Como fazer seleta de legumes e armazenar corretamente as hortaliças utilizadas

Armazene a seleta de legumes em saquinhos herméticos ou potes bem vedados
Armazene a seleta de legumes em saquinhos herméticos ou potes bem vedados

Manter uma alimentação nutritiva e variada na correria do dia a dia não é uma tarefa fácil. Mas para que você não precise abrir mão de um estilo de vida saudável, que tal deixar alguns legumes prontos no congelador e facilitar a vida durante a semana? A seleta de legumes é exatamente isso: uma solução simples e prática de incrementar as refeições da semana sem perder muito tempo na cozinha. Dá uma olhada na matéria para saber como fazer essa receita e armazenar corretamente as hortaliças utilizadas.

Para fazer a seleta de legumes, misture vários tipos de verduras, hortaliças e legumes

Uma boa seleta de legumes deve ser rica em frutos, folhas, verduras e vegetais variados! Para isso, você pode misturar todos os tipos de alimentos do grupo de vegetais, como batata, cenoura, acelga, alface, agrião, brócolis, couve, espinafre, jiló, maxixe, palmito, chuchu, tomate, quiabo e vagem. Basta escolher pelo menos 3 ingredientes dessa lista e cortar todos eles em cubinhos pequenos e uniformes.

Para preparar uma seleta de legumes com cenoura, vagem, batata-doce e chuchu (por exemplo) que dure o mês inteiro, você deve fatiar 2 cenouras, 2 batatas, 2 chuchus e cerca de 20 a 30 unidades de vagem. Tente seguir essa proporção quando for fazer a seleta com outros legumes e verduras.

Antes de armazenar a seleta na geladeira, use a técnica de branqueamento de vegetais

O branqueamento de vegetais é uma técnica de conservação fundamental para congelar legumes e verduras no freezer por muito tempo, sem alterar o sabor e a textura dos alimentos. Sem falar que ela também ajuda a preservar os nutrientes.

Para fazer o branqueamento, você deve induzir um choque térmico com fervura e água fria. Funciona mais ou menos assim: depois de higienizar e cortar os vegetais em cubinhos, encha uma panela média com água, leve ao fogo médio e espere começar a ferver.

Quando a água estiver borbulhando, cozinhe os vegetais separadamente por no máximo 3 minutinhos. Faça isso de acordo com as características dos alimentos: vegetais mais delicados, como hortaliças, devem ferver por apenas 1 minuto. Já os mais firmes, como verduras e legumes, devem ferver por cerca de 2 a 3 minutos.

Depois, retire-os da panela com ajuda de uma escumadeira, encha uma tigela com água fria e bastante gelo e interrompa o processo de cozimento dos vegetais colocando-os imediatamente na água gelada. Por fim, seque bem os alimentos com um pano de prato (ou com algumas folhas de papel toalha) e reserve.

Para guardar na geladeira, divida a seleta de legumes em pequenas porções individuais

Finalize a seleta de legumes misturando todos os vegetais que já passaram pelo processo de branqueamento. Depois, fracione a seleta em pequenas porções individuais com a ajuda de um medidor de xícara e armazene em saquinhos herméticos (apropriados para o congelador) ou potinhos bem vedados. Só preste atenção para não deixar os potes muito cheios (facilitando a formação de cristais de gelo que acabam mudando a textura dos alimentos) e lembre-se de armazená-los no freezer por, no máximo, 4 meses.

Quando você quiser descongelar a sua seleta, basta desembrulhar os vegetais, colocar em uma panela com água fervente e deixar cozinhar por 3 minutos. Depois você já sabe, né? É só temperar com azeite e outras especiarias, fazer um refogado e servir!

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Como fazer creme de leite caseiro e evitar o industrializado

Como fazer creme de leite caseiro e evitar o industrializado Como fazer creme de leite caseiro e evitar o industrializado

Muito usado no preparo de molhos para carnes ou massas, caldas e diferentes sobremesas (como mousses e pudins), o creme de leite é um ingrediente que não...

> Leia mais
4 maneiras de ajudar o próximo sem sair de casa

4 maneiras de ajudar o próximo sem sair de casa 4 maneiras de ajudar o próximo sem sair de casa

Doar parte do seu tempo (e energia) para ajudar o próximo é uma verdadeira prova de empatia - e, ao mesmo tempo, uma forma de promover autoconhecimento e...

> Leia mais
Qual carne tem mais colágeno? Saiba onde encontrar boas quantidades da proteína

Qual carne tem mais colágeno? Saiba onde encontrar boas quantidades da proteína Qual carne tem mais colágeno? Saiba onde encontrar boas quantidades da proteína

Para manter a saúde da pele e prevenir o envelhecimento precoce, é muito importante manter uma alimentação rica em colágeno. A boa notícia é que existem...

> Leia mais
Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente

Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente

Causada por um arbovírus transmitido pela picada do mosquito Aedes aegypti, a dengue é uma doença infecciosa que precisa ser tratada com seriedade. Ela causa...

> Leia mais
Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo

Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo

Entender como o nosso corpo absorve os nutrientes é um passo importante para quem quer montar uma dieta mais eficiente. Afinal, algumas substâncias podem...

> Leia mais
Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum

Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum

Popularmente conhecida por auxiliar em tratamentos contra artrose, artrite e dores nas articulações, a canela de velho (Miconia albicans) é uma planta cheia...

> Leia mais
O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal

O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal

Ficar muitas horas sem comer - como na prática do jejum intermitente - e depois ingerir uma refeição de estômago vazio, pode ser algo extremamente...

> Leia mais
5 alimentos com glutamato monossódico para deixar de consumir

5 alimentos com glutamato monossódico para deixar de consumir 5 alimentos com glutamato monossódico para deixar de consumir

Identificado como realçador de sabor, MSG ou umami, o glutamato monossódico é um aditivo químico presente em diversos alimentos industrializados que pode...

> Leia mais
Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la

Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la

Você já deve ter ouvido falar na intolerância à lactose (açúcar presente nos leites e derivados) - problema que pode acometer pessoas em diferentes fases da...

> Leia mais
Almoço japonês: conheça os pratos populares na culinária nipônica

Almoço japonês: conheça os pratos populares na culinária nipônica Almoço japonês: conheça os pratos populares na culinária nipônica

Você também gosta de experimentar comidas de culinárias diferentes? A gastronomia japonesa, para quem não conhece, costuma usar muitos legumes, vegetais,...

> Leia mais