Nutrição holística: o que é? Entenda mais sobre esse tipo de alimentação

A nutrição holística é uma filosofia que busca, através de um plano alimentar funcional, o equilíbrio entre mente e corpo
A nutrição holística é uma filosofia que busca, através de um plano alimentar funcional, o equilíbrio entre mente e corpo
Luciana Novaes

Consultor:

Luciana Novaes

Nutricionista mestre em Saúde Pública pela FIOCRUZ com especialização em Saúde Materna e Infantil e Nutrição Clínica e Estética pelo IPGS

Já pensou em usar a alimentação a seu favor para equilibrar o corpo e a mente? Essa é a proposta da nutrição holística, filosofia alimentar que utiliza os alimentos como medicamentos, tratando as enfermidades de maneira natural, mantendo o organismo saudável e aumentando a nossa disposição no dia a dia.

A palavra 'holística' tem sua origem no grego holos, que significa "todo" ou "inteiro", ou seja, utiliza a alimentação integralmente, trazendo benefícios para o corpo e para a mente. Os benefícios desse plano alimentar incluem a desintoxicação, aumentando a absorção dos nutrientes, o emagrecimento equilibrado e uma melhora na qualidade de vida dos praticantes.

A nutricionista Luciana Novaes explica que não existe uma dieta pré-estabelecida para essa alimentação, a saúde (física e mental) das pessoas é levada em consideração, para então, a criação de um cardápio que atenda às necessidades de cada uma delas:

"O plano alimentar tem um foco que lembra a alimentação funcional, utilizando as propriedades e benefícios que o alimento pode fornecer, de acordo com a necessidade individual de cada pessoa, usando o conceito holístico onde mente e corpo são tratados em conjunto", explica a profissional que responde algumas dúvidas sobre a nutrição holística. Confira:

Como funciona a alimentação holística?

Segundo a profissional, não existe uma forma específica, nem uma dieta já estabelecida para esse tipo de cuidado. No cuidado holístico, se pensa em integrar o ser humano com o seu ambiente e com isso ter alguns benefícios como o aumento da disposição física, retardo do envelhecimento, aumento da imunidade, desintoxicação de vários órgãos - em especial fígado, estômago e intestinos -, melhora da retenção de líquidos, melhora do humor e diminuição da TPM.

"Com isso, quando alguém reclama de uma dor no corpo, se procura sobre os órgãos que podem estar em sofrimento, qual campo emocional que pode estar sendo comprometido e se escolhe alimentos que trarão o reequilíbrio da saúde, sem a utilização de medicamentos como primeira medida", ressalta a nutricionista.

Qualquer pessoa pode fazer a alimentação holística?

Qualquer pessoa pode aderir a nutrição holística, que está de acordo com o Guia Alimentar para a População Brasileira, orientado pelo Ministério da Saúde, e que visa uma integração do todo, uma alimentação mais natural, excluindo da dieta alimentos com alto teor de processamento industrial.

"Essa alimentação oferece um cuidado que pode ser utilizado desde o bebê com 6 meses até o envelhecimento, onde nada é proibido, mas se faz escolhas melhores para que corpo e mente caminhem juntos para um estado de saúde pleno", reitera Luciana Novaes.

Quais são os cuidados necessários com a nutrição holística?

A escolha do tipo de alimento e a forma de cultivo e criação de animais são muito importantes: prefira os vegetais orgânicos (brócolis, abóbora, couve), alimentos frescos, carnes de animais criados livres e sem utilização de hormônios, temperos naturais, comidas cozidas ou assadas, cereais integrais (arroz, trigo, cereal).

"Evite sal e temperos industrializados, conservas, açúcar refinado, farinha branca, frituras, alimentos processados e ultraprocessados (industrializados), vegetais com altas cargas de agrotóxicos, carnes de animais criados em confinamento, alimentos preparados em micro-ondas", recomenda a especialista.

Dicas da nutricionista para começar a alimentação holística

1 - Comece aos poucos, optar por uma mudança radical só funciona em alguns dias, depois a pessoa acaba desistindo e retornando a velhos hábitos. Escolha mudar um ponto de cada vez na alimentação, optando por uma forma de se alimentar mais saudável e quando essa fizer parte de sua rotina, vá incorporando outra forma de cuidado.

2 - Preste atenção ao seu corpo. Normalmente percebemos as coisas que nos fazem mal e continuamos insistindo na prática, como se de uma hora para outra seu efeito fosse ser diferente sobre nosso corpo. Por exemplo: uma pessoa que sempre passa mal comendo frituras, que ao invés de mudar a forma de preparar o alimento, insiste na preparação mais gordurosa que o corpo não suporta e faz uso, depois, de medicamento para aliviar os sintomas.

3 - Limite o consumo de carnes e produtos de origem animal, dando preferência aos vegetais e diminuição de toxinas no organismo.

Mais noticias com...
Receitas:
Couve
Ver Mais

Últimas Matérias

O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde

O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde

Você sabe o que é o glúten? Diferentemente do que é dito comumente, o glúten não é o vilão da alimentação e nem sempre ele precisa ser retirado da rotina...

> Leia mais
Lanche para noite: o que comer antes de dormir

Lanche para noite: o que comer antes de dormir Lanche para noite: o que comer antes de dormir

O lanche da noite é importante para quem costuma acordar com fome de madrugada e acaba perdendo o sono por isso. Também conhecida como ceia da noite, a...

> Leia mais
Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde

Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde

O café está muito presente no dia a dia, mas você já ouviu falar que ele também é indicado como pré treino natural? Investir em alimentos saudáveis antes de...

> Leia mais
Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais

Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais

Comer salada todo dia é um hábito super saudável, mas se o molho que acompanha as folhas não for tão natural quanto elas, o potencial nutricional do prato...

> Leia mais
Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer

Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer

A granola é um alimento orgânico que não pode faltar na cozinha. Isso porque ele é energético e extremamente versátil, podendo fazer parte de diferentes...

> Leia mais
Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana

Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana

O vegetarianismo é uma prática que tem se tornado cada vez mais comum entre o público infantojuvenil. O cardápio exclui qualquer tipo de carne das refeições,...

> Leia mais
Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana

Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana

Os alimentos ricos em proteínas são fundamentais para a manutenção da saúde do organismo. Afinal, os macronutrientes são responsáveis por gerar energia para...

> Leia mais
Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida

Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida

Já ouviu dizer que chá de alho com limão faz bem para a saúde? A bebida é conhecida popularmente como uma opção caseira para melhorar quadros de gripe e...

> Leia mais
Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde

Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde

Na correria do dia a dia, às vezes o tempo fica curto para preparar as refeições, não é mesmo? É justamente nessas situações que é muito importante escolher...

> Leia mais
Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes

Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes

O almoço e o jantar só ficam completos quando tem uma salada verde para acompanhar, não é mesmo? Sendo servida como entrada ou ao lado de massas, panquecas,...

> Leia mais