Trilhas inspiradoras: 3 pessoas relatam o que aprenderam com as caminhadas

Ter momentos de reflexão é uma das vantagens relatadas por quem faz trilhas
Ter momentos de reflexão é uma das vantagens relatadas por quem faz trilhas

Quando se fala em "trilha", muita gente logo pensa nessa atividade como uma maneira de se exercitar e estar em um maior contato com a natureza. No entanto, ainda que isso tudo não deixe ser verdade, o ato de caminhar também pode vir acompanhado de uma sensação de bem-estar - como contam Luisa Sarmento, Paulo Figueiredo e Beliza Sanches, três praticantes de trilha que relataram um pouco de suas experiências e tudo o que aprenderam com elas. Confira as histórias para se inspirar!

Luisa Sarmento, 54: Trilhas ajudaram a escolher a profissão de zoóloga e funcionam como um momento de reflexão

A paixão por explorar a natureza através de trilhas não é de hoje na vida de Luisa Sarmento. Ela conta que, desde adolescente, adquiriu o hábito de conhecer novos espaços sempre que tinha chance - e que, inclusive, todos do seu convívio achavam estranho ela gostar de visitar lugares no meio do mato. Mas a afinidade com essa atividade rendeu frutos: quando chegou a fase de definir a profissão, não por acaso, a faculdade de Biologia foi a escolhida, e hoje Luisa trabalha como zoóloga. "Claro que escolhi a Biologia. Adorava a vida, os detalhes, e a interação entre os organismos vivos", afirma, orgulhosa.

Muito além de uma forma de se exercitar, a zoóloga também gosta do valor reflexivo que pode acompanhar as trilhas - tanto que, dentre todas que já fez, define a de Ilha Grande como a mais marcante justamente por isso. "Marcou muito minha vida. Ali, fiz uma profunda reflexão do papel que temos em nossas vidas", relembra. No entanto, esse momento individual não é o único aprendizado que ela tira das caminhadas na natureza: dependendo de onde vá, outro destaque é a oportunidade de entrar em contato com novas culturas e pessoas. A caminhada em si é bela e lúdica. É inesquecível. Mas o melhor de tudo é interagir com as comunidades locais, conhecer seus hábitos. O modo como vivem e se relacionam com o mundo natural", diz.

Por isso, além das dicas práticas - como alongamento e rotação das articulações -, Luisa também recomenda deixar algo de bom no lugar onde passa. "Quando fazemos uma trilha num lugar selvagem, natural, podemos sempre ter em mente o que podemos deixar em troca. Deixe um sorriso. Se puder fazer algo pela comunidade, faça", finaliza.

Paulo Figueiredo Junior, 27: A curiosidade pela vista do topo despertou o interesse do jornalista pelas trilhas

O jornalista Paulo Figueiredo Junior ainda é novato no mundo das trilhas, mas já tem sete em sua conta - como o Costão de Itacoatiara, a Pedra Bonita, a Pedra dos Cabritos, o Morro da Urca e o morro Dois Irmãos, por exemplo. O que o levou a ter esse hábito foi a curiosidade de saber qual seria a vista de determinado topo por adorar mirantes e horizontes, e a sensação terapêutica que vem junto com o final do desafio. "Eu encaro o caminho e as dificuldades de cada trilha como obstáculos menores frente à beleza da chegada. Além disso, após fazer algumas trilhas, eu comecei a achar muito divertido essa coisa de parar, ficar com medo, pensar melhor e achar um jeito de subir cada ponto. Isso me trouxe uma metáfora muito boa em relação à resolução de problemas. É terapêutico", afirma.

Falando em desafio, um dos episódios que Paulo destaca como o mais marcante é o que viveu durante uma trilha no Distrito Federal que não era muito demarcada. Sem saber o caminho ao certo, ele e seus amigos foram parar em um ponto perigoso, onde o mínimo erro seria crucial. "Quando vimos que qualquer tropeço nos mataria, nos convencemos de que aquele não era o caminho certo. Voltando, escalamos um paredão de pedras não tão íngreme e passamos um final de tarde muito lindo neste processo. Eu parei de ter preguiça de fazer trilha ali, porque vale muito a pena. É sempre uma surpresa não catalogada e cada pessoa se encanta com uma parte diferente do caminho, eu acho", conta.

Para quem está pensando em começar essa atividade, o jornalista deixa algumas dicas - como fazer uma refeição equilibrada para não pesar o estômago, levar água e alguns snacks para matar a fome no meio do caminho, tomando o cuidado de não levar muito peso para não dificultar a caminhada. E para ficar mais motivado a encarar o desafio, ele também deixa o recado: "o ideal é começar pela trilha que você tem mais curiosidade, que acha que vai ser a mais bonita. Aí fica mais fácil se empolgar", aponta.

Beliza Sanches, 26: Viagens para locais com belezas naturais sempre acabam em trilha para a assistente de estilo

A assistente de estilo Beliza Sanches já não sabe dizer ao certo quantas e quais trilhas fez ao todo - mas, entre seu repertório, inclui a Floresta da Tijuca, Ibitiboca (Minas Gerais), Fernando de Noronha (Pernambuco), Bonito (Rio Grande do Sul) e até Ushuaia, na Argentina. Isso tudo porque, sempre que viaja, ela resolve entrar em contato com a natureza através das trilhas se o clima do local pedir. "Sou muito da vibe do local! Quando a viagem é natureza, tem sempre uma trilha legal. Aí a galera topa e todo mundo entra em acordo e vai. Não sou trilheira, sigo a energia da viagem", explica.

Mas, independentemente de ser expert em trilhas ou não, Beliza conta que já aprendeu muito com todas as caminhadas que fez - e, assim como Luisa e Paulo, destaca o momento terapêutico e de reflexão que vem junto com a caminhada. "Aprendi sobre perseverança, porque todas elas valem muito a pena no final! Tem sempre uma cachoeira ou uma praia maravilhosa... Ou, às vezes, uma vista espetacular. Passar um tempo em contato com a natureza é sempre bom para restabelecer nosso próprio equilíbrio também", destaca.

Sua dica prática para quem quer começar a fazer trilha é levar, junto com água e comida, um chocolate para ajudar a levantar a pressão e dar mais energia. Já para aproveitar bem a atividade, ela recomenda sentir o clima do local e uma boa companhia. "Sinta a energia do local e se entregue, porque sempre vai ser uma experiência maravilhosa. E em grupo tudo fica mais leve".

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Quais os resultados de 1 ano de academia? Entenda os benefícios pro seu corpo

Quais os resultados de 1 ano de academia? Entenda os benefícios pro seu corpo Quais os resultados de 1 ano de academia? Entenda os benefícios pro seu corpo

Ter uma rotina dedicada à prática de exercícios físicos é importante tanto para a saúde mental quanto física. Muitas pessoas, no entanto, questionam-se sobre...

> Leia mais
Receita de aveioca é vegana e deliciosa! Como prepará-la com recheios variados

Receita de aveioca é vegana e deliciosa! Como prepará-la com recheios variados Receita de aveioca é vegana e deliciosa! Como prepará-la com recheios variados

Você sabia que é possível preparar receitas veganas e vegetarianas bem saborosas à base de aveia? Além de ser rico em fibras, proteínas, ferro, zinco e...

> Leia mais
Para que serve o chá de dente-de-leão? Descubra os benefícios dessa infusão

Para que serve o chá de dente-de-leão? Descubra os benefícios dessa infusão Para que serve o chá de dente-de-leão? Descubra os benefícios dessa infusão

Fonte de antioxidantes, vitaminas e diferentes propriedades medicinais, o chá de dente-de-leão se destaca por fortalecer a imunidade e auxiliar no tratamento...

> Leia mais
4 frutas com 4 letras para incluir na sua alimentação

4 frutas com 4 letras para incluir na sua alimentação 4 frutas com 4 letras para incluir na sua alimentação

Você já reparou que em qualquer canto do mundo as frutas são consideradas alimentos supercompletos para a nossa saúde? Sejam elas exóticas, como a maioria...

> Leia mais
Os benefícios do alpiste, planta que também pode ser consumida por humanos

Os benefícios do alpiste, planta que também pode ser consumida por humanos Os benefícios do alpiste, planta que também pode ser consumida por humanos

Embora seja muito usado na alimentação de pássaros, o alpiste também é uma alternativa nutritiva para a dieta de humanos - pode compor saladas e é útil para...

> Leia mais
O que é Hoʻoponopono? Conheça essa técnica havaiana que busca exercitar o perdão

O que é Hoʻoponopono? Conheça essa técnica havaiana que busca exercitar o perdão O que é Hoʻoponopono? Conheça essa técnica havaiana que busca exercitar o perdão

Levar um estilo de vida pautado no perdão e amor-próprio é o melhor caminho para o bem-estar diário. O Hoʻoponopono (prática antiga havaiana que envolve...

> Leia mais
Receita de polvo: como fazer esse fruto do mar sem que ele fique borrachudo

Receita de polvo: como fazer esse fruto do mar sem que ele fique borrachudo Receita de polvo: como fazer esse fruto do mar sem que ele fique borrachudo

Exótico, saboroso e rico em diversas propriedades nutritivas, o polvo é aquele clássico fruto do mar que quem prova não costuma resistir! Não à toa, o...

> Leia mais
Existe chá para engravidar? Descubra quais aumentam a fertilidade

Existe chá para engravidar? Descubra quais aumentam a fertilidade Existe chá para engravidar? Descubra quais aumentam a fertilidade

Buscar alternativas naturais para aumentar a fertilidade e conseguir engravidar de maneira segura é bem mais comum do que parece, sabia? É que alimentos como...

> Leia mais
6 alimentos ricos em catequinas, substâncias com forte ação antioxidante

6 alimentos ricos em catequinas, substâncias com forte ação antioxidante 6 alimentos ricos em catequinas, substâncias com forte ação antioxidante

No universo dos antioxidantes, existem diversas moléculas (como os flavonoides e polifenóis) que apresentam ação antienvelhecimento e anti-inflamatória. As...

> Leia mais
Fruta pequi é fonte de vitaminas e minerais! Conheça esse alimento do cerrado

Fruta pequi é fonte de vitaminas e minerais! Conheça esse alimento do cerrado Fruta pequi é fonte de vitaminas e minerais! Conheça esse alimento do cerrado

Nativo do Cerrado brasileiro, o pequi é um fruto de casca verde-escura que possui espinhos no caroço (debaixo da polpa) e se destaca por ser altamente...

> Leia mais