentes colorações - sendo comercializada nas cores preta, verde, branca e vermelha. Amplamente consumida no Brasil, tudo o que você precisa é aprender como usar cada um desses tipos de pimenta na cozinha. Mas, fica tranquilo, que a gente se ensina. Vem conferir!

Pimenta-do-reino preta é a mais famosa de todas

Pimenta-preta, pimenta-do-reino preta, pimenta-redonda, "king of spices", ou rainha das especiarias. A especiaria que possui diferentes variações também possui mais de uma nomenclatura. E independente do nome que você atribuir a ela, uma coisa é certa: este é o tipo de pimenta mais comercializado do mundo. Para muitos, inclusive, é o ingrediente básico de qualquer tipo de receita salgada!

Picante na medida certa, o condimento pode ser utilizado para realçar o sabor das massas, incrementar um delicioso molho de tomate, por exemplo, temperar carnes vermelhas e aguçar vários outros sabores. Muito mais do que um tipo de tempero qualquer, a pimenta-do-reino preta se diferencia quanto ao seu aroma e textura, e é considerada imatura quanto ao seu estágio de maturação.

Fora que ela é cheia de benefícios! Rica em vitamina A e K, betacaroteno, cálcio, magnésio, fósforo, potássio, manganês e fibras dietéticas - os grãos da especiaria contêm propriedades terapêuticas e podem ser utilizados no tratamento de doenças respiratórias. Tá bom ou quer mais?

Pimenta-do-reino branca pode ser utilizada em caldos e molhos brancos

Colhida depois do seu amadurecimento, a pimenta-do-reino branca possui o sabor mais brando e suave. Assim como as outras, ela é utilizada para complementar pratos culinários (sobretudo caldos e molhos claros ou brancos) e pode ser encontrada na forma seca, em grãos ou moída.

Referência na gastronomia francesa, tailandesa e chinesa, esse tipo de especiaria causa um certo "formigamento" no primeiro contato - o que, para muitas pessoas, é o toque especial do alimento. O melhor de tudo é que ela também é indicada para auxiliar tratamentos médicos, como os que envolvem dores na articulação, artrite, congestão nasal e intoxicação alimentar.

Considerada 'imatura' a pimenta-do-reino verde é a menos picante

A pimenta-do-reino verde é colhida no mesmo estágio de maturação que a preta. A diferença está no processo de desidratação (a preta é seca ao sol e a verde é rapidamente desidratada para que a sua cor natural seja preservada), no método de conserva (a verde normalmente é vendida em salmouras ou imersa no vinagre), no aroma menos acentuado, na textura lisa e na "falta" de ardência.

Se você quiser, por exemplo, acrescentar sabor a algum molho de salada sem que ele fique picante, esse é o tipo de condimento perfeito. Vale utilizá-lo para o preparo de peixes, carnes e aves, temperar saladas, saborizar vegetais e todas as outras combinações que você desejar.

Suave e picante ao mesmo tempo, a pimenta-do-reino vermelha é rara e menos comercializada

Proveniente de frutos maduros e erroneamente reconhecida como pimenta rosa (que provém de uma outra árvore chamada aroeira), a pimenta-do-reino vermelha tem um sabor suave e picante por dentro. Ela é mais rara (devido a dificuldade na colheita) e muito menos comercializada.

Vendida em forma de salmoura, a especiaria avermelhada tem o uso culinário parecido com a verde e a preta, sendo mais voltada para o tempero de proteínas e molhos.

Pimentas-do-reino possuem diversos benefícios em comum para o organismo

Todos os tipos de pimentas-do-reino são bons para a saúde! Elas possuem uma substância chamada "piperina" em sua composição, que é responsável por aumentar a absorção de vários nutrientes - incluindo vitaminas -, estimular enzimas digestivas, digerir mais rapidamente os alimentos e acelerar o metabolismo. Ou seja, a pimenta é um poderoso alimento termogênico! Boa para o emagrecimento saudável, aumentar a libido, eliminar o excesso de radicais livres do corpo e muito mais.

Mais noticias com...
Receitas:
Carne bovina
Ver Mais

Últimas Matérias

O que é antocianina? Saiba tudo sobre esse corante natural presente em alimentos

O que é antocianina? Saiba tudo sobre esse corante natural presente em alimentos O que é antocianina? Saiba tudo sobre esse corante natural presente em alimentos

Você sabe qual é a característica comum entre frutas como morango, cereja, amora e mirtilo? Uma substância chamada antocianina! Ela é a grande responsável...

> Leia mais
Carne de porco faz mal? Descubra se ela pode fazer parte da sua dieta

Carne de porco faz mal? Descubra se ela pode fazer parte da sua dieta Carne de porco faz mal? Descubra se ela pode fazer parte da sua dieta

Muitas pessoas acreditam que carne de porco faz mal à saúde e, por isso, não deve fazer parte da dieta. Mas sabia que as coisas não são tão simples assim? Ao...

> Leia mais
6 frutas com N ricas em nutrientes essenciais para o seu dia a dia

6 frutas com N ricas em nutrientes essenciais para o seu dia a dia 6 frutas com N ricas em nutrientes essenciais para o seu dia a dia

Você já parou para pensar na variedade (e quantidade) de frutas que existem ao redor do mundo? Apenas no Brasil, a diversidade desse tipo de alimento é bem...

> Leia mais
Os melhores exercícios para evitar problemas comuns na terceira idade

Os melhores exercícios para evitar problemas comuns na terceira idade Os melhores exercícios para evitar problemas comuns na terceira idade

Para manter o corpo e a mente saudáveis em todas as fases da vida, não tem como abrir mão da prática de exercícios físicos, não é mesmo? Mas, dependendo do...

> Leia mais
Alimentos inflamatórios: a lista com os principais a serem evitados na dieta

Alimentos inflamatórios: a lista com os principais a serem evitados na dieta Alimentos inflamatórios: a lista com os principais a serem evitados na dieta

Se você pensa que o carboidrato é o grande vilão da dieta saudável, é possível que ainda não tenha ouvido falar dos alimentos inflamatórios. Muitas vezes são...

> Leia mais
Chá de rosa branca: para que serve? Saiba por que passar a tomá-lo

Chá de rosa branca: para que serve? Saiba por que passar a tomá-lo Chá de rosa branca: para que serve? Saiba por que passar a tomá-lo

Você já deve ter ouvido falar nos chás de camomila, hibisco, hortelã, erva-cidreira e outros que são bem conhecidos. Mas será que conhece (e já experimentou)...

> Leia mais
Como fazer suco de jabuticaba sem mistérios

Como fazer suco de jabuticaba sem mistérios Como fazer suco de jabuticaba sem mistérios

A jabuticaba é uma das frutas mais famosas e abundantes do Brasil. Dona de propriedades incríveis - como anti-inflamatórios naturais, vitaminas C e E e sais...

> Leia mais
Já ouviu falar no araçá-rosa? As propriedades medicinais desse alimento exótico

Já ouviu falar no araçá-rosa? As propriedades medicinais desse alimento exótico Já ouviu falar no araçá-rosa? As propriedades medicinais desse alimento exótico

Se você faz parte do time de pessoas que amam experimentar alimentos exóticos, é possível que se apaixone por uma fruta chamada araçá-rosa! Também é...

> Leia mais
Broto de brócolis tem benefícios de sobra! Conheça melhor as suas vantagens

Broto de brócolis tem benefícios de sobra! Conheça melhor as suas vantagens Broto de brócolis tem benefícios de sobra! Conheça melhor as suas vantagens

Além de usar apenas os vegetais mais conhecidos (como folhas verde-escuras) no preparo de saladas, você já pensou em recorrer aos brotos comestíveis? Esses...

> Leia mais
Os alimentos que causam cólica no bebê e que mães deveriam evitar

Os alimentos que causam cólica no bebê e que mães deveriam evitar Os alimentos que causam cólica no bebê e que mães deveriam evitar

Por possuírem o sistema digestivo ainda em formação, os bebês podem reagir aos alimentos de formas diferentes, principalmente na fase de introdução...

> Leia mais