Veganismo real: estudante relata os desafios de adotar essa dieta

Entre os desafios do veganismo está deixar de consumir alimentos difíceis de abdicar
Entre os desafios do veganismo está deixar de consumir alimentos difíceis de abdicar

Você já pensou em adotar um estilo de vida vegano, excluindo carnes e derivados da dieta? Muitas pessoas tornam-se veganas por motivos de ideologia, pois essa é uma forma de combater a crueldade animal e demonstrar respeito pela vida dos bichinhos. Mas o que muita gente não sabe é que a dieta vegana, quando feita da forma certa, é extremamente saudável, rica em nutrientes e equilibrada. Para saber mais sobre o universo do veganismo, nós conversamos com a estudante Glicia Mamede, de 23 anos, que já é vegana há 9 meses.

O processo de transição para o veganismo

Assim como a maioria das pessoas que adotam o veganismo, a Glicia também optou por esse estilo de vida justamente por não concordar com o processo de produção da carne. Ela se adaptou superbem e, hoje, consegue ter uma alimentação bem diversa e saudável.

"Discordar da crueldade no processo de produção da carne (e derivados) e como esse processo é nocivo para o planeta foram as principais razões para eu me tornar vegana. O meu processo de adaptação foi bem gradual. Abdiquei de cada tipo de carne por vez e fui vegetariana por 4 anos. Há 9 meses tirei leite, ovos e derivados da minha alimentação, tentando me preparar para os eventuais momentos em que comê-los seria mais cômodo", explica a estudante.

Glicia também contou como o veganismo afetou sua vida de forma geral - além de restringir alimentos, ela passou a boicotar certas marcas de roupas e de cosméticos, por exemplo: "Vale lembrar que o veganismo engloba todo tipo de consumo. Eu, por exemplo, deixei de consumir as grandes marcas de sapatos e bolsas, assim como as grandes de cosméticos. Mas a questão do vestuário praticamente foi solucionada com as compras online. Muitas marcas fazem sapatos e bolsas de couro sintético, por exemplo. E, devido à demanda, muitas marcas veganas de vestuário e cosméticos estão surgindo", complementa.

É possível substituir a carne por alimentos bem nutritivos

Muita gente acha que substituir a carne é algo muito difícil. Só que quem é vegano sabe que é possível, sim, manter uma alimentação saudável e nutritiva com outros alimentos. O importante é sempre buscar uma alimentação equilibrada (com muitos legumes, verduras e frutas) e manter o devido acompanhamento com um nutricionista. A Glicia, por exemplo, soube lidar muito bem com a ausência da carne e foi cortando os derivados aos poucos:

"Eu não senti falta da carne porque nunca foi algo valioso para mim. Gostava muito de peixe e camarão, mas eu quase não comia também. Ovos, queijos e iogurtes foram mais difíceis de abdicar porque eu comia com muita frequência, gostava muito e era muito prático no dia a dia. O tofu, por exemplo, ajuda muito na questão da praticidade: posso fazer pastas, tiras e um pseudo substituto para o ovo no café da manhã. A dica é ter vários temperos em casa para mudar a receita ao longo do dia", comenta Glicia.

Para manter a dieta vegana é importante reorganizar a rotina

O segredo para não recorrer aos derivados da carne - que costumam ser práticos de comer no dia a dia - é se organizar para a semana toda e levar lanches alternativos. "Eu precisei aprender a me organizar toda semana e a antecipar os momentos nos quais comer algum derivado seria mais prático. Depois que você aprende a cozinhar para a semana inteira, nos finais de semana e a sempre ter alguma fruta na bolsa, as coisas ficam bem mais fáceis", comenta a estudante.

Uma das maiores dificuldades do veganismo, de acordo com a Glicia, é se manter no convívio social, já que a maioria das pessoas não segue o mesmo estilo de vida. "O que ainda é um pouco difícil é o convívio social. Tenho muita sorte de ter amigos veganos ou que entendem a minha decisão. Mas, fora desse núcleo interno, o veganismo não é entendido pelo seu contexto político e, sim, como uma dieta saudável e, portanto, passível de exceção. É difícil convencer as pessoas que uma refeição sem carne pode muito bem te satisfazer, porque a nossa cultura alimentar é desnecessariamente centrada na carne. Isso significa que às vezes eu como antes de sair ou não como com pessoas fora do meu círculo social para evitar ter que convencê-los de experimentar um lugar vegano ou com opções veganas. Por isso, eu costumo driblar esse problema chamando todo mundo pra um jantar lá em casa!", finaliza a estudante.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente

Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente

Causada por um arbovírus transmitido pela picada do mosquito Aedes aegypti, a dengue é uma doença infecciosa que precisa ser tratada com seriedade. Ela causa...

> Leia mais
Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo

Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo

Entender como o nosso corpo absorve os nutrientes é um passo importante para quem quer montar uma dieta mais eficiente. Afinal, algumas substâncias podem...

> Leia mais
Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum

Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum

Popularmente conhecida por auxiliar em tratamentos contra artrose, artrite e dores nas articulações, a canela de velho (Miconia albicans) é uma planta cheia...

> Leia mais
O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal

O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal

Ficar muitas horas sem comer - como na prática do jejum intermitente - e depois ingerir uma refeição de estômago vazio, pode ser algo extremamente...

> Leia mais
5 alimentos com glutamato monossódico para deixar de consumir

5 alimentos com glutamato monossódico para deixar de consumir 5 alimentos com glutamato monossódico para deixar de consumir

Identificado como realçador de sabor, MSG ou umami, o glutamato monossódico é um aditivo químico presente em diversos alimentos industrializados que pode...

> Leia mais
Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la

Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la

Você já deve ter ouvido falar na intolerância à lactose (açúcar presente nos leites e derivados) - problema que pode acometer pessoas em diferentes fases da...

> Leia mais
Almoço japonês: conheça os pratos populares na culinária nipônica

Almoço japonês: conheça os pratos populares na culinária nipônica Almoço japonês: conheça os pratos populares na culinária nipônica

Você também gosta de experimentar comidas de culinárias diferentes? A gastronomia japonesa, para quem não conhece, costuma usar muitos legumes, vegetais,...

> Leia mais
Como cozinhar mandioca e deixar o alimento macio

Como cozinhar mandioca e deixar o alimento macio Como cozinhar mandioca e deixar o alimento macio

Presente na nossa alimentação antes mesmo de o Brasil ser descoberto pelos portugueses, a mandioca (também chamada de macaxeira ou aipim) é uma raiz...

> Leia mais
6 aplicativos de meditação que vão te ajudar a acalmar a mente

6 aplicativos de meditação que vão te ajudar a acalmar a mente 6 aplicativos de meditação que vão te ajudar a acalmar a mente

Separar poucos minutos do dia para meditar, relaxar o corpo e a mente pode ser algo muito benéfico, sabia? Cuidar da saúde mental e emocional requer pequenos...

> Leia mais
Os problemas causados pela falta de fósforo no organismo

Os problemas causados pela falta de fósforo no organismo Os problemas causados pela falta de fósforo no organismo

Os minerais, de uma forma geral, são muito importantes para a saúde dos sistemas nervoso, muscular, esquelético e digestivo, além de garantirem equilíbrio...

> Leia mais