Dia das crianças: Como negociar a alimentação com o seu filho? Veja 6 dicas

No dia da crianças é importante destacarmos a necessidade de uma atenção especial à alimentação infantil. Saber
No dia da crianças é importante destacarmos a necessidade de uma atenção especial à alimentação infantil. Saber
No dia da crianças é importante destacarmos a necessidade de uma atenção especial à alimentação infantil. Saber
No dia da crianças é importante destacarmos a necessidade de uma atenção especial à alimentação infantil. Saber
No dia da crianças é importante destacarmos a necessidade de uma atenção especial à alimentação infantil. Saber
No dia da crianças é importante destacarmos a necessidade de uma atenção especial à alimentação infantil. Saber
No dia da crianças é importante destacarmos a necessidade de uma atenção especial à alimentação infantil. Saber "negociar" o alimentos é essencial para que os pequenos cresçam com saúde e bons hábitos de vida.
No dia da crianças é importante destacarmos a necessidade de uma atenção especial à alimentação infantil. Saber
No dia da crianças é importante destacarmos a necessidade de uma atenção especial à alimentação infantil. Saber
No dia da crianças é importante destacarmos a necessidade de uma atenção especial à alimentação infantil. Saber
No dia da crianças é importante destacarmos a necessidade de uma atenção especial à alimentação infantil. Saber
No dia da crianças é importante destacarmos a necessidade de uma atenção especial à alimentação infantil. Saber
No dia da crianças é importante destacarmos a necessidade de uma atenção especial à alimentação infantil. Saber
Carolina Xavier

Consultor:

Carolina Xavier

Nutricionista clínica e esportiva graduada pela UFRJ, possui pós-graduação em Nutrição Esportiva e Estética voltada para o Wellness

"Negociar" é propor uma troca que seja satisfatória para toda as partes. Nesse sentido, quando falamos em alimentação infantil, pais e mães precisam ter a habilidade de um verdadeiro especialista para deixar nossos filhos longe das tentações do dia a dia. Nesse dia das crianças, com paciência, o momento pode servir como o início de uma boa reeducação alimentar, voltada à saúde e aos nutrientes necessários para o bom desenvolvimento dos pequenos! Veja algumas dicas para "negociar" a alimentação com o seu filho.

Bons hábitos alimentares começam na infância e é dessa forma que é possível conseguir negociar mais facilmente os costumes da criançada. Introduzir novos alimentos, diversificar nas cores do prato e manter uma rotina alimentar, é questão de tempo, dedicação e criatividade, afinal, os pequenos têm sempre uma resposta na ponta da língua para as novidades que lhe são apresentadas. Segundo a nutricionista Carolina Xavier, apresentar os alimentos de forma colorida e saborosa, pode ajudar a incentivar a alimentação:

"A forma de preparo dos alimentos vai determinar a aprovação ou não dos pequenos. Você ainda pode esconder alguns desses alimentos em preparações, como em suflês, panquecas, risotos", explica a profissional, apresentando 6 dicas importantes que ajudarão a dar um "up" na alimentação do seu filho. Confira!

6 dicas para negociar a alimentação com as crianças

1 - Não use o alimento como moeda de troca: Se em uma refeição o seu filho comer algo saudável por obrigação, por apenas ter a garantia que vai comer alguma guloseima mais tarde, fará com que encare os hábitos saudáveis como um dever e não algo natural e benéfico.

2 - Os adultos precisam dar o exemplo: Não adianta você falar para o seu filho comer verduras, legumes e frutas se você não consome nada disso. O exemplo vem dos mais velhos e as crianças se espelham nisso. Sente-se ao lado dele e mostre como pode ser prazeroso comer tal alimento.

3 - Evite fazer comentários se a criança não aceitar a primeira vez: A repetição da exposição ao alimento fará com que se acostume ao sabor e característica. Apresente o alimento um por um. Nunca comente se a criança não gosta daquilo porque está apenas fazendo birra.

4 - Deixe a criança se servir: Para que ela se torne um adulto consciente, peça que ele ou ela coloque apenas o que vai comer no prato para que não jogue fora pois existem muitas pessoas passando fome. Explique sobre o desperdício e as consequências que podem levar. É uma maneira de ensiná-lo e conscientizá-lo desde criança.

5 - Não a force comer tudo que está no prato: Temos que entender que a criança não come que nem um adulto e que sua necessidade é diferente da nossa. Respeite sua individualidade e deixe que ele coma o que vai lhe satisfazer.

6 - Inove na preparação: Caso você já tenha servido um alimento e ele não tenha gostado, experimente prepará-lo de outra maneira, com outros ingredientes e estimule-o a provar novamente. É assim que vamos adequando e aprimorando o paladar das crianças!

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

4 frutas amarelas excelentes para a sua saúde

4 frutas amarelas excelentes para a sua saúde 4 frutas amarelas excelentes para a sua saúde

Que as frutas são essenciais para uma alimentação saudável, todo mundo já sabe. Algumas delas, inclusive, como a banana, o maracujá e a manga, possuem...

> Leia mais
Chocolate em pó tem lactose? Descubra se intolerantes podem consumi-lo

Chocolate em pó tem lactose? Descubra se intolerantes podem consumi-lo Chocolate em pó tem lactose? Descubra se intolerantes podem consumi-lo

Quem tem alergia ou intolerância à lactose precisa tomar diversos cuidados com a dieta - tais como seguir um plano alimentar rígido e olhar sempre com...

> Leia mais
Chá de jasmim tem benefícios de sobra! Descubra as suas propriedades

Chá de jasmim tem benefícios de sobra! Descubra as suas propriedades Chá de jasmim tem benefícios de sobra! Descubra as suas propriedades

Além de ser uma flor bem bonita e aromática, o jasmim é fonte de antioxidantes e diferentes propriedades medicinais, sendo muito indicado para o preparo de...

> Leia mais
Kani é saudável? Conheça os prós e contras desse alimento

Kani é saudável? Conheça os prós e contras desse alimento Kani é saudável? Conheça os prós e contras desse alimento

Muito usado na culinária japonesa, o kani kama é um alimento feito à base de frutos do mar que pode ser servido com arroz, macarrão ou até como...

> Leia mais
Que tal praticar futevôlei? Conheça esse esporte criado nas areias cariocas

Que tal praticar futevôlei? Conheça esse esporte criado nas areias cariocas Que tal praticar futevôlei? Conheça esse esporte criado nas areias cariocas

Conhecido como uma modalidade esportiva de areia, o futevôlei faz um enorme sucesso nas praias cariocas e ao redor do mundo. Criado por volta de 1960 no Rio...

> Leia mais
O que é picles e como fazer essa conserva

O que é picles e como fazer essa conserva O que é picles e como fazer essa conserva

Usado no preparo de saladas, sanduíches e outras receitas, o picles nada mais é do que uma forma de preparar e consumir legumes e vegetais, reaproveitando os...

> Leia mais
Conhece alguma fruta com Q? Veja espécies supernutritivas

Conhece alguma fruta com Q? Veja espécies supernutritivas Conhece alguma fruta com Q? Veja espécies supernutritivas

Que tal experimentar frutas de diferentes espécies para ampliar o cardápio e preparar novas receitas? No Brasil, existem milhares de opções nativas e...

> Leia mais
Como fazer yakisoba tradicional, prato com legumes rico em nutrientes

Como fazer yakisoba tradicional, prato com legumes rico em nutrientes Como fazer yakisoba tradicional, prato com legumes rico em nutrientes

De origem japonesa, o yakisoba nada mais é que um tipo de macarrão servido com diferentes legumes, temperos e, geralmente, incrementado com molho shoyu....

> Leia mais
Comida portuguesa: 5 pratos para se apaixonar por essa culinária

Comida portuguesa: 5 pratos para se apaixonar por essa culinária Comida portuguesa: 5 pratos para se apaixonar por essa culinária

A influência portuguesa na culinária brasileira é inegável. Mas quando se trata dos pratos típicos desse país europeu, nem todo mundo conhece as referências!...

> Leia mais
Arroz tem açúcar? Entenda sua relação com a glicose

Arroz tem açúcar? Entenda sua relação com a glicose Arroz tem açúcar? Entenda sua relação com a glicose

Embora tenha apenas 0,1 gramas de açúcar por porção, o arroz é um alimento caracteristicamente conhecido por influenciar no aumento da glicose. Por isso,...

> Leia mais