Projeto alimentação saudável: aprenda a comer melhor sem ser radical com a dieta

Uma boa dica para começar a adquirir hábitos alimentares mais saudáveis é acrescentar frutas, legumes e verduras nas refeições
Uma boa dica para começar a adquirir hábitos alimentares mais saudáveis é acrescentar frutas, legumes e verduras nas refeições

Muito mais do que apenas um estilo de vida ou uma forma de perder peso, se alimentar bem é indispensável para uma vida saudável. Afinal, seguir uma dieta rica em nutrientes, com alimentos variados e menos processados de supermercado é a melhor maneira de conseguir tudo o que o corpo precisa para ficar forte e ter toda a energia que precisa - além de também fazer bem para a pele, cabelo e até para a mente.

Para quem está começando a pensar nessas questões só agora e deseja adquirir hábitos alimentares melhores, a dica é mudar a dieta aos poucos para não sofrer com uma mudança tão radical - e, assim, ficar mais fácil cumprir esse objetivo. Não tem ideia do que fazer para começar o seu "projeto alimentação saudável"? Confira as dicas!

Faça mudanças graduais na sua dieta em vez de tentar mudar de uma só vez

Por mais que você se alimente muito mal e precise fazer uma reformulação completa na sua dieta, cortar tudo de uma vez pode não ser a solução ideal. Sem falar que aumentam as chances de ter recaídas nos dias em que bater a saudade de consumir algo "proibido".

A melhor solução para não sofrer tanto no início é mudar os seus hábitos aos poucos. Comece, por exemplo, diminuindo a quantidade de doces que você come por semana e foque ao máximo nessa redução até que ela seja devidamente concluída. Depois, faça o mesmo com as frituras e todos os demais pratos que são vilões na sua dieta. Também vale deixar os finais de semana para dar uma escapada e comer o que você mais sente falta, mas sempre com moderação. A não ser, claro, que seu médico afirme que você precisa cortar tudo de uma vez só, porque neste caso a sua vida pode estar em risco.

Crie metas e estabeleça prazos para organizar a mudança alimentar

Para tornar mais fácil a mudança nos seus hábitos alimentares, também é importante estabelecer prazos e metas para você se organizar. Quando começar a cortar determinado alimento, pense na quantidade que se permitirá comer durante o dia e em quanto tempo ficará com esse número antes de reduzir ainda mais.

Faça o mesmo com os ingredientes que vai começar a acrescentar no seu prato: crie uma espécie de cronograma pensando em tudo o que você precisa adicionar durante as refeições. Dessa forma, você vai "se obrigar" a consumir até o que não gosta e substituir aos poucos o que tirou de ruim por opções mais nutritivas antes de adquirir de vez o hábito de se alimentar de maneira saudável.

Passe a se alimentar de três em três horas

Uma boa maneira de ficar satisfeito e não acabar comendo em excesso em alguma das refeições é procurar se alimentar de três em três horas. Esse hábito faz toda a diferença porque ajuda a manter os níveis de glicose constantes e aumenta a sensação de saciedade - o que faz com que as porções de comida ao longo do dia sejam sempre na medida certa e você não caia na tentação de ficar beliscando alguma besteira.

Acrescente muitos legumes, verduras e frutas nas suas refeições

Na hora de elaborar sua nova dieta, não adianta só cortar o que não é saudável sem acrescentar alimentos que tenham nutrientes importantes - como é o caso dos legumes, verduras e frutas. Além da vantagem de não serem industrializados, eles ainda fazem bem para o organismo por conta da função antioxidante, que previne doenças como o câncer.

O recomendado é consumir seis porções por dia - três de frutas e três de legumes/verduras. Mas, se você não tinha o costume de comer esse tipo de alimento, pode seguir a dica de começar aos poucos, procurando sempre variar o cardápio para aproveitar o máximo de propriedades possíveis.

Faça versões mais saudáveis de alimentos calóricos

Outra dica para facilitar a mudança nos hábitos alimentares é procurar versões mais saudáveis de comidas calóricas - como doces em geral e salgados ricos em gorduras ruins. Para fazer isso, a dica é substituir alguns ingredientes para que você possa comer o que gosta de forma mais light! Na hora de fazer bolo, o trigo integral é um ótimo substituto para a farinha, por exemplo, enquanto o leite desnatado e o açúcar mascavo podem ocupar o lugar do açúcar refinado em alguns pratos. Outro bom truque é optar sempre pelo forno quando for preparar algo que costuma ser frito.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

5 frutas com caroço que você pode comer integralmente

5 frutas com caroço que você pode comer integralmente 5 frutas com caroço que você pode comer integralmente

Na maioria das vezes, as pessoas têm o hábito de descartar os caroços (também chamados de sementes) das frutas, consumindo apenas a polpa. Mas você sabia que...

> Leia mais
Chá de guaco: como fazer e quais os nutrientes dessa planta medicinal

Chá de guaco: como fazer e quais os nutrientes dessa planta medicinal Chá de guaco: como fazer e quais os nutrientes dessa planta medicinal

Também conhecido como "erva de bruxa", o guaco é uma planta medicinal originária da América do Sul que se destaca, principalmente, por auxiliar no tratamento...

> Leia mais
Dieta alcalina é baseada no pH do corpo! Nutricionista explica se ela é indicada

Dieta alcalina é baseada no pH do corpo! Nutricionista explica se ela é indicada Dieta alcalina é baseada no pH do corpo! Nutricionista explica se ela é indicada

Você sabia que é possível diminuir a acidez do organismo através da alimentação? A dieta alcalina, para quem não conhece, propõe uma alimentação mais natural...

> Leia mais
Óleo de copaíba: para que serve? Seus benefícios e indicações de consumo

Óleo de copaíba: para que serve? Seus benefícios e indicações de consumo Óleo de copaíba: para que serve? Seus benefícios e indicações de consumo

Extraído a partir da árvore copaíba (ou pau-de-óleo), que é nativa da floresta Amazônica, o óleo de copaíba é conhecido por ter várias substâncias...

> Leia mais
Como fazer farinha de grão-de-bico, ingrediente usado em receitas celíacas

Como fazer farinha de grão-de-bico, ingrediente usado em receitas celíacas Como fazer farinha de grão-de-bico, ingrediente usado em receitas celíacas

Buscar ingredientes alternativos para dietas celíacas não é tão difícil quanto parece, sabia? A farinha de grão-de-bico, por exemplo, é uma opção livre de...

> Leia mais
Marmelo: fruta famosa por doce marmelada é rica em fibras! Veja mais nutrientes

Marmelo: fruta famosa por doce marmelada é rica em fibras! Veja mais nutrientes Marmelo: fruta famosa por doce marmelada é rica em fibras! Veja mais nutrientes

Muito consumida no estado de Minas Gerais, a marmelada é um doce de origem portuguesa que, além de saboroso, se destacar por ser rico em fibras, vitaminas A,...

> Leia mais
Está com potássio alto no sangue? Como baixar através da alimentação

Está com potássio alto no sangue? Como baixar através da alimentação Está com potássio alto no sangue? Como baixar através da alimentação

Você sabia que, quando consumido em excesso, o potássio pode ser muito prejudicial à saúde? A hipercaliemia (ou hiperpotassemia), para quem não conhece,...

> Leia mais
Bolo de banana com aveia fit: conheça opções para variar na receita

Bolo de banana com aveia fit: conheça opções para variar na receita Bolo de banana com aveia fit: conheça opções para variar na receita

Preparar sobremesas saudáveis e ao mesmo tempo saborosas não precisa ser algo difícil, sabia? Usando ingredientes mais naturais - como frutas, açúcar de coco...

> Leia mais
Fruta mangostão é exótica e cheia de nutrientes! Conheça seus benefícios

Fruta mangostão é exótica e cheia de nutrientes! Conheça seus benefícios Fruta mangostão é exótica e cheia de nutrientes! Conheça seus benefícios

Originário do sudeste asiático, o mangostão (ou mangostin) é uma fruta exótica bem suculenta, de sabor suave e altamente benéfica para a saúde. Além de ser...

> Leia mais
Para que serve o chá de erva-doce? 5 motivos para passar a consumi-lo

Para que serve o chá de erva-doce? 5 motivos para passar a consumi-lo Para que serve o chá de erva-doce? 5 motivos para passar a consumi-lo

Fonte de propriedades nutritivas e calmantes, o chá de erva-doce é uma bebida cheia de benefícios para a saúde! Assim como os de camomila e alfazema, ele é...

> Leia mais