Tipos de leite: A. B e C. Você sabe as diferenças? Entenda mais!

Um dos alimentos mais consumidos e utilizados na gastronomia mundo afora, o leite é um produto que se destaca por sua rica composição nutricional e versatilidade alimentar. Sua versão in natura possui, por exemplo, possui três tipos de classificações, A, B e C, para atender todas a necessidades e gostos.
Um dos alimentos mais consumidos e utilizados na gastronomia mundo afora, o leite é um produto que se destaca por sua rica composição nutricional e versatilidade alimentar. Sua versão in natura possui, por exemplo, possui três tipos de classificações, A, B e C, para atender todas a necessidades e gostos.
Um dos alimentos mais consumidos e utilizados na gastronomia mundo afora, o leite é um produto que se destaca por sua rica composição nutricional e versatilidade alimentar. Sua versão in natura possui, por exemplo, possui três tipos de classificações, A, B e C, para atender todas a necessidades e gostos.
Um dos alimentos mais consumidos e utilizados na gastronomia mundo afora, o leite é um produto que se destaca por sua rica composição nutricional e versatilidade alimentar. Sua versão in natura possui, por exemplo, possui três tipos de classificações, A, B e C, para atender todas a necessidades e gostos.
Um dos alimentos mais consumidos e utilizados na gastronomia mundo afora, o leite é um produto que se destaca por sua rica composição nutricional e versatilidade alimentar. Sua versão in natura possui, por exemplo, possui três tipos de classificações, A, B e C, para atender todas a necessidades e gostos.
Um dos alimentos mais consumidos e utilizados na gastronomia mundo afora, o leite é um produto que se destaca por sua rica composição nutricional e versatilidade alimentar. Sua versão in natura possui, por exemplo, possui três tipos de classificações, A, B e C, para atender todas a necessidades e gostos.
Um dos alimentos mais consumidos e utilizados na gastronomia mundo afora, o leite é um produto que se destaca por sua rica composição nutricional e versatilidade alimentar. Sua versão in natura possui, por exemplo, possui três tipos de classificações, A, B e C, para atender todas a necessidades e gostos.
Um dos alimentos mais consumidos e utilizados na gastronomia mundo afora, o leite é um produto que se destaca por sua rica composição nutricional e versatilidade alimentar. Sua versão in natura possui, por exemplo, possui três tipos de classificações, A, B e C, para atender todas a necessidades e gostos.
Um dos alimentos mais consumidos e utilizados na gastronomia mundo afora, o leite é um produto que se destaca por sua rica composição nutricional e versatilidade alimentar. Sua versão in natura possui, por exemplo, possui três tipos de classificações, A, B e C, para atender todas a necessidades e gostos.

Basta dar uma breve olhada nas prateleiras para constatar que existe leite para todos os tipos de gosto e necessidades. Fortificados com minerais como zinco, cálcio e ferro; enriquecidos com vitamina A e D, ômega-3, fibras, fitoesterol e prebióticos, o fato é que o alimento, tão tradicional e utilizado por todo mundo, cada vez mais se adéqua às demandas de alimentação, ganhando formas e variações diferentes em suas composições nutricionais. A versão in natura, retirada da vaca, por exemplo, hoje em dia é subdivida em três tipos: A, B e C. Vamos entender um pouco mais!

Segundo a nutricionista Sheila Basso, os leites dos tipo A, B e C possuem praticamente a mesma composição nutricional. A diferença entre eles está no tipo de rebanho, ordenha, processo de obtenção e número de bactérias presentes após pasteurização. Ela explica que todas as versões contêm muitos nutrientes, podendo-se destacar: proteínas, carboidratos, lipídios, vitaminas (em especial a vitamina A) e minerais (cálcio e ferro). A proporção dos nutrientes varia de acordo com a espécie do animal, a sua alimentação, a estação do ano e a época da lactação:

"A composição média do leite de vaca é: proteína 3,3%, - uma das fontes de nitrogênio mais importantes na nutrição humana; gordura 3,5%, que é de fácil digestibilidade, além de seu valor nutricional, o qual está ligado com as vitaminas A, D, E, K e caroteno; é rica em ácidos graxos essenciais, que apresentam como benefícios a inibição de alguns tipos de câncer (intestino, mama e estômago), redução do colesterol total e níveis de triglicerídeos, diminuição da gordura corporal, aumento da massa magra e maior resistência à doenças", destaca a profissional, enfatizando a importância de manter o alimento no cotidiano alimentar, desde que seja de forma equilibrada:

"O leite é sim fundamental, mas desde que inserido em uma dieta equilibrada e prazerosa. Vá ao supermercado e não deixe de experimentar e buscar o lácteo que mais te agrada, opções é que não faltam", enfatizou a especialista, diferenciando as versões da bebida:

Tipo de leite A, B e C

Leite tipo A: É obtido de um único rebanho e não há contato manual com o leite em nenhuma fase do processo, ou seja, a ordenha é mecânica e o leite segue por tubulações diretamente para o compartimento onde sofre pasteurização, homogeneização e envase. O número máximo de bactérias permitido para este leite é de 500/ml.

Leite tipo B: É obtido de rebanhos diferentes e sua ordenha pode ser realizada mecânica ou manualmente. O leite deve ser refrigerado no próprio local da ordenha (propriedade rural) por até 48 horas em temperatura igual ou inferior a 4 ºC e transportado em tanques até o local apropriado, onde será processado. O número máximo de bactérias permitido para este leite é de 40.000/ml.

Leite tipo C: Tem a mesma origem e tipo de ordenha do leite tipo B. Entretanto, não é refrigerado na fazenda leiteira. Após a ordenha, o leite é transportado em tanques até um local apropriado (estabelecimento industrial) até as 10:00 h do dia de sua obtenção, onde só então é processado, seguindo os prazos estipulados por lei. Este processo eleva bastante o número de bactérias presentes no leite, que pode chegar, por determinação da lei, a 100.000/ml.

*Sheila Basso (CRN 21.557) é especialista em nutrição clínica e em obesidade, emagrecimento e saúde pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Mais noticias com...
Receitas:
Leite
Ver Mais

Últimas Matérias

O que é picles e como fazer essa conserva

O que é picles e como fazer essa conserva O que é picles e como fazer essa conserva

Usado no preparo de saladas, sanduíches e outras receitas, o picles nada mais é do que uma forma de preparar e consumir legumes e vegetais, reaproveitando os...

> Leia mais
Conhece alguma fruta com Q? Veja espécies supernutritivas

Conhece alguma fruta com Q? Veja espécies supernutritivas Conhece alguma fruta com Q? Veja espécies supernutritivas

Que tal experimentar frutas de diferentes espécies para ampliar o cardápio e preparar novas receitas? No Brasil, existem milhares de opções nativas e...

> Leia mais
Como fazer yakisoba tradicional, prato com legumes rico em nutrientes

Como fazer yakisoba tradicional, prato com legumes rico em nutrientes Como fazer yakisoba tradicional, prato com legumes rico em nutrientes

De origem japonesa, o yakisoba nada mais é que um tipo de macarrão servido com diferentes legumes, temperos e, geralmente, incrementado com molho shoyu....

> Leia mais
Comida portuguesa: 5 pratos para se apaixonar por essa culinária

Comida portuguesa: 5 pratos para se apaixonar por essa culinária Comida portuguesa: 5 pratos para se apaixonar por essa culinária

A influência portuguesa na culinária brasileira é inegável. Mas quando se trata dos pratos típicos desse país europeu, nem todo mundo conhece as referências!...

> Leia mais
Arroz tem açúcar? Entenda sua relação com a glicose

Arroz tem açúcar? Entenda sua relação com a glicose Arroz tem açúcar? Entenda sua relação com a glicose

Embora tenha apenas 0,1 gramas de açúcar por porção, o arroz é um alimento caracteristicamente conhecido por influenciar no aumento da glicose. Por isso,...

> Leia mais
4 receitas veganas para preparar no verão

4 receitas veganas para preparar no verão 4 receitas veganas para preparar no verão

Apostar em receitas mais leves, naturais e refrescantes durante o verão é uma dica importante para manter o corpo hidratado e bem nutrido. No entanto, quando...

> Leia mais
4 alimentos que diminuem a absorção de ferro e como melhorá-la

4 alimentos que diminuem a absorção de ferro e como melhorá-la 4 alimentos que diminuem a absorção de ferro e como melhorá-la

Responsável pelo transporte de oxigênio entre as células e importante para o bom funcionamento do metabolismo, o ferro é um tipo de mineral que não pode...

> Leia mais
Como preparar agrião? Descubra diferentes maneiras de consumir o vegetal

Como preparar agrião? Descubra diferentes maneiras de consumir o vegetal Como preparar agrião? Descubra diferentes maneiras de consumir o vegetal

Incluir vegetais verde-escuros na dieta é uma boa dica para aumentar o consumo de ferro, fibras e vitaminas que fortalecem a imunidade. O agrião, por...

> Leia mais
A receita de doce de casca de maracujá para evitar o despedício da fruta

A receita de doce de casca de maracujá para evitar o despedício da fruta A receita de doce de casca de maracujá para evitar o despedício da fruta

Aproveitar os alimentos em sua totalidade - usando casca, polpa, talo e sementes - é uma ótima forma de ser sustentável (evitando desperdícios) e...

> Leia mais
5 cuidados importantes para quem vai praticar atividades físicas no calor

5 cuidados importantes para quem vai praticar atividades físicas no calor 5 cuidados importantes para quem vai praticar atividades físicas no calor

Praticar exercícios físicos de forma regular e equilibrada - mesmo em dias mais quentes - é importante para a saúde mental e corporal. No entanto, durante o...

> Leia mais