Organismo protegido: Descubra 6 alimentos ricos em flavonoides

<strong>Uva –</strong> As uvas e seus derivados (vinho tinto e suco de uva) são ricos em catequinas e estão associadas à redução no risco de doenças cardíacas
<strong>Uva –</strong> As uvas e seus derivados (vinho tinto e suco de uva) são ricos em catequinas e estão associadas à redução no risco de doenças cardíacas
<strong>Uva –</strong> As uvas e seus derivados (vinho tinto e suco de uva) são ricos em catequinas e estão associadas à redução no risco de doenças cardíacas
<strong>Uva –</strong> As uvas e seus derivados (vinho tinto e suco de uva) são ricos em catequinas e estão associadas à redução no risco de doenças cardíacas
<strong>Uva –</strong> As uvas e seus derivados (vinho tinto e suco de uva) são ricos em catequinas e estão associadas à redução no risco de doenças cardíacas
<strong>Uva –</strong> As uvas e seus derivados (vinho tinto e suco de uva) são ricos em catequinas e estão associadas à redução no risco de doenças cardíacas
Uva – As uvas e seus derivados (vinho tinto e suco de uva) são ricos em catequinas e estão associadas à redução no risco de doenças cardíacas
<strong>Uva –</strong> As uvas e seus derivados (vinho tinto e suco de uva) são ricos em catequinas e estão associadas à redução no risco de doenças cardíacas
<strong>Uva –</strong> As uvas e seus derivados (vinho tinto e suco de uva) são ricos em catequinas e estão associadas à redução no risco de doenças cardíacas
<strong>Uva –</strong> As uvas e seus derivados (vinho tinto e suco de uva) são ricos em catequinas e estão associadas à redução no risco de doenças cardíacas
<strong>Uva –</strong> As uvas e seus derivados (vinho tinto e suco de uva) são ricos em catequinas e estão associadas à redução no risco de doenças cardíacas
<strong>Uva –</strong> As uvas e seus derivados (vinho tinto e suco de uva) são ricos em catequinas e estão associadas à redução no risco de doenças cardíacas
<strong>Uva –</strong> As uvas e seus derivados (vinho tinto e suco de uva) são ricos em catequinas e estão associadas à redução no risco de doenças cardíacas
O nome pode até soar estranho e suas funções não serem das mais conhecidas, porém os flavonoides fazem parte diária das nossas vidas, sobretudo na alimentação. Compostos bioativos encontrados em frutas, legumes, verduras e, até mesmo, em cafés e no chás, eles possuem propriedades antioxidantes, como a vitamina C, e anti-inflamatórias que ajudam na defesa de diversas doenças e auxiliam o bom funcionamento do organismo.

Os flavonoides já despertaram interesse no meio acadêmico, tornando-se objeto de muitos estudos, mas há consenso de que ainda há muitas funcionalidades a serem descobertas por trás desses compostos. No entanto, pesquisas recentes detectaram que o consumo regular de alimentos ricos na substância pode prevenir doenças como o câncer e problemas cardiovasculares. De acordo com as análises nutricionais, o ideal é ingerir 31 mg do nutriente por dia.

"Os flavonoides são substâncias encontradas nos mais diversos alimentos e que auxiliam a proteger a saúde do nosso organismo. Eles estão associados a uma redução no risco de desenvolvimento de diversas doenças, por sua ação antioxidante, que defende as células contra os danos causados pelos ataques dos radicais livres, assim retardando o envelhecimento precoce", destacou o nutricionista Bruno Chlamtac.


Fáceis de serem encontrados

A lista dos alimentos ricos em flavonoides é grande. Há diversos alimentos que são fonte desses compostos orgânicos e, o melhor, é que eles são facilmente encontrados em qualquer mercado. Os flavonoides estão presentes em frutas como uva, morango, maçã, romã, blueberry, framboesa e em outras de coloração avermelhada; em vegetais como brócolis, espinafre, couve e cebola; em cereais e sementes, como nozes, soja, linhaça, e até no chocolate e no mel.

Por isso, tente sempre inclui-los em sua dieta. Uma dica final é montar o prato de maneira bem colorida, pois muitas frutas e vegetais coloridos são ricos em flavonoides. Sempre que for possível, para que não seja prejudicado pelos efeitos persistentes de pesticidas e fertilizantes, dê preferência a alimentos de origem orgânica.


6 alimentos ricos em flavonoides!

Cebola – Esse vegetal é uma das principais fontes de flavonoides na dieta regular das pessoas. Além disso, as cebolas são conhecidas por suas propriedades anti-inflamatória e antibacterianas.

Maçã –
Essa fruta é rica em vitaminas, sais minerais, fibras e um flavonoide chamado quercitina, que ajuda a reduzir o risco de doenças vasculares cerebrais (como o AVC) e certos cânceres.

Brócolis –
Esse vegetal é rico em flavonoides que previnem o desenvolvimento de câncer, sobretudo o câncer de pulmão de fumantes.

Uva –
As uvas e seus derivados (vinho tinto e suco de uva) são ricos em catequinas e estão associadas à redução no risco de doenças cardíacas, infarto do coração e redução do colesterol no sangue.

Alho –
É rico em flavonoides e compostos sulfurados que têm propriedades anti-inflamatórias, antibacterianas e antivirais. Estudos também mostram que o alho ajuda a reduzir os níveis de colesterol no sangue e prevenir doenças cardíacas.

Soja –
O grão de soja é rico em isoflavonas com importantes funções no aparelho reprodutor feminino. As isoflavonas da soja são usadas para reduzir os sintomas da menopausa, da osteoporose de colesterol no sangue.
Mais noticias com...
Receitas:
Cebola
Ver Mais

Últimas Matérias

Óleo de copaíba: para que serve? Seus benefícios e indicações de consumo

Óleo de copaíba: para que serve? Seus benefícios e indicações de consumo Óleo de copaíba: para que serve? Seus benefícios e indicações de consumo

Extraído a partir da árvore copaíba (ou pau-de-óleo), que é nativa da floresta Amazônica, o óleo de copaíba é conhecido por ter várias substâncias...

> Leia mais
Como fazer farinha de grão-de-bico, ingrediente usado em receitas celíacas

Como fazer farinha de grão-de-bico, ingrediente usado em receitas celíacas Como fazer farinha de grão-de-bico, ingrediente usado em receitas celíacas

Buscar ingredientes alternativos para dietas celíacas não é tão difícil quanto parece, sabia? A farinha de grão-de-bico, por exemplo, é uma opção livre de...

> Leia mais
Marmelo: fruta famosa por doce marmelada é rica em fibras! Veja mais nutrientes

Marmelo: fruta famosa por doce marmelada é rica em fibras! Veja mais nutrientes Marmelo: fruta famosa por doce marmelada é rica em fibras! Veja mais nutrientes

Muito consumida no estado de Minas Gerais, a marmelada é um doce de origem portuguesa que, além de saboroso, se destacar por ser rico em fibras, vitaminas A,...

> Leia mais
Está com potássio alto no sangue? Como baixar através da alimentação

Está com potássio alto no sangue? Como baixar através da alimentação Está com potássio alto no sangue? Como baixar através da alimentação

Você sabia que, quando consumido em excesso, o potássio pode ser muito prejudicial à saúde? A hipercaliemia (ou hiperpotassemia), para quem não conhece,...

> Leia mais
Bolo de banana com aveia fit: conheça opções para variar na receita

Bolo de banana com aveia fit: conheça opções para variar na receita Bolo de banana com aveia fit: conheça opções para variar na receita

Preparar sobremesas saudáveis e ao mesmo tempo saborosas não precisa ser algo difícil, sabia? Usando ingredientes mais naturais - como frutas, açúcar de coco...

> Leia mais
Fruta mangostão é exótica e cheia de nutrientes! Conheça seus benefícios

Fruta mangostão é exótica e cheia de nutrientes! Conheça seus benefícios Fruta mangostão é exótica e cheia de nutrientes! Conheça seus benefícios

Originário do sudeste asiático, o mangostão (ou mangostin) é uma fruta exótica bem suculenta, de sabor suave e altamente benéfica para a saúde. Além de ser...

> Leia mais
Para que serve o chá de erva-doce? 5 motivos para passar a consumi-lo

Para que serve o chá de erva-doce? 5 motivos para passar a consumi-lo Para que serve o chá de erva-doce? 5 motivos para passar a consumi-lo

Fonte de propriedades nutritivas e calmantes, o chá de erva-doce é uma bebida cheia de benefícios para a saúde! Assim como os de camomila e alfazema, ele é...

> Leia mais
Como fazer compota de berinjela sem erros

Como fazer compota de berinjela sem erros Como fazer compota de berinjela sem erros

Feita geralmente com a polpa de frutas, legumes e outros vegetais, a compota é um tipo de conserva (que pode ser salgada ou doce) que costuma ser servida com...

> Leia mais
4 frutas com S exóticas ricas em nutrientes

4 frutas com S exóticas ricas em nutrientes 4 frutas com S exóticas ricas em nutrientes

Você já deve ter reparado que existem tantos tipos de frutas ao redor do mundo que listar todas elas parece uma tarefa impossível. Mas para explorar um...

> Leia mais
Exercício de ponte fortalece músculos e coluna! Saiba mais sobre ele

Exercício de ponte fortalece músculos e coluna! Saiba mais sobre ele Exercício de ponte fortalece músculos e coluna! Saiba mais sobre ele

Está procurando um exercício simples e eficiente para fazer em casa? Indicado para fortalecer os glúteos e a musculatura da perna, o exercício de ponte pode...

> Leia mais