Possui doença celíaca? Nutricionista dá dicas para cortar o glúten do cardápio

Arroz, feijão e vegetais podem fazer parte da dieta de qualquer celíaco
Arroz, feijão e vegetais podem fazer parte da dieta de qualquer celíaco

Quem é celíaco já sabe: glúten é completamente proibido do cardápio. Afinal, pessoas que sofrem com essa doença são intolerantes à proteína, o que significa que se elas não querem sofrer com qualquer tipo de inflamação e desconforto é preciso eliminar de vez qualquer resquício do glúten na alimentação diária. Mas embora essa doença não tenha cura, a boa notícia é que com alguns cuidados é possível viver com ela sem sofrimentos.

Fique atento ao rótulo da embalagem

O primeiro passo para evitar qualquer tipo de desconforto é simplesmente ficar sempre de olho nos rótulos das embalagens. Afinal, desde 2003 existe uma lei que define que a presença ou não de glúten nos alimentos deve estar clara para evitar que a pessoa compre algo que não pode consumir por engano, como lembra a nutricionista Caroline Velloso.

"Devemos nos atentar para os alimentos que não possuem glúten na sua composição, pois durante a fabricação eles podem entrar em contato com os que possuem, ou serem utilizados um mesmo maquinário para o processamento - gerando a contaminação cruzada. Por isso, esses alimentos também devem ser evitados para não causarem prejuízos à saúde do celíaco. Alguns bons exemplos que devem ficar longe da mesa são aveia, queijos fundidos, sopas instantâneas, molhos prontos, carnes embutidas, ketchup e batata frita congelada", afirma.

Como ter uma dieta sem glúten

Mesmo sabendo que é preciso evitar cereais em geral - como trigo, centeio e cevada -, às vezes é difícil ter uma dieta que não tenha o menor traço de glúten. Afinal, para ter uma alimentação balanceada é preciso consumir diferentes alimentos, que vão trazer benefícios variados ao corpo. Por isso, uma boa ideia é combinar alguns ingredientes que não entram na lista de proibidos em diferentes tipos de receitas.

"Para que o paciente celíaco possa manter uma dieta rica em nutrientes, mesmo sem consumir nada com glúten, é preciso ter uma alimentação variada e ser criativo. Os alimentos que naturalmente não possuem glúten e, portanto, podem ser consumidos são, por exemplo: arroz, feijão, frutas, legumes e verduras, carnes, peixe, tapioca, óleos, azeite, sal, açúcar e quinoa", explica Caroline Velloso.

Substituições evitam uma dieta monótona

A nutricionista destaca também que alimentos in natura, como frutas, legumes e verduras, podem ser consumidos à vontade. Já no caso dos que fazem mal a celíacos, a dica é trocar um ingrediente proibido por outro equivalente que possa fazer parte do cardápio.

"O celíaco precisa variar a dieta com a substituição de farinhas que contém glúten, como as de trigo, por farinhas como as de amêndoa, milho, arroz, linhaça, chia e coco. Também é preciso fazer uso amido de milho, polvilho, fécula de batata para realizar preparações mais elaboradas como pães e bolos, com o objetivo de evitar uma dieta monótona e ter uma alimentação equilibrada e rica em nutrientes mesmo com tamanha restrição", diz.

Cardápio de celíacos pode ter pão, basta cortar o glúten

Por fim, a nutricionista lembra que celíacos não podem comer de jeito nenhum pão, biscoito, cerveja, pizza, salgadinhos, molho branco, barras de cereais, gérmen de trigo, massas e bolos. Ao mesmo tempo, as adaptações são sempre bem-vindas. Você sabia, por exemplo, que é possível preparar um pão sem glúten ou mesmo encontrar um desses no mercado? Pois é, não poder consumir glúten não é o fim do mundo, e é possível continuar aproveitando deliciosas receitas sem abrir mão de uma dieta rica em nutrientes.

Para quem não sabe por onde começar, Caroline Velloso deu uma ajuda e preparou um cardápio especial para celíacos para todas as refeições do dia. Dá uma olhada:

Café da manhã: Pães sem glúten ou tapioca com manteiga e leite com fruta

Lanche da manhã: Salada de fruta

Almoço: Arroz, feijão, filé de frango grelhado com mix de folhas e salada de grão-de-bico

Sobremesa: Melancia

Lanche da tarde: Tapioca com queijo minas e suco de laranja

Jantar: Arroz, filé de peixe cozido, salada de agrião com tomate cereja e beterraba ralada

Sobremesa: Morango

* Caroline Velloso (CRN 18100391) é formada em Nutrição pela Universidade Federal Fluminense (UFF) e disponibiliza o seu Instagram para contato.

Mais noticias com...
Receitas:
Tapioca
Ver Mais

Últimas Matérias

As características da laranja-bahia e como ela se diferencia das outras

As características da laranja-bahia e como ela se diferencia das outras As características da laranja-bahia e como ela se diferencia das outras

Você sabia que existem diferentes tipos de laranja que variam, principalmente, em termos de sabor e textura? A laranja-bahia, por exemplo, é uma alternativa...

> Leia mais
Como evitar o aquecimento global através da alimentação

Como evitar o aquecimento global através da alimentação Como evitar o aquecimento global através da alimentação

Você sabia que é possível combater o aquecimento global através de pequenas atitudes no dia a dia? Mudar hábitos alimentares, de consumo e estilo de vida é...

> Leia mais
O que é gordura visceral e como perdê-la com hábitos saudáveis

O que é gordura visceral e como perdê-la com hábitos saudáveis O que é gordura visceral e como perdê-la com hábitos saudáveis

O excesso de acúmulo de gordura no corpo pode ser prejudicial para o organismo como um todo, acarretando em doenças do coração, por exemplo. A gordura...

> Leia mais
4 tipos de tangerina e as características nutricionais de cada um deles

4 tipos de tangerina e as características nutricionais de cada um deles 4 tipos de tangerina e as características nutricionais de cada um deles

Existente em diferentes versões, a tangerina é uma fruta cítrica rica em vitaminas A, C e sais minerais que fortalecem a imunidade e melhoram a saúde do...

> Leia mais
Fezes verde pode ser alimentação! Descubra o que fazer

Fezes verde pode ser alimentação! Descubra o que fazer Fezes verde pode ser alimentação! Descubra o que fazer

Você tem o hábito de reparar na frequência diária em que vai ao banheiro evacuar? Para garantir a saúde do intestino, é muito importante ter uma alimentação...

> Leia mais
O que é curau? Como fazer essa receita de milho verde

O que é curau? Como fazer essa receita de milho verde O que é curau? Como fazer essa receita de milho verde

Chamado de canjica em estados do Nordeste, o curau é um prato de origem afro-brasileira que faz muito sucesso nas festas de São João. Feito basicamente com...

> Leia mais
Qual quantidade de uva passa posso comer por dia? Aprenda a não exagerar

Qual quantidade de uva passa posso comer por dia? Aprenda a não exagerar Qual quantidade de uva passa posso comer por dia? Aprenda a não exagerar

Versáteis, práticas e ricas em nutrientes, as frutas secas são ótimas para incrementar iogurtes, bolos, panetones e funcionam como lanche rápido (fácil de...

> Leia mais
As frutas com H que você talvez não conheça, mas são supernutritivas

As frutas com H que você talvez não conheça, mas são supernutritivas As frutas com H que você talvez não conheça, mas são supernutritivas

Para fortalecer a imunidade e matar a vontade de comer doce no dia a dia, uma ótima dica é incluir diferentes tipos de frutas na dieta. Além das mais...

> Leia mais
Gelatina vegana existe! Aprenda a prepará-la com diferentes ingredientes

Gelatina vegana existe! Aprenda a prepará-la com diferentes ingredientes Gelatina vegana existe! Aprenda a prepará-la com diferentes ingredientes

Fonte importante de colágeno, a gelatina pode trazer uma série de benefícios para a saúde dos ossos, articulações e da pele. Para quem não sabe, ela é feita...

> Leia mais
Como fazer chuchu deixando o prato delicioso

Como fazer chuchu deixando o prato delicioso Como fazer chuchu deixando o prato delicioso

Muito usado no preparo de sopas, refogados, gratinados e saladas, o chuchu é um fruto bem nutritivo - rico em vitaminas (A, B e C), antioxidantes, fibras e...

> Leia mais