Jejum Intermitente: Você sabe o que é? Entenda como funciona essa alimentação

Comer quando der fome. Essa é a premissa do jejum intermitente, que promete a perda de peso saudável e natural
Comer quando der fome. Essa é a premissa do jejum intermitente, que promete a perda de peso saudável e natural
Patrícia Bertoni Brotherhood

Consultor:

Patrícia Bertoni Brotherhood

Formada em Nutrição pela UNIRIO, é especializada em Gestão de Qualidade e Segurança de Alimentos

Você já ouviu falar em jejum intermitente? A prática, que tem crescido entre os brasileiros, promete, de maneira saudável, a perda de peso natural e sem tantas restrições alimentares. Baseado em comer apenas quando sentir fome, essa dieta ajuda na queima de gordura corporal de forma eficaz, proporcionando um corpo saudável e a boa forma ! Conheça mais sobre essa técnica, descubra os benefícios e os cuidados para aderi-la no seu dia a dia!

Intercalando uma gastronomia saudável e equilibrada e algumas horas de jejum, o objetivo da prática é fazer com que, durante o jejum, o nosso corpo utilize a gordura armazenada para gerar energia, fazendo com que ocorra uma perda gradativa de peso. Segundo a nutricionista Patrícia Bertoni Brotherhood, o jejum intermitente consiste em uma programação da rotina alimentar, podendo variar em jejum de 24 horas, 16h ou 14h:

"O jejum intermitente possui intervalos sem alimentação, visando a adequação dos níveis hormonais, controle do apetite e melhora das escolhas alimentares. Devemos ficar atentos às escolhas alimentares, o fato de fazer jejum não libera o consumo de qualquer alimento. É importante escolher alimentos saudáveis, naturais e sem açúcares e/ou adoçante", explica a profissional destacando como funciona essa dieta. Confira:

Jejum intermitente: Como funciona?

A nutricionista destaca três possíveis tipos de jejum para realizar a prática:

1 - Jejum 24 horas: Onde há um intervalo sem alimentos com calorias no período de 24 horas. "Por exemplo, se você comeu no almoço, sua próxima refeição será o almoço do dia seguinte. Nessa estratégia é necessário ficar 24 horas sem comer. Esse protocolo pode ser repetido 1 ou 2 vezes por semana", analisa a profissional.

2- Intermitente 5 por 2: Nessa opção de prática, você poderá comer normalmente por cinco dias e por dois dias seguidos restringe as calorias a aproximadamente 500 kcal.

3 - Intermitente 16 ou 14 horas de jejum: Segundo Patrícia, esse é o protocolo mais comum e utilizado no meio saudável: "Você para de comer às 20 horas e só come novamente no horário do almoço do dia seguinte", ressalta a nutricionista.

"Nos três protocolos água, chás e café são liberados, desde que estes sejam ingeridos sem açúcar ou adoçante", completa.

Quem pode aderir o jejum intermitente?

Segundo a nutricionista, a prática do jejum intermitente só é indicada para as pessoas que conhecem bem o seu organismo e que façam um acompanhamento nutricional regularmente: "Deve-se avaliar quais indivíduos são aptos a seguir ou não as restrições. Um profissional habilitado deve ser consultado para adequar o protocolo as necessidades do paciente", explica Patrícia.

Cuidados - Para os adeptos do jejum intermitente, é importante atentar-se às alterações de pressão e glicemia: "Esses cuidados devem ser tomados para evitar mal estar, desmaios, mau humor ou até mesmo fome excessiva nos horários onde é permitido comer", ressalta a especialista.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Bom ou ruim? Os alimentos polêmicos que muita gente não sabe se fazem bem ou mal

Bom ou ruim? Os alimentos polêmicos que muita gente não sabe se fazem bem ou mal Bom ou ruim? Os alimentos polêmicos que muita gente não sabe se fazem bem ou mal

Hoje em dia não é tão difícil saber se um alimento faz mal ou faz bem para o nosso corpo. Mesmo assim, por existir muita informações controversa e alguns...

> Leia mais
Nossos hábitos alimentares sofreram mudanças com o tempo! Conheça as principais

Nossos hábitos alimentares sofreram mudanças com o tempo! Conheça as principais Nossos hábitos alimentares sofreram mudanças com o tempo! Conheça as principais

Os nossos hábitos alimentares nem sempre foram os mesmos, sabia? Durante o Brasil Colônia, por exemplo, farinha de mandioca, milho e peixe seco constituíam a...

> Leia mais
Shiitake e shimeji: como preparar esses cogumelos ricos em proteínas

Shiitake e shimeji: como preparar esses cogumelos ricos em proteínas Shiitake e shimeji: como preparar esses cogumelos ricos em proteínas

Se você é vegetariano ou deseja diminuir o consumo de carne vermelha e nunca provou shiitake ou shimeji, não faz a menor ideia do quanto está perdendo! A...

> Leia mais
Teanina: para que serve esse composto encontrado em vegetais e fungos

Teanina: para que serve esse composto encontrado em vegetais e fungos Teanina: para que serve esse composto encontrado em vegetais e fungos

Quando se trata de cuidar da saúde do sistema nervoso central, a teanina (aminoácido presente em plantas e fungos) pode ser bem útil, sabia? Só que muita...

> Leia mais
Os alimentos com mais agrotóxicos e como lavá-los para reduzir o pesticida

Os alimentos com mais agrotóxicos e como lavá-los para reduzir o pesticida Os alimentos com mais agrotóxicos e como lavá-los para reduzir o pesticida

Você sabia que é possível ter uma alimentação mais saudável e sustentável (livre de agrotóxicos) de um jeito bem simples? Muitas pessoas gostam de recorrer...

> Leia mais
O que é sêmola? As vantagens dessa farinha rica em nutrientes

O que é sêmola? As vantagens dessa farinha rica em nutrientes O que é sêmola? As vantagens dessa farinha rica em nutrientes

Entre uma infinidade de alimentos que você deve incluir no seu dia a dia, a sêmola com certeza deve entrar na sua lista! Ela fortalece o sistema imunológico,...

> Leia mais
Antioxidantes naturais e sintéticos: quais as diferenças entre eles?

Antioxidantes naturais e sintéticos: quais as diferenças entre eles? Antioxidantes naturais e sintéticos: quais as diferenças entre eles?

Muita gente não sabe, mas além dos antioxidantes naturais - que encontramos em frutas, verduras, legumes e diferentes vegetais - existem também versões...

> Leia mais
Suco de batata é bom para a gastrite! Saiba como fazer essa bebida inusitada

Suco de batata é bom para a gastrite! Saiba como fazer essa bebida inusitada Suco de batata é bom para a gastrite! Saiba como fazer essa bebida inusitada

Se você está sofrendo com gastrite ou dores no estômago saiba que existe um remédio caseiro perfeito para isso: o suco de batata! Além de nutritivo, ele...

> Leia mais
6 alimentos que ajudam a eliminar o excesso de ácido úrico do organismo

6 alimentos que ajudam a eliminar o excesso de ácido úrico do organismo 6 alimentos que ajudam a eliminar o excesso de ácido úrico do organismo

Você sabia que o ácido úrico pode ser muito prejudicial à saúde? Ele é gerado pela digestão de proteínas e costuma ser eliminado através do xixi. No entanto,...

> Leia mais
Que tal preparar uma torta salgada saudável? Veja opções que são uma delícia

Que tal preparar uma torta salgada saudável? Veja opções que são uma delícia Que tal preparar uma torta salgada saudável? Veja opções que são uma delícia

Quem disse que as tortas salgadas não podem ser nutritivas? Ou que não são nada práticas de preparar e, por isso, só acompanham ocasiões especiais? Se você...

> Leia mais