Alimentação infantil: Dieta do Mar Báltico deixa crianças mais inteligentes!

Crianças podem ficar mais inteligentes comendo de forma saudável? Sim. De acordo com um estudo da área nutricional, a
Crianças podem ficar mais inteligentes comendo de forma saudável? Sim. De acordo com um estudo da área nutricional, a
Crianças podem ficar mais inteligentes comendo de forma saudável? Sim. De acordo com um estudo da área nutricional, a
Crianças podem ficar mais inteligentes comendo de forma saudável? Sim. De acordo com um estudo da área nutricional, a
Crianças podem ficar mais inteligentes comendo de forma saudável? Sim. De acordo com um estudo da área nutricional, a
Crianças podem ficar mais inteligentes comendo de forma saudável? Sim. De acordo com um estudo da área nutricional, a "Dieta do Mar Báltico", onde são consumidos vegetais, frutas e peixes, ajuda no desenvolvimento intelectual infantil. Saiba mais!
Crianças podem ficar mais inteligentes comendo de forma saudável? Sim. De acordo com um estudo da área nutricional, a
Crianças podem ficar mais inteligentes comendo de forma saudável? Sim. De acordo com um estudo da área nutricional, a
Crianças podem ficar mais inteligentes comendo de forma saudável? Sim. De acordo com um estudo da área nutricional, a
Crianças podem ficar mais inteligentes comendo de forma saudável? Sim. De acordo com um estudo da área nutricional, a
Crianças podem ficar mais inteligentes comendo de forma saudável? Sim. De acordo com um estudo da área nutricional, a

Você já ouviu falar na "Dieta do Mar Báltico"? Ainda pouco conhecida no Brasil, esse tipo de alimentação vem sendo muito relacionado ao bom desenvolvimento intelectual de crianças. Rica em vegetais, frutas, grãos inteiros, peixes e gorduras não saturadas, um estudo recente apontou a boa influência desse cardápio alimentar para melhorar as funções cerebrais - de raciocínio, criatividade, memória e atenção - dos pequenos. Saiba mais!

A pesquisa, realizada por cientistas da University of Eastern Finland, da Finlândia, revelou que o cardápio alimentar seguido pela "Dieta do Mar Báltico", é capaz de melhorar as funções intelectuais (de leitura, escrita e compreensão) das crianças. Para chegar a essa conclusão, as análises envolveram 161 crianças (de seis a oito anos de idade) que foram acompanhadas da primeira até a terceira série de suas escolas, tendo seus hábitos alimentares e habilidades acadêmicas com o suporte de testes padronizados. Os resultados mostraram que aquelas que aderiram a dieta mais saudável saíram-se melhor nas provas, além de progredirem mais rápido no aprendizado.

"Dieta do Mar Báltico" deixa as crianças mais inteligentes, fortes e saudáveis!

Além de melhorar as notas das provas, também foi observado um grande progresso dessas crianças em suas habilidades sociais e de comunicação. "Uma observação importante é que as associações dessa melhoria com uma dieta de qualidade eram independentes de fatores como status socioeconômico, tipo de corpo e aptidão física. Ao fazer escolhas saudáveis a cada refeição, é possível promover uma dieta saudável e melhorar a qualidade da alimentação.", divulgou a pesquisa.

Principais alimentos da "Dieta do Mar Báltico" e os seus benefícios

- Vegetais: Quando consumidos integrais, frescos e crus, eles possuem uma grande concentração de agentes antioxidantes, que neutralizam os danos dos radicais livres no cérebro, melhorando a juventude e sanidade das suas células. Com isso, a capacidade delas se comunicarem com todas as partes do organismo e de armazenarem informações aumentam consideravelmente. Cenoura e espinafre são bons exemplos.

- Frutas: Mais precisamente o morango, pêssego, uva, kiwi e maçã têm um componente nutricional chamado "fisetina" que possui a função de estimular a formação de novas conexões entre os neurônios (ramificações) e fortalecê-las.

- Grãos inteiros: Encontramos na fração oleosa das sementes, grãos integrais e na gema do ovo, uma grande gama de substâncias, principalmente vitaminas e minerais que ajudam em todas as funções cerebrais. participam de inúmeras trocas elétricas e mantêm o cérebro acordado e ativo (elétrico).

- Peixes: Sempre relacionados ao bom funcionamento do cérebro, o consumo de peixes se destaca por manter as células cerebrais fortes. Além disso, os pescados de águas frias e profundas possuem grande quantidade de ômega 3, que funciona como um antiinflamatório poderoso, evitando a morte dos neurônios.

*Além desses alimentos, essa dieta também tem como premissa a diminuição no consumo de carnes vermelhas, produtos açucarados e gorduras saturadas.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente

Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente

Causada por um arbovírus transmitido pela picada do mosquito Aedes aegypti, a dengue é uma doença infecciosa que precisa ser tratada com seriedade. Ela causa...

> Leia mais
Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo

Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo

Entender como o nosso corpo absorve os nutrientes é um passo importante para quem quer montar uma dieta mais eficiente. Afinal, algumas substâncias podem...

> Leia mais
Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum

Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum

Popularmente conhecida por auxiliar em tratamentos contra artrose, artrite e dores nas articulações, a canela de velho (Miconia albicans) é uma planta cheia...

> Leia mais
O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal

O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal

Ficar muitas horas sem comer - como na prática do jejum intermitente - e depois ingerir uma refeição de estômago vazio, pode ser algo extremamente...

> Leia mais
5 alimentos com glutamato monossódico para deixar de consumir

5 alimentos com glutamato monossódico para deixar de consumir 5 alimentos com glutamato monossódico para deixar de consumir

Identificado como realçador de sabor, MSG ou umami, o glutamato monossódico é um aditivo químico presente em diversos alimentos industrializados que pode...

> Leia mais
Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la

Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la

Você já deve ter ouvido falar na intolerância à lactose (açúcar presente nos leites e derivados) - problema que pode acometer pessoas em diferentes fases da...

> Leia mais
Almoço japonês: conheça os pratos populares na culinária nipônica

Almoço japonês: conheça os pratos populares na culinária nipônica Almoço japonês: conheça os pratos populares na culinária nipônica

Você também gosta de experimentar comidas de culinárias diferentes? A gastronomia japonesa, para quem não conhece, costuma usar muitos legumes, vegetais,...

> Leia mais
Como cozinhar mandioca e deixar o alimento macio

Como cozinhar mandioca e deixar o alimento macio Como cozinhar mandioca e deixar o alimento macio

Presente na nossa alimentação antes mesmo de o Brasil ser descoberto pelos portugueses, a mandioca (também chamada de macaxeira ou aipim) é uma raiz...

> Leia mais
6 aplicativos de meditação que vão te ajudar a acalmar a mente

6 aplicativos de meditação que vão te ajudar a acalmar a mente 6 aplicativos de meditação que vão te ajudar a acalmar a mente

Separar poucos minutos do dia para meditar, relaxar o corpo e a mente pode ser algo muito benéfico, sabia? Cuidar da saúde mental e emocional requer pequenos...

> Leia mais
Os problemas causados pela falta de fósforo no organismo

Os problemas causados pela falta de fósforo no organismo Os problemas causados pela falta de fósforo no organismo

Os minerais, de uma forma geral, são muito importantes para a saúde dos sistemas nervoso, muscular, esquelético e digestivo, além de garantirem equilíbrio...

> Leia mais