Projeto alimentação saudável: aprenda a comer melhor sem ser radical com a dieta

Uma boa dica para começar a adquirir hábitos alimentares mais saudáveis é acrescentar frutas, legumes e verduras nas refeições
Uma boa dica para começar a adquirir hábitos alimentares mais saudáveis é acrescentar frutas, legumes e verduras nas refeições

Muito mais do que apenas um estilo de vida ou uma forma de perder peso, se alimentar bem é indispensável para uma vida saudável. Afinal, seguir uma dieta rica em nutrientes, com alimentos variados e menos processados de supermercado é a melhor maneira de conseguir tudo o que o corpo precisa para ficar forte e ter toda a energia que precisa - além de também fazer bem para a pele, cabelo e até para a mente.

Para quem está começando a pensar nessas questões só agora e deseja adquirir hábitos alimentares melhores, a dica é mudar a dieta aos poucos para não sofrer com uma mudança tão radical - e, assim, ficar mais fácil cumprir esse objetivo. Não tem ideia do que fazer para começar o seu "projeto alimentação saudável"? Confira as dicas!

Faça mudanças graduais na sua dieta em vez de tentar mudar de uma só vez

Por mais que você se alimente muito mal e precise fazer uma reformulação completa na sua dieta, cortar tudo de uma vez pode não ser a solução ideal. Sem falar que aumentam as chances de ter recaídas nos dias em que bater a saudade de consumir algo "proibido".

A melhor solução para não sofrer tanto no início é mudar os seus hábitos aos poucos. Comece, por exemplo, diminuindo a quantidade de doces que você come por semana e foque ao máximo nessa redução até que ela seja devidamente concluída. Depois, faça o mesmo com as frituras e todos os demais pratos que são vilões na sua dieta. Também vale deixar os finais de semana para dar uma escapada e comer o que você mais sente falta, mas sempre com moderação. A não ser, claro, que seu médico afirme que você precisa cortar tudo de uma vez só, porque neste caso a sua vida pode estar em risco.

Crie metas e estabeleça prazos para organizar a mudança alimentar

Para tornar mais fácil a mudança nos seus hábitos alimentares, também é importante estabelecer prazos e metas para você se organizar. Quando começar a cortar determinado alimento, pense na quantidade que se permitirá comer durante o dia e em quanto tempo ficará com esse número antes de reduzir ainda mais.

Faça o mesmo com os ingredientes que vai começar a acrescentar no seu prato: crie uma espécie de cronograma pensando em tudo o que você precisa adicionar durante as refeições. Dessa forma, você vai "se obrigar" a consumir até o que não gosta e substituir aos poucos o que tirou de ruim por opções mais nutritivas antes de adquirir de vez o hábito de se alimentar de maneira saudável.

Passe a se alimentar de três em três horas

Uma boa maneira de ficar satisfeito e não acabar comendo em excesso em alguma das refeições é procurar se alimentar de três em três horas. Esse hábito faz toda a diferença porque ajuda a manter os níveis de glicose constantes e aumenta a sensação de saciedade - o que faz com que as porções de comida ao longo do dia sejam sempre na medida certa e você não caia na tentação de ficar beliscando alguma besteira.

Acrescente muitos legumes, verduras e frutas nas suas refeições

Na hora de elaborar sua nova dieta, não adianta só cortar o que não é saudável sem acrescentar alimentos que tenham nutrientes importantes - como é o caso dos legumes, verduras e frutas. Além da vantagem de não serem industrializados, eles ainda fazem bem para o organismo por conta da função antioxidante, que previne doenças como o câncer.

O recomendado é consumir seis porções por dia - três de frutas e três de legumes/verduras. Mas, se você não tinha o costume de comer esse tipo de alimento, pode seguir a dica de começar aos poucos, procurando sempre variar o cardápio para aproveitar o máximo de propriedades possíveis.

Faça versões mais saudáveis de alimentos calóricos

Outra dica para facilitar a mudança nos hábitos alimentares é procurar versões mais saudáveis de comidas calóricas - como doces em geral e salgados ricos em gorduras ruins. Para fazer isso, a dica é substituir alguns ingredientes para que você possa comer o que gosta de forma mais light! Na hora de fazer bolo, o trigo integral é um ótimo substituto para a farinha, por exemplo, enquanto o leite desnatado e o açúcar mascavo podem ocupar o lugar do açúcar refinado em alguns pratos. Outro bom truque é optar sempre pelo forno quando for preparar algo que costuma ser frito.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Mitos e verdades sobre comida congelada: veja a opinião de uma nutricionista

Mitos e verdades sobre comida congelada: veja a opinião de uma nutricionista Mitos e verdades sobre comida congelada: veja a opinião de uma nutricionista

Comida congelada e saudável existe e pode ser muito bem aproveitada no dia-a-dia! Apesar dos mitos a respeito dos produtos conservados no freezer, é fato que...

> Leia mais
Suco de limão: os benefícios e 3 versões para fazer em casa

Suco de limão: os benefícios e 3 versões para fazer em casa Suco de limão: os benefícios e 3 versões para fazer em casa

Suco de limão é aquela opção refrescante para quem quer hidratar o corpo e garantir boas doses de energia para o organismo! No verão e em qualquer outra...

> Leia mais
Comida mediterrânea: 4 novas receitas para seu cardápio

Comida mediterrânea: 4 novas receitas para seu cardápio Comida mediterrânea: 4 novas receitas para seu cardápio

Quer dar uma diferenciada no cardápio no fim de semana? A comida mediterrânea é uma opção saudável para curtir uma noite de receitas estrangeiras com a...

> Leia mais
Benefícios do brócolis: 5 razões para comer mais esse vegetal

Benefícios do brócolis: 5 razões para comer mais esse vegetal Benefícios do brócolis: 5 razões para comer mais esse vegetal

Dentre os vegetais, a lista de benefícios do brócolis é uma das mais extensas! O legume é supernutritivo e oferece muita versatilidade para as refeições...

> Leia mais
Suco de caixinha não é tudo igual! Nutricionista ensina como escolher

Suco de caixinha não é tudo igual! Nutricionista ensina como escolher Suco de caixinha não é tudo igual! Nutricionista ensina como escolher

Você já deve ter ouvido falar que suco de caixinha faz mal, não é? Assim como diversos produtos vendidos no mercado e consumidos na rotina alimentar, existem...

> Leia mais
Lanches saudáveis: o que levar para comer na praia

Lanches saudáveis: o que levar para comer na praia Lanches saudáveis: o que levar para comer na praia

Ter lanches saudáveis na bolsa é sempre uma boa ideia para quem quer curtir um dia ensolarado com toda a família na praia. Além de ser mais econômica, essa é...

> Leia mais
Quais os benefícios da maçã e 4 motivos para comer a fruta desidratada

Quais os benefícios da maçã e 4 motivos para comer a fruta desidratada Quais os benefícios da maçã e 4 motivos para comer a fruta desidratada

Você sabe quais os benefícios da maçã? E no caso da maçã desidratada, o que você sabe sobre o alimento? A primeira coisa a se dizer é que as frutas...

> Leia mais
Óleo de coco x azeite: qual o óleo mais saudável?

Óleo de coco x azeite: qual o óleo mais saudável? Óleo de coco x azeite: qual o óleo mais saudável?

Entre óleo de coco e azeite, qual você prefere? É possível que você já tenha se perguntado qual o óleo mais saudável, pois essa questão é bem comum para quem...

> Leia mais
Cranberry: conheça os benefícios da fruta para a saúde

Cranberry: conheça os benefícios da fruta para a saúde Cranberry: conheça os benefícios da fruta para a saúde

Também chamado de oxicoco, mirtilo-vermelho ou airela, o cranberry é uma fruta vermelha, pequena e redonda, de sabor agridoce que se destaca por ter um alto...

> Leia mais
Bolinho de espinafre: aprenda a fazer esse petisco saudável

Bolinho de espinafre: aprenda a fazer esse petisco saudável Bolinho de espinafre: aprenda a fazer esse petisco saudável

Quer preparar um petisco saudável para servir em eventos ou receber os amigos em casa? O bolinho de espinafre é a receita perfeita para quem gosta de...

> Leia mais