Qual é a diferença entre geleia, doce, compota e conserva? Descubra

Geleias, doces, compotas e conservas são iguarias bem parecidas, mas, não são iguais. Saiba quem é quem e as suas principais características<br /><br /><br />
Geleias, doces, compotas e conservas são iguarias bem parecidas, mas, não são iguais. Saiba quem é quem e as suas principais características<br /><br /><br />
Geleias, doces, compotas e conservas são iguarias bem parecidas, mas, não são iguais. Saiba quem é quem e as suas principais características<br /><br /><br />
Geleias, doces, compotas e conservas são iguarias bem parecidas, mas, não são iguais. Saiba quem é quem e as suas principais características<br /><br /><br />
Geleias, doces, compotas e conservas são iguarias bem parecidas, mas, não são iguais. Saiba quem é quem e as suas principais características<br /><br /><br />
Geleias, doces, compotas e conservas são iguarias bem parecidas, mas, não são iguais. Saiba quem é quem e as suas principais características
Geleias, doces, compotas e conservas são iguarias bem parecidas, mas, não são iguais. Saiba quem é quem e as suas principais características<br /><br /><br />
Geleias, doces, compotas e conservas são iguarias bem parecidas, mas, não são iguais. Saiba quem é quem e as suas principais características<br /><br /><br />
Geleias, doces, compotas e conservas são iguarias bem parecidas, mas, não são iguais. Saiba quem é quem e as suas principais características<br /><br /><br />
Geleias, doces, compotas e conservas são iguarias bem parecidas, mas, não são iguais. Saiba quem é quem e as suas principais características<br /><br /><br />
Geleias, doces, compotas e conservas são iguarias bem parecidas, mas, não são iguais. Saiba quem é quem e as suas principais características<br /><br /><br />
Carolina Xavier

Consultor:

Carolina Xavier

Nutricionista clínica e esportiva graduada pela UFRJ, possui pós-graduação em Nutrição Esportiva e Estética voltada para o Wellness

Doce ou compota, geleia ou conserva? Você sabe diferenciar cada uma dessas deliciosas iguarias? Feitas à base de frutas e frutos, essas preparações acompanham perfeitamente os mais diversos momentos do dia, seja no café da manhã, brunchs antes do almoço, sobremesas ou em lanchinhos da tarde e da noite, deixando os nossos biscoitinhos, torradinhas ou pães muito mais saborosos de comer.

Seja para aproveitar a maior durabilidade das frutas ou para aumentar a ingestão desses alimentos na dieta, as geleias, compotas, doces e conservas são sempre boas opções, já que elas preservam os nutrientes integrais do alimento. Para diferenciar essas iguarias, a nutricionista Carolina Xavier explica que se deve levar em consideração a forma de preparo, a quantidade de açúcar e a consistência do produto:

"Para o preparo das geleias, os frutos são cozidos com líquido, geralmente em sumo do fruto ou em água e incluem as cascas e os caroços. Os doces são caracterizados pela fruta se desfazer quase completamente, possuem adição de açúcar e são utilizados somente a polpa do alimento. As compotas são feitas com a polpa dos frutos (ou vegetais) em pedaços e também levam adição de açúcar. Já a conserva é produzida com o alimento inteiro, em uma calda açucarada, podendo cozinhar ou não", explica a profissional.

Geleias, doces, compotas e conservas: quais são as diferenças?

GELEIAS: Essa iguaria pode ser caracterizada por possuírem uma cor mais clara, transparente, assemelhando-se à gelatina. As geleias orgânicas e caseiras são as mais indicadas para consumo, pois garantem a ausência de conservantes e agrotóxicos na alimentação. As diets são recomendadas para pessoas diabéticas, que precisam ter atenção ao consumo do açúcar.

Exemplos de geleias de frutas: Morango, framboesa, laranja, damasco e uva.

Como consumir: São perfeitas para o café da manhã ou lanche da tarde e acompanham pães, torradas e tapiocas.

DOCES: São popularmente açucarados, pois para o seu preparo, além das frutas, inclui a adição de açúcar para assim alcançar o ponto da iguaria. Os doces podem conter pedaços de frutas ou fazer com que elas se desfaçam completamente. Nas prateleiras dos supermercados é possível encontrar uma variedade de doces, porém, é mais indicado o doce caseiro, no qual você pode dosar a quantidade de açúcar e optar por um mais saudável, como o de coco ou demerara, por exemplo.

Exemplos de doce: Abóbora, coco e frutas vermelhas.

Como consumir: Podem ser incluídos, em pequenas porções, após as refeições principais, para saciar aquela vontade de comer um docinho.

COMPOTA: A compota, geralmente, é a mais confundida com a geleia, por possuir uma consistência mais líquida ou gelatinosa. Porém, esta possui adição de açúcar. São boas opções para aumentar a durabilidade dos frutos, já que o açúcar age como uma espécie de conservante. As compotas também podem ser feitas com legumes, como a cenoura e o tomate, por exemplo.

Exemplos de compotas: Maçã, abóbora, laranja e mamão.

Como consumir: Também são boas opções de sobremesa e podem ser servidas como um purê, acompanhando fatias de queijo.

CONSERVA: A principal característica dessa iguaria é a permanência dos frutos inteiros nos vidros e assim são servidos. A presença do açúcar também aumenta a durabilidade da conserva, sendo recomendada para o preparo com frutas que possuem um tempo de vida muito curto. As conservas não precisam ser somente de frutas, é comum encontrá-las em versões de legumes, como pepino, chuchu, abóbora, etc.

Exemplos de conservas doces: Pera, figo, pêssego e ananás.

Como consumir: Podem ser servidas em sua versão natural, como sobremesa, incluindo a calda das frutas para dar ainda mais sabor.

Recomendações de consumo: cuidados com o exagero

Seja na versão orgânica, diet, caseira ou tradicional, essas iguarias possuem altos níveis de açúcar, principalmente a frutose, o que pode levar ao ganho de alguns quilinhos a mais. Por isso, o consumo deve ser moderado em qualquer uma das escolhas.

"Quando comprar escolha aquele mais natural possível e que não tenha nomes difíceis de ler no rótulo. Diabéticos podem optar pela opção diet, mas não abusar da quantidade", completa Carolina Xavier.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la

Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la

Você já deve ter ouvido falar na intolerância à lactose (açúcar presente nos leites e derivados) - problema que pode acometer pessoas em diferentes fases da...

> Leia mais
Almoço japonês: conheça os pratos populares na culinária nipônica

Almoço japonês: conheça os pratos populares na culinária nipônica Almoço japonês: conheça os pratos populares na culinária nipônica

Você também gosta de experimentar comidas de culinárias diferentes? A gastronomia japonesa, para quem não conhece, costuma usar muitos legumes, vegetais,...

> Leia mais
Como cozinhar mandioca e deixar o alimento macio

Como cozinhar mandioca e deixar o alimento macio Como cozinhar mandioca e deixar o alimento macio

Presente na nossa alimentação antes mesmo de o Brasil ser descoberto pelos portugueses, a mandioca (também chamada de macaxeira ou aipim) é uma raiz...

> Leia mais
6 aplicativos de meditação que vão te ajudar a acalmar a mente

6 aplicativos de meditação que vão te ajudar a acalmar a mente 6 aplicativos de meditação que vão te ajudar a acalmar a mente

Separar poucos minutos do dia para meditar, relaxar o corpo e a mente pode ser algo muito benéfico, sabia? Cuidar da saúde mental e emocional requer pequenos...

> Leia mais
Os problemas causados pela falta de fósforo no organismo

Os problemas causados pela falta de fósforo no organismo Os problemas causados pela falta de fósforo no organismo

Os minerais, de uma forma geral, são muito importantes para a saúde dos sistemas nervoso, muscular, esquelético e digestivo, além de garantirem equilíbrio...

> Leia mais
Masala chai: 4 receitas para se sentir na Índia

Masala chai: 4 receitas para se sentir na Índia Masala chai: 4 receitas para se sentir na Índia

Experimentar pratos de culinárias diferentes é sempre algo interessante, não é mesmo? Afinal, cada tipo de gastronomia segue uma linha e usa temperos...

> Leia mais
Os benefícios do leite fermentado e como fazer essa bebida em casa

Os benefícios do leite fermentado e como fazer essa bebida em casa Os benefícios do leite fermentado e como fazer essa bebida em casa

Obtido através do processo de fermentação - no qual são usadas bactérias benéficas na produção -, o leite fermentado é uma bebida altamente nutritiva que...

> Leia mais
Bebê com dificuldade de evacuar: o que fazer? As formas de resolver o problema

Bebê com dificuldade de evacuar: o que fazer? As formas de resolver o problema Bebê com dificuldade de evacuar: o que fazer? As formas de resolver o problema

Quando o bebê fica com dificuldade de evacuar, é bem comum surgirem sintomas como irritabilidade, dor e inchaço abdominal. Por isso, é muito importante tomar...

> Leia mais
Como fazer carne de porco? Aprenda a prepará-la de forma saudável

Como fazer carne de porco? Aprenda a prepará-la de forma saudável Como fazer carne de porco? Aprenda a prepará-la de forma saudável

Para evitar a contaminação de cisticercose no organismo - doença normalmente atribuída à carne de porco e causada pela ingestão dos ovos de microrganismos...

> Leia mais
Noz-pecã tem benefícios ligados à saúde cardiovascular! Saiba mais sobre ela

Noz-pecã tem benefícios ligados à saúde cardiovascular! Saiba mais sobre ela Noz-pecã tem benefícios ligados à saúde cardiovascular! Saiba mais sobre ela

Pertencente ao grupo das oleaginosas (ou frutos secos), a noz-pecã é considerada um alimento bem nutritivo e pode ser usada em diferentes receitas: tortas,...

> Leia mais