Tempo de molho do feijão, da lentilha e mais! Saiba o ideal para as leguminosas

Na hora de preparar leguminosas, você deve atentar ao tempo de molho dos grãos (que deve ser de no mínimo 6 horas) antes do cozimento
Na hora de preparar leguminosas, você deve atentar ao tempo de molho dos grãos (que deve ser de no mínimo 6 horas) antes do cozimento
Cristiane Coronel

Consultor:

Cristiane Coronel

Nutricionista Graduada pelo Centro Universitário de Brasília e pós-graduada em Nutrição Clínica e Esportiva Funcional pela Universidade Cruzeiro do Sul

Deixar leguminosas (como feijão, lentilha ou ervilha) e outros grãos de molho é fundamental para eliminar os antinutrientes - substâncias que podem atrapalhar a absorção de vitaminas, minerais e causar problemas de digestão. Para entender melhor o assunto, nós conversamos com a nutricionista Cristiane Coronel, que falou mais sobre a importância da germinação (processo que ocorre quando os grãos ficam de molho) e deu dicas para não errar no tempo em que cada leguminosa deve permanecer submersa na água. Confira!

Ao deixar os grãos de molho, você realiza o processo de germinação, que é importante para remover os fitatos e outros antinutrientes

De acordo com a nutricionista Cristiane Coronel, existe um antinutriente em especial - que costuma estar presente na maioria das leguminosas - que deve ser eliminado antes do cozimento. Por isso, é de suma importância garantir que os grãos fiquem de molho durante o tempo adequado. "É importante deixarmos as leguminosas de molho com o objetivo de retirar o fitato dos grãos. O fitato é uma substância natural contida na parte externa das leguminosas que serve para a proteção dos próprios grãos. Porém, essa substância em contato com o intestino humano não é nada interessante. Ela é responsável por aqueles incômodos de abdômen distendido após as refeições, pois causa fermentação aumentada (gases e flatos), além de impedir a absorção do ferro dos alimentos pelo intestino", explica a profissional.

"Esse processo de deixar os grãos de molho se chama germinação. A germinação traz também outra vantagem para a nossa saúde: como o próprio nome diz, estimula que a leguminosa comece a germinar para surgir uma nova planta. Esse processo faz com que o grão produza bastantes enzimas. Estas, por sua vez, são muito importantes para o nosso sistema digestório, pois melhoram a digestão e metabolização dos nutrientes", complementa Cristiane.

Afinal, quanto tempo as leguminosas devem ficar de molho?

Você já se perguntou sobre quanto tempo o feijão (ou outra leguminosa) deve ficar de molho antes de ser cozido? De acordo com a nutricionista, são necessárias algumas horas para que o processo de germinação se realize completamente. "A germinação deve durar no mínimo 6 e no máximo 12 horas. É importante que a água cubra os grãos por completo e, se possível, uma boa dica é espremer um limão na água, mexer e deixar descansar por esse intervalo de tempo. O limão facilita muito a retirada do fitato dos grãos, formando uma espuminha por cima (retirada do fitato, que vai para a superfície da água). O tempo de germinação deve ser o mesmo para todos os grãos, como: feijões (de todos os tipos: branco, preto, de corda, verde, carioca e fradinho), lentilhas, ervilhas ou grão-de-bico, por exemplo", recomenda Cristiane.

Outro benefício de deixar os grãos de molho é que, assim, você também consegue otimizar o tempo de preparo da comida. Segundo a nutricionista, essa é uma ótima dica para quem precisa agilizar o preparo das refeições no dia a dia. "Assim que der o tempo, despreze essa água, enxágue e cozinhe o feijão com uma nova água. Observe que o tempo de cozimento dos grãos que passam pelo processo de germinação é bem mais curto que o tempo de cozinhar grãos secos", finaliza Cristiane.

Mais noticias com...
Receitas:
Feijão
Ver Mais

Últimas Matérias

Os benefícios do alpiste, planta que também pode ser consumida por humanos

Os benefícios do alpiste, planta que também pode ser consumida por humanos Os benefícios do alpiste, planta que também pode ser consumida por humanos

Embora seja muito usado na alimentação de pássaros, o alpiste também é uma alternativa nutritiva para a dieta de humanos - pode compor saladas e é útil para...

> Leia mais
O que é Hoʻoponopono? Conheça essa técnica havaiana que busca exercitar o perdão

O que é Hoʻoponopono? Conheça essa técnica havaiana que busca exercitar o perdão O que é Hoʻoponopono? Conheça essa técnica havaiana que busca exercitar o perdão

Levar um estilo de vida pautado no perdão e amor-próprio é o melhor caminho para o bem-estar diário. O Hoʻoponopono (prática antiga havaiana que envolve...

> Leia mais
Receita de polvo: como fazer esse fruto do mar sem que ele fique borrachudo

Receita de polvo: como fazer esse fruto do mar sem que ele fique borrachudo Receita de polvo: como fazer esse fruto do mar sem que ele fique borrachudo

Exótico, saboroso e rico em diversas propriedades nutritivas, o polvo é aquele clássico fruto do mar que quem prova não costuma resistir! Não à toa, o...

> Leia mais
Existe chá para engravidar? Descubra quais aumentam a fertilidade

Existe chá para engravidar? Descubra quais aumentam a fertilidade Existe chá para engravidar? Descubra quais aumentam a fertilidade

Buscar alternativas naturais para aumentar a fertilidade e conseguir engravidar de maneira segura é bem mais comum do que parece, sabia? É que alimentos como...

> Leia mais
6 alimentos ricos em catequinas, substâncias com forte ação antioxidante

6 alimentos ricos em catequinas, substâncias com forte ação antioxidante 6 alimentos ricos em catequinas, substâncias com forte ação antioxidante

No universo dos antioxidantes, existem diversas moléculas (como os flavonoides e polifenóis) que apresentam ação antienvelhecimento e anti-inflamatória. As...

> Leia mais
Fruta pequi é fonte de vitaminas e minerais! Conheça esse alimento do cerrado

Fruta pequi é fonte de vitaminas e minerais! Conheça esse alimento do cerrado Fruta pequi é fonte de vitaminas e minerais! Conheça esse alimento do cerrado

Nativo do Cerrado brasileiro, o pequi é um fruto de casca verde-escura que possui espinhos no caroço (debaixo da polpa) e se destaca por ser altamente...

> Leia mais
Há alimentos que causam apendicite? Saiba o que evitar comer

Há alimentos que causam apendicite? Saiba o que evitar comer Há alimentos que causam apendicite? Saiba o que evitar comer

Você sabia que a apendicite (tipo de inflamação aguda no apêndice) pode ser causada por conta de descuidos com a alimentação? Ter uma dieta saudável - livre...

> Leia mais
Já provou molho de abacate para salada? Aprenda a prepará-lo

Já provou molho de abacate para salada? Aprenda a prepará-lo Já provou molho de abacate para salada? Aprenda a prepará-lo

Incrementar saladas de folhas e legumes com molhos, sementes ou cereais é uma ótima forma de diversificar a alimentação diária. Você sabia que é possível...

> Leia mais
5 tipos de comida japonesa para conhecer melhor a culinária nipônica

5 tipos de comida japonesa para conhecer melhor a culinária nipônica 5 tipos de comida japonesa para conhecer melhor a culinária nipônica

Conhecida por ser uma culinária rica em alimentos sazonais e fruto de diversas mudanças políticas e sociais em seu país de origem, a comida japonesa (também...

> Leia mais
Suco congelado é ótimo para aproveitar nutrientes das frutas! Saiba armazená-lo

Suco congelado é ótimo para aproveitar nutrientes das frutas! Saiba armazená-lo Suco congelado é ótimo para aproveitar nutrientes das frutas! Saiba armazená-lo

Você sabia que o suco congelado é uma ótima opção para aproveitar os nutrientes da fruta? Além de trazer mais praticidade para o dia a dia, a bebida consegue...

> Leia mais