Alergia ou intolerância alimentar? Existem diferenças? Saiba mais!

Apesar de serem muitas vezes colocadas como sinônimos para explicar
Apesar de serem muitas vezes colocadas como sinônimos para explicar
Apesar de serem muitas vezes colocadas como sinônimos para explicar
Apesar de serem muitas vezes colocadas como sinônimos para explicar
Apesar de serem muitas vezes colocadas como sinônimos para explicar "reações estranhas" no corpo quando comemos algo que nosso organismo não aceita bem, alergia e intolerância alimentar são causas diferentes e que também devem se tratadas de formas distintas.
Apesar de serem muitas vezes colocadas como sinônimos para explicar
Apesar de serem muitas vezes colocadas como sinônimos para explicar
Apesar de serem muitas vezes colocadas como sinônimos para explicar
Apesar de serem muitas vezes colocadas como sinônimos para explicar

Você sabia que há diferenças entre intolerância alimentar e alergia? Apesar de serem muitas vezes colocadas como sinônimos para explicar "reações estranhas" no corpo quando comemos algo que nosso organismo não "aceita" bem e, os primeiros sintomas serem, em grande parte, parecidos, as causas e a duração de cada uma são muito diferentes. Conheça mais sobre essas condições, suas divergências e como a alimentação orientada pode solucionar o problema sem prejudicar a nutrição!

Para entender a diferença entre os dois quadros é preciso conhecer o que de fato acontece com o nosso corpo em cada situação e suas distintas reações. Segundo a nutricionista Caroline Codonho, as alergias alimentares ocorrem via ativação do sistema imunológico (de defesa do organismo), podendo apresentar manifestações em diversos sistemas do corpo. "Em geral, elas estão relacionadas às proteínas alimentares e o organismo as identifica como corpos estranhos. Os mecanismos de hipersensibilidade são diversos e, com isso, as reações podem ser mais brandas ou mais graves, assim como passíveis de reversão ou não", explica a especialista.

Já a intolerância alimentar é mais branda, porém não é reversível. Ela é causada por uma incapacidade do nosso corpo de digerir um determinado carboidrato, por falta de uma enzima que facilite esse processo. Diferente da alergia, a intolerância só leva a sintomas gastrointestinais, como gases, distensão abdominal e a diarreia. Por isso, quem tem intolerância pode consumir, em pequenas quantidades, alimentos que possuam o carboidrato que o corpo não processa.

Leite: Fator de alergia ou intolerância alimentar? Como proceder?

Um alimento muito estudado e visto na prática de atendimento nutricional, tanto com relação à alergia alimentar quanto à intolerância, é o leite e seus derivados. De acordo com Codonho, para pessoas alérgicas a proteína do leite não adianta consumirem a versão sem lactose, pois apenas o açúcar do leite (a lactose) é retirado, mas as proteínas continuam na composição.

"Uma das alergias alimentares mais estudadas é relacionada ao leite, principalmente por ser o primeiro alimento que recebemos ao nascer. Nesse caso, segundo a Sociedade Brasileira de Nutrição Enteral e Parenteral ela é reversível em 85% dos casos, apenas com a exclusão e com o amadurecimento do sistema imune", revela a especialista. No caso da intolerância ligada ao leite, a reação à lactose, açúcar do alimento, será para a vida toda, mas não impede que esse carboidrato seja consumido em quantidades pequenas.

Para a nutricionista, tanto para as alergias alimentares quanto para as intolerâncias a principal conduta é a retirada do alimento relacionado com o processo. E, para fazê-lo é necessário ter orientação profissional adequada para que não aconteçam quadros de desnutrição ou anemia. "Nas alergias alimentares o seu processo de avaliação é realizado através de exames sanguíneos para analisar se os marcadores estão diminuindo. Já para as intolerâncias as avaliações podem ser tanto por sintomas quanto por exames bioquímicos, para alguns alimentos", finaliza.



Mais noticias com...
Receitas:
Leite
Ver Mais

Últimas Matérias

Você conhece o glutamato monossódico? Saiba os perigos do realçador de sabor

Você conhece o glutamato monossódico? Saiba os perigos do realçador de sabor Você conhece o glutamato monossódico? Saiba os perigos do realçador de sabor

Você provavelmente já passou por ele sem nem perceber várias vezes. Isso porque esse ingrediente se disfarça sob várias "identidades": realçador de sabor,...

> Leia mais
Alimentos com flúor são bons ou ruins para a saúde? Saiba mais sobre o mineral

Alimentos com flúor são bons ou ruins para a saúde? Saiba mais sobre o mineral Alimentos com flúor são bons ou ruins para a saúde? Saiba mais sobre o mineral

Você com certeza já ouviu falar do flúor na hora de ir ao dentista, ou nas indicações para comprar algum creme ou enxaguante bucal. Porém, apesar de não...

> Leia mais
Marmitas frias para o dia a dia: 6 ideias saudáveis para comer a qualquer hora

Marmitas frias para o dia a dia: 6 ideias saudáveis para comer a qualquer hora Marmitas frias para o dia a dia: 6 ideias saudáveis para comer a qualquer hora

A gente sabe que ser saudável não é uma tarefa fácil em um primeiro momento. Afinal, para que ter trabalho levando comida de casa para o trabalho ou...

> Leia mais
Bactérias na comida são um perigo! Entenda por que armazenar bem os alimentos

Bactérias na comida são um perigo! Entenda por que armazenar bem os alimentos Bactérias na comida são um perigo! Entenda por que armazenar bem os alimentos

Quando você chega do mercado o que faz com as compras? Provavelmente guarda cada alimento no seu respectivo destino, certo? O problema é que às vezes surge...

> Leia mais
Depressão pós-parto e alimentação: os nutrientes que ajudam a evitá-la

Depressão pós-parto e alimentação: os nutrientes que ajudam a evitá-la Depressão pós-parto e alimentação: os nutrientes que ajudam a evitá-la

A cada quatro mães de recém-nascidos brasileiras, uma sofre de depressão pós-parto. Com os hormônios ainda em reajuste, a mulher pode experimentar um período...

> Leia mais
5 aplicativos para lembrar de beber água que vão te ajudar a se manter hidratado

5 aplicativos para lembrar de beber água que vão te ajudar a se manter hidratado 5 aplicativos para lembrar de beber água que vão te ajudar a se manter hidratado

A água representa 70% do nosso organismo e é essencial para o nosso corpo. Inclusive, beber água é, muitas vezes, receituário médico em diversas situações....

> Leia mais
10 benefícios do feijão azuki que valem a pena conhecer

10 benefícios do feijão azuki que valem a pena conhecer 10 benefícios do feijão azuki que valem a pena conhecer

Se tem uma coisa que não pode faltar na casa do brasileiro, decididamente, é o feijão. E por aqui a gente tem vários tipos: feijão preto, branco, manteiga,...

> Leia mais
Mais saudáveis e felizes! Ex-anoréxicas contam como venceram o distúrbio

Mais saudáveis e felizes! Ex-anoréxicas contam como venceram o distúrbio Mais saudáveis e felizes! Ex-anoréxicas contam como venceram o distúrbio

A anorexia é um distúrbio de imagem que faz com que a pessoa se enxergue de maneira muito distorcida da qual ela é de fato (geralmente, com maior peso e...

> Leia mais
O que comer antes de correr? Descubra como ter mais energia e não passar mal

O que comer antes de correr? Descubra como ter mais energia e não passar mal O que comer antes de correr? Descubra como ter mais energia e não passar mal

Verdade seja dita, a corrida é um dos exercícios mais democráticos que tem. Afinal, não é preciso pagar uma academia para começar a treinar, apenas encontrar...

> Leia mais
6 dicas de alimentação saudável para quem tem epilepsia

6 dicas de alimentação saudável para quem tem epilepsia 6 dicas de alimentação saudável para quem tem epilepsia

A epilepsia é uma doença do sistema nervoso que se caracteriza pela perda de consciência momentânea, a partir de crises convulsivas, que acontecem de tempos...

> Leia mais