Dietas: Descubra quais delas são apontadas pela ciência como as mais eficazes!

Toda semana a história é mesma: começar a dieta! Porém, apesar da cabal vontade de emagrecer, considerar diversos outros aspectos é imprescindível para se iniciar um regime alimentar. Uma gama de dietas são usadas, receitadas e aconselhadas diariamente à sociedade, no entanto, poucas delas realmente conseguem aliar a perda de peso com qualidade de vida e bem-estar.

Uma revisão de estudos clínicos, realizada por pesquisadores da Universidade de Johns Hopkins, nos Estados Unidos, mostrou que a maioria dos métodos utilizados em dietas de emagrecimento não são tão eficazes ao corpo, pois interferem negativamente em aspectos funcionais do organismo . De acordo com as pesquisas, duas dietas são as mais indicadas: o programa de reeducação alimentar "Vigilantes do Peso" e o método americano "Jenny Craig", que utiliza refeições pré-montadas.

"No método de emagrecimento Vigilantes do Peso, o paciente possui uma tabela de contagem de pontos dos alimentos, em média o consumo diário deve ser torno de 20 pontos. Levando em consideração que muitos vegetais e legumes possuem zero pontos, faz naturalmente com que os pacientes ingiram mais alimentos deste grupo, consequentemente há um aumento de fibras, vitaminas e minerais. Atividades físicas também são incluídas no programa, tornando-o eficaz no emagrecimento. É um programa de emagrecimento que é um dos mais eficientes por trabalhar a reeducação alimentar do indivíduo, dando a ele, noções de quantidades e qualidades de cada refeição", disse a nutricionista Cristiane Coronel.

Já o método de emagrecimento "Jenny Craig" é disponível apenas nos Estados Unidos, sendo necessário se inscrever e pagar uma determinada quantia para participar. O programa pede ao participante que acompanhe as reuniões com uma consultora para traçar uma estratégia e depois escolha o cardápio, entre as opções disponíveis. Neste sistema, o participante recebe suas refeições pré-elaboradas. Cristiane Coronel analisa explica o que representa uma "dieta ideal".

"A melhor dieta é aquela individualizada, onde são considerados vários fatores como a rotina de vida, hábitos alimentares, saúde, objetivos físicos, avaliação de exames bioquímicos, para que a dieta seja calculada ao paciente de forma que ele consiga seguir e tenha sucesso sem correr riscos à saúde. Uma dieta que está bem na moda e que eu gosto de suas características, por exemplo, é a paleolítica, onde não há presença de qualquer alimento industrializado. É uma alimentação mais natural e integral possível, assim como os homens se alimentavam na era paleolítica", finalizou.

Veja as quatro principais dietas

- Dieta Mediterrânica: A Dieta do Mediterrâneo

Este estilo se baseia na alimentação seguida por habitantes de países banhados pelo Mar Mediterrâneo . Ela visa a perda e a manutenção do peso, e a prevenção de doenças crônicas com a baixa ingestão de carne vermelha, açúcar e gordura saturada. Por outro lado, o plano prevê um maior consumo de alimentos como nozes e castanhas, vegetais, grãos integrais, azeite de oliva e peixe. O vinho tinto também é indicado, com moderação.

- Dieta Mayo: Desenvolvida pela Clínica Mayo, dos Estados Unidos, essa dieta tem como único objetivo o emagrecimento.

Os criadores sugerem que, seguindo o plano, é possível perder entre 2,5 e 4,5 quilos nos primeiros 15 dias e, depois, de 0,5 a 1 quilo por semana. A dieta se baseia na alimentação de pratos balanceados de acordo com uma pirâmide alimentar, ou seja, refeições contendo todos os grupos alimentares, mas nas quantidades adequadas. De acordo com Cristiane Coronel, no entanto, há de se ter cuidados com essa dieta, pois ela oferece uma alta concentração proteica e de gorduras saturadas. "Não há adequação calórica individualizada e pode trazer quedas glicêmicas em determinadas horas do dia por ser tão restrita em carboidratos", disse.

- Dieta TLC: A siga em inglês, referente à "terapia para mudança de vida"

Ela tem como objetivo a redução da taxa de LDL, "colesterol ruim", prevenindo doenças cardiovasculares. O foco dessa dieta é diminuir (praticamente eliminar) o consumo de gordura, principalmente a saturada, encontrada em carnes, frituras e lacticínios integrais, por exemplo. O método prevê a inclusão de alimentos ricos em fibras, presentes nos vegetais e alimentos integrais , ajudando diretamente na perda de peso pelo corte de gordura.

- Dash Dieta: A dieta contra a pressão alta tem como objetivo prevenir e tratar a hipertensão.

Foi considerada pelas pesquisas a como a mais adequada para beneficiar o corpo, já que auxilia na perda de peso em uma alimentação mais nutritiva. O cardápio enfatiza alimentos ricos em potássio, proteína, fibra e cálcio, encontrados em vegetais e alimentos integrais, evitando o aumento da pressão arterial. Ela não proíbe o consumo de nenhum grupo alimentar e é considerada fácil de ser seguida.

*Cristiane Coronel (CRN1-4551) é nutricionista clínica e esportiva funcional e disponibiliza o seu site para contato e outras informações: Corpo Nutri

Ver mais: Alimentação saudável, Alimentos sem glúten, Alimentos sem lactose, Alimentos ricos em ferro, Alimentos ricos em fibras, Alimentos ricos em proteínas

Mais notícias com

Notícias: Carne bovina

Tipos de vinagrete: Tradicional, nordesti...

Tipos de vinagrete: Tradicional, nordestino, oriental e frutas. Saiba como fazer

Quando falamos em vinagrete, logo vem à mente o molho à campanha, não é mesmo? Claro, a clássica mistura de cebola, tomate e pimentão, temperada com vinagre, é uma das receitas...

Carne magra ou carne gorda: Qual é a dife...

Carne magra ou carne gorda: Qual é a diferença? Veja os cortes mais saudáveis

Carnes magras ou carnes gordas? A diferença parece óbvia (uma é magra e outra gorda), mas existem muitas outras peculiaridades importantes que distinguem esses dois tipos de...

Cardápio da semana: Como devemos organiza...

Cardápio da semana: Como devemos organizar as nossas refeições para o dia a dia?

Saladas nas segundas, sopas nas terças, massas integrais para as quartas , carnes variadas nos tradicionais almoços dos finais de semana... Montar um cardápio saudável para o...

Carne vermelha: Picanha, Filé, maminha......

Carne vermelha: Picanha, Filé, maminha... Quais são os cortes mais saudáveis?

Todos aqueles que amam comer carne vermelha e não resistem a um bom churrasquinho no final de semana sabem, de cor e salteado, as opções mais saborosas e os pontos ideais para...

O que comer em cada fase da gravidez?

O que comer em cada fase da gravidez?

Nove meses! É o tempo previsto para uma gestação saudável em que a mãe dedica toda a sua vida aos cuidados do bebê. Dentre as principais necessidades de uma gestante, a...

Culinária árabe: Deliciosa e saudável! De...

Culinária árabe: Deliciosa e saudável! Descubra 4 benefícios dessa gastronomia

Qual é o seu prato favorito da culinária árabe? Tabule, falafel, esfirra, quibe... Dona de pratos exóticos e deliciosos, as receitas oriundas do Oriente Médio são boas...

Almoço de domingo: Veja como podemos deix...

Almoço de domingo: Veja como podemos deixar mais saudável essa tradição familiar

Domingo é dia de almoço em família! Tradição em quase todo o mundo, a reunião de pais, mães, tios, tias, avôs, avós, primos e irmãos, todos à mesa, é sinônimo de momentos...

Mel em pratos salgados? 8 receitas para c...

Mel em pratos salgados? 8 receitas para combinar o alimento em saladas e carnes

Que tal um fio de mel na salada de folhas para temperar ou, até mesmo, uma colher do doce na carne assada? Dentre os tantos benefícios do mel, seu maior destaque é a...

Novilho e terneiro: Conheça as duas opçõe...

Novilho e terneiro: Conheça as duas opções mais saudáveis de carnes vermelhas

Você já ouviu falar nas carnes de terneiro e novilho? Essas duas carnes vermelhas vêm ganhando destaque no cardápio de quem ama um bom churrasco, mas não abre mão da alimentação...

Ferro e anemia: Saiba como a presença des...

Ferro e anemia: Saiba como a presença desse mineral evita quadros anêmicos

Ferro para combater a anemia. Você já deve ter ouvido falar muito sobre essa relação nutricional, não é mesmo? Mas, quais são as verdadeiras razões disso? Por que uma...

Últimas matérias