Você sabe identificar alimentos contaminados? Aprenda a evitar a intoxicação

Uma boa forma de perceber que a comida estragou é ficar atento ao seu cheiro
Uma boa forma de perceber que a comida estragou é ficar atento ao seu cheiro

Intoxicação alimentar é um problema sério. Entre seus sintomas mais comuns estão dores e náuseas constantes, que podem levar alguns dias para passar. A melhor forma de evitar esse tipo de situação é aprendendo a identificar os alimentos contaminados, o que irá impedir que você os consuma e acabe passando mal depois. Como para cada um deles a dica é uma, nós separamos os principais para minimizar todos os riscos de você comer alguma coisa estragada.

Frutas não devem ter manchas, riscos e furos

Cada fruta possui uma característica diferente para mostrar o amadurecimento, por isso a a maneira de identificar que ela apodreceu também é diferente. Ainda assim, algumas dicas podem ser aplicadas em todos os casos. Áreas verdes de fungo, por exemplo, são um sinal claro, mas nem sempre é tão óbvio assim. De uma forma geral o ideal é observar manchas e riscos, que mostram que o alimento não está tão bom assim. Procure notar também se a fruta tem furinhos, pois eles podem significar que ela foi picada por um inseto. Outra dica é conhecer as características da fruta madura, porque se estiver muito diferente isso significa que ela não está própria para consumo.

Sinta o cheiro do leite para saber se ele azedou ou não

O leite é bem fácil de identificar, já que fica com um forte cheiro de azedo. Por isso, nada de colocar no copo e só perceber que ele passou do ponto quando sentir o sabor! De uma forma geral a bebida dura 3 dias depois de aberta na geladeira, mas isso pode variar caso você a tenha deixado do lado de fora algum tempo antes de guardar. Na dúvida vá pelo olfato.

Queijo estragado muda de textura

Além do leite temos o queijo, um de seus derivados. Nesse caso é preciso observar principalmente a sua textura. Se o queijo é branco e ficou amarelado, por exemplo, pode descartar. O mesmo vale para os firmes que ficam molengas ou o contrário. Além disso, se o queijo não for naturalmente mofado, como é o caso do gorgonzola, e uma mancha verde apareceu nem precisa pensar duas vezes: o alimento está contaminado e deve ir para o lixo.

Se o ovo boia ele está estragado

Esse é o alimento mais fácil de descobrir se está estragado ou não. Basta colocar o ovo em um copo de água. O correto é ele afundar, então se boiou pode descartar. Fique sempre atento à validade do alimento, porque como não o guardamos aberto é mais difícil identificar quando está estragado. Vale lembrar também que ele pode transmitir doenças bem perigosas, como é o caso da salmonella, por isso não tenha medo de jogar o ovo fora.

Carne vermelha está estragada quando muda de cor

O truque para a carne é olhar a sua cor, que deve estar bem avermelhada. Se o seu tom começou a mudar é melhor ficar atento, porque é possível que ela esteja estragada. Quando aparecem manchas escuras ou esverdeadas, então, é melhor jogar tudo fora. É bom lembrar que as carnes apodrecem muito rápido, então ou você as deixa no congelador para aumentar a sua vida útil ou então é melhor consumi-la em 2 ou 3 dias no máximo.

Peixes não devem ter um cheiro muito forte

Já o peixe, que naturalmente possui um cheiro forte, fica com um odor ainda mais acentuado. Além disso, quando ele passa do ponto escurece e seus olhos perdem o brilho característico. Por fim, confira a viscosidade do animal, porque se ela estiver muito diferente do normal é mais um sinal de que ele estragou.

Verduras e legumes mudam de cor ou de textura quando passaram do ponto

É bem fácil perceber que as verduras estragaram, porque suas folhas ficam amareladas e com manchas escuras. Já no caso dos legumes o ideal é seguir a mesma regra das frutas: veja se eles parecem muito diferentes de quando estão maduros, porque isso pode indicar que já passaram do ponto. Também tateie bem o alimento, procurando ver se ele está com alguma parte mole ou com manchas. Se for esse o caso, talvez seja melhor descartar o alimento.

Receitas:
Leite
Ver Mais

Últimas Matérias

Espinafre refogado, cru e a vapor: como preparar o vegetal de diferentes formas

Espinafre refogado, cru e a vapor: como preparar o vegetal de diferentes formas Espinafre refogado, cru e a vapor: como preparar o vegetal de diferentes formas

Incrementar o seu cardápio diário com espinafre, é investir em superalimento cheio de vitaminas, fibras e muito, muito ferro! Se você ainda tinha alguma...

> Leia mais
Dia Internacional do Riso: 6 motivos para sorrir todos os dias

Dia Internacional do Riso: 6 motivos para sorrir todos os dias Dia Internacional do Riso: 6 motivos para sorrir todos os dias

Uma coisa é certa: por trás de um sorriso tem sempre um motivo. Pode ser algo engraçado, bonito, emocionante ou divertido que serve de gatilho para uma boa...

> Leia mais
Como ser saudável gastando pouco? As dicas para aliar saúde e economia

Como ser saudável gastando pouco? As dicas para aliar saúde e economia Como ser saudável gastando pouco? As dicas para aliar saúde e economia

Seguir uma dieta saudável (com alimentos naturais) não significa necessariamente gastar muito, sabia? Muitas pessoas acreditam que comida saudável é mais...

> Leia mais
Água de coco faz mal para diabéticos? É low carb? Os mitos e verdades da bebida

Água de coco faz mal para diabéticos? É low carb? Os mitos e verdades da bebida Água de coco faz mal para diabéticos? É low carb? Os mitos e verdades da bebida

Água de coco: uma bebida altamente nutritiva, saborosa, refrescante e definitivamente compatível com o verão! Mas como todo bom alimento saudável, há certos...

> Leia mais
Alimentos energéticos, construtores e reguladores: entenda cada um desses grupos

Alimentos energéticos, construtores e reguladores: entenda cada um desses grupos Alimentos energéticos, construtores e reguladores: entenda cada um desses grupos

Você já ouviu falar nos alimentos energéticos, construtores e reguladores? O nome pode até não ser usual, mas esses três grupos alimentares com certeza fazem...

> Leia mais
5 frutas para o pré-treino perfeitas para quem se exercita com frequência

5 frutas para o pré-treino perfeitas para quem se exercita com frequência 5 frutas para o pré-treino perfeitas para quem se exercita com frequência

Manter uma rotina de exercício físico é fundamental para o seu bem-estar. Mas, para fazer isso de forma saudável, você deve montar uma dieta equilibrada, com...

> Leia mais
Cardápio para celíaco e intolerante à lactose: o que você pode preparar sem medo

Cardápio para celíaco e intolerante à lactose: o que você pode preparar sem medo Cardápio para celíaco e intolerante à lactose: o que você pode preparar sem medo

Uma das maiores dificuldades para os que têm algum tipo de intolerância alimentar é montar um cardápio eclético, saudável e com ingredientes acessíveis....

> Leia mais
7 refeições veganas perfeitas para diferentes tipos de dietas

7 refeições veganas perfeitas para diferentes tipos de dietas 7 refeições veganas perfeitas para diferentes tipos de dietas

Aderir ao estilo de vida vegano é mais simples do que parece, sabia? Existe o imaginário de que receitas veganas são pouco saborosas e difíceis de preparar....

> Leia mais
Quercetina: para que serve? Saiba seus benefícios e onde encontrar o flavonoide

Quercetina: para que serve? Saiba seus benefícios e onde encontrar o flavonoide Quercetina: para que serve? Saiba seus benefícios e onde encontrar o flavonoide

É provável que você nunca tenha ouvido falar na quercetina - uma substância que, apesar de ser pouco conhecida, está presente em grande parte dos alimentos...

> Leia mais
5 alimentos para comer no período menstrual e evitar desconfortos

5 alimentos para comer no período menstrual e evitar desconfortos 5 alimentos para comer no período menstrual e evitar desconfortos

Para muitas mulheres, o período menstrual é sinônimo de cólicas, enxaquecas, estresse, cansaço e indisposição para seguir a rotina. Mas você sabia que é...

> Leia mais