Você sabe fazer chá? Médico dá dicas para tornar o seu preparo mais saudável

No chá por infusão as ervas são acrescentadas depois que a água já estiver quente
No chá por infusão as ervas são acrescentadas depois que a água já estiver quente

Amantes de chá sabem que quando não temos um pacotinho com a gente a infusão de ervas naturais surge como uma mão na roda. Mas o que você talvez nem faça ideia é que a forma de preparo faz toda a diferença se quisermos extrair a maior quantidade possível de benefícios para a saúde. Quer saber como fazer um chá altamente nutritivo? Então siga as dicas do médico Edison de Mello, que é especialista em medicina integrativa:

Chás ajudam o corpo a evitar e a tratar doenças

De uma maneira geral, os chás ajudam a aumentar a nossa imunidade, o que é ótimo tanto para prevenir doenças quanto para combatê-las. Isso porque as ervas utilizadas no seu preparo possuem propriedades antioxidantes. Isto é, combatem o excesso de radicais livres no nosso corpo e evitam problemas relacionados à oxidação celular, como é o caso do envelhecimento precoce e até do desenvolvimento de diferentes tipos de câncer. Por isso, quanto mais natural e orgânica a erva usada na produção do chá for, melhor para a nossa saúde.

"Eu acho que a flora brasileira nos proporciona uma infinidade de plantas com valores medicinais", afirma o dr. Edison de Mello. "Todos os remédios comerciais partiram de uma erva que foi comercializada ou de uma química que foi ser usada em laboratório. Os remédios começam assim, com uma fonte inesgotável de ervas. Os índios sabiam disso. Sempre falamos dos chineses, mas temos os nossos próprios ancestrais daqui do Brasil com esse conhecimento, embora não tão divulgado. A riqueza dessas plantas pode prover não só o alívio instantâneo como também há uma ciência dentro da planta".

Chá por infusão evita que a erva perca o seu valor medicinal

Ok, antes de continuar é preciso esclarecer uma coisa: o chá pode ser preparado de duas maneiras, por infusão ou cocção (cozimento), e é o primeiro caso que vamos tratar agora. Embora seja comum fazer o chá apenas colocando o conteúdo do saquinho na água quente, quando vamos prepará-lo com ervas naturais deve-se tomar mais cuidado com o processo, como explica o dr. Edison de Mello.

"A infusão tem a ver com ferver a água. Quando ela já estiver quente, você a coloca em um vidro grosso, acrescenta a erva e deixa o recipiente abafar por 15 minutos. Esse processo é melhor para as folhas, flores e ervas aromáticas. Isso porque, ao ferver essas ervas, elas podem se volatizar - isto é, perder a função médica pelo alto calor. Às vezes quando a gente está cozinhando a planta perde a propriedade medicinal. Um exemplo é o chá de alho, que é um dos melhores que existe. Mas quando você cozinha o alho ele perde a sua parte medicinal. Nesse caso ele tem que ser comido cru, sem usar espremedor de alho, apenas cortado em pequenos pedacinhos, que devem ser acrescentados na comida. Por isso, quando você coloca a erva em um vidro com água quente - em vez de cozinhá-la - ela não perde seu valor medicinal", explica.

Chá por cocção é feito com raízes e cascas

Já em relação ao chá por cocção, ele é feito de maneira oposta à que acabamos de explicar, já que aqui não são as ervas que serão as grandes estrelas do chá. "A cocção consiste em você ter que realmente cozinhar a planta", destaca o médico. "Isso está destinado a raízes e cascas. Você pode descascar a laranja, por exemplo, e essa fervura pode variar entre 13 e 15 minutos. Não é em uma temperatura alta. Você ferve a raiz porque não tem folha". É bom frisar que esse método funciona muito bem, por exemplo, com o gengibre, que é um poderoso antioxidante muito usado em chás pelas suas propriedades medicinais.

Evite usar panelas de alumínio ou metal na hora de preparar o chá

Você sabia que a panela escolhida para preparar o seu chá pode influenciar no seu resultado final? Isso porque alguns tipos de material reduzem os benefícios das ervas, como explica o dr. Edison de Mello.

"Às vezes as pessoas usam utensílios para fazer chá que não são indicados, como os de metal e de alumínio. O metal é uma parte química, e ela interage com as ervas. Por isso, é melhor evitar usá-lo pelas possíveis interações que elas possam vir a ter. O ideal são recipientes de vidro, esmalte ou mesmo barro. O vidro, inclusive, é água infusada, então não vai levar a uma alteração com as ervas medicinais", finaliza.

* Dr. Edison de Mello é graduado pela University of North Texas, nos Estados Unidos, possui PhD em Psicologia Clínica e Serviços Humanos. Fez sua residência Médica no 'Albert Einstein School of Medicine' e no 'Beth Israel Medical Center', em Manhattan. É certificado pelo 'American Board of Integrative Medicine' e pelo 'California Board of Behavioral Medicine', na Califórnia.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde

O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde

Você sabe o que é o glúten? Diferentemente do que é dito comumente, o glúten não é o vilão da alimentação e nem sempre ele precisa ser retirado da rotina...

> Leia mais
Lanche para noite: o que comer antes de dormir

Lanche para noite: o que comer antes de dormir Lanche para noite: o que comer antes de dormir

O lanche da noite é importante para quem costuma acordar com fome de madrugada e acaba perdendo o sono por isso. Também conhecida como ceia da noite, a...

> Leia mais
Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde

Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde

O café está muito presente no dia a dia, mas você já ouviu falar que ele também é indicado como pré treino natural? Investir em alimentos saudáveis antes de...

> Leia mais
Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais

Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais

Comer salada todo dia é um hábito super saudável, mas se o molho que acompanha as folhas não for tão natural quanto elas, o potencial nutricional do prato...

> Leia mais
Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer

Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer

A granola é um alimento orgânico que não pode faltar na cozinha. Isso porque ele é energético e extremamente versátil, podendo fazer parte de diferentes...

> Leia mais
Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana

Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana

O vegetarianismo é uma prática que tem se tornado cada vez mais comum entre o público infantojuvenil. O cardápio exclui qualquer tipo de carne das refeições,...

> Leia mais
Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana

Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana

Os alimentos ricos em proteínas são fundamentais para a manutenção da saúde do organismo. Afinal, os macronutrientes são responsáveis por gerar energia para...

> Leia mais
Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida

Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida

Já ouviu dizer que chá de alho com limão faz bem para a saúde? A bebida é conhecida popularmente como uma opção caseira para melhorar quadros de gripe e...

> Leia mais
Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde

Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde

Na correria do dia a dia, às vezes o tempo fica curto para preparar as refeições, não é mesmo? É justamente nessas situações que é muito importante escolher...

> Leia mais
Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes

Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes

O almoço e o jantar só ficam completos quando tem uma salada verde para acompanhar, não é mesmo? Sendo servida como entrada ou ao lado de massas, panquecas,...

> Leia mais