Você sabe o que são ervas finas? Entenda por que utilizá-las nas suas receitas

As ervas finas também podem ser usadas para temperar carne
As ervas finas também podem ser usadas para temperar carne

Produto recomendado

Manjericão orgânico Taeq

Manjericão orgânico Taeq

Botão do Pão de Açúcar Delivery

Você já deve ter ouvido falar no termo "ervas finas", mas será que sabe o que ele significa? Ao contrário do que o nome possa indicar, elas não são especiarias raras ou bem mais caras: na verdade, se caracterizam por apresentarem um aroma e sabor mais intensos, seja na versão fresca ou na desidratada. E não para por aí: além disso, também são muito usadas por quem gosta de decorar os pratos que prepara.

Ficou curioso a respeito das ervas finas? Saiba mais detalhes sobre elas e entenda por que adicioná-las já no seu cardápio!

Ervas finas, frescas ou desidratadas, servem para temperar diferentes tipos de pratos e decoração

Para quem gosta de um gostinho a mais na comida, vale apostar nas ervas finas (como cebolinha, salsinha, orégano, tomilho, manjericão, cerefólio e estragão) para completar o prato. Isso porque essas folhas, que são temperos tradicionais, apresentam um sabor intenso para que qualquer receita - de carne à massa - ganhe um paladar mais marcante.

Como podem aparecer de dois jeitos, frescas ou desidratadas, o modo como são acrescentadas à refeição varia: as primeiras se destacam pelo aroma e tom mais intensos e devem ser adicionadas no fim do preparo por serem mais delicadas, enquanto as últimas podem fazer parte da receita desde o começo da preparação para que recuperem a água que perderam durante o processo de desidratação. Já a quantidade de ervas que será usada no prato varia: é possível fazer um mix de sabores e aromas para deixar a comida com um sabor especial e uma apresentação mais bonita - já que elas também servem para decorar os pratos.

Ervas fazem bem para a saúde por ajudarem a substituir o sal nas refeições

Você sabia que as ervas finas também ajudam a deixar a comida com menos sal? Isso porque o sabor característico que possuem faz com que não seja preciso exagerar na quantidade desse ingrediente durante o preparo do prato.

Vale lembrar que o sódio não é de todo vilão, mas seu excesso pode causar algumas complicações - como aumento da pressão arterial, por exemplo, que resulta em problemas do coração. Por isso, apostar em um tempero que reduz a sua quantidade é uma boa maneira de manter a saúde em dia e evitar problemas.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Feijão-de-porco é comestível! Saiba para que serve o alimento

Feijão-de-porco é comestível! Saiba para que serve o alimento Feijão-de-porco é comestível! Saiba para que serve o alimento

Presente no prato dos brasileiros, o feijão é uma de leguminosa altamente nutritiva (fonte de ferro, potássio, fibras e vitaminas) e rende ótimas receitas:...

> Leia mais
6 benefícios do hibisco e como acrescentá-lo de diferentes formas na dieta

6 benefícios do hibisco e como acrescentá-lo de diferentes formas na dieta 6 benefícios do hibisco e como acrescentá-lo de diferentes formas na dieta

Muito usado no preparo de chás terapêuticos, o hibisco é um tipo de planta medicinal que traz vários benefícios à saúde. Suas flores são bem aromáticas - por...

> Leia mais
O que é psyllium e como usar esse ingrediente nas receitas

O que é psyllium e como usar esse ingrediente nas receitas O que é psyllium e como usar esse ingrediente nas receitas

Obtido através da casca das sementes da Plantago ovata (importante planta medicinal), o psyllium é um tipo de farinha sem glúten (isto é, pode ser usado na...

> Leia mais
Como fazer creme de leite caseiro e evitar o industrializado

Como fazer creme de leite caseiro e evitar o industrializado Como fazer creme de leite caseiro e evitar o industrializado

Muito usado no preparo de molhos para carnes ou massas, caldas e diferentes sobremesas (como mousses e pudins), o creme de leite é um ingrediente que não...

> Leia mais
4 maneiras de ajudar o próximo sem sair de casa

4 maneiras de ajudar o próximo sem sair de casa 4 maneiras de ajudar o próximo sem sair de casa

Doar parte do seu tempo (e energia) para ajudar o próximo é uma verdadeira prova de empatia - e, ao mesmo tempo, uma forma de promover autoconhecimento e...

> Leia mais
Qual carne tem mais colágeno? Saiba onde encontrar boas quantidades da proteína

Qual carne tem mais colágeno? Saiba onde encontrar boas quantidades da proteína Qual carne tem mais colágeno? Saiba onde encontrar boas quantidades da proteína

Para manter a saúde da pele e prevenir o envelhecimento precoce, é muito importante manter uma alimentação rica em colágeno. A boa notícia é que existem...

> Leia mais
Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente

Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente

Causada por um arbovírus transmitido pela picada do mosquito Aedes aegypti, a dengue é uma doença infecciosa que precisa ser tratada com seriedade. Ela causa...

> Leia mais
Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo

Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo

Entender como o nosso corpo absorve os nutrientes é um passo importante para quem quer montar uma dieta mais eficiente. Afinal, algumas substâncias podem...

> Leia mais
Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum

Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum

Popularmente conhecida por auxiliar em tratamentos contra artrose, artrite e dores nas articulações, a canela de velho (Miconia albicans) é uma planta cheia...

> Leia mais
O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal

O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal

Ficar muitas horas sem comer - como na prática do jejum intermitente - e depois ingerir uma refeição de estômago vazio, pode ser algo extremamente...

> Leia mais