Biodisponibilidade: Como podemos aumentar a absorção de nutrientes no organismo?

A união de nutrientes potencializam os valores de qualquer alimento. Essa absorção em nosso organismo se chama biodisponibilidade e é essencial para a vida. Descubra aqui quais combinações são as mais importantes e os melhores meios de se atingir as harmonizações dessas substâncias no dia a dia alimentar.
A união de nutrientes potencializam os valores de qualquer alimento. Essa absorção em nosso organismo se chama biodisponibilidade e é essencial para a vida. Descubra aqui quais combinações são as mais importantes e os melhores meios de se atingir as harmonizações dessas substâncias no dia a dia alimentar.
Daniella Chein

Consultor:

Daniella Chein

Formada em Nutrição Clínica pelo Centro Universitário Bennett, atualmente atua como coach e faz acompanhamento nutricional à distância

Se um único nutriente proporciona os mais diversos benefícios à saúde, imagina quando eles estão unidos, potencializando suas forças? Dentro do conceito da alimentação saudável, isso tem nome: biodisponibilidade. Saiba como a absorção dessa combinação de elementos no dia a dia é primordial para a melhor qualidade de vida e no funcionamento completo do organismo!

Quando comemos, os nutrientes dos alimentos interagem entre si, aumentando a ingestão de vitaminas, minerais e fibras, trazendo inúmeras vantagens para o corpo como: emagrecimento natural, melhora do sistema imunológico e fortalecimentos dos músculos. A biodisponibilidade acontece quando absorvermos essas substâncias todas juntas, por isso é tão importante variarmos o nosso cardápio cotidiano, já que podendo aumentar ou diminuir esses níveis.

Por exemplo: o leite é fonte de lactose, vitamina D e cálcio. A união do açúcar (lactose) e da vitamina D, favorecem o organismo no aumento da absorção do cálcio. Segundo a nutricionista Daniella Chein, outro bom exemplo é o ferro e a vitamina C (feijão e laranja) que, quando consumidos em conjunto, podem potencializar essa absorção:

"O organismo só absorve 10% do ferro do feijão. Mas quando o alimento é associado a uma fonte de vitamina C e mais os vegetais verde escuros, a absorção sobe para quase 40%", destaca a profissional que listou quatro das melhores combinações de nutrientes para estarmos atento na hora da refeição. Sendo assim, ao preparar o seu prato no almoço ou no jantar, vale a pena se preocupar com algumas combinações alimentares para que a biodisponibilidade aconteça.

Confira as 4 melhores combinações de nutrientes

- Feijão + couve + laranja (ferro e vitamina C): Os aminoácidos essenciais e o ferro do feijão e da couve mais as vitaminas da laranja (principalmente a vitamina C), aumentam e potencializam a absorção do ferro pelo organismo.

- Tomate + abacate (gorduras monoinsaturadas e licopeno): Como possui gorduras monoinsaturadas (aquela que faz bem ao coração), o abacate transporta com grande eficiência, o licopeno do tomate até o intestino, o que facilita a biodisponibilidade desse nutriente. O licopeno tem o poder de reduzir os radicais livres produzidos pela exposição do sol e da poluição.

- Aveia + morango (vitamina D e vitamina C): Combinação que facilita eliminar uns quilinhos e ajuda na biodisponibilidade da vitamina D, mineral com dificuldades de plena absorção pelo organismo, ideal para vegetarianos. A vitamina D atua prevenindo a osteopenia e osteoporose. E segundo estudos de universidades asiáticas, a vitamina D também deixa os músculos mais resistentes. Resultado: se consegue queimar calorias extras e emagrecer mais facilmente.

- Abóbora e semente de girassol (vitamina E + betacaroteno): A pró-vitamina A (betacaroteno) presente na abóbora é mais bem absorvida na presença da vitamina E, encontrada na repleta na semente de girassol, e tem efeito antioxidante sobre os lipídios (gorduras) que a transportam. O resultado: olhos, pele e mucosas mais protegidos e sistema imunológico em dia.

As interações que diminuem a biodisponibilidade

Assim como há as interações positivas, quando ingerimos certas combinações de nutrientes, há também aquelas que não vão ajudar tanto essa absorção dos nutrientes, como é o caso do cálcio e o ferro. Ao consumir refeições que contenha ferro, como feijão, carnes vermelhas e vegetais verdes escuros, acompanhadas do leite, por exemplo, o cálcio irá diminuir a utilização do ferro no organismo.

Outro caso que também inclui o ferro, quando unido ao zinco, o aumento do ferro interfere na biodisponibilidade de zinco, isso ocorre também no sentido contrário.

Mais noticias com...
Receitas:
Leite
Ver Mais

Últimas Matérias

Dieta sem carboidratos funciona? Veja a opinião de uma especialista

Dieta sem carboidratos funciona? Veja a opinião de uma especialista Dieta sem carboidratos funciona? Veja a opinião de uma especialista

Já ouviu falar da dieta cetogênica? Em outras palavras, as pessoas que seguem esse cardápio diferenciado se adequam a uma dieta sem carboidrato. É uma...

> Leia mais
Café da manhã saudável e rápido: 4 ideias para não pular essa refeição

Café da manhã saudável e rápido: 4 ideias para não pular essa refeição Café da manhã saudável e rápido: 4 ideias para não pular essa refeição

Conciliar um café da manhã saudável com uma rotina mais corrida não precisa ser um problema. Você sabia que existem opções nutritivas bem rápidas de...

> Leia mais
Pimentão verde: truques para evitar indisgestão ao consumir o alimento

Pimentão verde: truques para evitar indisgestão ao consumir o alimento Pimentão verde: truques para evitar indisgestão ao consumir o alimento

Muito usado no preparo de saladas, refogados, molhos (como o vinagrete), risotos e moquecas, o pimentão verde é um tipo de vegetal bem nutritivo e saboroso,...

> Leia mais
Pão ou tapioca? Qual é o melhor para a saúde?

Pão ou tapioca? Qual é o melhor para a saúde? Pão ou tapioca? Qual é o melhor para a saúde?

Para reduzir o consumo de carboidratos, muita gente prefere evitar pães (e outras massas) e dar preferência a receitas com tapioca nos lanches. Mas será que...

> Leia mais
Leite de castanha do pará: como fazer e quais são seus benefícios

Leite de castanha do pará: como fazer e quais são seus benefícios Leite de castanha do pará: como fazer e quais são seus benefícios

Que tal fazer leite de castanha do Pará para aproveitar os benefícios da oleaginosa? É sempre bom ter opções diferentes de receitas para incluir na rotina...

> Leia mais
Ervilha congelada: 3 receitas simples para o dia a dia

Ervilha congelada: 3 receitas simples para o dia a dia Ervilha congelada: 3 receitas simples para o dia a dia

Quantas receitas com ervilha você conhece? E com ervilha congelada? Apesar da enorme praticidade que o legume apresenta, nem todos sabem como usá-lo no dia a...

> Leia mais
Tipos de tomate: conheça as diferenças entre eles

Tipos de tomate: conheça as diferenças entre eles Tipos de tomate: conheça as diferenças entre eles

Você sabe quais e quantos são os tipos de tomate? A famosa fruta compõe as mais variadas receitas de saladas e é um dos orgânicos queridinhos para...

> Leia mais
Geleia de pimenta combina com o que? 4 dicas de acompanhamentos

Geleia de pimenta combina com o que? 4 dicas de acompanhamentos Geleia de pimenta combina com o que? 4 dicas de acompanhamentos

De sabor adocicado levemente picante, a geleia de pimenta é um ótimo acompanhamento para lanches com queijos, pães e carnes, pois concede um toque mais...

> Leia mais
Chá verde: para que serve?

Chá verde: para que serve? Chá verde: para que serve?

Muito indicado para fazer um detox no organismo, o chá verde é uma bebida rica em propriedades medicinais, vitaminas e outros nutrientes importantes para o...

> Leia mais
6 exercícios de academia para fazer em casa

6 exercícios de academia para fazer em casa 6 exercícios de academia para fazer em casa

Não é todo mundo que gosta de frequentar academia regularmente, mas fazer musculação, exercícios aeróbicos, de força e resistência é fundamental para se...

> Leia mais