Pipoca é saudável: Saiba como fazer uma versão sem gordura!

<strong>Em família:</strong> Uma porção de pipoca proporciona mais de 70% do consumo diário de grãos integrais
<strong>Em família:</strong> Uma porção de pipoca proporciona mais de 70% do consumo diário de grãos integrais
<strong>Em família:</strong> Uma porção de pipoca proporciona mais de 70% do consumo diário de grãos integrais
<strong>Em família:</strong> Uma porção de pipoca proporciona mais de 70% do consumo diário de grãos integrais
<strong>Em família:</strong> Uma porção de pipoca proporciona mais de 70% do consumo diário de grãos integrais
Em família: Uma porção de pipoca proporciona mais de 70% do consumo diário de grãos integrais
<strong>Em família:</strong> Uma porção de pipoca proporciona mais de 70% do consumo diário de grãos integrais
<strong>Em família:</strong> Uma porção de pipoca proporciona mais de 70% do consumo diário de grãos integrais
<strong>Em família:</strong> Uma porção de pipoca proporciona mais de 70% do consumo diário de grãos integrais
<strong>Em família:</strong> Uma porção de pipoca proporciona mais de 70% do consumo diário de grãos integrais
<strong>Em família:</strong> Uma porção de pipoca proporciona mais de 70% do consumo diário de grãos integrais

Produto recomendado

Milho orgânico Taeq 500g

Milho orgânico Taeq 500g

Botão do Pão de Açúcar Delivery

Quem não gostaria de incrementar e inserir à dieta uma pipoquinha durante um final de semana? A boa notícia para os fanáticos desse alimento, é que a deliciosa iguaria que nos remete à infância, filmes e encontros no cinema, pode fazer bem à saúde, desde que seja consumida de forma natural e controlada . Diversas pesquisas da área apontam que a pipoca é rica em nutrientes que auxiliam em prevenção de doenças e combate ao envelhecimento precoce da pele.

Um estudo realizado por cientistas da Universidade norte-americana de Scranton, na Pensilvânia, apontou diversos benefícios da pipoca à funcionalidade do organismo. Pela análise, isso acontece porque o alimento é fonte rica em antioxidantes, ou polifenóis, substâncias importantes contra os radicais livres, aquelas moléculas instáveis e perigosas que atacam as células e provocam desastres que vão de envelhecimento precoce a câncer. A quantidade de antioxidante da pipoca é tão grande, que chega a superar as das frutas e verduras (uma porção de pipoca tem até 300mg de antioxidantes --praticamente o dobro dos 160mg das porções de frutas).

"Uma porção de pipoca proporciona mais de 70% do consumo diário de grãos integrais. Uma pessoa comum costuma receber apenas metade da porção indicada de grãos integrais por dia, e a pipoca pode preencher esta lacuna de uma forma muito agradável. Isso se deve à diferença entre a quantidade de água encontrada na pipoca, que é de 3 a 5%, e a detectada nos vegetais, que chega a 90%", disse Joe Vinson, um dos pesquisadores da Universidade, ao jornal "Daily Mail".

Na prática, esses valores revelam que, no subproduto do milho, os compostos fenólicos, antioxidantes, ficam concentrados, enquanto nas outras classes alimentares eles aparecem mais diluídos. A pipoca é o único produto formado 100% pelo grão. Já os antioxidantes encontrados em outras iguarias à base de sementes integrais, por exemplo, são removidos ou sofrem degradação durante o processamento.

Super casca - Os pesquisadores descobriram ainda que a casca crocante da pipoca tem a mais alta concentração de fibra, substâncias que contribuem para o bom funcionamento do intestino. Com isso, o alimento também auxilia na digestão , prolongando, assim, a sensação de saciedade.

Cuidados – Mas, calma! A obtenção dos nutrientes depende também do consumo moderado e, principalmente, natural do alimento. As pipocas de micro-ondas, cobertas por manteiga e queijo ou com outros unidas a alimentos gordurosos, bacon por exemplo, trazem além de muita caloria, um nível de sal muito acima do recomendado, o que pode provocar hipertensão arterial, pedras nos rins, insuficiência renal, além de aumentar as chances das doenças autoimunes.

Saiba como fazer uma pipoca sequinha e livre de gorduras:

Ingredientes

½ xícara chá milho para pipoca
½ xícara de chá água
Sal a gosto
Plástico filme

Modo de preparo

Em um bowl de vidro coloque água e sal e o milho de pipoca.
Tampe com plástico filme e leve ao micro-ondas até estourar todo o milho.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Frutas para anemia: 7 opções ricas em ferro

Frutas para anemia: 7 opções ricas em ferro Frutas para anemia: 7 opções ricas em ferro

O ferro é um dos minerais mais importantes para o bem-estar do nosso organismo. Presente na carne vermelha, no feijão, na beterraba e em diversos alimentos,...

> Leia mais
Os exercícios para memória e concentração perfeitos para melhorar seu bem-estar

Os exercícios para memória e concentração perfeitos para melhorar seu bem-estar Os exercícios para memória e concentração perfeitos para melhorar seu bem-estar

Manter a mente ativa é tão importante quanto exercitar o corpo no dia a dia. Por isso, além de fazer musculação ou exercícios aeróbicos, também é necessário...

> Leia mais
Como fazer chips de banana em casa de forma saudável

Como fazer chips de banana em casa de forma saudável Como fazer chips de banana em casa de forma saudável

Além de ser uma fruta extremamente nutritiva, a banana pode ser aproveitada de diferentes formas na nossa alimentação. Quem é fã da fruta, sabe que ela...

> Leia mais
Misturar vinagre de maçã com água e mel é benéfico? Nutricionista tira a dúvida

Misturar vinagre de maçã com água e mel é benéfico? Nutricionista tira a dúvida Misturar vinagre de maçã com água e mel é benéfico? Nutricionista tira a dúvida

Na busca excessiva pelo emagrecimento e estilo de vida fitness, muitas pessoas recorrem a dietas restritivas e receitas milagrosas que, muitas vezes,...

> Leia mais
Leptina e grelina: entenda a relação desses hormônios com a obesidade

Leptina e grelina: entenda a relação desses hormônios com a obesidade Leptina e grelina: entenda a relação desses hormônios com a obesidade

Você sabia que existem hormônios responsáveis por incentivar e inibir o nosso apetite? A leptina e a grelina, em especial, são substâncias que ajudam no...

> Leia mais
Fruta condessa é uma delícia! Conheça suas vantagens nutricionais e como usá-la

Fruta condessa é uma delícia! Conheça suas vantagens nutricionais e como usá-la Fruta condessa é uma delícia! Conheça suas vantagens nutricionais e como usá-la

Conhecida também como anona-lisa e coração-de-boi, a fruta condessa (Annona reticulata) é uma variedade da família das anonáceas. Cultivada principalmente...

> Leia mais
7 chás de semente que são ótimos para o seu organismo

7 chás de semente que são ótimos para o seu organismo 7 chás de semente que são ótimos para o seu organismo

Você já tentou usar sementes de frutas e plantas para fazer chás medicinais? Muita gente não sabe, mas não são apenas as folhas e flores que são ricas em...

> Leia mais
Malva do reino ajuda a tratar dores e desconfortos! Saiba mais sobre essa planta

Malva do reino ajuda a tratar dores e desconfortos! Saiba mais sobre essa planta Malva do reino ajuda a tratar dores e desconfortos! Saiba mais sobre essa planta

Também conhecida como hortelã-graúdo, a malva do reino é uma planta medicinal rica em antioxidantes e propriedades medicinais que ajudam a fortalecer o...

> Leia mais
Fit Dance: o que é e quais os benefícios? Saiba mais sobre esse exercício!

Fit Dance: o que é e quais os benefícios? Saiba mais sobre esse exercício! Fit Dance: o que é e quais os benefícios? Saiba mais sobre esse exercício!

Você já ouviu falar no Fit Dance? A modalidade que transformou as aulas de dança na academia e vem conquistando milhares de adeptos ao redor do mundo através...

> Leia mais
5 receitas com abóbora cabotiá (japonesa) que são deliciosas e supernutritivas

5 receitas com abóbora cabotiá (japonesa) que são deliciosas e supernutritivas 5 receitas com abóbora cabotiá (japonesa) que são deliciosas e supernutritivas

Extremamente versátil e saborosa na cozinha, a abóbora cabotiá (ou japonesa) é um ingrediente muito utilizado no preparo de caldos, sopas e purês. Para quem...

> Leia mais