Ômegas 3, 6 e 9: Para que serve cada um deles em nossa alimentação?

Ômega 3, 6 e 9. Presente em grandes quantidades em carnes de peixes, oleaginosas e sementes e linhaça e chia, apesar de serem muito falados, principalmente o
Ômega 3, 6 e 9. Presente em grandes quantidades em carnes de peixes, oleaginosas e sementes e linhaça e chia, apesar de serem muito falados, principalmente o
Ômega 3, 6 e 9. Presente em grandes quantidades em carnes de peixes, oleaginosas e sementes e linhaça e chia, apesar de serem muito falados, principalmente o
Ômega 3, 6 e 9. Presente em grandes quantidades em carnes de peixes, oleaginosas e sementes e linhaça e chia, apesar de serem muito falados, principalmente o
Ômega 3, 6 e 9. Presente em grandes quantidades em carnes de peixes, oleaginosas e sementes e linhaça e chia, apesar de serem muito falados, principalmente o "3", seus benefícios ainda são pouco conhecidos. Veja aqui as diferenças entres essas gorduras e seus nutrientes!
Ômega 3, 6 e 9. Presente em grandes quantidades em carnes de peixes, oleaginosas e sementes e linhaça e chia, apesar de serem muito falados, principalmente o
Ômega 3, 6 e 9. Presente em grandes quantidades em carnes de peixes, oleaginosas e sementes e linhaça e chia, apesar de serem muito falados, principalmente o
Ômega 3, 6 e 9. Presente em grandes quantidades em carnes de peixes, oleaginosas e sementes e linhaça e chia, apesar de serem muito falados, principalmente o
Ômega 3, 6 e 9. Presente em grandes quantidades em carnes de peixes, oleaginosas e sementes e linhaça e chia, apesar de serem muito falados, principalmente o

Muitas pessoas leem nas embalagens dos produtos um destaque especial para a presença de ômega 3, 6 e 9 na composição do alimento. Entretanto, um grande número ainda desconhece suas propriedades e importância para a saúde. O consumo de alimentos fontes desse ácido graxo é fundamental para o organismo humano, e, por isso deve fazer parte do nosso cardápio diário. Veja as diferenças entre os 3 tipos desse nutriente e seus benefícios!

Os três tipos de ômegas são gorduras que devem estar presentes e equilibradas na dieta. Em comum, todas colaboram para o aumento do colesterol bom, conhecido como HDL, e na diminuição de triglicérides e do colesterol ruim, chamado de LDL, prevenindo doenças cardiovasculares. Peixes como o atum, a truta, o salmão e a sardinha, assim como as nozes e linhaça são ricos nesses elementos.

Os 3 tipos de ômegas e seus benefícios na alimentação


Ômega 3:
Encontrado em grande quantidade em peixes, além das oleaginosas e sementes de chia e linhaça, esse elemento é, segundo a nutricionista Giovana Morbi, o mais importante dos três. Isso por que sua atuação no cérebro contribui para a manutenção das funções cognitivas e da transmissão de impulsos nervosos. "Ele ainda tem ação anti-inflamatória e ajuda a prevenir a depressão, a ansiedade e o mal de Alzheimer", analisa a profissional.

A deficiência deste tipo de gordura no organismo pode ser tratada por meio da ingestão de cápsulas, mas é preciso estar atento: "As cápsulas de ômega 3 provenientes de óleo de peixe, por exemplo, podem estar contaminadas com mercúrio, além de serem um risco para pessoas alérgicas a peixe. Por isso, é sempre recomendado consultar um especialista antes de tomar qualquer atitude", salientou a profissional.

Ômega 6: Presente em todas as nossas células corporais - mas não produzida pelo corpo humano -, essa substância deve ser ingerida frequentemente via alimentos fontes, como nozes, óleo de soja ou óleo de canola, por exemplo. Esse nutriente interfere na formação das membranas celulares e da retina, atua na síntese hormonal e colabora para o funcionamento adequado do sistema imunológico.

Ômega 9: Esse elemento é um anti-inflamatório que ajuda a prevenir o câncer e atua contra doenças do coração e contra o envelhecimento precoce das células. O ômega 9 é uma gordura monoinsaturada e recebe essa classificação porque possui uma única dupla ligação de carbono em sua molécula. Isso a torna muito mais flexível e fácil de ser metabolizada, diferente das gorduras saturadas. Suas principais fontes são: óleo de oliva, azeitona, óleo de canola, abacate e oleaginosas (amêndoas, amendoim, castanhas e nozes).

Giovana Morbi é nutricionista, formada pelo Centro Universitário São Camilo e atua em São Paulo. CRN-SP: 34076

Mais noticias com...
Receitas:
Salmão
Ver Mais

Últimas Matérias

Espinafre refogado, cru e a vapor: como preparar o vegetal de diferentes formas

Espinafre refogado, cru e a vapor: como preparar o vegetal de diferentes formas Espinafre refogado, cru e a vapor: como preparar o vegetal de diferentes formas

Incrementar o seu cardápio diário com espinafre, é investir em superalimento cheio de vitaminas, fibras e muito, muito ferro! Se você ainda tinha alguma...

> Leia mais
Dia Internacional do Riso: 6 motivos para sorrir todos os dias

Dia Internacional do Riso: 6 motivos para sorrir todos os dias Dia Internacional do Riso: 6 motivos para sorrir todos os dias

Uma coisa é certa: por trás de um sorriso tem sempre um motivo. Pode ser algo engraçado, bonito, emocionante ou divertido que serve de gatilho para uma boa...

> Leia mais
Como ser saudável gastando pouco? As dicas para aliar saúde e economia

Como ser saudável gastando pouco? As dicas para aliar saúde e economia Como ser saudável gastando pouco? As dicas para aliar saúde e economia

Seguir uma dieta saudável (com alimentos naturais) não significa necessariamente gastar muito, sabia? Muitas pessoas acreditam que comida saudável é mais...

> Leia mais
Água de coco faz mal para diabéticos? É low carb? Os mitos e verdades da bebida

Água de coco faz mal para diabéticos? É low carb? Os mitos e verdades da bebida Água de coco faz mal para diabéticos? É low carb? Os mitos e verdades da bebida

Água de coco: uma bebida altamente nutritiva, saborosa, refrescante e definitivamente compatível com o verão! Mas como todo bom alimento saudável, há certos...

> Leia mais
Alimentos energéticos, construtores e reguladores: entenda cada um desses grupos

Alimentos energéticos, construtores e reguladores: entenda cada um desses grupos Alimentos energéticos, construtores e reguladores: entenda cada um desses grupos

Você já ouviu falar nos alimentos energéticos, construtores e reguladores? O nome pode até não ser usual, mas esses três grupos alimentares com certeza fazem...

> Leia mais
5 frutas para o pré-treino perfeitas para quem se exercita com frequência

5 frutas para o pré-treino perfeitas para quem se exercita com frequência 5 frutas para o pré-treino perfeitas para quem se exercita com frequência

Manter uma rotina de exercício físico é fundamental para o seu bem-estar. Mas, para fazer isso de forma saudável, você deve montar uma dieta equilibrada, com...

> Leia mais
Cardápio para celíaco e intolerante à lactose: o que você pode preparar sem medo

Cardápio para celíaco e intolerante à lactose: o que você pode preparar sem medo Cardápio para celíaco e intolerante à lactose: o que você pode preparar sem medo

Uma das maiores dificuldades para os que têm algum tipo de intolerância alimentar é montar um cardápio eclético, saudável e com ingredientes acessíveis....

> Leia mais
7 refeições veganas perfeitas para diferentes tipos de dietas

7 refeições veganas perfeitas para diferentes tipos de dietas 7 refeições veganas perfeitas para diferentes tipos de dietas

Aderir ao estilo de vida vegano é mais simples do que parece, sabia? Existe o imaginário de que receitas veganas são pouco saborosas e difíceis de preparar....

> Leia mais
Quercetina: para que serve? Saiba seus benefícios e onde encontrar o flavonoide

Quercetina: para que serve? Saiba seus benefícios e onde encontrar o flavonoide Quercetina: para que serve? Saiba seus benefícios e onde encontrar o flavonoide

É provável que você nunca tenha ouvido falar na quercetina - uma substância que, apesar de ser pouco conhecida, está presente em grande parte dos alimentos...

> Leia mais
5 alimentos para comer no período menstrual e evitar desconfortos

5 alimentos para comer no período menstrual e evitar desconfortos 5 alimentos para comer no período menstrual e evitar desconfortos

Para muitas mulheres, o período menstrual é sinônimo de cólicas, enxaquecas, estresse, cansaço e indisposição para seguir a rotina. Mas você sabia que é...

> Leia mais