Excesso de vitamina D faz mal! Como ter o nutriente na quantidade ideal no corpo

O excesso de vitamina D pode causar fraqueza, nervosismo e hipertensão arterial
O excesso de vitamina D pode causar fraqueza, nervosismo e hipertensão arterial

Além da exposição ao sol, uma série de alimentos naturais como salmão, sardinha, ostras, vegetais, gemas de ovos, cogumelos e leite também são responsáveis por garantir boas doses de vitamina D para o organismo. O nutriente é conhecido por ser um dos mais relevantes para a saúde dos ossos, músculos e dentes - mas assim como tudo na vida, não deve ser consumido em excesso. A questão é: como podemos obter a quantidade ideal de vitamina D no corpo? Nós entrevistamos o nutrólogo Fernando Cerqueira para entender melhor sobre o assunto. Confira!

Absorção de vitamina D também depende de fatores como idade, estado de saúde, peso e cor da pele

Nós já sabemos que alimentação e sol são dois elementos importantes para absorver a vitamina D no organismo. Mas, de acordo com o nutrólogo, a absorção completa do nutriente também depende de outros fatores.

Quando se trata do tempo necessário de exposição ao sol, por exemplo, Fernando Cerqueira afirma que não há uma quantidade exata, e que ela depende de cada indivíduo. "Idade, estado de saúde, peso, cor da pele e até região onde se vive influenciam. Para adultos saudáveis, em geral, recomenda-se tomar sol pelo menos três vezes por semana, sem aplicação de protetor solar na área a ser exposta, pois ele impede a capacidade de produzir vitamina D. São necessários, em média, de 15 a 20 minutos diários para quem tem pele branca, até 1 hora para quem tem pele negra e cerca de 30 a 40 minutos para quem tem um tom de pele intermediário", explica.

Vale lembrar que o melhor horário para tomar sol é entre 10h e 15h devido ao ângulo de incidência dos raios solares na pele.

Mas afinal, qual é a quantidade ideal de vitamina D?

Segundo Fernando Cerqueira, o primeiro passo é entender a importância da vitamina D para o bem-estar do nosso corpo. "A vitamina D, na verdade, é um hormônio que regula 229 genes de nosso corpo", afirma o especialista. Isso significa que, sem ela, o nosso organismo não funciona corretamente. Para se ter uma noção, a deficiência da vitamina pode causar problemas como osteoporose (graças à dificuldade de absorção do cálcio), raquitismo, diminuição na produção de insulina e até uma piora no quadro das pessoas que sofrem de diabetes tipo 2.

De acordo com o nutrólogo, "O valor esperado no exame de sangue é de 30-50 ng/ml [nanograma por mililitro]. Acima disso pode ser intoxicação", finaliza.

Por que o excesso do nutriente faz mal ao organismo?

Enquanto a ausência de vitamina D pode desenvolver diversas complicações, o excesso do nutriente também é um fator preocupante. De forma resumida, Fernando Cerqueira explica que "O cálcio (absorvido pela vitamina D) pode depositar-se em todo o organismo, especialmente nos rins, e ocasionar lesões permanentes. Assim, o excesso pode fazer mal por aumentar a emissão de urina, fraqueza, nervosismo e hipertensão arterial". No fim, faça exames de sangue com a regularidade indicada pelo seu médico para ter certeza que os níveis de vitamina D então dentro do recomendado.

* Fernando Cerqueira (CRM 62831-MG) é formado em Medicina pela Universidade do Vale do Rio Verde (UninCor) e possui especialização em Nutrologia pela Associação Brasileira de Nutrologia (Abran)

Mais noticias com...
Receitas:
Ovo
Ver Mais

Últimas Matérias

Como fazer creme de leite caseiro e evitar o industrializado

Como fazer creme de leite caseiro e evitar o industrializado Como fazer creme de leite caseiro e evitar o industrializado

Muito usado no preparo de molhos para carnes ou massas, caldas e diferentes sobremesas (como mousses e pudins), o creme de leite é um ingrediente que não...

> Leia mais
4 maneiras de ajudar o próximo sem sair de casa

4 maneiras de ajudar o próximo sem sair de casa 4 maneiras de ajudar o próximo sem sair de casa

Doar parte do seu tempo (e energia) para ajudar o próximo é uma verdadeira prova de empatia - e, ao mesmo tempo, uma forma de promover autoconhecimento e...

> Leia mais
Qual carne tem mais colágeno? Saiba onde encontrar boas quantidades da proteína

Qual carne tem mais colágeno? Saiba onde encontrar boas quantidades da proteína Qual carne tem mais colágeno? Saiba onde encontrar boas quantidades da proteína

Para manter a saúde da pele e prevenir o envelhecimento precoce, é muito importante manter uma alimentação rica em colágeno. A boa notícia é que existem...

> Leia mais
Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente

Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente

Causada por um arbovírus transmitido pela picada do mosquito Aedes aegypti, a dengue é uma doença infecciosa que precisa ser tratada com seriedade. Ela causa...

> Leia mais
Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo

Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo

Entender como o nosso corpo absorve os nutrientes é um passo importante para quem quer montar uma dieta mais eficiente. Afinal, algumas substâncias podem...

> Leia mais
Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum

Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum

Popularmente conhecida por auxiliar em tratamentos contra artrose, artrite e dores nas articulações, a canela de velho (Miconia albicans) é uma planta cheia...

> Leia mais
O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal

O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal

Ficar muitas horas sem comer - como na prática do jejum intermitente - e depois ingerir uma refeição de estômago vazio, pode ser algo extremamente...

> Leia mais
5 alimentos com glutamato monossódico para deixar de consumir

5 alimentos com glutamato monossódico para deixar de consumir 5 alimentos com glutamato monossódico para deixar de consumir

Identificado como realçador de sabor, MSG ou umami, o glutamato monossódico é um aditivo químico presente em diversos alimentos industrializados que pode...

> Leia mais
Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la

Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la

Você já deve ter ouvido falar na intolerância à lactose (açúcar presente nos leites e derivados) - problema que pode acometer pessoas em diferentes fases da...

> Leia mais
Almoço japonês: conheça os pratos populares na culinária nipônica

Almoço japonês: conheça os pratos populares na culinária nipônica Almoço japonês: conheça os pratos populares na culinária nipônica

Você também gosta de experimentar comidas de culinárias diferentes? A gastronomia japonesa, para quem não conhece, costuma usar muitos legumes, vegetais,...

> Leia mais