Você sabe identificar alimentos contaminados? Aprenda a evitar a intoxicação

Uma boa forma de perceber que a comida estragou é ficar atento ao seu cheiro
Uma boa forma de perceber que a comida estragou é ficar atento ao seu cheiro

Intoxicação alimentar é um problema sério. Entre seus sintomas mais comuns estão dores e náuseas constantes, que podem levar alguns dias para passar. A melhor forma de evitar esse tipo de situação é aprendendo a identificar os alimentos contaminados, o que irá impedir que você os consuma e acabe passando mal depois. Como para cada um deles a dica é uma, nós separamos os principais para minimizar todos os riscos de você comer alguma coisa estragada.

Frutas não devem ter manchas, riscos e furos

Cada fruta possui uma característica diferente para mostrar o amadurecimento, por isso a a maneira de identificar que ela apodreceu também é diferente. Ainda assim, algumas dicas podem ser aplicadas em todos os casos. Áreas verdes de fungo, por exemplo, são um sinal claro, mas nem sempre é tão óbvio assim. De uma forma geral o ideal é observar manchas e riscos, que mostram que o alimento não está tão bom assim. Procure notar também se a fruta tem furinhos, pois eles podem significar que ela foi picada por um inseto. Outra dica é conhecer as características da fruta madura, porque se estiver muito diferente isso significa que ela não está própria para consumo.

Sinta o cheiro do leite para saber se ele azedou ou não

O leite é bem fácil de identificar, já que fica com um forte cheiro de azedo. Por isso, nada de colocar no copo e só perceber que ele passou do ponto quando sentir o sabor! De uma forma geral a bebida dura 3 dias depois de aberta na geladeira, mas isso pode variar caso você a tenha deixado do lado de fora algum tempo antes de guardar. Na dúvida vá pelo olfato.

Queijo estragado muda de textura

Além do leite temos o queijo, um de seus derivados. Nesse caso é preciso observar principalmente a sua textura. Se o queijo é branco e ficou amarelado, por exemplo, pode descartar. O mesmo vale para os firmes que ficam molengas ou o contrário. Além disso, se o queijo não for naturalmente mofado, como é o caso do gorgonzola, e uma mancha verde apareceu nem precisa pensar duas vezes: o alimento está contaminado e deve ir para o lixo.

Se o ovo boia ele está estragado

Esse é o alimento mais fácil de descobrir se está estragado ou não. Basta colocar o ovo em um copo de água. O correto é ele afundar, então se boiou pode descartar. Fique sempre atento à validade do alimento, porque como não o guardamos aberto é mais difícil identificar quando está estragado. Vale lembrar também que ele pode transmitir doenças bem perigosas, como é o caso da salmonella, por isso não tenha medo de jogar o ovo fora.

Carne vermelha está estragada quando muda de cor

O truque para a carne é olhar a sua cor, que deve estar bem avermelhada. Se o seu tom começou a mudar é melhor ficar atento, porque é possível que ela esteja estragada. Quando aparecem manchas escuras ou esverdeadas, então, é melhor jogar tudo fora. É bom lembrar que as carnes apodrecem muito rápido, então ou você as deixa no congelador para aumentar a sua vida útil ou então é melhor consumi-la em 2 ou 3 dias no máximo.

Peixes não devem ter um cheiro muito forte

Já o peixe, que naturalmente possui um cheiro forte, fica com um odor ainda mais acentuado. Além disso, quando ele passa do ponto escurece e seus olhos perdem o brilho característico. Por fim, confira a viscosidade do animal, porque se ela estiver muito diferente do normal é mais um sinal de que ele estragou.

Verduras e legumes mudam de cor ou de textura quando passaram do ponto

É bem fácil perceber que as verduras estragaram, porque suas folhas ficam amareladas e com manchas escuras. Já no caso dos legumes o ideal é seguir a mesma regra das frutas: veja se eles parecem muito diferentes de quando estão maduros, porque isso pode indicar que já passaram do ponto. Também tateie bem o alimento, procurando ver se ele está com alguma parte mole ou com manchas. Se for esse o caso, talvez seja melhor descartar o alimento.

Receitas:
Leite
Ver Mais

Últimas Matérias

Cominho preto tem ação antioxidante! Conheça melhor o tempero e seus benefícios

Cominho preto tem ação antioxidante! Conheça melhor o tempero e seus benefícios Cominho preto tem ação antioxidante! Conheça melhor o tempero e seus benefícios

Você sabe o que é Nigella sativa? Também conhecido como cominho preto, a planta famosa por virar tempero faz parte de diversas receitas para uma alimentação...

> Leia mais
Tomar vinagre de maçã em jejum traz benefícios? Nutricionista esclarece dúvida

Tomar vinagre de maçã em jejum traz benefícios? Nutricionista esclarece dúvida Tomar vinagre de maçã em jejum traz benefícios? Nutricionista esclarece dúvida

Você já deve ter pesquisado como tomar vinagre de maçã para emagrecer, certo? Afinal, dizem por aí que tomar uma colher de vinagre de maçã em jejum traz...

> Leia mais
8 alimentos que tiram o sono e devem ser evitados por quem tem insônia

8 alimentos que tiram o sono e devem ser evitados por quem tem insônia 8 alimentos que tiram o sono e devem ser evitados por quem tem insônia

Você conhece os alimentos que tiram o sono e são considerados os inimigos de quem sofre com insônia? Não sei se você já parou para pensar que a dificuldade...

> Leia mais
O que é pitomba e quais seus benefícios? Conheça essa fruta exótica do Nordeste

O que é pitomba e quais seus benefícios? Conheça essa fruta exótica do Nordeste O que é pitomba e quais seus benefícios? Conheça essa fruta exótica do Nordeste

Espécie nativa da Caatinga, Cerrado, Amazônia e Mata Atlântica, a pitomba, também chamada de olho de boi, é o fruto da pitombeira (Talisia esculenta) - uma...

> Leia mais
Açúcar demerara: o que é e quais são seus benefícios

Açúcar demerara: o que é e quais são seus benefícios Açúcar demerara: o que é e quais são seus benefícios

Quando se trata de escolher um tipo de açúcar mais saudável para incluir no cardápio, faz todo sentido recorrer ao demerara. Considerado uma versão mais...

> Leia mais
Banana dá gases? Entenda se a fruta pode gerar flatulência

Banana dá gases? Entenda se a fruta pode gerar flatulência Banana dá gases? Entenda se a fruta pode gerar flatulência

Você sabia que existem alimentos que causam gases quando consumidos de forma excessiva (ou preparados de forma equivocada)? As leguminosas, em especial,...

> Leia mais
Existem diferentes tipos de chuchu? Saiba mais sobre as variedades desse fruto

Existem diferentes tipos de chuchu? Saiba mais sobre as variedades desse fruto Existem diferentes tipos de chuchu? Saiba mais sobre as variedades desse fruto

É comum que alimentos orgânicos apresentem variações em tamanho e cor quando vamos às compras no mercado, mas você sabia que existem diferentes tipos de...

> Leia mais
Como tratar síndrome do pânico com exercícios? Psicóloga dá dicas

Como tratar síndrome do pânico com exercícios? Psicóloga dá dicas Como tratar síndrome do pânico com exercícios? Psicóloga dá dicas

Você sabe o que é síndrome do pânico e quais sintomas esse transtorno causa? Caracterizado por crises de ansiedade, que provocam uma forte sensação de medo e...

> Leia mais
Flor de capuchinha é fonte de minerais! Descubra para que serve essa PANC

Flor de capuchinha é fonte de minerais! Descubra para que serve essa PANC Flor de capuchinha é fonte de minerais! Descubra para que serve essa PANC

Que tal incluir PANCs (Plantas Alimentícias Não Convencionais) no seu cardápio diário? Existem folhas, flores e diferentes vegetais que pouca gente conhece,...

> Leia mais
Receita de pão de tapioca caseiro para quem tem intolerância ao glúten

Receita de pão de tapioca caseiro para quem tem intolerância ao glúten Receita de pão de tapioca caseiro para quem tem intolerância ao glúten

Que tal uma receita de pão de tapioca caseiro para incluir na sua dieta sem glúten? Boa parte da culinária brasileira é baseada em derivados do trigo. Pães,...

> Leia mais