Síndrome do Intestino Irritável: O que é isso? Entenda e saiba como evitá-la

A Síndrome do Intestino Irritado é um problema que afeta o corpo e a mente, por isso, precisa ser tratada com bons hábitos de vida
A Síndrome do Intestino Irritado é um problema que afeta o corpo e a mente, por isso, precisa ser tratada com bons hábitos de vida
Patrícia Bertoni Brotherhood

Consultor:

Patrícia Bertoni Brotherhood

Formada em Nutrição pela UNIRIO, é especializada em Gestão de Qualidade e Segurança de Alimentos

Você já ouviu falar na Síndrome do Intestino Irritável? Quem sofre com problemas de gastrite com toda certeza já. A doença, apesar de ser considerada comum e atingir muitas pessoas, precisa de atenção redobrada para não se agravar. Por isso, bons hábitos de vida são determinantes para manter o bem-estar do organismo, deixando-o livre desses incômodos abdominais.

Os sintomas dessa síndrome são bem claros: dores, náuseas, inchaço, irritabilidade no intestino... De maneira geral, o problema afeta pessoas entre 20 e 30 anos, podendo se estender por anos ou, até mesmo, ao longo da vida. Segundo a nutricionista Patrícia Bertoni Brotherhood, a "SII" (sigla utilizada para a doença) se apresenta por uma alteração da função intestinal, tendo influência no comportamento alimentar e também na sensibilidade emocional:

"A síndrome do intestino irritável se caracteriza por episódios alternados de constipação (prisão de ventre) e diarreia, com sensação de evacuação incompleta, gases e desconforto intestinal e peristalse (movimentos involuntários de órgãos causando uma espécie de cólica, por exemplo)", explica a profissional.

Como tratar a Síndrome do Intestino Irritável?

De acordo com a Sociedade Catarinense de Gastroenterologia, a SII não tem cura, mas deve ser tratada, principalmente, com uma dieta equilibrada, hábitos saudáveis e medicamentos prescritos por profissionais da área, para aliviar as dores e os incômodos. Segundo a nutricionista Patrícia, o tratamento deve ser sistêmico, observando os fatores desencadeantes das crises:

"A alimentação deve mudar conforme o intestino se apresentar. Em momentos de diarreia, por exemplo, o melhor é evitar fibras (macarrão e arroz integral, aveia e legumes como cenoura, beterraba e abóbora), que devem voltar à rotina alimentar assim que o indivíduo apresentar melhora. Da mesma forma que, em momentos de constipação, devemos estimular consumo de alimentos laxativos (como ameixas, feijão, lentilha, linhaça, maçã e batata doce, por exemplo) e que funcionem para o indivíduo", ressalta a profissional.

Cuidados com o intestino: tenha atenção com a alimentação e evite o estresse emocional

De acordo com Patrícia Bertoldi, é comum que os pacientes façam restrições alimentares severas ficando com medo de comer. Isso, no entanto, pode trazer prejuízos à saúde: "É necessário avaliação profissional para entendimento e planejamento alimentar para cada situação. Além disso, o profissional irá avaliar a necessidade de suplementação de probióticos e nutrientes bem como a exclusão, de forma correta, de alguns alimentos", analisa a nutricionista.

Vale destacar que, as pessoas que possuem a SII devem evitar picos de estresse, já que, embora não seja a causa da síndrome, a irritação, ansiedade e alterações de humor podem agravar os sintomas. Isso acontece porque as ações que ocorrem no intestino também são equilibradas pelo hormônio do bem-estar, a serotonina.

Como evitar a síndrome do intestino irritável?

- Manter uma alimentação saudável, com o maior consumo de alimentos 100% naturais dentro de uma dieta equilibrada é o ideal. Assim, o intestino não fica sobrecarregado e pode funcionar da maneira correta.

- Pessoas propensas às alergias ou intolerâncias alimentares, devem evitar os alimentos causadores desses distúrbios, uma vez que a constante irritabilidade no intestino pode acarretar a SII.

- O equilíbrio e o autoconhecimento são fatores importantes na síndrome do intestino irritável, pois é conhecendo o seu organismo que você saberá os alimentos mais indicados e os que devem ser evitados durante a crise.

- O acompanhamento com um profissional é indispensável, pois o médico será responsável por te orientar durante a SII e diminuir os efeitos dos sintomas.

* Outras informações sobre distúrbios intestinais podem ser conferidas também no site da Sociedade Catarinense de Gastroenterologia .

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

7 chás de semente que são ótimos para o seu organismo

7 chás de semente que são ótimos para o seu organismo 7 chás de semente que são ótimos para o seu organismo

Você já tentou usar sementes de frutas e plantas para fazer chás medicinais? Muita gente não sabe, mas não são apenas as folhas e flores que são ricas em...

> Leia mais
Malva do reino ajuda a tratar dores e desconfortos! Saiba mais sobre essa planta

Malva do reino ajuda a tratar dores e desconfortos! Saiba mais sobre essa planta Malva do reino ajuda a tratar dores e desconfortos! Saiba mais sobre essa planta

Também conhecida como hortelã-graúdo, a malva do reino é uma planta medicinal rica em antioxidantes e propriedades medicinais que ajudam a fortalecer o...

> Leia mais
Fit Dance: o que é e quais os benefícios? Saiba mais sobre esse exercício!

Fit Dance: o que é e quais os benefícios? Saiba mais sobre esse exercício! Fit Dance: o que é e quais os benefícios? Saiba mais sobre esse exercício!

Você já ouviu falar no Fit Dance? A modalidade que transformou as aulas de dança na academia e vem conquistando milhares de adeptos ao redor do mundo através...

> Leia mais
5 receitas com abóbora cabotiá (japonesa) que são deliciosas e supernutritivas

5 receitas com abóbora cabotiá (japonesa) que são deliciosas e supernutritivas 5 receitas com abóbora cabotiá (japonesa) que são deliciosas e supernutritivas

Extremamente versátil e saborosa na cozinha, a abóbora cabotiá (ou japonesa) é um ingrediente muito utilizado no preparo de caldos, sopas e purês. Para quem...

> Leia mais
Culinária regional: feijão tropeiro e outros 4 pratos típicos do Sudeste

Culinária regional: feijão tropeiro e outros 4 pratos típicos do Sudeste Culinária regional: feijão tropeiro e outros 4 pratos típicos do Sudeste

Se você quer conhecer mais a fundo a culinária brasileira, que tal começar a experimentar as comidas típicas de cada região? A gastronomia do Sudeste, em...

> Leia mais
Vegetais tipo A: o que são, quais são e como incluí-los na dieta diária

Vegetais tipo A: o que são, quais são e como incluí-los na dieta diária Vegetais tipo A: o que são, quais são e como incluí-los na dieta diária

Você sabia que os vegetais são divididos em grupos e classificados de acordo com a quantidade (e tipos) de nutrientes que fornecem? Os vegetais do tipo A, em...

> Leia mais
10 frutas verdes excelentes para a sua saúde: do abacate ao limão

10 frutas verdes excelentes para a sua saúde: do abacate ao limão 10 frutas verdes excelentes para a sua saúde: do abacate ao limão

As frutas verdes, conhecidas por serem fontes de clorofila (um tipo de pigmento antioxidante), são ótimas para fortalecer a imunidade e desintoxicar o...

> Leia mais
Como fazer óleo de abacate e usá-lo na alimentação diária

Como fazer óleo de abacate e usá-lo na alimentação diária Como fazer óleo de abacate e usá-lo na alimentação diária

Indicado para fortalecer a imunidade, favorecer a perda de peso e a saúde da pele, o óleo de abacate é um ingrediente natural altamente nutritivo que pode (e...

> Leia mais
O que é Inktober? Conheça quem aderiu ao desafio de desenhar todos os dias

O que é Inktober? Conheça quem aderiu ao desafio de desenhar todos os dias O que é Inktober? Conheça quem aderiu ao desafio de desenhar todos os dias

Desde 2009, um desafio anual que incentiva a prática de desenhos e ilustrações durante o mês de outubro vem conquistando milhares de artistas ao redor do...

> Leia mais
Manteiga é fonte de vitamina A! Entenda se ainda assim ela é benéfica

Manteiga é fonte de vitamina A! Entenda se ainda assim ela é benéfica Manteiga é fonte de vitamina A! Entenda se ainda assim ela é benéfica

Ter o hábito de passar manteiga em pães e biscoitos no dia a dia não é necessariamente prejudicial à saúde. Apesar de ser comumente tachada como gordurosa e...

> Leia mais