Iogurte funcional: Veja como tornar esse alimento um aliado da sua saúde!

O iogurte funcional é um ótimo aliado para quem deseja manter a saúde em dia. Veja as melhores formas para adequá-lo a sua alimentação!
O iogurte funcional é um ótimo aliado para quem deseja manter a saúde em dia. Veja as melhores formas para adequá-lo a sua alimentação!

Fonte de cálcio e muitos outros nutrientes necessários para o bem-estar do nosso organismo, o iogurte funcional se tornou um alimento presente e muito bem recomendado pelos profissionais da área. Gostoso, saudável e versátil, o produto é uma fonte incrível de substâncias benéficas que contribuem para o funcionamento geral do corpo, completando uma alimentação saudável. Veja como incluir esse alimento no seu dia a dia e as suas mais notáveis combinações!

Atualmente, o iogurte é um dos laticínios mais consumido pelos brasileiros. É obtido através do acréscimo de fermentos lácteos ao leite, como o Lactobacilus bulgaricus e Streptococos thermophilus, os quais agem na lactose e na proteína do leite, produzindo um coalho fino e suave, com sabor ligeiramente ácido pela formação de ácido láctico. Segundo a nutricionista Sheila Basso, o iogurte se encontra em um grupo da pirâmide alimentar no mesmo nível das carnes, ovos, oleaginosas e feijão, por isso ele se torna um aliado da saúde:

"Os alimentos que compõem esse grupo são formados principalmente por proteínas de alto valor biológico e nutrientes essenciais como cálcio, fósforo, vitaminas A, D, B2 e biotina que contribuem para o nosso bem-estar", explica a profissional

Como incluir o iogurte em um plano alimentar saudável?

Por ser um alimento nutritivo e com baixos níveis de calorias, o iogurte pode ser acrescido em diversos momentos do dia. Confira:

Iogurte no café da manhã: Para tornar a primeira refeição do dia mais rica, o iogurte com frutas é uma excelente opção. Escolha sua favorita ou prepare um mix de frutas e adicione a uma porção da bebida. A união ajuda adiciona uma boa quantidade de fibras alimentares, responsáveis por tornar o nosso corpo saudável e proporcionar saciedade, diminuindo a ingestão de alimentos e favorecendo o emagrecimento.

Iogurte no almoço: Para tempero ou até complemento do prato, a nutricionista Sheila Basso indica: "Iogurte temperado com ervas, como manjericão, salsa, tomilho e coentro frescos, é uma excelente opção para sanduíches e molho de saladas em substituição à maionese, manteiga ou margarina", indica a profissional.

Iogurte para o lanche: Sabe aquele intervalo entre as refeições que sempre bate uma fominha? O iogurte também pode te ajudar! Com uma pequena porção de oleaginosas, por exemplo, você pode completar esse lanche e torná-lo ainda mais nutritivo. Nozes, avelãs, castanhas e amêndoas, por exemplo, são compostas por ômega 3, vitaminas e minerais que ajudam a tornar nosso organismo saudável.

Iogurte à noite: Para os adeptos do lanche no final do dia, a bebida também irá favorecer. Uma boa opção é acrescentar uma porção de aveia, que por ser fonte de carboidratos essenciais, estimula a absorção de triptofano, responsável por diminuir os níveis de estresse e induzir o corpo ao relaxamento.

Classificação dos iogurtes: Tradicional, batido e líquido

Segundo a nutricionista Sheila Basso, os iogurtes podem ser classificados em tradicional, batido e líquido. Entenda a diferença entre eles:

- Tradicional: Segundo a profissional, esse iogurte apresenta uma consistência firme: "Além disso, pode ser comercializado na sua forma natural (sem adição de açúcar e sabores), na forma aromatizada (normalmente com adição de açúcar, sabores, aromas e corantes) ou tipo sunday (uma camada de polpa de fruta ou mel no fundo da embalagem, ficando o iogurte sobre esta)", explica.

- Batido: Nesse tipo de iogurte, o leite é colocado num tanque (com ou sem adição de açúcar, aromatizantes, sabores, corantes) e depois de completa a fermentação, o iogurte é batido e posteriormente embalado.

- Líquido: Por apresentar um menor tempo de fermentação, possui esta consistência e pode ser consumido de forma natural ou adicionado de açúcar, aromatizantes, sabores e corantes.

*Sheila Basso (CRN 21.557) é especialista em nutrição clínica e em obesidade, emagrecimento e saúde pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).


Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Como fazer conserva de jurubeba

Como fazer conserva de jurubeba Como fazer conserva de jurubeba

Consumir jurubeba em conserva é uma ótima dica para melhorar o sistema digestivo. Para quem não sabe, essa planta tem propriedades diuréticas, laxativas,...

> Leia mais
Frutas com todas as letras do alfabeto: conheça opções de A a Z

Frutas com todas as letras do alfabeto: conheça opções de A a Z Frutas com todas as letras do alfabeto: conheça opções de A a Z

O universo das frutas é bem mais amplo e variado do que parece, sabia? Estima-se que existem mais de 300 espécies nativas brasileiras, fora os frutos...

> Leia mais
Como aumentar hemoglobina com a alimentação

Como aumentar hemoglobina com a alimentação Como aumentar hemoglobina com a alimentação

Você sabe o que é hemoglobina? Essa proteína está dentro dos nossos glóbulos vermelhos e é a responsável pela cor do nosso sangue. Considerada...

> Leia mais
Quem tem gastrite pode comer ovo? E tapioca? Saiba o que deve ou não ser evitado

Quem tem gastrite pode comer ovo? E tapioca? Saiba o que deve ou não ser evitado Quem tem gastrite pode comer ovo? E tapioca? Saiba o que deve ou não ser evitado

Montar uma dieta para quem tem gastrite pode ser um pouco desafiador - afinal, é necessário cortar alimentos muito ácidos, gordurosos, frituras e outros que...

> Leia mais
5 alimentos que não contêm ferro e são pouco indicados para quem tem anemia

5 alimentos que não contêm ferro e são pouco indicados para quem tem anemia 5 alimentos que não contêm ferro e são pouco indicados para quem tem anemia

Para ter uma dieta rica em ferro é muito importante incluir ingredientes específicos no cardápio - como carnes (principalmente miúdos), leguminosas e...

> Leia mais
Cana-da-índia: para que serve em termos nutricionais? Conheça suas vantagens

Cana-da-índia: para que serve em termos nutricionais? Conheça suas vantagens Cana-da-índia: para que serve em termos nutricionais? Conheça suas vantagens

A cana-da-índia ou canna indica é um tipo de PANC (Planta Alimentícia Não Convencional) existente em várias versões - com flores amarelas, avermelhadas,...

> Leia mais
O que é tabule? Ele engorda? Tire suas dúvidas sobre essa salada de origem árabe

O que é tabule? Ele engorda? Tire suas dúvidas sobre essa salada de origem árabe O que é tabule? Ele engorda? Tire suas dúvidas sobre essa salada de origem árabe

Se você sempre se perguntou o que é tabule, saiba que esse é um prato originário do Líbano, feito à base de triguilho, o famoso trigo para quibe. Com sabor...

> Leia mais
4 séries sobre alimentação saudável que valem a pena conhecer

4 séries sobre alimentação saudável que valem a pena conhecer 4 séries sobre alimentação saudável que valem a pena conhecer

Você também faz parte do time que ama assistir a filmes, séries e documentários sobre culinária? Consumir esse tipo de conteúdo é ótimo para aprender mais...

> Leia mais
Pepino é fruta ou legume? Saiba tudo sobre esse alimento nutritivo

Pepino é fruta ou legume? Saiba tudo sobre esse alimento nutritivo Pepino é fruta ou legume? Saiba tudo sobre esse alimento nutritivo

É muito provável que você já tenha visto o pepino daquela forma clássica, com duas rodelas sob os olhos de alguém para uma limpeza de pele caseira. Mas os...

> Leia mais
Nuggets vegano existe! Como fazer essa versão sem ingredientes de origem animal

Nuggets vegano existe! Como fazer essa versão sem ingredientes de origem animal Nuggets vegano existe! Como fazer essa versão sem ingredientes de origem animal

Você sabia que é possível preparar uma receita de nuggets vegano feita à base de grão-de-bico, legumes e diferentes temperos? Em vez de apostar na versão...

> Leia mais