Qual a refeição mais importante do dia? Saiba quando comer mais ou menos

O café da manhã é importante por dar a energia necessária para passar o resto do dia
O café da manhã é importante por dar a energia necessária para passar o resto do dia

Café da manhã, almoço, lanche, jantar... Todas as refeições têm seu devido valor, principalmente na rotina de quem deseja seguir uma alimentação regrada e com todos os nutrientes necessários para que o corpo fique forte e saudável. No entanto, você já deve ter ouvido por aí que o desjejum é a mais importante do dia - e, por isso, não deve nunca ser ignorada. Mas será que essa informação realmente procede?

Para tirar essa e outras dúvidas, conversamos com a nutricionista Vanessa Azevedo, que esclareceu o valor do café da manhã e deu dicas para manter essa e todas as demais refeições com o valor nutricional ideal.

Café da manhã é mesmo a refeição mais importante por garantir a energia necessária para o dia

Alguém provavelmente já te falou, em uma ocasião que você pensou em sair de casa sem tomar café, que essa primeira refeição não deve ser pulada nunca por ser a mais importante do dia. Bom, se você não deu muito crédito e continuou ignorando o desjejum por causa da rotina corrida, é hora de rever os seus hábitos: a ausência do café da manhã realmente faz diferença no nosso organismo!

"Pela manhã, depois de passarmos algumas horas em jejum, nosso corpo acorda sedento por nutrientes. Desta forma, o café da manhã se torna a principal refeição do dia. Ele deve fornecer a quantidade adequada de nutrientes e uma variedade de vitaminas, minerais e fibras para garantir energia e vitalidade para o dia que se inicia", esclarece a nutricionista Vanessa Azevedo.

No entanto, para fazer o desjejum do jeito certo, a profissional ressalta que é preciso se preocupar com a qualidade do que é consumido - de preferência variando o cardápio ao longo da semana para que o organismo absorva todos os nutrientes necessários.

"Devemos priorizar o consumo de alimentos fonte de carboidratos (como pães integrais, tapioca, batata doce, aipim, frutas em geral) e alimentos fonte de proteínas (como ovos, pastinha de grão de bico, cottage, iogurte natural), não esquecendo das fibras, que podem ser encontradas na aveia, chia e linhaça!", indica. E, para completar, Vanessa também recomenda alimentos que são fonte de gorduras boas, como leite de coco em pó, castanhas e amêndoas laminadas, por exemplo, que podem ser combinados com frutas ou iogurte natural.

Depois de um almoço saudável, lanche da tarde é aliado de quem deseja emagrecer

Por mais que o café da manhã seja a refeição mais importante do dia, é claro que também é preciso pensar na qualidade das demais. Na hora do almoço, por exemplo, a nutricionista afirma que é necessário focar na disposição do prato. "O ideal é que metade do prato seja de legumes e de verduras variadas, ¼ de proteínas (diferentes tipos de carne, ovos, frutos do mar) e ¼ de carboidratos (arroz e feijão, batata, aipim, inhame), procurando sempre variar o máximo possível", recomenda.

Já o lanche da tarde, que muita gente acaba pulando para ir direto para o jantar, ela aponta como um trunfo para quem está em processo de emagrecimento ou apenas quer ter hábitos mais saudáveis. "Quando fazemos um lanche da tarde equilibrado, geralmente não chegamos à noite esfomeados, procurando qualquer coisa para comer em casa", diz.

Assim, para ajudar quem quer montar a refeição ideal, a profissional deixa dicas: "Invista em uma combinação de fruta, nuts (castanhas, nozes, amêndoas) e fibras (chia, linhaça, aveia) ou elabore um lanche semelhante ao café da manhã, de acordo com sua fome e suas necessidades nutricionais".

Moderação é a palavra de ordem para a hora do jantar

O jantar, por sua vez, é uma das refeições que mais rende dúvidas entre aqueles que querem se alimentar do jeito certo: afinal, é preciso comer pouco sempre ou dá para devorar uma quantidade maior até determinado horário? Segundo Vanessa Azevedo, não existe uma regra do que é proibido ou não, mas moderação é a palavra de ordem!

"O jantar é um momento onde precisamos comer com moderação, sim. Mas não existe uma regra, como 'o jantar deve ser sem carboidratos'. Devemos sempre adequar o cardápio às necessidades, objetivos e rotina de cada indivíduo", esclarece.

Para finalizar, a nutricionista dá algumas opções para quem quer fechar a última refeição do dia de um jeito equilibrado para uma melhor digestão. "Uma boa dica é investir em saladas cruas, sopas de legumes e preparações mais leves, como uma omelete de legumes ou um escondidinho de couve-flor com frango".

* Vanessa Azevedo de Jesus (CRN 4 14100131) é graduada e mestre em Nutrição pela UFF. Atualmente, faz doutorado na área pela UNIRIO

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Como cozinhar mandioca e deixar o alimento macio

Como cozinhar mandioca e deixar o alimento macio Como cozinhar mandioca e deixar o alimento macio

Presente na nossa alimentação antes mesmo de o Brasil ser descoberto pelos portugueses, a mandioca (também chamada de macaxeira ou aipim) é uma raiz...

> Leia mais
6 aplicativos de meditação que vão te ajudar a acalmar a mente

6 aplicativos de meditação que vão te ajudar a acalmar a mente 6 aplicativos de meditação que vão te ajudar a acalmar a mente

Separar poucos minutos do dia para meditar, relaxar o corpo e a mente pode ser algo muito benéfico, sabia? Cuidar da saúde mental e emocional requer pequenos...

> Leia mais
Os problemas causados pela falta de fósforo no organismo

Os problemas causados pela falta de fósforo no organismo Os problemas causados pela falta de fósforo no organismo

Os minerais, de uma forma geral, são muito importantes para a saúde dos sistemas nervoso, muscular, esquelético e digestivo, além de garantirem equilíbrio...

> Leia mais
Masala chai: 4 receitas para se sentir na Índia

Masala chai: 4 receitas para se sentir na Índia Masala chai: 4 receitas para se sentir na Índia

Experimentar pratos de culinárias diferentes é sempre algo interessante, não é mesmo? Afinal, cada tipo de gastronomia segue uma linha e usa temperos...

> Leia mais
Os benefícios do leite fermentado e como fazer essa bebida em casa

Os benefícios do leite fermentado e como fazer essa bebida em casa Os benefícios do leite fermentado e como fazer essa bebida em casa

Obtido através do processo de fermentação - no qual são usadas bactérias benéficas na produção -, o leite fermentado é uma bebida altamente nutritiva que...

> Leia mais
Bebê com dificuldade de evacuar: o que fazer? As formas de resolver o problema

Bebê com dificuldade de evacuar: o que fazer? As formas de resolver o problema Bebê com dificuldade de evacuar: o que fazer? As formas de resolver o problema

Quando o bebê fica com dificuldade de evacuar, é bem comum surgirem sintomas como irritabilidade, dor e inchaço abdominal. Por isso, é muito importante tomar...

> Leia mais
Como fazer carne de porco? Aprenda a prepará-la de forma saudável

Como fazer carne de porco? Aprenda a prepará-la de forma saudável Como fazer carne de porco? Aprenda a prepará-la de forma saudável

Para evitar a contaminação de cisticercose no organismo - doença normalmente atribuída à carne de porco e causada pela ingestão dos ovos de microrganismos...

> Leia mais
Noz-pecã tem benefícios ligados à saúde cardiovascular! Saiba mais sobre ela

Noz-pecã tem benefícios ligados à saúde cardiovascular! Saiba mais sobre ela Noz-pecã tem benefícios ligados à saúde cardiovascular! Saiba mais sobre ela

Pertencente ao grupo das oleaginosas (ou frutos secos), a noz-pecã é considerada um alimento bem nutritivo e pode ser usada em diferentes receitas: tortas,...

> Leia mais
O que são PANCs? 5 Plantas Alimentícias Não Convencionais para consumir sem medo

O que são PANCs? 5 Plantas Alimentícias Não Convencionais para consumir sem medo O que são PANCs? 5 Plantas Alimentícias Não Convencionais para consumir sem medo

As plantas alimentícias não convencionais (PANCs) nada mais são que vegetais pouco consumidos pela maioria das pessoas. O que muita gente não sabe, na...

> Leia mais
Filmeterapia: conheça 5 filmes que promovem bem-estar

Filmeterapia: conheça 5 filmes que promovem bem-estar Filmeterapia: conheça 5 filmes que promovem bem-estar

Quem nunca assistiu a algum filme engraçado ou emocionante e ficou com um sorriso no rosto depois? As produções audiovisuais (filmes, séries, vídeos etc.)...

> Leia mais