Intolerância à lactose tem cura? Descubra se é possível voltar a consumir leite

A intolerância à lactose secundária - isto é, que é adquirida com o tempo - pode ser curada com o tratamento certo
A intolerância à lactose secundária - isto é, que é adquirida com o tempo - pode ser curada com o tratamento certo

Quem sofre com intolerância à lactose sabe que a restrição aos alimentos derivados do leite precisa ser bem rígida. Afinal, o consumo da substância pode causar sintomas como inchaço, vômito, dores abdominais, de gases e até problemas mais extremos.

Mas você sabia que, dependendo do caso, é possível que a intolerância deixe de ser um problema? Isso mesmo, após certo tempo de tratamento algumas pessoas voltaram a produzir a lactase (enzima responsável pela hidrólise da lactose). Interessante, né? Para que você possa entender melhor sobre esse assunto nós preparamos uma matéria bem detalhada. Aproveite e tire todas as suas dúvidas!

Caso você corte o consumo de lactose de forma radical, é possível que o corpo se recupere com o tempo

É importante destacar que a intolerância à lactose não é um problema considerado "curável". Muitas pessoas que sofrem com ele, inclusive, passam a vida toda sem poder consumir alimentos derivados do leite. No entanto, é válido lembrar que existem diferentes níveis de intolerância - alguns são mais brandos enquanto outros precisam de uma dieta mais radical.

A intolerância à lactose primária (ou genética), por exemplo, consiste na ausência total ou parcial da lactase (enzima responsável por quebrar a lactose). Nesse caso, é possível que a pessoa apresente sintomas desde a infância - apesar de existirem casos em que o problema se manifestou apenas na fase adulta. O lado ruim é que, por ser uma intolerância congênita, ela acaba sendo permanente, sem muita perspectiva de cura.

No caso da intolerância à lactose secundária, por outro lado, é bem possível que o organismo se recupere com o tempo. Diferentemente da primária, ela é causada por alguma lesão ou doença (como desnutrição, diarreia infecciosa, giardíase e doença celíaca) que prejudica o funcionamento do intestino e, consequentemente, a produção de lactase. A boa notícia é que, por ser um um problema adquirido, esse tipo de intolerância à lactose pode ser curado com o tempo - mas apenas quando o tratamento é feito da maneira certa e com o devido acompanhamento.

Como funciona o tratamento para intolerância à lactose?

Agora que você já sabe que em alguns casos é possível reverter a intolerância à lactose, chegou a hora de conhecer o método certo de tratamento. O lado bom é que não é nada muito complicado - basta seguir todas as restrições alimentares que o médico propõe.

Inicialmente, o corte de leites e derivados é feito de forma mais radical, o que garante uma melhora dos sintomas (como inchaço e dores) e a recuperação do organismo. Mas, com o tempo, pode ser feita a reintrodução dos alimentos - um pouco de leite, iogurtes e queijos, por exemplo - sempre com o acompanhamento médico. Essa reintrodução é importante para acrescentar nutrientes ao corpo, como o cálcio, e também buscar (aos poucos) uma resolução para o problema. Interessante, né?

Caso você sofra com a intolerância à lactose secundária (adquirida), a nossa sugestão é recorrer à ajuda de um médico para buscar um tratamento eficiente para a recuperação do problema. Fica a dica!

Mais noticias com...
Receitas:
Queijo
Ver Mais

Últimas Matérias

O que são hidratos de carbono e em quais alimentos encontrá-los

O que são hidratos de carbono e em quais alimentos encontrá-los O que são hidratos de carbono e em quais alimentos encontrá-los

Afinal, o que são os tais hidratos de carbono que muitas vezes aparecem naquelas tabelas de informação nutricional dos biscoitos, pães e até mesmo do arroz?...

> Leia mais
Quer desintoxicar o fígado? Os chás e sucos que fazem essa limpeza naturalmente

Quer desintoxicar o fígado? Os chás e sucos que fazem essa limpeza naturalmente Quer desintoxicar o fígado? Os chás e sucos que fazem essa limpeza naturalmente

Você sabia que o excesso de comida (e de bebida alcoólica) pode causar intoxicação no fígado? Muita gente acaba esquecendo, mas esse órgão é um dos mais...

> Leia mais
Culinária espanhola: 5 comidas que além de deliciosas são muito saudáveis

Culinária espanhola: 5 comidas que além de deliciosas são muito saudáveis Culinária espanhola: 5 comidas que além de deliciosas são muito saudáveis

Você já experimentou algum prato da culinária espanhola? Quem gosta de frutos do mar, batatas, temperos e especiarias diferentes costuma amar essa...

> Leia mais
Gordura é doença? Saiba por que é possível ser gordo e saudável

Gordura é doença? Saiba por que é possível ser gordo e saudável Gordura é doença? Saiba por que é possível ser gordo e saudável

Na maioria das vezes, pessoas que se encontram acima do peso são taxadas de "não saudáveis" e vistas socialmente como gulosas e desleixadas com a saúde. Mas...

> Leia mais
Como comer rabanete? 4 ideias para preparar a hortaliça

Como comer rabanete? 4 ideias para preparar a hortaliça Como comer rabanete? 4 ideias para preparar a hortaliça

Quem ainda não conseguiu incluir o rabanete no seu cardápio diário não sabe o que está perdendo! Além de ser superversátil, essa hortaliça é essencial para a...

> Leia mais
Açúcar mascavo: os benefícios de usá-lo no lugar do demerara ou refinado

Açúcar mascavo: os benefícios de usá-lo no lugar do demerara ou refinado Açúcar mascavo: os benefícios de usá-lo no lugar do demerara ou refinado

Na hora de adoçar sucos, cafés, vitaminas, bolos, mousses e outras receitas, muitas pessoas tendem a recorrer ao açúcar branco - que é um dos maiores vilões...

> Leia mais
O que é goma guar e como usá-la para fazer uma gelatina mais saudável

O que é goma guar e como usá-la para fazer uma gelatina mais saudável O que é goma guar e como usá-la para fazer uma gelatina mais saudável

Muitas pessoas nunca ouviram falar na goma guar e não fazem ideia de quais são as suas utilidades e benefícios. Se você for vegano e estiver lendo essa...

> Leia mais
Sesamina e sesamolina: conheça esses antioxidantes presentes no óleo de gergelim

Sesamina e sesamolina: conheça esses antioxidantes presentes no óleo de gergelim Sesamina e sesamolina: conheça esses antioxidantes presentes no óleo de gergelim

Muito usada para enfeitar pães, saladas e biscoitos, a semente de gergelim é bem saborosa e nutritiva: além de fonte de cálcio, zinco, magnésio, fósforo,...

> Leia mais
Ricota de kefir: aprenda a preparar a receita dessa alternativa ao queijo

Ricota de kefir: aprenda a preparar a receita dessa alternativa ao queijo Ricota de kefir: aprenda a preparar a receita dessa alternativa ao queijo

Se você ainda não sabe o que é kefir, não sabe o que está perdendo! Esse é um dos alimentos mais ricos em propriedades nutritivas e benéficos para o...

> Leia mais
Comidas de domingo saudáveis para desfrutar em família

Comidas de domingo saudáveis para desfrutar em família Comidas de domingo saudáveis para desfrutar em família

Reunir a família toda no almoço de domingo é um hábito bem bonito, né? Afinal, manter contato com tios, avós e primos no dia a dia é algo bem difícil. O...

> Leia mais