Tempo de molho do feijão, da lentilha e mais! Saiba o ideal para as leguminosas

Na hora de preparar leguminosas, você deve atentar ao tempo de molho dos grãos (que deve ser de no mínimo 6 horas) antes do cozimento
Na hora de preparar leguminosas, você deve atentar ao tempo de molho dos grãos (que deve ser de no mínimo 6 horas) antes do cozimento
Cristiane Coronel

Consultor:

Cristiane Coronel

Nutricionista Graduada pelo Centro Universitário de Brasília e pós-graduada em Nutrição Clínica e Esportiva Funcional pela Universidade Cruzeiro do Sul

Deixar leguminosas (como feijão, lentilha ou ervilha) e outros grãos de molho é fundamental para eliminar os antinutrientes - substâncias que podem atrapalhar a absorção de vitaminas, minerais e causar problemas de digestão. Para entender melhor o assunto, nós conversamos com a nutricionista Cristiane Coronel, que falou mais sobre a importância da germinação (processo que ocorre quando os grãos ficam de molho) e deu dicas para não errar no tempo em que cada leguminosa deve permanecer submersa na água. Confira!

Ao deixar os grãos de molho, você realiza o processo de germinação, que é importante para remover os fitatos e outros antinutrientes

De acordo com a nutricionista Cristiane Coronel, existe um antinutriente em especial - que costuma estar presente na maioria das leguminosas - que deve ser eliminado antes do cozimento. Por isso, é de suma importância garantir que os grãos fiquem de molho durante o tempo adequado. "É importante deixarmos as leguminosas de molho com o objetivo de retirar o fitato dos grãos. O fitato é uma substância natural contida na parte externa das leguminosas que serve para a proteção dos próprios grãos. Porém, essa substância em contato com o intestino humano não é nada interessante. Ela é responsável por aqueles incômodos de abdômen distendido após as refeições, pois causa fermentação aumentada (gases e flatos), além de impedir a absorção do ferro dos alimentos pelo intestino", explica a profissional.

"Esse processo de deixar os grãos de molho se chama germinação. A germinação traz também outra vantagem para a nossa saúde: como o próprio nome diz, estimula que a leguminosa comece a germinar para surgir uma nova planta. Esse processo faz com que o grão produza bastantes enzimas. Estas, por sua vez, são muito importantes para o nosso sistema digestório, pois melhoram a digestão e metabolização dos nutrientes", complementa Cristiane.

Afinal, quanto tempo as leguminosas devem ficar de molho?

Você já se perguntou sobre quanto tempo o feijão (ou outra leguminosa) deve ficar de molho antes de ser cozido? De acordo com a nutricionista, são necessárias algumas horas para que o processo de germinação se realize completamente. "A germinação deve durar no mínimo 6 e no máximo 12 horas. É importante que a água cubra os grãos por completo e, se possível, uma boa dica é espremer um limão na água, mexer e deixar descansar por esse intervalo de tempo. O limão facilita muito a retirada do fitato dos grãos, formando uma espuminha por cima (retirada do fitato, que vai para a superfície da água). O tempo de germinação deve ser o mesmo para todos os grãos, como: feijões (de todos os tipos: branco, preto, de corda, verde, carioca e fradinho), lentilhas, ervilhas ou grão-de-bico, por exemplo", recomenda Cristiane.

Outro benefício de deixar os grãos de molho é que, assim, você também consegue otimizar o tempo de preparo da comida. Segundo a nutricionista, essa é uma ótima dica para quem precisa agilizar o preparo das refeições no dia a dia. "Assim que der o tempo, despreze essa água, enxágue e cozinhe o feijão com uma nova água. Observe que o tempo de cozimento dos grãos que passam pelo processo de germinação é bem mais curto que o tempo de cozinhar grãos secos", finaliza Cristiane.

Mais noticias com...
Receitas:
Feijão
Ver Mais

Últimas Matérias

Fit Dance: o que é e quais os benefícios? Saiba mais sobre esse exercício!

Fit Dance: o que é e quais os benefícios? Saiba mais sobre esse exercício! Fit Dance: o que é e quais os benefícios? Saiba mais sobre esse exercício!

Você já ouviu falar no Fit Dance? A modalidade que transformou as aulas de dança na academia e vem conquistando milhares de adeptos ao redor do mundo através...

> Leia mais
5 receitas com abóbora cabotiá (japonesa) que são deliciosas e supernutritivas

5 receitas com abóbora cabotiá (japonesa) que são deliciosas e supernutritivas 5 receitas com abóbora cabotiá (japonesa) que são deliciosas e supernutritivas

Extremamente versátil e saborosa na cozinha, a abóbora cabotiá (ou japonesa) é um ingrediente muito utilizado no preparo de caldos, sopas e purês. Para quem...

> Leia mais
Culinária regional: feijão tropeiro e outros 4 pratos típicos do Sudeste

Culinária regional: feijão tropeiro e outros 4 pratos típicos do Sudeste Culinária regional: feijão tropeiro e outros 4 pratos típicos do Sudeste

Se você quer conhecer mais a fundo a culinária brasileira, que tal começar a experimentar as comidas típicas de cada região? A gastronomia do Sudeste, em...

> Leia mais
Vegetais tipo A: o que são, quais são e como incluí-los na dieta diária

Vegetais tipo A: o que são, quais são e como incluí-los na dieta diária Vegetais tipo A: o que são, quais são e como incluí-los na dieta diária

Você sabia que os vegetais são divididos em grupos e classificados de acordo com a quantidade (e tipos) de nutrientes que fornecem? Os vegetais do tipo A, em...

> Leia mais
10 frutas verdes excelentes para a sua saúde: do abacate ao limão

10 frutas verdes excelentes para a sua saúde: do abacate ao limão 10 frutas verdes excelentes para a sua saúde: do abacate ao limão

As frutas verdes, conhecidas por serem fontes de clorofila (um tipo de pigmento antioxidante), são ótimas para fortalecer a imunidade e desintoxicar o...

> Leia mais
Como fazer óleo de abacate e usá-lo na alimentação diária

Como fazer óleo de abacate e usá-lo na alimentação diária Como fazer óleo de abacate e usá-lo na alimentação diária

Indicado para fortalecer a imunidade, favorecer a perda de peso e a saúde da pele, o óleo de abacate é um ingrediente natural altamente nutritivo que pode (e...

> Leia mais
O que é Inktober? Conheça quem aderiu ao desafio de desenhar todos os dias

O que é Inktober? Conheça quem aderiu ao desafio de desenhar todos os dias O que é Inktober? Conheça quem aderiu ao desafio de desenhar todos os dias

Desde 2009, um desafio anual que incentiva a prática de desenhos e ilustrações durante o mês de outubro vem conquistando milhares de artistas ao redor do...

> Leia mais
Manteiga é fonte de vitamina A! Entenda se ainda assim ela é benéfica

Manteiga é fonte de vitamina A! Entenda se ainda assim ela é benéfica Manteiga é fonte de vitamina A! Entenda se ainda assim ela é benéfica

Ter o hábito de passar manteiga em pães e biscoitos no dia a dia não é necessariamente prejudicial à saúde. Apesar de ser comumente tachada como gordurosa e...

> Leia mais
6 frutas com D para variar no cardápio

6 frutas com D para variar no cardápio 6 frutas com D para variar no cardápio

O universo das frutas é tão amplo e diverso que existe até mesmo uma área científica da horticultura, chamada de pomologia, que é dedicada exclusivamente...

> Leia mais
Chá de poejo serve para relaxar e ajuda na respiração! Conheça outros benefícios

Chá de poejo serve para relaxar e ajuda na respiração! Conheça outros benefícios Chá de poejo serve para relaxar e ajuda na respiração! Conheça outros benefícios

Dono de nomes populares, como hortelãzinho, menta-selvagem e erva-de-são-lourenço, o poejo (Mentha pulegium) é uma planta medicinal muito conhecida por conta...

> Leia mais