Auriculoterapia: Entenda mais sobre a técnica que pode ajudar na perda de peso

Você sabia que pelas nossas orelhas é possível identificar problemas no corpo? Conheça a auriculoterapia que pode, até mesmo, ajudar a manter o peso ideal!
Você sabia que pelas nossas orelhas é possível identificar problemas no corpo? Conheça a auriculoterapia que pode, até mesmo, ajudar a manter o peso ideal!

Você conhece a auriculoterapia? Criada a partir das técnicas milenares da acupuntura, essa medicina alternativa amplia a grande importância das nossas orelhas para o corpo. Além de, obviamente, aguçar o natural sentido da audição, alguns pontos específicos espalhados pelas orelhas refletem perfeitamente partes do organismo, ajudando assim a prevenir doenças e, até mesmo, ajudar a manter o peso ideal. Conheça mais sobre essa prática chinesa!

A auriculoterapia ou acupuntura auricular, como também chamada, consiste na aplicação de esferas de aço, sementes de mostarda, ouro e prata na região da orelha. Segundo a enfermeira e acupunturista auricular, Tatiane Capelasso, essa é uma técnica antiga que foi se aprimorando com o tempo, junto à evolução humana:

"A auriculoterapia se iniciou há séculos com a história da acupuntura sistêmica, que consistia na aplicação de pedras, ossos e bambu na orelha e em outras partes do corpo. Com a evolução humana, foram sendo produzidos materiais de estímulos corporais e, em 1957, o médico francês Paul Nogier apresentou uma teoria da comparação da anatomia humana com a figura de um feto, fazendo uma analogia entre a área da orelha e as regiões do corpo que eram estimuladas. Estimulando esses pontos, havia a cura de doenças, tanto mentais como físicas, como obesidade, diabetes e estresse", explica a profissional.

Como a auriculoterapia pode ajudar na perda de peso?

A medicina alternativa consiste no estímulo de determinados pontos que estão diretamente ligados com as questões que levam à obesidade, como por exemplo, a ansiedade, uma das principais causas da doença. Tatiane Capelasso explica que, para ajudar na perda de peso são utilizados até 17 pontos, dentre eles a boca e o intestino grosso:

"A gente seda, harmoniza e tonifica determinados pontos que são necessários, como por exemplo, da região do abdômen, estômago, pontos da ansiedade, de sede, para estimular a pessoa a tomar mais água. Pontos de fome, tonificando para inibir o apetite. Basso, coração e a parte endócrina também são estimulados", analisa a auriculoterapeuta.

Procedimento - Para isso, o paciente passa por uma avaliação, a primeira sessão é para fazer um histórico do paciente. Perguntas de rotina, dores constantes e buscar o motivo da obesidade e depois dessa avaliação vamos analisar a orelha. "Existem pontos, manchas, se a orelha está avermelhada, por exemplo, tudo isso significa alguma coisa para a acupuntura. E a partir daí vamos ver qual esfera vamos colocar no paciente, geralmente para obesidade são as sementes de mostarda, esferas de cristal e metálicas", completa a profissional

Quem pode fazer auriculoterapia?

Tatiana Capelasso destaca que qualquer pessoa pode fazer a auriculoterapia, já que a técnica trabalha problemas de coluna, dores de cabeça, diabetes, hipertensão, tabagismo e tendinite. Para os bebê, por exemplo, pode ser utilizado para cólica, refluxo e toda a parte gástrica que ainda está em desenvolvimento, já as crianças, adultos e idosos não têm restrição, ressaltando apenas os cuidados para as gestantes:

"Para as gestantes até o terceiro mês de vida é preciso ter cuidado com os pontos. Por exemplo, eu não colocaria pontos no abdômen, para não prejudicar a gestação. Colocaria no ponto da ansiedade, no intestino grosso. Muitas pessoas não aceitam fazer em gestantes nos primeiros três meses, é preciso ter cuidado e saber fazer", enfatiza.

Sessões - Segundo a auriculoterapeuta, tudo se inicia com a avaliação e depois com o objetivo e o caso: "Para a obesidade, as sessões variam com o quanto que a pessoa deseja emagrecer. A gente começa com uma sessão semanal, e depois passamos para uma sessão a cada quinze dias. Não adianta fazer uma vez só que não vai funcionar, é um tratamento contínuo", finaliza Tatiane Capelasso.

* Essas e outras questões referente à medicina alternativa a enfermeira e auriculoterapeura responde em sua página no facebook: Home Nurse Assessoria

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Iogurte natural: 6 motivos para consumir diariamente

Iogurte natural: 6 motivos para consumir diariamente Iogurte natural: 6 motivos para consumir diariamente

Ótimo para preparar vitaminas, smoothies e incrementar saladas, o iogurte natural é um ingrediente bem nutritivo que ajuda a manter o organismo em...

> Leia mais
Patê de berinjela: aprenda 3 formas de preparar

Patê de berinjela: aprenda 3 formas de preparar Patê de berinjela: aprenda 3 formas de preparar

Você já conhece o sabor do patê de berinjela? Além de todos os benefícios que o alimento apresenta para o organismo, o legume também agrada o paladar de um...

> Leia mais
Dieta sem carboidratos funciona? Veja a opinião de uma especialista

Dieta sem carboidratos funciona? Veja a opinião de uma especialista Dieta sem carboidratos funciona? Veja a opinião de uma especialista

Já ouviu falar da dieta cetogênica? Em outras palavras, as pessoas que seguem esse cardápio diferenciado se adequam a uma dieta sem carboidrato. É uma...

> Leia mais
Café da manhã saudável e rápido: 4 ideias para não pular essa refeição

Café da manhã saudável e rápido: 4 ideias para não pular essa refeição Café da manhã saudável e rápido: 4 ideias para não pular essa refeição

Conciliar um café da manhã saudável com uma rotina mais corrida não precisa ser um problema. Você sabia que existem opções nutritivas bem rápidas de...

> Leia mais
Pimentão verde: truques para evitar indisgestão ao consumir o alimento

Pimentão verde: truques para evitar indisgestão ao consumir o alimento Pimentão verde: truques para evitar indisgestão ao consumir o alimento

Muito usado no preparo de saladas, refogados, molhos (como o vinagrete), risotos e moquecas, o pimentão verde é um tipo de vegetal bem nutritivo e saboroso,...

> Leia mais
Pão ou tapioca? Qual é o melhor para a saúde?

Pão ou tapioca? Qual é o melhor para a saúde? Pão ou tapioca? Qual é o melhor para a saúde?

Para reduzir o consumo de carboidratos, muita gente prefere evitar pães (e outras massas) e dar preferência a receitas com tapioca nos lanches. Mas será que...

> Leia mais
Leite de castanha do pará: como fazer e quais são seus benefícios

Leite de castanha do pará: como fazer e quais são seus benefícios Leite de castanha do pará: como fazer e quais são seus benefícios

Que tal fazer leite de castanha do Pará para aproveitar os benefícios da oleaginosa? É sempre bom ter opções diferentes de receitas para incluir na rotina...

> Leia mais
Ervilha congelada: 3 receitas simples para o dia a dia

Ervilha congelada: 3 receitas simples para o dia a dia Ervilha congelada: 3 receitas simples para o dia a dia

Quantas receitas com ervilha você conhece? E com ervilha congelada? Apesar da enorme praticidade que o legume apresenta, nem todos sabem como usá-lo no dia a...

> Leia mais
Tipos de tomate: conheça as diferenças entre eles

Tipos de tomate: conheça as diferenças entre eles Tipos de tomate: conheça as diferenças entre eles

Você sabe quais e quantos são os tipos de tomate? A famosa fruta compõe as mais variadas receitas de saladas e é um dos orgânicos queridinhos para...

> Leia mais
Geleia de pimenta combina com o que? 4 dicas de acompanhamentos

Geleia de pimenta combina com o que? 4 dicas de acompanhamentos Geleia de pimenta combina com o que? 4 dicas de acompanhamentos

De sabor adocicado levemente picante, a geleia de pimenta é um ótimo acompanhamento para lanches com queijos, pães e carnes, pois concede um toque mais...

> Leia mais