Sementes de melancia são saudáveis? Veja 4 benefícios e saiba como consumi-las!

Melancia tem muito caroço? Que bom! Essas pequenas sementes são ótimas para a saúde. Veja como podemos usá-las em nossa alimentação.
Melancia tem muito caroço? Que bom! Essas pequenas sementes são ótimas para a saúde. Veja como podemos usá-las em nossa alimentação.

Sabe aqueles carocinhos de melancia que normalmente você junta e joga fora depois de comer a saborosa fruta? Então, eles também podem (e devem!) ser usados em sua alimentação! Essas pequenas sementes, mas que se concentram em grandes quantidades no alimento, são fontes de poderosos nutrientes que geram bem-estar e fortalecem o organismo como um todo. Seja em forma de farinha ou chá, os caroços costumam ser utilizados, por exemplo, em dietas e regimes para o emagrecimento saudável e a perda de peso natural.

Conhecida por ser uma fonte nutricional poderosa para o nosso organismo, a melancia é uma fruta refrescante, suculenta e de rica substâncias, como carboidratos, fibras alimentares, proteínas, vitaminas A, C e minerais (cálcio, potássio e ferro, etc), que ajudam a fortalecer a saúde do coração, diminuir os riscos das doenças renais e ainda favorece um emagrecimento saudável, quando implantada em um plano alimentar equilibrado. A nutricionista Carolina Barcellos explica a importância de utilizarmos a melancia de forma integral, sobretudo, aproveitando as sementes:

"Uma xícara de sementes de melancia possui em média 600 calorias, sendo que aproximadamente 400 calorias são compostas de gorduras boas, como o ômega 3 e 6, e, 35% de sua composição é proveniente de proteínas de boa qualidade. Elas são ótimas para combater o envelhecimento precoce por suas propriedades antioxidantes, possuem zinco e magnésio, dois minerais que reduzem a ação dos radicais livres. Além disso, o magnésio é responsável pelo funcionamento do coração, promovendo a pressão sanguínea normal, portanto tem efeito benéfico no tratamento de doenças do coração e hipertensão arterial", explica a profissional destacando outros benefícios do consumo da semente. Veja!

4 benefícios da semente de melancia

1 - Ricas em ômega 3 e 6: Conhecidas como gorduras boas, esses ácidos-graxos auxiliam no tratamento de dislipidemias (distúrbio dos níveis de lipídios), melhoram a saúde cardiovascular, prevenindo doenças e complicações e por possuírem ações anti-inflamatórias, os ômegas 3 e 6 possuem um papel importante no trato e prevenção de doenças respiratórias.

2 - Fonte de energia: Nas sementes de melancia também encontramos uma boa fonte energética devido ao seu teor de carboidratos e fibras. Essas substâncias ajudam a manter o nosso corpo ativo para realizar as atividades cotidianas. "Fibras essas que também ajudam a estimular a motilidade intestinal, auxiliando na constipação", completa a nutricionista.

3 - Ação diurética: Esses pequenos alimentos também promovem a eliminação do excesso de água do organismo, o que reduz a sensação de inchaço. Além disso, expelimos as toxinas do organismo de forma mais eficaz, tornando-o mais saudável e limpo.

4 - Têm propriedades antimicrobianas: Essa ação presente na composição das sementes ajudam a impedir a formação de micro-organismo no nosso corpo, agindo contra infecções bacterianas e fúngicas, como a infecção gastrointestinal, diarreia e doenças respiratórias, por exemplo.

Como utilizar as sementes de melancia?

Segundo Carolina Barcellos, existem diversas maneiras de incorporar a semente da melancia em nossa alimentação:

"Podemos consumi-la preparando um chá, torrar as sementes no forno também é uma boa opção, triturá-las e utilizar como uma farinha, além de consumi-las in natura. Portanto, devemos ter alguns cuidados, desde a higienização, lavando em água corrente. Se consumidas torradas ou in natura temos que tomar cuidados para que as trituremos bem, uma vez que elas não são digeridas facilmente", analisa a profissional.

- Chá de semente de melancia: 40 g de semente de melancia trituradas, para que liberem o óleo, em 1 litro de água fervente. Tampe e reserve por 1 hora, até que esfrie. Coe o conteúdo e guarde em garrafa de vidro na geladeira. Deve ser consumido em temperatura ambiente. Um copo ao dia é o suficiente para obtenção dos benefícios.

- Farinha de melancia: Triture as sementes no liquidificador. Utilize incorporando em preparações como, bolos, pães, sopas e caldos.

- Sementes torradas: Distribua as sementes em uma forma e leve ao forno por aproximadamente, 30 minutos, ou até que estejam bem sequinhas e crocantes. Sirva como aperitivo.

OBS: Lembrando que as melancias possuem grande quantidade de calóricas, por isso, consuma com moderação. Você pode acrescentá-las em sucos, triturando-as junto no liquidificador. Apesar dos diversos benefícios da semente de melancia, devemos consumi-la de forma equilibrada devido ao seu alto teor energético", finaliza a nutricionista.

* Carolina Barcellos (CRN2-13592) é nutricionista clínica e disponibiliza a rede social da clínica de atendimento para informações e contato: Nutrissoma

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Como fazer creme de leite caseiro e evitar o industrializado

Como fazer creme de leite caseiro e evitar o industrializado Como fazer creme de leite caseiro e evitar o industrializado

Muito usado no preparo de molhos para carnes ou massas, caldas e diferentes sobremesas (como mousses e pudins), o creme de leite é um ingrediente que não...

> Leia mais
4 maneiras de ajudar o próximo sem sair de casa

4 maneiras de ajudar o próximo sem sair de casa 4 maneiras de ajudar o próximo sem sair de casa

Doar parte do seu tempo (e energia) para ajudar o próximo é uma verdadeira prova de empatia - e, ao mesmo tempo, uma forma de promover autoconhecimento e...

> Leia mais
Qual carne tem mais colágeno? Saiba onde encontrar boas quantidades da proteína

Qual carne tem mais colágeno? Saiba onde encontrar boas quantidades da proteína Qual carne tem mais colágeno? Saiba onde encontrar boas quantidades da proteína

Para manter a saúde da pele e prevenir o envelhecimento precoce, é muito importante manter uma alimentação rica em colágeno. A boa notícia é que existem...

> Leia mais
Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente

Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente

Causada por um arbovírus transmitido pela picada do mosquito Aedes aegypti, a dengue é uma doença infecciosa que precisa ser tratada com seriedade. Ela causa...

> Leia mais
Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo

Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo

Entender como o nosso corpo absorve os nutrientes é um passo importante para quem quer montar uma dieta mais eficiente. Afinal, algumas substâncias podem...

> Leia mais
Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum

Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum

Popularmente conhecida por auxiliar em tratamentos contra artrose, artrite e dores nas articulações, a canela de velho (Miconia albicans) é uma planta cheia...

> Leia mais
O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal

O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal

Ficar muitas horas sem comer - como na prática do jejum intermitente - e depois ingerir uma refeição de estômago vazio, pode ser algo extremamente...

> Leia mais
5 alimentos com glutamato monossódico para deixar de consumir

5 alimentos com glutamato monossódico para deixar de consumir 5 alimentos com glutamato monossódico para deixar de consumir

Identificado como realçador de sabor, MSG ou umami, o glutamato monossódico é um aditivo químico presente em diversos alimentos industrializados que pode...

> Leia mais
Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la

Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la

Você já deve ter ouvido falar na intolerância à lactose (açúcar presente nos leites e derivados) - problema que pode acometer pessoas em diferentes fases da...

> Leia mais
Almoço japonês: conheça os pratos populares na culinária nipônica

Almoço japonês: conheça os pratos populares na culinária nipônica Almoço japonês: conheça os pratos populares na culinária nipônica

Você também gosta de experimentar comidas de culinárias diferentes? A gastronomia japonesa, para quem não conhece, costuma usar muitos legumes, vegetais,...

> Leia mais