Comer sem glúten: Aprenda três receitas deliciosas sem a proteína vegetal!

<strong>Comer sem glúten:</strong> Aprenda três receitas que não levam a proteína vegetal
<strong>Comer sem glúten:</strong> Aprenda três receitas que não levam a proteína vegetal
<strong>Comer sem glúten:</strong> Aprenda três receitas que não levam a proteína vegetal
<strong>Comer sem glúten:</strong> Aprenda três receitas que não levam a proteína vegetal
Comer sem glúten: Aprenda três receitas que não levam a proteína vegetal
<strong>Comer sem glúten:</strong> Aprenda três receitas que não levam a proteína vegetal
<strong>Comer sem glúten:</strong> Aprenda três receitas que não levam a proteína vegetal
<strong>Comer sem glúten:</strong> Aprenda três receitas que não levam a proteína vegetal
<strong>Comer sem glúten:</strong> Aprenda três receitas que não levam a proteína vegetal
Adriana Lúcia van-Erven Ávila

Consultor:

Adriana Lúcia van-Erven Ávila

Formada em Nutrição pelo Centro Universitário São Camilo, é especialista em Nutrição em Cardiologia pelo InCor (Instituto do Coração) e em Distúrbios Metabólicos e risco Cardiovascular pelo CEU (Centro de extensão Universitária)

Produto recomendado

Inhame orgânico Taeq 600g

Inhame orgânico Taeq 600g

Botão do Pão de Açúcar Delivery

É provável que você já tenha ouvido falar dos malefícios do glúten para o organismo. Sim, ele já ganhou fama de vilão e muitas dietas acabam restringindo o consumo desta proteína vegetal presente no trigo, no centeio, na aveia, na cevada e no malte. Na verdade, nem todos irão sofrer com reações químicas no intestino ao comer alimentos ricos em glúten. Mas é provável que se você sofre de intolerância a glúten– a chamada doença celíaca – ingerir esta proteína poderá causar transtornos ao sistema digestivo.

No geral, esta proteína vegetal deve sim ser consumida com moderação até por quem não sofre coma doença celíaca. Isso pelo fato de que o glúten está contido em alimentos que, geralmente, possuem muitas calorias. As opções ricas em glúten são muito energéticas, como pães, biscoitos, bolos e massas, e essa energia se armazena no corpo em forma de gordura. Um consumo exagerado desses alimentos pode levar ao aumento de peso, a obesidade, e, posteriormente, ao desenvolvimento de doenças cardíacas.

A doença celíaca, por sua vez - que atinge apenas 1% da população - pode trazer alguns sintomas graves. O consumo de glúten, nestes casos, pode gerar diarreia crônica, desconforto abdominal, fadiga e aftas bucais. A restrição de glúten, porém, deverá ser feita de forma criteriosa quando há o diagnóstico médico - e este pode durar meses até que seja confirmado.

"Quando o glúten precisa ser eliminado da dieta, precisamos lançar mão de substitutos", conta a nutricionista Adriana Lúcia van-Erven Ávila, dando dicas do que pode ser usado no lugar dos alimentos mais comuns.

Aprenda três receitas livres de glúten!

É possível alimentar-se bem diminuindo a quantidade de glúten no organismo. Confira estas receitas que separamos para deixar sua rotina mais saudável e saborosa.

Guacamole com chips de mandioquinha!

Típico da culinária mexicana, o guacamole tem um sabor único e que conquista a todos! Feito à base de abacate, superalimento rico em diferentes nutrientes, incluindo as vitaminas A, B, C, K, e E, esse molho pode acompanhar diversos pratos, principalmente com frango.

Arroz integral com quinua, shitake e legumes orgânicos!

Se tem uma coisa que não pode faltar na dieta dos brasileiros é o arroz. Essa receita leva a tradição e a sofisticação em um só prato. Uma boa dica é servir a iguaria com carne assada ou com bacalhau.

Panini saudável

Ideal para dietas vegetarianas, o panini saudável, como o próprio nome diz, traz, além de muito sabor, ainda mais bem-estar e qualidade de vida ao seu dia a dia. Sem glúten, lactose, e com zero teor de colesterol, o prato é uma excelente opção de entrada, para pessoas celíacas ou intolerantes às substâncias derivadas do leite.

Como substituir o glúten na alimentação?

Macarrão feito de: milho, arroz, quinua ou fécula de mandioca;

Bolacha ou torrada feitos de: fécula de batata, farinha de arroz, amido de milho, farinha de soja;

Pão pode ser feito de: fécula de batata, farinha de arroz, amido de milho, farinha de soja, batata doce, mandioca, mandioquinha, inhame ou cará

Farinhas feitas à base de: milho, milhete, castanhas, amaranto, araruta, amido de batata, feijão, trigo sarraceno (ruibarbo), quinua, arroz, soja ou tapioca;

Receitas:
Tapioca
Ver Mais

Últimas Matérias

Chá de marcela serve para tratar dores! Conheça os benefícios da bebida

Chá de marcela serve para tratar dores! Conheça os benefícios da bebida Chá de marcela serve para tratar dores! Conheça os benefícios da bebida

Dono de propriedades medicinais que ajudam a tratar dores no corpo, o chá de marcela é o produto de uma planta brasileira muito consumida no Sul do país....

> Leia mais
O que é creatina e quais alimentos possuem a substância

O que é creatina e quais alimentos possuem a substância O que é creatina e quais alimentos possuem a substância

Conhecida como um tipo de suplemento alimentar usado para melhorar a performance em diversas atividades físicas, a creatina costuma fazer parte do mundo dos...

> Leia mais
Como fazer molho branco vegano

Como fazer molho branco vegano Como fazer molho branco vegano

Preparado, normalmente, com leite, creme de leite e manteiga, o molho branco - também conhecido como o famoso molho bechamel - é uma das principais opções...

> Leia mais
Dia da Consciência Negra: 6 comidas de origem africana para celebrar a data

Dia da Consciência Negra: 6 comidas de origem africana para celebrar a data Dia da Consciência Negra: 6 comidas de origem africana para celebrar a data

Marcado por muitas memórias e heranças culturais, o Dia da Consciência Negra, celebrado em 20 de novembro no Brasil, relembra a data da morte de Zumbi dos...

> Leia mais
Bolinho de chuva vegano e outras versões saudáveis da receita

Bolinho de chuva vegano e outras versões saudáveis da receita Bolinho de chuva vegano e outras versões saudáveis da receita

Apesar de ser feito, tradicionalmente, com leite, ovos, açúcar, canela e farinha de trigo, existe mais de uma maneira de preparar um delicioso bolinho de...

> Leia mais
Como substituir o arroz nas refeições de forma saudável

Como substituir o arroz nas refeições de forma saudável Como substituir o arroz nas refeições de forma saudável

Buscar um cardápio variado, com diferentes legumes, verduras, cereais, leguminosas e outros grupos alimentares, é a melhor alternativa para manter o...

> Leia mais
O que é taioba? Os benefícios dessa PANC usada como substituta da couve

O que é taioba? Os benefícios dessa PANC usada como substituta da couve O que é taioba? Os benefícios dessa PANC usada como substituta da couve

Pertencente ao grupo das PANCs (plantas alimentícias não convencionais), a taioba é um tipo de vegetal verde-escuro semelhante à couve em termos nutricionais...

> Leia mais
Conheça o breaking, dança que faz parte dos Jogos Olímpicos da Juventude

Conheça o breaking, dança que faz parte dos Jogos Olímpicos da Juventude Conheça o breaking, dança que faz parte dos Jogos Olímpicos da Juventude

Criado no Bronx, na cidade de Nova York, durante os anos 70, o breaking (ou breakdance) é um estilo de dança de rua que faz parte da cultura do Hip Hop -...

> Leia mais
5 frutas com F supernutritivas para comer a qualquer hora

5 frutas com F supernutritivas para comer a qualquer hora 5 frutas com F supernutritivas para comer a qualquer hora

Você já parou para pensar em quais são as frutas que começam com a letra F? Além de ser uma maneira divertida de conhecer um pouco mais sobre o universo dos...

> Leia mais
Chá de rooibos: para que serve e os benefícios da bebida

Chá de rooibos: para que serve e os benefícios da bebida Chá de rooibos: para que serve e os benefícios da bebida

Originário da África do Sul, o rooibos é um arbusto rico em propriedades medicinais que costuma ser usado no preparo de chás terapêuticos. Ele tem...

> Leia mais