Por que escolher alimentos livres de agrotóxicos?

Aparentemente os alimentos orgânicos e inorgânicos têm o mesmo aspecto. Mas, as semelhanças param por aí. Os produtores de frutas, verduras e legumes orgânicos usam processos naturais para plantar, cultivar e extrair os alimentos. Isso quer dizer que o processo não agride o meio ambiente. O uso de agrotóxicos e outros agentes químicos também não é permitido. Assim, solo, rio, fauna e flora não correm risco de ser contaminados acidentalmente.

Os alimentos orgânicos comercializados no Brasil têm o selo do Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade Orgânica, Sisorg. O selo aparece na frente do produto, abaixo do selo vem a informação do tipo da garantia e ela pode ter sido dada por certificação ou por sistema participativo de garantia.

7 motivos para se consumir produtos sem agrotóxicos

Protege a saúde:

Manter-se longe dos resíduos dos aditivos químicos, pesticidas, hormônios de crescimento, antibióticos que permanecem nos alimentos por longo prazo evita uma série de males, como reações alérgicas, respiratórias, problemas neurológicos, distúrbios hormonais (em homens e mulheres), cânceres e distúrbios na fertilidade (redução do número de espermatozoides).

Orgânicos são mais nutritivos:

Mesmo que ainda não haja um consenso na opinião dos cientistas sobre o assunto, é verdade que os solos mais ricos e balanceados com adubos naturais produzem alimentos com maiores concentrações de nutrientes e fitoquímicos antioxidantes, como polifenóis e carotenoides.

Aroma e sabor mais intensos:

Um alimento sem agrotóxico ou qualquer tipo de produto químico, possui mais sabor e aroma do que os produzidos em larga escala. Vegetais e frutas orgânicos crescem ao seu tempo, mais lentamente e tendem a ser menores.

Certificado:

Todos os produtos orgânicos disponíveis no mercado têm certificado de fontes confiáveis. Os produtos vendidos em mercados, supermercados, lojas, devem estampar o selo federal do SisOrg (credenciado no Ministério da Agricultura) em seus rótulos, sejam nacionais ou estrangeiros. Se o produto for vendido a granel deve estar identificado corretamente, por meio de cartaz, etiqueta ou outro meio.

Compromisso com as gerações futuras:

Os agrotóxicos deixam no ar, no solo e na água um legado bastante perigoso. Os resíduos químicos contaminam o meio ambiente por décadas. A agricultura orgânica condena e exclui o uso de fertilizantes sintéticos ou qualquer produto químico, e tem o compromisso de preservar os recursos naturais.

Prioriza a biodiversidade:

Dar ênfase ao equilíbrio da natureza gera ecossistemas saudáveis, aptos para produzirem alimentos saudáveis. Outro ponto importante é respeitar a natureza dos animais, proporcionando bem-estar às criações através do ambiente, alimentação e tratamentos adequados.

Apoio aos pequenos agricultores:

Geralmente, a produção orgânica provém de pequenos núcleos familiares que têm como desafio de se manter atuante dentro de um modelo tecnológico e social que impõe o uso de insumos de alto custo. Quem consome orgânicos está ajudando o desenvolvimento da agricultura familiar, hoje responsável por 70% da produção de alimentos no país.

Ver mais: Alimentação saudável, Bem-estar, Principais matérias, Alimentos orgânicos

Últimas matérias