Qual a refeição mais importante do dia? Saiba quando comer mais ou menos

O café da manhã é importante por dar a energia necessária para passar o resto do dia
O café da manhã é importante por dar a energia necessária para passar o resto do dia

Café da manhã, almoço, lanche, jantar... Todas as refeições têm seu devido valor, principalmente na rotina de quem deseja seguir uma alimentação regrada e com todos os nutrientes necessários para que o corpo fique forte e saudável. No entanto, você já deve ter ouvido por aí que o desjejum é a mais importante do dia - e, por isso, não deve nunca ser ignorada. Mas será que essa informação realmente procede?

Para tirar essa e outras dúvidas, conversamos com a nutricionista Vanessa Azevedo, que esclareceu o valor do café da manhã e deu dicas para manter essa e todas as demais refeições com o valor nutricional ideal.

Café da manhã é mesmo a refeição mais importante por garantir a energia necessária para o dia

Alguém provavelmente já te falou, em uma ocasião que você pensou em sair de casa sem tomar café, que essa primeira refeição não deve ser pulada nunca por ser a mais importante do dia. Bom, se você não deu muito crédito e continuou ignorando o desjejum por causa da rotina corrida, é hora de rever os seus hábitos: a ausência do café da manhã realmente faz diferença no nosso organismo!

"Pela manhã, depois de passarmos algumas horas em jejum, nosso corpo acorda sedento por nutrientes. Desta forma, o café da manhã se torna a principal refeição do dia. Ele deve fornecer a quantidade adequada de nutrientes e uma variedade de vitaminas, minerais e fibras para garantir energia e vitalidade para o dia que se inicia", esclarece a nutricionista Vanessa Azevedo.

No entanto, para fazer o desjejum do jeito certo, a profissional ressalta que é preciso se preocupar com a qualidade do que é consumido - de preferência variando o cardápio ao longo da semana para que o organismo absorva todos os nutrientes necessários.

"Devemos priorizar o consumo de alimentos fonte de carboidratos (como pães integrais, tapioca, batata doce, aipim, frutas em geral) e alimentos fonte de proteínas (como ovos, pastinha de grão de bico, cottage, iogurte natural), não esquecendo das fibras, que podem ser encontradas na aveia, chia e linhaça!", indica. E, para completar, Vanessa também recomenda alimentos que são fonte de gorduras boas, como leite de coco em pó, castanhas e amêndoas laminadas, por exemplo, que podem ser combinados com frutas ou iogurte natural.

Depois de um almoço saudável, lanche da tarde é aliado de quem deseja emagrecer

Por mais que o café da manhã seja a refeição mais importante do dia, é claro que também é preciso pensar na qualidade das demais. Na hora do almoço, por exemplo, a nutricionista afirma que é necessário focar na disposição do prato. "O ideal é que metade do prato seja de legumes e de verduras variadas, ¼ de proteínas (diferentes tipos de carne, ovos, frutos do mar) e ¼ de carboidratos (arroz e feijão, batata, aipim, inhame), procurando sempre variar o máximo possível", recomenda.

Já o lanche da tarde, que muita gente acaba pulando para ir direto para o jantar, ela aponta como um trunfo para quem está em processo de emagrecimento ou apenas quer ter hábitos mais saudáveis. "Quando fazemos um lanche da tarde equilibrado, geralmente não chegamos à noite esfomeados, procurando qualquer coisa para comer em casa", diz.

Assim, para ajudar quem quer montar a refeição ideal, a profissional deixa dicas: "Invista em uma combinação de fruta, nuts (castanhas, nozes, amêndoas) e fibras (chia, linhaça, aveia) ou elabore um lanche semelhante ao café da manhã, de acordo com sua fome e suas necessidades nutricionais".

Moderação é a palavra de ordem para a hora do jantar

O jantar, por sua vez, é uma das refeições que mais rende dúvidas entre aqueles que querem se alimentar do jeito certo: afinal, é preciso comer pouco sempre ou dá para devorar uma quantidade maior até determinado horário? Segundo Vanessa Azevedo, não existe uma regra do que é proibido ou não, mas moderação é a palavra de ordem!

"O jantar é um momento onde precisamos comer com moderação, sim. Mas não existe uma regra, como 'o jantar deve ser sem carboidratos'. Devemos sempre adequar o cardápio às necessidades, objetivos e rotina de cada indivíduo", esclarece.

Para finalizar, a nutricionista dá algumas opções para quem quer fechar a última refeição do dia de um jeito equilibrado para uma melhor digestão. "Uma boa dica é investir em saladas cruas, sopas de legumes e preparações mais leves, como uma omelete de legumes ou um escondidinho de couve-flor com frango".

* Vanessa Azevedo de Jesus (CRN 4 14100131) é graduada e mestre em Nutrição pela UFF. Atualmente, faz doutorado na área pela UNIRIO

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde

O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde

Você sabe o que é o glúten? Diferentemente do que é dito comumente, o glúten não é o vilão da alimentação e nem sempre ele precisa ser retirado da rotina...

> Leia mais
Lanche para noite: o que comer antes de dormir

Lanche para noite: o que comer antes de dormir Lanche para noite: o que comer antes de dormir

O lanche da noite é importante para quem costuma acordar com fome de madrugada e acaba perdendo o sono por isso. Também conhecida como ceia da noite, a...

> Leia mais
Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde

Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde

O café está muito presente no dia a dia, mas você já ouviu falar que ele também é indicado como pré treino natural? Investir em alimentos saudáveis antes de...

> Leia mais
Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais

Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais

Comer salada todo dia é um hábito super saudável, mas se o molho que acompanha as folhas não for tão natural quanto elas, o potencial nutricional do prato...

> Leia mais
Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer

Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer

A granola é um alimento orgânico que não pode faltar na cozinha. Isso porque ele é energético e extremamente versátil, podendo fazer parte de diferentes...

> Leia mais
Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana

Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana

O vegetarianismo é uma prática que tem se tornado cada vez mais comum entre o público infantojuvenil. O cardápio exclui qualquer tipo de carne das refeições,...

> Leia mais
Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana

Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana

Os alimentos ricos em proteínas são fundamentais para a manutenção da saúde do organismo. Afinal, os macronutrientes são responsáveis por gerar energia para...

> Leia mais
Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida

Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida

Já ouviu dizer que chá de alho com limão faz bem para a saúde? A bebida é conhecida popularmente como uma opção caseira para melhorar quadros de gripe e...

> Leia mais
Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde

Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde

Na correria do dia a dia, às vezes o tempo fica curto para preparar as refeições, não é mesmo? É justamente nessas situações que é muito importante escolher...

> Leia mais
Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes

Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes

O almoço e o jantar só ficam completos quando tem uma salada verde para acompanhar, não é mesmo? Sendo servida como entrada ou ao lado de massas, panquecas,...

> Leia mais