A dieta Dukan funciona mesmo? Entenda mais sobre esse tipo de alimentação!

A dieta Dukan é uma alimentação dividida em 4 fases e que promete o emagrecimento rápido e natural. Mas, será que funciona mesmo? Saiba mais!
A dieta Dukan é uma alimentação dividida em 4 fases e que promete o emagrecimento rápido e natural. Mas, será que funciona mesmo? Saiba mais!

Produto recomendado

Couve manteiga orgânica Taeq

Couve manteiga orgânica Taeq

Botão do Pão de Açúcar Delivery

Com a promessa de emagrecimento rápido e um corpo escultural, a dieta Dukan se espalhou por todo o mundo, iniciando na Europa e, por consequência, acabou também virando mania no Brasil. Mas, será que esse novo plano alimentar realmente funciona? Conheça mais sobre esse tipo de alimentação e os cuidados que os adeptos devem ter no dia a dia!

A dieta Dukan foi criada pelo médico nutrólogo francês Pierre Dukan, com o intuito de ajudar as pessoas que desejam perder peso de forma rápida e eficiente. Dividida em quatro fases (ataque, cruzeiro, consolidação e estabilização) esse regime é restritivo e, de acordo com o avanço das etapas, vai diminuindo aos poucos a sua rigidez. A nutricionista Sheilla Basso explica cada etapa da alimentação. Confira!

4 etapas da dieta Dukan

- Fase de ataque: Na primeira fase, por exemplo, só pode comer proteína, sendo proibido carboidratos e doces. "Nós sabemos o quão importante são carboidratos são para a nossa saúde. Então, é complicado. Na fase de ataque, a alimentação é baseada apenas alimentos ricos em proteínas", analisa a profissional.

- Fase de cruzeiro: Nessa fase começa a introdução de alguns legumes e verduras. "Os carboidratos ainda não são permitidos. Os legumes e as verduras devem ser consumidos crus ou cozidos em água e sal e o único doce permitido é a gelatina light", explica a nutricionista

"Os únicos temperos da fase Cruzeiro devem ser o azeite, limão, ervas como a salsa e o alecrim, além do vinagre balsâmico. Nesta fase, deve-se intercalar um dia comendo só proteínas e outro dia, comendo proteína, verduras e legumes, até completar 7 dias", completa.

- Fase de consolidação: Além das carnes, dos legumes e das verduras, também podem ser acrescidos mais alguns alimentos: "Comer duas porções de frutas por dia, duas fatias de pão de forma integral e uma porção de 40g de qualquer tipo de queijo. Nessa fase, também é permitido comer uma porção de carboidratos duas vezes por semana, como arroz integral, macarrão integral, e pode-se ter duas refeições completas livres, onde se pode comer qualquer alimento que já tenha sido permitido na dieta, juntamente com uma taça de vinho ou cerveja. Essa fase deve durar 10 dias para cada 1kg que o indivíduo queira perder", ressalta a Dra. Sheila Basso.

- Fase de estabilização: Você pode repetir uma vez por semana a dieta da proteína, semelhante à fase de ataque: "Na fase de estabilização, pode-se fazer 20 minutos de atividade física por dia e ingerir 3 colheres de farelo de aveia por dia. Nesta dieta é preciso beber no mínimo o 2 litros de água por dia e os outros líquidos permitidos são chás, café sem açúcar ou adoçante e refrigerante zero com moderação", explica a nutricionista.

Os cuidados com as fases da dieta Dukan

Segundo a nutricionista, a restrição de proteínas leva à perda de muscular e explica que a eficácia da perda de peso pode ser perigosa:

"Reduzir drasticamente os carboidratos, de fato, leva ao emagrecimento rápido, isso porque ao cortá-los o corpo fica sem sua principal fonte de energia. Então, o organismo utilizará o glicogênio, que é uma reserva de energia que nós temos. O grande consumo de proteínas fará com que o organismo busque energia no tecido adiposo, então ocorre a queima de gordura. Entretanto, ela pode prejudicar os rins, levar a fadiga e dores de cabeça, causar a perda de músculos, levar à hipoglicemia, descalcificação óssea, afetar o humor e aumentar o risco de câncer", alerta Sheilla.

A reeducação alimentar pode ser o primeiro passo para ser saudável

Perder os indesejáveis quilinhos não é fácil para ninguém, por isso, a Dra. Sheilla Basso indica uma reeducação alimentar associada à uma atividade física regular:

"Dietas como a Dukan são muito restritivas, podendo causar mal-estar, além de ser uma perda de peso temporária porque quando se para a dieta, a facilidade para engordar tudo de novo é enorme. Normalmente, se engorda mais do que quando emagreceu. Além disso, ser pobre em carboidratos, a dieta pode causar tontura, fraquezas e outras complicações citadas", explica a profissional.

*Sheila Basso (CRN 21.557) é especialista em nutrição clínica e em obesidade, emagrecimento e saúde pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde

O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde

Você sabe o que é o glúten? Diferentemente do que é dito comumente, o glúten não é o vilão da alimentação e nem sempre ele precisa ser retirado da rotina...

> Leia mais
Lanche para noite: o que comer antes de dormir

Lanche para noite: o que comer antes de dormir Lanche para noite: o que comer antes de dormir

O lanche da noite é importante para quem costuma acordar com fome de madrugada e acaba perdendo o sono por isso. Também conhecida como ceia da noite, a...

> Leia mais
Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde

Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde

O café está muito presente no dia a dia, mas você já ouviu falar que ele também é indicado como pré treino natural? Investir em alimentos saudáveis antes de...

> Leia mais
Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais

Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais

Comer salada todo dia é um hábito super saudável, mas se o molho que acompanha as folhas não for tão natural quanto elas, o potencial nutricional do prato...

> Leia mais
Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer

Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer

A granola é um alimento orgânico que não pode faltar na cozinha. Isso porque ele é energético e extremamente versátil, podendo fazer parte de diferentes...

> Leia mais
Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana

Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana

O vegetarianismo é uma prática que tem se tornado cada vez mais comum entre o público infantojuvenil. O cardápio exclui qualquer tipo de carne das refeições,...

> Leia mais
Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana

Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana

Os alimentos ricos em proteínas são fundamentais para a manutenção da saúde do organismo. Afinal, os macronutrientes são responsáveis por gerar energia para...

> Leia mais
Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida

Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida

Já ouviu dizer que chá de alho com limão faz bem para a saúde? A bebida é conhecida popularmente como uma opção caseira para melhorar quadros de gripe e...

> Leia mais
Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde

Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde

Na correria do dia a dia, às vezes o tempo fica curto para preparar as refeições, não é mesmo? É justamente nessas situações que é muito importante escolher...

> Leia mais
Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes

Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes

O almoço e o jantar só ficam completos quando tem uma salada verde para acompanhar, não é mesmo? Sendo servida como entrada ou ao lado de massas, panquecas,...

> Leia mais