Bem ou mal passada? Qual o ponto ideal da carne para a nossa saúde?

Qual é o ponto correto da carne? Além do sabor e suculência, saber preparar corretamente a carne ajuda a garantir mais nutrientes do alimento, deixando-a, inclusive, mais segura para seu consumo.
Qual é o ponto correto da carne? Além do sabor e suculência, saber preparar corretamente a carne ajuda a garantir mais nutrientes do alimento, deixando-a, inclusive, mais segura para seu consumo.
Qual é o ponto correto da carne? Além do sabor e suculência, saber preparar corretamente a carne ajuda a garantir mais nutrientes do alimento, deixando-a, inclusive, mais segura para seu consumo.
Qual é o ponto correto da carne? Além do sabor e suculência, saber preparar corretamente a carne ajuda a garantir mais nutrientes do alimento, deixando-a, inclusive, mais segura para seu consumo.
Qual é o ponto correto da carne? Além do sabor e suculência, saber preparar corretamente a carne ajuda a garantir mais nutrientes do alimento, deixando-a, inclusive, mais segura para seu consumo.
Qual é o ponto correto da carne? Além do sabor e suculência, saber preparar corretamente a carne ajuda a garantir mais nutrientes do alimento, deixando-a, inclusive, mais segura para seu consumo.
Qual é o ponto correto da carne? Além do sabor e suculência, saber preparar corretamente a carne ajuda a garantir mais nutrientes do alimento, deixando-a, inclusive, mais segura para seu consumo.
Qual é o ponto correto da carne? Além do sabor e suculência, saber preparar corretamente a carne ajuda a garantir mais nutrientes do alimento, deixando-a, inclusive, mais segura para seu consumo.
Qual é o ponto correto da carne? Além do sabor e suculência, saber preparar corretamente a carne ajuda a garantir mais nutrientes do alimento, deixando-a, inclusive, mais segura para seu consumo.
Qual é o ponto correto da carne? Além do sabor e suculência, saber preparar corretamente a carne ajuda a garantir mais nutrientes do alimento, deixando-a, inclusive, mais segura para seu consumo.
Qual é o ponto correto da carne? Além do sabor e suculência, saber preparar corretamente a carne ajuda a garantir mais nutrientes do alimento, deixando-a, inclusive, mais segura para seu consumo.
Qual é o ponto correto da carne? Além do sabor e suculência, saber preparar corretamente a carne ajuda a garantir mais nutrientes do alimento, deixando-a, inclusive, mais segura para seu consumo.
Qual é o ponto correto da carne? Além do sabor e suculência, saber preparar corretamente a carne ajuda a garantir mais nutrientes do alimento, deixando-a, inclusive, mais segura para seu consumo.

Churrasco. Não existe uma pessoa apaixonada por carnes que não se entusiasme com ele. Contudo, para um churrasco melhor e mais saudável, alguns cuidados precisam ser tomados, principalmente no ponto certo de cada corte. A forma de cocção, conservação e origem do produto, aliados às técnicas de preparo, são vitais para o aproveitamento nutricional do alimento com maior segurança de consumo.

Existe muita polêmica quanto ao ponto ideal da carne, por causa do sabor, textura, entre outros motivos. O gosto maior do brasileiro é pela carne mal passada, herança dos europeus, que preferem assim por deixar o alimento mais suculento, mas, na maioria das vezes, o sabor não compensa certos perigos de consumi-la dessa forma. O modo de manuseio do alimento, a credibilidade de sua origem e armazenamento, deixam a carne mais ou menos propensa à contaminação.

Para aproveitar o que a carne pode oferecer de nutrientes, sem pôr a saúde em risco, é preciso saber como preparar de forma a preservar a suculência e sabor. "Deve ser observado que cortes de carne que contêm pouco colágeno, como paleta, acém, peito e capa de filé, pedem métodos de cocção que hidratem o alimento, como o calor úmido. O calor seco pode ser utilizado em cortes de carne mais macias, como alcatra, lagarto, peito de frango e peixes, e em preparações grelhadas utilize filé mignon, contrafilé, patinho", orienta a nutricionista Sheila Basso.

Por isso, dentre bem ou mal passada, a carne preparada ao ponto não oferece riscos e é excelente fonte de proteína de alto valor biológico (fácil absorção) e de ferro, vitaminas do complexo B, zinco, magnésio, sódio e outros nutrientes necessários para a boa saúde. Ingerir uma pequena quantidade de carne vermelha por dia, por exemplo, pode diminuir a propensão do cérebro desenvolver distúrbios de ansiedade e depressão.

Para deixar a carne em seu melhor estado, existe uma técnica chamada "rest", que consiste em deixar o alimento descansar antes de servir. A carne, quando está em alta temperatura, se contrai e o sangue vai se concentrando na parte central, então, se for cortada logo depois de sair do calor, estará dura nos lugares que não tem mais sangue e o que se concentrou no meio vai escorrer, junto com o sabor. Deixando a carne por um tempo, ela "relaxa" e recupera a maciez, o sangue do centro se espalha devolve o aspecto rosado quando cortada, sem cenário sangrento no prato.

6 dicas para preparar a carne sem perder nutrientes

1 – Escolha sempre se alimentar de carnes magras. Prefira cortes como lagarto, patinho, alcatra, maminha ou filé mignon;

2 – Caso haja alguma gordura no pedaço escolhido, limpe ou peça ao açougueiro para remover essa parte;

3 – Carnes devem ser conservadas na geladeira e não devem ficar mais do que 30 minutos fora dela, o que facilita o desenvolvimento de micro-organismos.

4 – Prefira comer as carnes preparadas no vapor, assadas, refogadas ou grelhadas , evitando as frituras

5 – Fique atento à coloração da carne, quando tudo apresentar uma coloração parda é garantido que todo e qualquer micro-organismo foi eliminado.

6 – Se o prato pedir que a carne seja frita, prepare sempre com pouco óleo e retire toda a gordura que soltar da carne;

Alguns cuidados no churrasco

O que mais acontece nos churrasquinhos com amigos ou família é esquecer a carne na grelha e ela passar do ponto. Esse hábito, além de pôr a perder o que a carne tem de bom em sabor e valor nutricional, deixa o alimento prejudicial à saúde.

"A permanência prolongada da carne na grelha também pode vir a ser um problema, pois grande parte das substâncias da combustão do carvão são tóxicas. Além disso, a gordura que se libera cai sobre a fonte de calor e origina uma chama que carboniza o alimento. Sempre que a matéria orgânica se carboniza ou é submetida a temperaturas muito elevadas, além de ocorrer perda de nutrientes, tornam-se substâncias cancerígenas. Portanto, para se garantir um churrasco saudável, deve-se evitar manter o alimento por um longo período na grelha e muito próximo do carvão (manter uma distância de 30cm)", encerra a nutricionista.

Mais noticias com...
Receitas:
Carne bovina
Ver Mais

Últimas Matérias

5 cuidados importantes para quem vai praticar atividades físicas no calor

5 cuidados importantes para quem vai praticar atividades físicas no calor 5 cuidados importantes para quem vai praticar atividades físicas no calor

Praticar exercícios físicos de forma regular e equilibrada - mesmo em dias mais quentes - é importante para a saúde mental e corporal. No entanto, durante o...

> Leia mais
Não sabe para que serve a equinácea? Descubra por que e como consumi-la

Não sabe para que serve a equinácea? Descubra por que e como consumi-la Não sabe para que serve a equinácea? Descubra por que e como consumi-la

Usada para tratar inflamações e amenizar sintomas de gripes e resfriados, como tosse e coriza, a equinácea (Echinacea ssp.) é uma planta medicinal...

> Leia mais
6 motivos para consumir chá de chia e como prepará-lo

6 motivos para consumir chá de chia e como prepará-lo 6 motivos para consumir chá de chia e como prepará-lo

Rica em fibras alimentares, ômega 3 e minerais importantes, a chia é uma semente altamente nutritiva geralmente usada em dietas restritivas, já que é...

> Leia mais
O que não pode comer quando coloca piercing? Descubra quais alimentos priorizar

O que não pode comer quando coloca piercing? Descubra quais alimentos priorizar O que não pode comer quando coloca piercing? Descubra quais alimentos priorizar

Após colocar piercing, fazer tatuagem ou realizar procedimentos cirúrgicos, é muito importante evitar certos alimentos e ter uma dieta que contribua para o...

> Leia mais
Quais os tipos de ginástica? Veja as características de cada um

Quais os tipos de ginástica? Veja as características de cada um Quais os tipos de ginástica? Veja as características de cada um

Equilíbrio, flexibilidade e força. Você sabia que essas três palavrinhas estão associadas a praticamente todos os tipos de ginástica? Classificada em...

> Leia mais
Boldo-da-terra ou boldo-do-chile? Saiba para que serve cada um

Boldo-da-terra ou boldo-do-chile? Saiba para que serve cada um Boldo-da-terra ou boldo-do-chile? Saiba para que serve cada um

Entre as espécies de boldo mais utilizadas para tratar problemas como gastrite, gripes e resfriados, o boldo-da-terra e o boldo-do-chile são duas que...

> Leia mais
5 benefícios da farinha de linhaça para a sua saúde

5 benefícios da farinha de linhaça para a sua saúde 5 benefícios da farinha de linhaça para a sua saúde

Usar farinha de linhaça no preparo de omeletes, pães, biscoitos, panquecas e até vitaminas no dia a dia é uma ótima forma de fortalecer o organismo....

> Leia mais
Como é feito o açaí? Entenda o processo que a palmeira passa para chegar a você

Como é feito o açaí? Entenda o processo que a palmeira passa para chegar a você Como é feito o açaí? Entenda o processo que a palmeira passa para chegar a você

Nativo da região amazônica e consumido em todo o Brasil, o açaí é uma fruta altamente nutritiva (rica em cálcio, potássio, ferro, vitaminas A, C, do complexo...

> Leia mais
4 receitas com jambo para usar a fruta no dia a dia

4 receitas com jambo para usar a fruta no dia a dia 4 receitas com jambo para usar a fruta no dia a dia

Embora seja nativo da Malásia, o jambo-vermelho é uma frutinha bastante encontrada nas regiões Norte, Nordeste e Sudeste do Brasil - sendo consumida in...

> Leia mais
Já provou a pimenta-do-reino verde? Saiba tudo sobre esse tempero

Já provou a pimenta-do-reino verde? Saiba tudo sobre esse tempero Já provou a pimenta-do-reino verde? Saiba tudo sobre esse tempero

Você já ouviu falar da pimenta-do-reino verde? De origem asiática, a variação vem de uma das pimentas mais antigas e conhecidas do mundo, principalmente...

> Leia mais