Sementes na alimentação: Veja quais são as mais nutritivas para a saúde!

As sementes são ótimos alimentos para equilibrar e regular as funções do organismo. Descubra quais são as sementes mais poderosas!
As sementes são ótimos alimentos para equilibrar e regular as funções do organismo. Descubra quais são as sementes mais poderosas!

Conhecidas por completarem uma alimentação saudável e tornar o nosso organismo mais nutrido, algumas sementes merecem atenção especial para fazer parte integral das nossas refeições do dia a dia. Pequenas no tamanho, mas gigantescas em relação aos poderes e benefícios, esses notáveis alimentos se tornaram um ingrediente responsável por turbinar a dieta e favorecer, até mesmo, um emagrecimento natural do corpo! Conheça as melhores sementes para acrescentar à sua alimentação!

Versáteis, saborosas e saudáveis, as sementes de linhaça e chia, por exemplo, são alimentos que ajudam a completar o quadro nutricional necessário para o nosso bem-estar, equilibrando as funções do nosso organismo. Ricas em ômega 3, fibras alimentares, vitaminas e minerais, esses alimentos podem fazer parte de preparações doces ou salgadas, tornando o prato mais rico nessas substâncias. Segundo a nutricionista Tamara Castro, as sementes, além das funções nutricionais básicas, trazem outros benefícios à nossa saúde:

"As sementes ajudam na redução do risco de doenças crônicas. Melhoram a saúde do coração, aumentam o sistema imunológico, reduzem os sintomas da menopausa, melhoram a saúde gastrointestinal, preservam a saúde do trato urinário, influênciam ações anti-inflamatórias, diminuem a pressão arterial, protegem a visão e diminui os efeitos da osteoporose", explica a profissional, destacando, abaixo, as melhores sementes para consumo. Veja!

5 sementes essenciais para o nosso bem-estar

1 - Linhaça: Rica em ômega 3, o ácido graxo é um excelente protetor cardíaco, reduzindo os riscos de doenças cardiovasculares: "Contém também substâncias chamadas de fitoestrógenos, que são moléculas semelhantes ao hormônio estrogênio, sendo interessante seu consumo por mulheres no período da menopausa, amenizando os sintomas", analisa a nutricionista.

Consumo: A linhaça pode ser acrescida em pequenas porções de frutas, na vitamina, gelatinas, omelete e até no recheio da tapioca.

2 - Gergelim: Fonte de fibras alimentares, o gergelim ajuda a tornar o intestino saudável e auxilia na diminuição dos níveis de colesterol. "É uma importante fonte de cálcio, sendo muito interessante para promoção de uma boa saúde óssea e dentária, atuando também na prevenção e tratamento de sintomas associados à TPM", completa Tamara.

Consumo: As sementes de gergelim podem ser acrescidas em saladas ou no preparo de carnes e massas. O alimento também é muito comum na alimentação japonesa, compondo os temakis, sushis e sashimis.

3 - Chia: Conhecida como "superalimento", a chia faz jus ao nome: "São importantes fontes de fibras, que em contato com líquido se transformam em uma espécie de gel com a capacidade de retardar o esvaziamento gástrico, com isso a fome demora mais para aparecer; tem capacidade de melhorar os níveis de colesterol no sangue; tem papel interessante na prevenção do Diabetes tipo 2, pois deixa mais lenta a absorção de açúcar no sangue", ressalta a nutricionista.

Consumo: Sucos detox, porções de frutas, tapioca, empanados, vitaminas, gelatinas e suflês são boas opções.

4 - Sementes de girassol: Ricas em vitaminas e minerais, esse alimento ajuda a melhorar o nosso sistema imunológico: "São fontes interessantes de selênio que melhora as funções da tireoide, possui atividade antiviral e antioxidante, ajuda a eliminar metais pesados e tóxicos do organismo. Contém também vitamina E que é um poderoso antioxidante, prevenindo doenças cardiovasculares, reduzindo o risco de câncer", explica a profissional.

Consumo: Após ser triturada, a semente pode fazer parte de massas de tortas ou bolos salgados, misturada com cereais e adicionada ao iogurte.

5 - Sementes de abóbora: São ricas em magnésio, um mineral importantíssimo para o bom funcionamento do corpo como um todo, envolvido em muitas reações biológicas no organismo. "O magnésio está relacionado à melhora de dores de cabeça, nervosismo, depressão, ansiedade, insônia, hipertensão arterial, reduz a inflamação, auxilia na prevenção do Diabetes tipo 2 e a melhora da função intestinal", completa.

Consumo: Misturada com frutas, em sucos ou vitaminas.

As sementes e o iogurte

De forma leve e altamente benéfica para o organismo, as sementes podem ser acrescidas ao seu iogurte. Na primeira refeição do dia ou como lanchinho da tarde, elas vão acrescentar uma boa quantidade de nutrientes importantes à sua alimentação, ajudando a tornar o seu organismo mais saudável e fazendo com que ele funcione da maneira adequada.

"Adicionar sementes ao iogurte é uma excelente estratégia nutricional, fornecendo muitas fibras que, associadas às proteínas e gordura presentes no iogurte, irão oferecer saciedade por um longo período, sendo bastante interessante para pessoas que estão em processo de emagrecimento. Além de contribuírem bastante para uma melhora da função intestinal", indica a nutricionista.

Recomendações de consumo: Há alguma restrição?

Segundo a nutricionista Tamara Castro as quantidades indicadas variam de acordo com a necessidade e o objetivo de cada pessoa, por isso, é de suma importância procurar um nutricionista para avaliação:

"De uma maneira geral, crianças abaixo de 2 anos devem evitar consumir tais sementes. As sementes de linhaça, tanto a marrom quanto a dourada, devem ser evitadas por: gestantes, crianças antes da puberdade, mulheres com histórico familiar de câncer de mama e pessoas com problemas na tireoide. Um adulto saudável pode consumir de 1 a 2 colheres de sopa por dia", finaliza.

*Tamara Castro (CRN: 12101120) é nutricionista e disponibiliza sua página no Facebook e no Instagram para contato e outras informações.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Tempeh: o que é e como consumir esse alimento livre de glúten

Tempeh: o que é e como consumir esse alimento livre de glúten Tempeh: o que é e como consumir esse alimento livre de glúten

Muito consumido em alguns países da Ásia, o tempeh (ou tempê) é uma comida originária da Indonésia que funciona como fonte importante de proteínas vegetais....

> Leia mais
Açúcar de beterraba é saudável? Saiba mais sobre esse adoçante natural

Açúcar de beterraba é saudável? Saiba mais sobre esse adoçante natural Açúcar de beterraba é saudável? Saiba mais sobre esse adoçante natural

Em vez de usar o açúcar refinado comum (extraído da cana), você pode recorrer a alternativas mais naturais e nutritivas de adoçantes. O açúcar de beterraba,...

> Leia mais
5 frutas com caroço que você pode comer integralmente

5 frutas com caroço que você pode comer integralmente 5 frutas com caroço que você pode comer integralmente

Na maioria das vezes, as pessoas têm o hábito de descartar os caroços (também chamados de sementes) das frutas, consumindo apenas a polpa. Mas você sabia que...

> Leia mais
Chá de guaco: como fazer e quais os nutrientes dessa planta medicinal

Chá de guaco: como fazer e quais os nutrientes dessa planta medicinal Chá de guaco: como fazer e quais os nutrientes dessa planta medicinal

Também conhecido como "erva de bruxa", o guaco é uma planta medicinal originária da América do Sul que se destaca, principalmente, por auxiliar no tratamento...

> Leia mais
Dieta alcalina é baseada no pH do corpo! Nutricionista explica se ela é indicada

Dieta alcalina é baseada no pH do corpo! Nutricionista explica se ela é indicada Dieta alcalina é baseada no pH do corpo! Nutricionista explica se ela é indicada

Você sabia que é possível diminuir a acidez do organismo através da alimentação? A dieta alcalina, para quem não conhece, propõe uma alimentação mais natural...

> Leia mais
Óleo de copaíba: para que serve? Seus benefícios e indicações de consumo

Óleo de copaíba: para que serve? Seus benefícios e indicações de consumo Óleo de copaíba: para que serve? Seus benefícios e indicações de consumo

Extraído a partir da árvore copaíba (ou pau-de-óleo), que é nativa da floresta Amazônica, o óleo de copaíba é conhecido por ter várias substâncias...

> Leia mais
Como fazer farinha de grão-de-bico, ingrediente usado em receitas celíacas

Como fazer farinha de grão-de-bico, ingrediente usado em receitas celíacas Como fazer farinha de grão-de-bico, ingrediente usado em receitas celíacas

Buscar ingredientes alternativos para dietas celíacas não é tão difícil quanto parece, sabia? A farinha de grão-de-bico, por exemplo, é uma opção livre de...

> Leia mais
Marmelo: fruta famosa por doce marmelada é rica em fibras! Veja mais nutrientes

Marmelo: fruta famosa por doce marmelada é rica em fibras! Veja mais nutrientes Marmelo: fruta famosa por doce marmelada é rica em fibras! Veja mais nutrientes

Muito consumida no estado de Minas Gerais, a marmelada é um doce de origem portuguesa que, além de saboroso, se destacar por ser rico em fibras, vitaminas A,...

> Leia mais
Está com potássio alto no sangue? Como baixar através da alimentação

Está com potássio alto no sangue? Como baixar através da alimentação Está com potássio alto no sangue? Como baixar através da alimentação

Você sabia que, quando consumido em excesso, o potássio pode ser muito prejudicial à saúde? A hipercaliemia (ou hiperpotassemia), para quem não conhece,...

> Leia mais
Bolo de banana com aveia fit: conheça opções para variar na receita

Bolo de banana com aveia fit: conheça opções para variar na receita Bolo de banana com aveia fit: conheça opções para variar na receita

Preparar sobremesas saudáveis e ao mesmo tempo saborosas não precisa ser algo difícil, sabia? Usando ingredientes mais naturais - como frutas, açúcar de coco...

> Leia mais