Alergia ou intolerância alimentar? Existem diferenças? Saiba mais!

Apesar de serem muitas vezes colocadas como sinônimos para explicar
Apesar de serem muitas vezes colocadas como sinônimos para explicar
Apesar de serem muitas vezes colocadas como sinônimos para explicar
Apesar de serem muitas vezes colocadas como sinônimos para explicar
Apesar de serem muitas vezes colocadas como sinônimos para explicar "reações estranhas" no corpo quando comemos algo que nosso organismo não aceita bem, alergia e intolerância alimentar são causas diferentes e que também devem se tratadas de formas distintas.
Apesar de serem muitas vezes colocadas como sinônimos para explicar
Apesar de serem muitas vezes colocadas como sinônimos para explicar
Apesar de serem muitas vezes colocadas como sinônimos para explicar
Apesar de serem muitas vezes colocadas como sinônimos para explicar
Caroline Codonho

Consultor:

Caroline Codonho

Formada no Centro Universitário São Camilo, tem 3 pós-graduações: Saúde da Família e Comunidade (IEP Albert Einstein), Fisiologia e Metabolismo Aplicados a Nutrição e Atividade Física (ICB-USP) e Nutrição Clínica Funcional e Fitoterapia (VP/ UNICSUL)

Você sabia que há diferenças entre intolerância alimentar e alergia? Apesar de serem muitas vezes colocadas como sinônimos para explicar "reações estranhas" no corpo quando comemos algo que nosso organismo não "aceita" bem e, os primeiros sintomas serem, em grande parte, parecidos, as causas e a duração de cada uma são muito diferentes. Conheça mais sobre essas condições, suas divergências e como a alimentação orientada pode solucionar o problema sem prejudicar a nutrição!

Para entender a diferença entre os dois quadros é preciso conhecer o que de fato acontece com o nosso corpo em cada situação e suas distintas reações. Segundo a nutricionista Caroline Codonho, as alergias alimentares ocorrem via ativação do sistema imunológico (de defesa do organismo), podendo apresentar manifestações em diversos sistemas do corpo. "Em geral, elas estão relacionadas às proteínas alimentares e o organismo as identifica como corpos estranhos. Os mecanismos de hipersensibilidade são diversos e, com isso, as reações podem ser mais brandas ou mais graves, assim como passíveis de reversão ou não", explica a especialista.

Já a intolerância alimentar é mais branda, porém não é reversível. Ela é causada por uma incapacidade do nosso corpo de digerir um determinado carboidrato, por falta de uma enzima que facilite esse processo. Diferente da alergia, a intolerância só leva a sintomas gastrointestinais, como gases, distensão abdominal e a diarreia. Por isso, quem tem intolerância pode consumir, em pequenas quantidades, alimentos que possuam o carboidrato que o corpo não processa.

Leite: Fator de alergia ou intolerância alimentar? Como proceder?

Um alimento muito estudado e visto na prática de atendimento nutricional, tanto com relação à alergia alimentar quanto à intolerância, é o leite e seus derivados. De acordo com Codonho, para pessoas alérgicas a proteína do leite não adianta consumirem a versão sem lactose, pois apenas o açúcar do leite (a lactose) é retirado, mas as proteínas continuam na composição.

"Uma das alergias alimentares mais estudadas é relacionada ao leite, principalmente por ser o primeiro alimento que recebemos ao nascer. Nesse caso, segundo a Sociedade Brasileira de Nutrição Enteral e Parenteral ela é reversível em 85% dos casos, apenas com a exclusão e com o amadurecimento do sistema imune", revela a especialista. No caso da intolerância ligada ao leite, a reação à lactose, açúcar do alimento, será para a vida toda, mas não impede que esse carboidrato seja consumido em quantidades pequenas.

Para a nutricionista, tanto para as alergias alimentares quanto para as intolerâncias a principal conduta é a retirada do alimento relacionado com o processo. E, para fazê-lo é necessário ter orientação profissional adequada para que não aconteçam quadros de desnutrição ou anemia. "Nas alergias alimentares o seu processo de avaliação é realizado através de exames sanguíneos para analisar se os marcadores estão diminuindo. Já para as intolerâncias as avaliações podem ser tanto por sintomas quanto por exames bioquímicos, para alguns alimentos", finaliza.

Mais noticias com...
Receitas:
Leite
Ver Mais

Últimas Matérias

Está com potássio alto no sangue? Como baixar através da alimentação

Está com potássio alto no sangue? Como baixar através da alimentação Está com potássio alto no sangue? Como baixar através da alimentação

Você sabia que, quando consumido em excesso, o potássio pode ser muito prejudicial à saúde? A hipercaliemia (ou hiperpotassemia), para quem não conhece,...

> Leia mais
Bolo de banana com aveia fit: conheça opções para variar na receita

Bolo de banana com aveia fit: conheça opções para variar na receita Bolo de banana com aveia fit: conheça opções para variar na receita

Preparar sobremesas saudáveis e ao mesmo tempo saborosas não precisa ser algo difícil, sabia? Usando ingredientes mais naturais - como frutas, açúcar de coco...

> Leia mais
Fruta mangostão é exótica e cheia de nutrientes! Conheça seus benefícios

Fruta mangostão é exótica e cheia de nutrientes! Conheça seus benefícios Fruta mangostão é exótica e cheia de nutrientes! Conheça seus benefícios

Originário do sudeste asiático, o mangostão (ou mangostin) é uma fruta exótica bem suculenta, de sabor suave e altamente benéfica para a saúde. Além de ser...

> Leia mais
Para que serve o chá de erva-doce? 5 motivos para passar a consumi-lo

Para que serve o chá de erva-doce? 5 motivos para passar a consumi-lo Para que serve o chá de erva-doce? 5 motivos para passar a consumi-lo

Fonte de propriedades nutritivas e calmantes, o chá de erva-doce é uma bebida cheia de benefícios para a saúde! Assim como os de camomila e alfazema, ele é...

> Leia mais
Como fazer compota de berinjela sem erros

Como fazer compota de berinjela sem erros Como fazer compota de berinjela sem erros

Feita geralmente com a polpa de frutas, legumes e outros vegetais, a compota é um tipo de conserva (que pode ser salgada ou doce) que costuma ser servida com...

> Leia mais
4 frutas com S exóticas ricas em nutrientes

4 frutas com S exóticas ricas em nutrientes 4 frutas com S exóticas ricas em nutrientes

Você já deve ter reparado que existem tantos tipos de frutas ao redor do mundo que listar todas elas parece uma tarefa impossível. Mas para explorar um...

> Leia mais
Exercício de ponte fortalece músculos e coluna! Saiba mais sobre ele

Exercício de ponte fortalece músculos e coluna! Saiba mais sobre ele Exercício de ponte fortalece músculos e coluna! Saiba mais sobre ele

Está procurando um exercício simples e eficiente para fazer em casa? Indicado para fortalecer os glúteos e a musculatura da perna, o exercício de ponte pode...

> Leia mais
Existem alimentos ricos em progesterona? Saiba como aumentar o hormônio no corpo

Existem alimentos ricos em progesterona? Saiba como aumentar o hormônio no corpo Existem alimentos ricos em progesterona? Saiba como aumentar o hormônio no corpo

Manter uma boa alimentação é fundamental para garantir o bom funcionamento dos hormônios e do organismo como um todo. A progesterona, em especial, ajuda a...

> Leia mais
6 benefícios da geleia real, espécie de mel feita para alimentar a abelha-rainha

6 benefícios da geleia real, espécie de mel feita para alimentar a abelha-rainha 6 benefícios da geleia real, espécie de mel feita para alimentar a abelha-rainha

Produzida naturalmente pelas abelhas operárias para a alimentação da abelha-rainha, a geleia real é considerada um superalimento, pois concentra uma grande...

> Leia mais
O que fazer com as folhas do rabanete? Aprenda a aproveitá-las na cozinha

O que fazer com as folhas do rabanete? Aprenda a aproveitá-las na cozinha O que fazer com as folhas do rabanete? Aprenda a aproveitá-las na cozinha

Uma das melhores formas de evitar o desperdício de alimentos - e tornar a dieta mais nutritiva - é incorporar folhas, caules, talos, cascas e partes...

> Leia mais