Comer sem glúten: Aprenda três receitas deliciosas sem a proteína vegetal!

<strong>Comer sem glúten:</strong> Aprenda três receitas que não levam a proteína vegetal
<strong>Comer sem glúten:</strong> Aprenda três receitas que não levam a proteína vegetal
<strong>Comer sem glúten:</strong> Aprenda três receitas que não levam a proteína vegetal
<strong>Comer sem glúten:</strong> Aprenda três receitas que não levam a proteína vegetal
Comer sem glúten: Aprenda três receitas que não levam a proteína vegetal
<strong>Comer sem glúten:</strong> Aprenda três receitas que não levam a proteína vegetal
<strong>Comer sem glúten:</strong> Aprenda três receitas que não levam a proteína vegetal
<strong>Comer sem glúten:</strong> Aprenda três receitas que não levam a proteína vegetal
<strong>Comer sem glúten:</strong> Aprenda três receitas que não levam a proteína vegetal

Produto recomendado

Inhame orgânico Taeq 600g

Inhame orgânico Taeq 600g

Botão do Pão de Açúcar Delivery

É provável que você já tenha ouvido falar dos malefícios do glúten para o organismo. Sim, ele já ganhou fama de vilão e muitas dietas acabam restringindo o consumo desta proteína vegetal presente no trigo, no centeio, na aveia, na cevada e no malte. Na verdade, nem todos irão sofrer com reações químicas no intestino ao comer alimentos ricos em glúten. Mas é provável que se você sofre de intolerância a glúten– a chamada doença celíaca – ingerir esta proteína poderá causar transtornos ao sistema digestivo.

No geral, esta proteína vegetal deve sim ser consumida com moderação até por quem não sofre coma doença celíaca. Isso pelo fato de que o glúten está contido em alimentos que, geralmente, possuem muitas calorias. As opções ricas em glúten são muito energéticas, como pães, biscoitos, bolos e massas, e essa energia se armazena no corpo em forma de gordura. Um consumo exagerado desses alimentos pode levar ao aumento de peso, a obesidade, e, posteriormente, ao desenvolvimento de doenças cardíacas.

A doença celíaca, por sua vez - que atinge apenas 1% da população - pode trazer alguns sintomas graves. O consumo de glúten, nestes casos, pode gerar diarreia crônica, desconforto abdominal, fadiga e aftas bucais. A restrição de glúten, porém, deverá ser feita de forma criteriosa quando há o diagnóstico médico - e este pode durar meses até que seja confirmado.

"Quando o glúten precisa ser eliminado da dieta, precisamos lançar mão de substitutos", conta a nutricionista Adriana Lúcia van-Erven Ávila, dando dicas do que pode ser usado no lugar dos alimentos mais comuns.

Aprenda três receitas livres de glúten!

É possível alimentar-se bem diminuindo a quantidade de glúten no organismo. Confira estas receitas que separamos para deixar sua rotina mais saudável e saborosa.

Guacamole com chips de mandioquinha!

Típico da culinária mexicana, o guacamole tem um sabor único e que conquista a todos! Feito à base de abacate, superalimento rico em diferentes nutrientes, incluindo as vitaminas A, B, C, K, e E, esse molho pode acompanhar diversos pratos, principalmente com frango.

Arroz integral com quinua, shitake e legumes orgânicos!

Se tem uma coisa que não pode faltar na dieta dos brasileiros é o arroz. Essa receita leva a tradição e a sofisticação em um só prato. Uma boa dica é servir a iguaria com carne assada ou com bacalhau.

Panini saudável

Ideal para dietas vegetarianas, o panini saudável, como o próprio nome diz, traz, além de muito sabor, ainda mais bem-estar e qualidade de vida ao seu dia a dia. Sem glúten, lactose, e com zero teor de colesterol, o prato é uma excelente opção de entrada, para pessoas celíacas ou intolerantes às substâncias derivadas do leite.

Como substituir o glúten na alimentação?

Macarrão feito de: milho, arroz, quinua ou fécula de mandioca;

Bolacha ou torrada feitos de: fécula de batata, farinha de arroz, amido de milho, farinha de soja;

Pão pode ser feito de: fécula de batata, farinha de arroz, amido de milho, farinha de soja, batata doce, mandioca, mandioquinha, inhame ou cará

Farinhas feitas à base de: milho, milhete, castanhas, amaranto, araruta, amido de batata, feijão, trigo sarraceno (ruibarbo), quinua, arroz, soja ou tapioca;

Receitas:
Tapioca
Ver Mais

Últimas Matérias

Abrótano: para que serve e como consumir essa planta fitoterápica

Abrótano: para que serve e como consumir essa planta fitoterápica Abrótano: para que serve e como consumir essa planta fitoterápica

Você já ouviu falar no abrótano? De nome científico Artemisia abrotanum, essa planta medicinal é muito usada no preparo de chás. Ela é originária da Ásia,...

> Leia mais
Quer comer melhor? Aprenda a adaptar receitas para fazer pratos mais saudáveis

Quer comer melhor? Aprenda a adaptar receitas para fazer pratos mais saudáveis Quer comer melhor? Aprenda a adaptar receitas para fazer pratos mais saudáveis

Existem algumas receitas saborosas - como frituras e doces - que acabam sendo muito calóricas e maléficas para o organismo. Isso porque elas são fontes de...

> Leia mais
Como fazer feijão e grão-de-bico? As dicas para preparar leguminosas sem erros

Como fazer feijão e grão-de-bico? As dicas para preparar leguminosas sem erros Como fazer feijão e grão-de-bico? As dicas para preparar leguminosas sem erros

Para quem é vegano ou vegetariano é muito importante incluir leguminosas no cardápio diário. Elas são fontes importantes de ferro, proteínas e garantem uma...

> Leia mais
Unha de gato: o que é e para que serve essa planta medicinal

Unha de gato: o que é e para que serve essa planta medicinal Unha de gato: o que é e para que serve essa planta medicinal

Pertencente ao universo das plantas medicinais, a unha de gato é uma erva muito usada em tratamentos fitoterápicos - sendo consumida em forma de chá ou...

> Leia mais
Desafio: viciada em refrigerante fica 7 dias sem a bebida e conta o que mudou

Desafio: viciada em refrigerante fica 7 dias sem a bebida e conta o que mudou Desafio: viciada em refrigerante fica 7 dias sem a bebida e conta o que mudou

Com que frequência você bebe refrigerante? No caso da cineasta Nathália Souza, de 26 anos, a resposta é "todos os dias". "Na época de faculdade bebia de duas...

> Leia mais
Qual o melhor horário para tomar sol? Saiba como absorver mais vitamina D

Qual o melhor horário para tomar sol? Saiba como absorver mais vitamina D Qual o melhor horário para tomar sol? Saiba como absorver mais vitamina D

Você já deve ter ouvido falar sobre a importância de tomar sol. Afinal, a exposição aos raios solares ativa a produção de vitamina D que, por sua vez,...

> Leia mais
Comida coreana: 4 pratos dessa gastronomia, que vem se popularizando no Brasil

Comida coreana: 4 pratos dessa gastronomia, que vem se popularizando no Brasil Comida coreana: 4 pratos dessa gastronomia, que vem se popularizando no Brasil

Experimentar pratos de culinárias diferentes é sempre algo interessante. As comidas coreanas, em especial, vêm se popularizando bastante no Brasil -...

> Leia mais
Como reduzir o sabor amargo dos vegetais durante o seu preparo

Como reduzir o sabor amargo dos vegetais durante o seu preparo Como reduzir o sabor amargo dos vegetais durante o seu preparo

Existem muitos vegetais - como jiló, berinjela e agrião - que têm um sabor mais amargo e, por isso, não agradam o paladar de muitas pessoas (principalmente o...

> Leia mais
GPA adota bandejas biodegradáveis em produtos das marcas Taeq e Qualitá

GPA adota bandejas biodegradáveis em produtos das marcas Taeq e Qualitá GPA adota bandejas biodegradáveis em produtos das marcas Taeq e Qualitá

Você sabia que o plástico leva 100 anos para se decompor na natureza e que o tempo do isopor é indeterminado? Foi pensando no bem-estar do nosso planeta que...

> Leia mais
5 receitas lights que você pode preparar sem medo

5 receitas lights que você pode preparar sem medo 5 receitas lights que você pode preparar sem medo

Para quem quer seguir um estilo de vida mais saudável - com alimentos leves e nutritivos - uma boa dica é procurar por receitas lights. O problema é que...

> Leia mais