Organismo protegido: Descubra 6 alimentos ricos em flavonoides

<strong>Uva –</strong> As uvas e seus derivados (vinho tinto e suco de uva) são ricos em catequinas e estão associadas à redução no risco de doenças cardíacas
<strong>Uva –</strong> As uvas e seus derivados (vinho tinto e suco de uva) são ricos em catequinas e estão associadas à redução no risco de doenças cardíacas
<strong>Uva –</strong> As uvas e seus derivados (vinho tinto e suco de uva) são ricos em catequinas e estão associadas à redução no risco de doenças cardíacas
<strong>Uva –</strong> As uvas e seus derivados (vinho tinto e suco de uva) são ricos em catequinas e estão associadas à redução no risco de doenças cardíacas
<strong>Uva –</strong> As uvas e seus derivados (vinho tinto e suco de uva) são ricos em catequinas e estão associadas à redução no risco de doenças cardíacas
<strong>Uva –</strong> As uvas e seus derivados (vinho tinto e suco de uva) são ricos em catequinas e estão associadas à redução no risco de doenças cardíacas
Uva – As uvas e seus derivados (vinho tinto e suco de uva) são ricos em catequinas e estão associadas à redução no risco de doenças cardíacas
<strong>Uva –</strong> As uvas e seus derivados (vinho tinto e suco de uva) são ricos em catequinas e estão associadas à redução no risco de doenças cardíacas
<strong>Uva –</strong> As uvas e seus derivados (vinho tinto e suco de uva) são ricos em catequinas e estão associadas à redução no risco de doenças cardíacas
<strong>Uva –</strong> As uvas e seus derivados (vinho tinto e suco de uva) são ricos em catequinas e estão associadas à redução no risco de doenças cardíacas
<strong>Uva –</strong> As uvas e seus derivados (vinho tinto e suco de uva) são ricos em catequinas e estão associadas à redução no risco de doenças cardíacas
<strong>Uva –</strong> As uvas e seus derivados (vinho tinto e suco de uva) são ricos em catequinas e estão associadas à redução no risco de doenças cardíacas
<strong>Uva –</strong> As uvas e seus derivados (vinho tinto e suco de uva) são ricos em catequinas e estão associadas à redução no risco de doenças cardíacas
O nome pode até soar estranho e suas funções não serem das mais conhecidas, porém os flavonoides fazem parte diária das nossas vidas, sobretudo na alimentação. Compostos bioativos encontrados em frutas, legumes, verduras e, até mesmo, em cafés e no chás, eles possuem propriedades antioxidantes, como a vitamina C, e anti-inflamatórias que ajudam na defesa de diversas doenças e auxiliam o bom funcionamento do organismo.

Os flavonoides já despertaram interesse no meio acadêmico, tornando-se objeto de muitos estudos, mas há consenso de que ainda há muitas funcionalidades a serem descobertas por trás desses compostos. No entanto, pesquisas recentes detectaram que o consumo regular de alimentos ricos na substância pode prevenir doenças como o câncer e problemas cardiovasculares. De acordo com as análises nutricionais, o ideal é ingerir 31 mg do nutriente por dia.

"Os flavonoides são substâncias encontradas nos mais diversos alimentos e que auxiliam a proteger a saúde do nosso organismo. Eles estão associados a uma redução no risco de desenvolvimento de diversas doenças, por sua ação antioxidante, que defende as células contra os danos causados pelos ataques dos radicais livres, assim retardando o envelhecimento precoce", destacou o nutricionista Bruno Chlamtac.


Fáceis de serem encontrados

A lista dos alimentos ricos em flavonoides é grande. Há diversos alimentos que são fonte desses compostos orgânicos e, o melhor, é que eles são facilmente encontrados em qualquer mercado. Os flavonoides estão presentes em frutas como uva, morango, maçã, romã, blueberry, framboesa e em outras de coloração avermelhada; em vegetais como brócolis, espinafre, couve e cebola; em cereais e sementes, como nozes, soja, linhaça, e até no chocolate e no mel.

Por isso, tente sempre inclui-los em sua dieta. Uma dica final é montar o prato de maneira bem colorida, pois muitas frutas e vegetais coloridos são ricos em flavonoides. Sempre que for possível, para que não seja prejudicado pelos efeitos persistentes de pesticidas e fertilizantes, dê preferência a alimentos de origem orgânica.


6 alimentos ricos em flavonoides!

Cebola – Esse vegetal é uma das principais fontes de flavonoides na dieta regular das pessoas. Além disso, as cebolas são conhecidas por suas propriedades anti-inflamatória e antibacterianas.

Maçã –
Essa fruta é rica em vitaminas, sais minerais, fibras e um flavonoide chamado quercitina, que ajuda a reduzir o risco de doenças vasculares cerebrais (como o AVC) e certos cânceres.

Brócolis –
Esse vegetal é rico em flavonoides que previnem o desenvolvimento de câncer, sobretudo o câncer de pulmão de fumantes.

Uva –
As uvas e seus derivados (vinho tinto e suco de uva) são ricos em catequinas e estão associadas à redução no risco de doenças cardíacas, infarto do coração e redução do colesterol no sangue.

Alho –
É rico em flavonoides e compostos sulfurados que têm propriedades anti-inflamatórias, antibacterianas e antivirais. Estudos também mostram que o alho ajuda a reduzir os níveis de colesterol no sangue e prevenir doenças cardíacas.

Soja –
O grão de soja é rico em isoflavonas com importantes funções no aparelho reprodutor feminino. As isoflavonas da soja são usadas para reduzir os sintomas da menopausa, da osteoporose de colesterol no sangue.
Mais noticias com...
Receitas:
Cebola
Ver Mais

Últimas Matérias

Casca de maracujá: 5 motivos para nunca desperdiçar essa parte fibrosa da fruta

Casca de maracujá: 5 motivos para nunca desperdiçar essa parte fibrosa da fruta Casca de maracujá: 5 motivos para nunca desperdiçar essa parte fibrosa da fruta

Nada mais gostoso que um suco de maracujá para relaxar, não é mesmo? A fruta é famosa pelo seu sabor inigualável e suas propriedades calmantes. Mas o que...

> Leia mais
Receitas com pitaya: 4 opções saudáveis que farão você se deliciar com a fruta

Receitas com pitaya: 4 opções saudáveis que farão você se deliciar com a fruta Receitas com pitaya: 4 opções saudáveis que farão você se deliciar com a fruta

A pitaya é uma fruta deliciosa e ainda pouco conhecida por muita gente. Apelidada de "fruta do dragão", por suas cores diferentes e chamativas e seu aspecto...

> Leia mais
Oca do Peru: os benefícios desse tubérculo famoso na culinária andina

Oca do Peru: os benefícios desse tubérculo famoso na culinária andina Oca do Peru: os benefícios desse tubérculo famoso na culinária andina

Ao ler o nome oca talvez você pense que estamos falando sobre a moradia tradicional indígena, mas não! Também conhecida como oca do Peru, esse tubérculo é...

> Leia mais
Você conhece o glutamato monossódico? Saiba os perigos do realçador de sabor

Você conhece o glutamato monossódico? Saiba os perigos do realçador de sabor Você conhece o glutamato monossódico? Saiba os perigos do realçador de sabor

Você provavelmente já passou por ele sem nem perceber várias vezes. Isso porque esse ingrediente se disfarça sob várias "identidades": realçador de sabor,...

> Leia mais
Alimentos com flúor são bons ou ruins para a saúde? Saiba mais sobre o mineral

Alimentos com flúor são bons ou ruins para a saúde? Saiba mais sobre o mineral Alimentos com flúor são bons ou ruins para a saúde? Saiba mais sobre o mineral

Você com certeza já ouviu falar do flúor na hora de ir ao dentista, ou nas indicações para comprar algum creme ou enxaguante bucal. Porém, apesar de não...

> Leia mais
Marmitas frias para o dia a dia: 6 ideias saudáveis para comer a qualquer hora

Marmitas frias para o dia a dia: 6 ideias saudáveis para comer a qualquer hora Marmitas frias para o dia a dia: 6 ideias saudáveis para comer a qualquer hora

A gente sabe que ser saudável não é uma tarefa fácil em um primeiro momento. Afinal, para que ter trabalho levando comida de casa para o trabalho ou...

> Leia mais
Bactérias na comida são um perigo! Entenda por que armazenar bem os alimentos

Bactérias na comida são um perigo! Entenda por que armazenar bem os alimentos Bactérias na comida são um perigo! Entenda por que armazenar bem os alimentos

Quando você chega do mercado o que faz com as compras? Provavelmente guarda cada alimento no seu respectivo destino, certo? O problema é que às vezes surge...

> Leia mais
Depressão pós-parto e alimentação: os nutrientes que ajudam a evitá-la

Depressão pós-parto e alimentação: os nutrientes que ajudam a evitá-la Depressão pós-parto e alimentação: os nutrientes que ajudam a evitá-la

A cada quatro mães de recém-nascidos brasileiras, uma sofre de depressão pós-parto. Com os hormônios ainda em reajuste, a mulher pode experimentar um período...

> Leia mais
5 aplicativos para lembrar de beber água que vão te ajudar a se manter hidratado

5 aplicativos para lembrar de beber água que vão te ajudar a se manter hidratado 5 aplicativos para lembrar de beber água que vão te ajudar a se manter hidratado

A água representa 70% do nosso organismo e é essencial para o nosso corpo. Inclusive, beber água é, muitas vezes, receituário médico em diversas situações....

> Leia mais
10 benefícios do feijão azuki que valem a pena conhecer

10 benefícios do feijão azuki que valem a pena conhecer 10 benefícios do feijão azuki que valem a pena conhecer

Se tem uma coisa que não pode faltar na casa do brasileiro, decididamente, é o feijão. E por aqui a gente tem vários tipos: feijão preto, branco, manteiga,...

> Leia mais