OMAD: dieta de uma refeição por dia é mesmo indicada? Nutricionista explica

A dieta OMAD (
A dieta OMAD ("One Day a Meal") consiste em fazer uma única refeição por dia, em 1 hora, e passar as demais 23 horas consumindo apenas líquidos isentos de calorias
Adriana Lúcia van-Erven Ávila

Consultor:

Adriana Lúcia van-Erven Ávila

Formada em Nutrição pelo Centro Universitário São Camilo, é especialista em Nutrição em Cardiologia pelo InCor (Instituto do Coração) e em Distúrbios Metabólicos e risco Cardiovascular pelo CEU (Centro de extensão Universitária)

Recorrer a uma dieta extrema para emagrecer de forma acelerada não costuma ser uma opção muito saudável. Afinal, quando se trata de melhorar o condicionamento físico, é muito importante fazer uma reeducação alimentar a longo prazo - e não tomar atitudes restritivas por um curto período de tempo. A dieta OMAD ("One Meal a Day", ou "Uma Refeição por Dia", em português), em especial, propõe um tipo de jejum intermitente que pode ser prejudicial ao organismo. Para saber mais sobre essa linha de alimentação, nós conversamos com a nutricionista Adriana Ávila, que esclareceu vários pontos importantes sobre o assunto.

Afinal, o que é dieta OMAD?

De acordo com a nutricionista Adriana Ávila, a dieta OMAD pode parecer atrativa por conta de sua proposta mais radical, sugerindo a possibilidade de um emagrecimento mais fácil. "A dieta OMAD é uma forma extrema do jejum intermitente, que envolve comer os alimentos do dia todo somente em 1 hora e, nas demais 23 horas, somente líquidos isentos de calorias. A promessa dessa dieta é a facilitação da queima de gordura no organismo, que levaria à redução de peso. No entanto, faltam estudos científicos que comprovem essa afirmativa", explica a profissional.

Dieta OMAD realmente pode ser indicada?

Embora proponha resultados mais rápidos, a dieta OMAD nem sempre é eficiente e, na maioria das vezes, tende a causar mais danos do que benefícios à saúde. "É uma prática alimentar contraindicada no meu ponto de vista, uma vez que a pessoa precisa ingerir uma grande quantidade de alimentos nessa 1 hora. Há uma sobrecarga do estômago em digerir muito alimento de uma só vez, além de comprometer a subsequente absorção dos nutrientes. A proposta é ingerir de 25% a 35% de proteína, 40% a 50% de gordura, porcentagens além da recomendação para uma alimentação equilibrada, e de 10% a 20% de carboidrato, o que é muito abaixo da recomendação para uma dieta balanceada para esse nutriente", destaca Adriana.

Vale destacar, ainda, que jejuns intermitentes, feitos de forma excessiva, podem causar sintomas preocupantes no organismo. Por isso, é muito importante ter alguns cuidados com a alimentação. "Pode ocorrer uma sensação de fome extrema, tremores, fraqueza, fadiga, irritabilidade e dificuldade de raciocínio. A dieta OMAD não pode ser feita por gestantes, lactantes, diabéticos, idosos, crianças, pessoas com transtorno alimentar (anorexia, bulimia), indivíduos com câncer, insuficiência renal ou hepática", complementa a especialista.

Como emagrecer de forma saudável?

Caso o objetivo seja queimar calorias de forma saudável, o mais indicado é fazer uma reeducação alimentar e seguir as recomendações de um nutricionista. De acordo com Adriana Ávila, existe uma série de medidas (mudanças de estilo de vida) que podem ser tomadas para que o processo seja o mais saudável e duradouro possível.

"Comer de forma natural, com frutas, verduras, legumes, carnes magras, leite e derivados com menos gordura, feijões, cereais integrais, óleos vegetais, entre outros alimentos saudáveis. As quantidades de açúcar, de doces, em geral, refrigerantes, frituras, alimentos gordurosos e bebida alcoólica deverão ser consumidos em quantidades menores", recomenda.

"Não adianta ficar sem comer, ter privações alimentares rígidas, pois é algo que não se sustenta por muito tempo, não reeduca o hábito alimentar e a pessoa não consegue emagrecer de uma forma saudável. Além disso, quem deseja emagrecer precisa fazer atividade física para aumentar a queima de gordura, preservar a massa muscular e ainda é uma forma de gerenciar o estresse", complementa Adriana.

Por fim, a nutricionista destaca que cuidar da saúde emocional também é importante para garantir um processo de emagrecimento saudável. "O aspecto psicológico é muito importante receber atenção, porque se a vida não ficar mais leve, será difícil reduzir o peso na balança. Questões como ansiedade e compensação alimentar precisam ser vistas. A meditação, a prática de respiração e yoga, além do exercício físico, ajudam no equilíbrio emocional, o que contribui para o processo de emagrecimento", finaliza a profissional.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde

O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde

Você sabe o que é o glúten? Diferentemente do que é dito comumente, o glúten não é o vilão da alimentação e nem sempre ele precisa ser retirado da rotina...

> Leia mais
Lanche para noite: o que comer antes de dormir

Lanche para noite: o que comer antes de dormir Lanche para noite: o que comer antes de dormir

O lanche da noite é importante para quem costuma acordar com fome de madrugada e acaba perdendo o sono por isso. Também conhecida como ceia da noite, a...

> Leia mais
Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde

Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde

O café está muito presente no dia a dia, mas você já ouviu falar que ele também é indicado como pré treino natural? Investir em alimentos saudáveis antes de...

> Leia mais
Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais

Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais

Comer salada todo dia é um hábito super saudável, mas se o molho que acompanha as folhas não for tão natural quanto elas, o potencial nutricional do prato...

> Leia mais
Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer

Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer

A granola é um alimento orgânico que não pode faltar na cozinha. Isso porque ele é energético e extremamente versátil, podendo fazer parte de diferentes...

> Leia mais
Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana

Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana

O vegetarianismo é uma prática que tem se tornado cada vez mais comum entre o público infantojuvenil. O cardápio exclui qualquer tipo de carne das refeições,...

> Leia mais
Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana

Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana

Os alimentos ricos em proteínas são fundamentais para a manutenção da saúde do organismo. Afinal, os macronutrientes são responsáveis por gerar energia para...

> Leia mais
Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida

Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida

Já ouviu dizer que chá de alho com limão faz bem para a saúde? A bebida é conhecida popularmente como uma opção caseira para melhorar quadros de gripe e...

> Leia mais
Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde

Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde

Na correria do dia a dia, às vezes o tempo fica curto para preparar as refeições, não é mesmo? É justamente nessas situações que é muito importante escolher...

> Leia mais
Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes

Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes

O almoço e o jantar só ficam completos quando tem uma salada verde para acompanhar, não é mesmo? Sendo servida como entrada ou ao lado de massas, panquecas,...

> Leia mais