Aproveite o sabor dos queijos para uma dieta saudável

Os queijos são boas fontes principalmente de proteínas e minerais importantes como o cálcio, que é fundamental para fortalecer a estrutura óssea do corpo
Os queijos são boas fontes principalmente de proteínas e minerais importantes como o cálcio, que é fundamental para fortalecer a estrutura óssea do corpo

Sua elaboração é uma arte (comparada até com as fabricações de vinhos); seus sabores, aromas e texturas, inconfundíveis... Além disso, ainda por cima, é um dos alimentos mais ricos, leves e gostosos para serem inseridos à alimentação saudável! De quem estamos falando? Do queijo, é claro! Fonte dos mais diversos nutrientes, a tradicional iguaria é presença quase obrigatória em dietas para o dia a dia.

Apesar de possuir uma infinidade de tipos, estilos e variações, o queijo, em regra, é feito da mesma matéria-prima: o leite animal (vaca, ovelha ou cabra). Como é necessária uma grande quantidade do leite para sua produção (cerca de 10 litros para produzir 1 kg), ele guarda em sua composição um farto arsenal de nutrientes fundamentais ao organismo. Por isso, o Guia Alimentar para a População Brasileira, do Ministério da Saúde, recomenda a ingestão de 3 porções diárias de leite e seus derivados, para uma alimentação saudável e equilibrada. A nutricionista Fábia Massarani enfatiza a importância dessa iguaria à saúde.

"De maneira geral, os queijos são boas fontes principalmente de proteínas e minerais importantes como o cálcio, que é fundamental para fortalecer a estrutura óssea do corpo, evitando, por exemplo, a osteoporose. Também são fontes ricas de vitaminas A e do complexo B", comentou a nutricionista, avaliando os melhores tipos do alimento para as dietas. "Dê preferência aos queijos brancos, como ricota, queijo minas e cottage. Eles são mais leves e menos gordurosos. Os queijos amarelados, embora também tenham nutrientes, como o cálcio (o parmesão, por exemplo, é uma excelente fonte), adicionam muita gordura ao cardápio, por isso devem ser evitados ao consumo diário", destacou.

Sem hora – Um dos diferenciais dos queijos, principalmente os brancos, é a sua flexibilidade alimentar. O alimento, de acordo com Fábia Massarani, pode ser consumido a qualquer hora, em qualquer refeição, desde que não seja em grande quantidade. "Essa é a maior vantagem do queijo como aliado no plano alimentar: não tem restrição de horário e nem de tipo de refeição – cai bem em preparações desde o café da manhã e lanches até almoço e jantar, constituindo também uma boa ceia para uma noite tranquila de sono. Porém, devemos sempre estar atentos à quantidade ingerida, pois, além de o excesso alimentar nunca ser bom para a saúde, pode dificultar a absorção de nutrientes oriundos de outros alimentos e fornecer sódio muitas vezes em alta quantidade, o que está relacionado com aumento da pressão arterial", enfatizou.

Cuidados e Restrições – Contudo, não é porque o queijo tem tantas virtudes que não devemos tomar algumas precauções. A maneira de usar e armazenar, além de pessoas com restrições alimentícias ou intolerantes à lactose, devem seguir orientações básicas. "As orientações dos rótulos/embalagens devem sempre ser seguidas, pois cada tipo de queijo merece um cuidado especial. Em geral, devemos ficar atentos, por exemplo, à refrigeração. Para evitar que o queijo fique seco e duro, o cubra com uma película; nunca deixe o queijo livre/solto na geladeira, sem estar com uma proteção ou em um pote; não coloque queijos diferentes em um mesmo recipiente, cada um tem um tempo e uma validade, e fazendo isso um pode comprometer o outro; limpe sempre a faca quando for cortar outro tipo de queijo diferente depois; uma vez refrigerado, evite ao máximo expor o queijo à temperatura ambiente (por exemplo, deixar em cima da mesa para petiscar, e depois voltar para a refrigeração)", explicou a nutricionista.

Para os intolerantes à lactose ou àqueles que não usam nada de origem animal na alimentações, Fábia Massarani apresenta algumas alternativas para manter o mesmo padrão nutritivo do queijo às dietas. "Para os intolerantes à lactose, hoje em dia existem algumas versões de queijos lacfree. Quanto à proteína, a do queijo é mais fácil de ser digerida do que a proteína do leite, uma vez que uma etapa da digestão já é feita no processo de coagulação do mesmo. Mas, na maioria dos casos, costumo indicar o alimento através de outra origem: queijos caseiros feitos com oleaginosas, que não devem nada em sabor e qualidade nutricional, e ainda agradam a veganos", finalizou.

Mais noticias com...
Receitas:
Queijo
Ver Mais

Últimas Matérias

Quais os benefícios da farinha de berinjela? Saiba para que serve o ingrediente

Quais os benefícios da farinha de berinjela? Saiba para que serve o ingrediente Quais os benefícios da farinha de berinjela? Saiba para que serve o ingrediente

A farinha de berinjela se destaca por ser altamente nutritiva, versátil e funciona como alternativa livre de glúten - sendo indicada para a dieta de pessoas...

> Leia mais
4 frutas amarelas excelentes para a sua saúde

4 frutas amarelas excelentes para a sua saúde 4 frutas amarelas excelentes para a sua saúde

Que as frutas são essenciais para uma alimentação saudável, todo mundo já sabe. Algumas delas, inclusive, como a banana, o maracujá e a manga, possuem...

> Leia mais
Chocolate em pó tem lactose? Descubra se intolerantes podem consumi-lo

Chocolate em pó tem lactose? Descubra se intolerantes podem consumi-lo Chocolate em pó tem lactose? Descubra se intolerantes podem consumi-lo

Quem tem alergia ou intolerância à lactose precisa tomar diversos cuidados com a dieta - tais como seguir um plano alimentar rígido e olhar sempre com...

> Leia mais
Chá de jasmim tem benefícios de sobra! Descubra as suas propriedades

Chá de jasmim tem benefícios de sobra! Descubra as suas propriedades Chá de jasmim tem benefícios de sobra! Descubra as suas propriedades

Além de ser uma flor bem bonita e aromática, o jasmim é fonte de antioxidantes e diferentes propriedades medicinais, sendo muito indicado para o preparo de...

> Leia mais
Kani é saudável? Conheça os prós e contras desse alimento

Kani é saudável? Conheça os prós e contras desse alimento Kani é saudável? Conheça os prós e contras desse alimento

Muito usado na culinária japonesa, o kani kama é um alimento feito à base de frutos do mar que pode ser servido com arroz, macarrão ou até como...

> Leia mais
Que tal praticar futevôlei? Conheça esse esporte criado nas areias cariocas

Que tal praticar futevôlei? Conheça esse esporte criado nas areias cariocas Que tal praticar futevôlei? Conheça esse esporte criado nas areias cariocas

Conhecido como uma modalidade esportiva de areia, o futevôlei faz um enorme sucesso nas praias cariocas e ao redor do mundo. Criado por volta de 1960 no Rio...

> Leia mais
O que é picles e como fazer essa conserva

O que é picles e como fazer essa conserva O que é picles e como fazer essa conserva

Usado no preparo de saladas, sanduíches e outras receitas, o picles nada mais é do que uma forma de preparar e consumir legumes e vegetais, reaproveitando os...

> Leia mais
Conhece alguma fruta com Q? Veja espécies supernutritivas

Conhece alguma fruta com Q? Veja espécies supernutritivas Conhece alguma fruta com Q? Veja espécies supernutritivas

Que tal experimentar frutas de diferentes espécies para ampliar o cardápio e preparar novas receitas? No Brasil, existem milhares de opções nativas e...

> Leia mais
Como fazer yakisoba tradicional, prato com legumes rico em nutrientes

Como fazer yakisoba tradicional, prato com legumes rico em nutrientes Como fazer yakisoba tradicional, prato com legumes rico em nutrientes

De origem japonesa, o yakisoba nada mais é que um tipo de macarrão servido com diferentes legumes, temperos e, geralmente, incrementado com molho shoyu....

> Leia mais
Comida portuguesa: 5 pratos para se apaixonar por essa culinária

Comida portuguesa: 5 pratos para se apaixonar por essa culinária Comida portuguesa: 5 pratos para se apaixonar por essa culinária

A influência portuguesa na culinária brasileira é inegável. Mas quando se trata dos pratos típicos desse país europeu, nem todo mundo conhece as referências!...

> Leia mais