Comida requentada perde nutrientes? 8 dicas para reaproveitar a sua alimentação!

Além de preservar o sabor, a comida requentada também pode garantir os nutrientes da refeição inicial. É só seguir alguns passos básicos
Além de preservar o sabor, a comida requentada também pode garantir os nutrientes da refeição inicial. É só seguir alguns passos básicos
Carine Rodrigues

Consultor:

Carine Rodrigues

Formada pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), é pós-graduanda em Terapia Nutricional pela GANEP.

Quem nunca aproveitou o que sobrou do delicioso almoço de domingo para garantir as refeições de uma semana inteira? A prática de requentar comida é muito normal, principalmente para quem precisa otimizar tempo na cozinha. A boa notícia é que, feita de forma correta, esse hábito pode fazer parte de uma alimentação saudável, conferindo sabor e os nutrientes das comidas por períodos mais longos.

Seja no forno micro-ondas, no fogão ou em banho-maria, requentar a comida é uma prática saudável e uma boa maneira de economizar um pouquinho, evitando também o desperdício de alimentos. Segundo a nutricionista Carine Rodrigues, contudo, é necessário ter alguns cuidados inclusive com o preparo das receitas, para garantir o reaquecimento saudável:

"Algumas vitaminas como, por exemplo, a vitamina C (ácido ascórbico), B1 (tiamina), B5 (ácido pantotênico) e B9 (ácido fólico), são instáveis a presença de calor, ou seja, são perdidas quando submetidas ao aquecimento. Portanto, devemos ter alguns cuidados na cocção dos alimentos, para evitar a perda de nutrientes", explica a profissional.

Como podemos reaproveitar as comidas de forma saudável e sem perder os nutrientes?

1 - Cozinhe os alimentos com pouca água e em curto tempo: Os alimentos e suas propriedades nutricionais não suportam grandes temperaturas por muito tempo, seus nutrientes podem ser perdidos no cozimento, por isso, deixe apenas o tempo ideal.

2 - Cozinhe as hortaliças no vapor: Cozer a vapor é uma das formas mais saudáveis de cozinhar. Embora o processo demore um pouco mais que o normal, o cozimento conserva os nutrientes (vitaminas e minerais) e garantem um sabor mais natural dos alimentos. As hortaliças permanecem mais nutritivas e mais saborosas.

3 - Os tubérculos devem ser coccionados com casca: As cascas desses alimentos (cenoura, batata doce, beterraba, aipim, inhame, etc), muitas vezes, possuem mais nutrientes, por isso, ao cozer junto às cascas, que são ricas em fibras alimentares, se torna mais uma maneira de garantir que os nutrientes dos tubérculos não sejam perdidos.

4 - Descongele os alimentos na geladeira: No lugar de utilizar o microondas para descongelar, tire-os com antecedência e deixe-os na geladeira, assim, na hora do preparo da sua refeição, o alimento já estará descongelado, sendo necessário apenas reaquecer.

5 - Espere o alimento esfriar: Nada de terminar de cozinhar e colocá-lo direto na geladeira: "Deve-se esperar o esfriamento dos alimentos para serem armazenados. Não ultrapassando o período de duas horas em temperatura ambiente", alerta a profissional.

6 - Reaqueça apenas uma vez: Caso tenha sobrado muita comida, divida em pequenas porções para que esse processo não seja repetido: "O reaquecimento dos alimentos deve ser realizado apenas uma vez, a temperatura superior ou igual a 74º C", indica Carine.

7 - Onde requentar: Segundo a nutricionista, o reaquecimento pode ser feito no forno, em banho-maria ou no microondas: "Entretanto, deve-se ter cuidado com o reaquecimento feito no microondas, pois o aquecimento não é o mesmo em todas as partes, na metade do processo deve-se retirar o recipiente, mexer o alimento e continuar o processo. É importante que todo o alimento atinja no mínimo 74ºC para reduzir o risco de intoxicação alimentar", analisa a profissional.

8 - Reutilize a água do cozimento: Como alguns nutrientes e propriedades são deixados na água de cozimento, a nutricionista Carine Rodrigues indica que esta água seja utilizada para o preparo de sopas, na preparação do arroz ou no cozimentos de massas.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde

O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde

Você sabe o que é o glúten? Diferentemente do que é dito comumente, o glúten não é o vilão da alimentação e nem sempre ele precisa ser retirado da rotina...

> Leia mais
Lanche para noite: o que comer antes de dormir

Lanche para noite: o que comer antes de dormir Lanche para noite: o que comer antes de dormir

O lanche da noite é importante para quem costuma acordar com fome de madrugada e acaba perdendo o sono por isso. Também conhecida como ceia da noite, a...

> Leia mais
Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde

Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde

O café está muito presente no dia a dia, mas você já ouviu falar que ele também é indicado como pré treino natural? Investir em alimentos saudáveis antes de...

> Leia mais
Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais

Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais

Comer salada todo dia é um hábito super saudável, mas se o molho que acompanha as folhas não for tão natural quanto elas, o potencial nutricional do prato...

> Leia mais
Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer

Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer

A granola é um alimento orgânico que não pode faltar na cozinha. Isso porque ele é energético e extremamente versátil, podendo fazer parte de diferentes...

> Leia mais
Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana

Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana

O vegetarianismo é uma prática que tem se tornado cada vez mais comum entre o público infantojuvenil. O cardápio exclui qualquer tipo de carne das refeições,...

> Leia mais
Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana

Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana

Os alimentos ricos em proteínas são fundamentais para a manutenção da saúde do organismo. Afinal, os macronutrientes são responsáveis por gerar energia para...

> Leia mais
Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida

Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida

Já ouviu dizer que chá de alho com limão faz bem para a saúde? A bebida é conhecida popularmente como uma opção caseira para melhorar quadros de gripe e...

> Leia mais
Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde

Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde

Na correria do dia a dia, às vezes o tempo fica curto para preparar as refeições, não é mesmo? É justamente nessas situações que é muito importante escolher...

> Leia mais
Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes

Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes

O almoço e o jantar só ficam completos quando tem uma salada verde para acompanhar, não é mesmo? Sendo servida como entrada ou ao lado de massas, panquecas,...

> Leia mais