Saiba quais grupos de alimentos que você deve comer todos os dias

Você pode fazer um cardápio equilibrado com legumes, verduras, frutas, leguminosas e oleaginosas
Você pode fazer um cardápio equilibrado com legumes, verduras, frutas, leguminosas e oleaginosas

Produto recomendado

Arroz Integral 7 Cereais com Cenoura Taeq Pacote 500g

Arroz Integral 7 Cereais com Cenoura Taeq Pacote 500g

Botão do Pão de Açúcar Delivery

Se alimentar de forma saudável é o primeiro passo para cuidar do nosso corpo e garantir um estilo de vida mais equilibrado. Afinal, aquele ditado "a gente é o que a gente come" realmente faz todo sentido! E olha que não é nada difícil fazer uma dieta equilibrada, com todos os grupos de alimentos importantes. Para te ajudar a montar um cardápio bem completo e saboroso, a gente listou alguns grupos de alimentos que você deve comer todos os dias. Confira!

Leguminosas são ricas em proteínas

O grupo das leguminosas é formado por grãos produzidos em vagens, como o feijão, ervilha, soja, grão-de-bico e a lentilha. Além de bem saborosos, eles são conhecidos por serem ricos em proteína, ferro, fibras e vitamina B. Ou seja, têm muitos nutrientes que são superimportantes para a sua dieta! O ideal é comer ao menos uma porção de leguminosa por dia (geralmente no almoço) para garantir uma alimentação mais completa. Você pode ir variando com o tempo... Em um dia, prepare um feijão temperado, no outro, lentilhas cozidas e assim por diante.

Legumes e verduras fortalecem o sistema imunológico

Todo mundo já está cansado de saber sobre a importância dos legumes e verduras na dieta. Isso porque eles fazem bem para a pele, cabelo, fortalecem o sistema imunológico e têm baixas calorias. Ou seja, você pode comê-los em maior quantidade, sem problemas! Dentre os legumes mais famosos estão a cenoura, chuchu, beterraba e a abóbora, que podem ser preparados de várias formas. Você pode ralar, cozinhar em água fervente ou misturar pedaços crus na salada. Verduras como o alface e o brócolis também fazem superbem à saúde, então tente implementá-los a sua dieta! O ideal é que você coma cerca de duas colheres de sopa de legumes e verduras no jantar e no almoço.

Vegetais de folhas verde-escuras possuem agentes antioxidantes

Se tem algo que você pode comer à vontade, com certeza são os vegetais de folhas verde-escuras. Eles são ricos em vitaminas (A, B, C e K), ferro, potássio, cálcio, fibras e agentes antioxidantes que fortalecem o nosso sistema imunológico. Nesse universo de folhas verdes, a rúcula, agrião, espinafre e couve fazem muito sucesso e você pode prepará-los da forma que bem entender! O ideal é fazer uma salada, que também seja equilibrada com legumes e verduras, para comer no almoço e jantar.

Frutas são ricas em vitaminas e minerais

As frutas são os alimentos perfeitos para ingerir no café da manhã e nos lanchinhos da tarde. Isso porque elas são ricas em vitaminas e minerais que fazem bem para o organismo como todo, além de serem bem leves e refrescantes. No período do verão, em especial, você pode abusar de lanches com sucos e smoothies gelados - feitos de melancia, maracujá, morango, limão, abacaxi ou qualquer fruta que você preferir. Também é indicado que você varie bastante, experimentando um tipo de fruta diferente sempre que possível. Assim, o seu cardápio fica muito mais rico e você não corre o risco de enjoar com o tempo.

Oleaginosas combatem o colesterol ruim

Para atingir um bom equilíbrio na sua alimentação, você também deve contar com oleaginosas na sua dieta. Elas são formadas por alimentos superconhecidos e queridos: nozes, castanhas, amêndoas e avelãs, que são muito usados no preparo de doces e outras receitinhas especiais. Mas, além de saborosas, elas também são fonte importante de ômega 3, cálcio, magnésio e combatem o colesterol ruim (LDL). Uma boa ideia é comer duas castanhas do Pará por dia ou até mesmo um mix de oleaginosas para comer no lanche.

Cereais integrais são supernutritivos

No grupo dos cereais integrais, existe uma série de alimentos nutritivos que fazem muito bem à saúde: arroz, milho, granola, aveia e trigo, por exemplo. Entre eles, o arroz é o mais básico e está na dieta tradicional dos brasileiros. Além disso, quando combinado com alguma leguminosa (feijão ou lentilha, por exemplo), fica ainda mais saboroso e nutritivo! Para completar esse cardápio você também pode adicionar uma carne magra - um filé fino de peixe ou frango, por exemplo, vai cair muito bem.

Dica extra: Você pode preparar uma espécie de farinha "mágica", misturando porções de granola sem açúcar, aveia, sementes de chia e uma pitada de canela em pó. Esse mix saudável fica supersaboroso, e você pode muito bem misturar com iogurte ou frutas amassadas.

Receitas:
Feijão
Ver Mais

Últimas Matérias

Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente

Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente

Causada por um arbovírus transmitido pela picada do mosquito Aedes aegypti, a dengue é uma doença infecciosa que precisa ser tratada com seriedade. Ela causa...

> Leia mais
Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo

Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo

Entender como o nosso corpo absorve os nutrientes é um passo importante para quem quer montar uma dieta mais eficiente. Afinal, algumas substâncias podem...

> Leia mais
Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum

Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum

Popularmente conhecida por auxiliar em tratamentos contra artrose, artrite e dores nas articulações, a canela de velho (Miconia albicans) é uma planta cheia...

> Leia mais
O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal

O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal O que não pode comer no jejum? Descubra o que evitar para não passar mal

Ficar muitas horas sem comer - como na prática do jejum intermitente - e depois ingerir uma refeição de estômago vazio, pode ser algo extremamente...

> Leia mais
5 alimentos com glutamato monossódico para deixar de consumir

5 alimentos com glutamato monossódico para deixar de consumir 5 alimentos com glutamato monossódico para deixar de consumir

Identificado como realçador de sabor, MSG ou umami, o glutamato monossódico é um aditivo químico presente em diversos alimentos industrializados que pode...

> Leia mais
Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la

Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la Como o corpo desenvolve intolerância alimentar? Descubra se é possível evitá-la

Você já deve ter ouvido falar na intolerância à lactose (açúcar presente nos leites e derivados) - problema que pode acometer pessoas em diferentes fases da...

> Leia mais
Almoço japonês: conheça os pratos populares na culinária nipônica

Almoço japonês: conheça os pratos populares na culinária nipônica Almoço japonês: conheça os pratos populares na culinária nipônica

Você também gosta de experimentar comidas de culinárias diferentes? A gastronomia japonesa, para quem não conhece, costuma usar muitos legumes, vegetais,...

> Leia mais
Como cozinhar mandioca e deixar o alimento macio

Como cozinhar mandioca e deixar o alimento macio Como cozinhar mandioca e deixar o alimento macio

Presente na nossa alimentação antes mesmo de o Brasil ser descoberto pelos portugueses, a mandioca (também chamada de macaxeira ou aipim) é uma raiz...

> Leia mais
6 aplicativos de meditação que vão te ajudar a acalmar a mente

6 aplicativos de meditação que vão te ajudar a acalmar a mente 6 aplicativos de meditação que vão te ajudar a acalmar a mente

Separar poucos minutos do dia para meditar, relaxar o corpo e a mente pode ser algo muito benéfico, sabia? Cuidar da saúde mental e emocional requer pequenos...

> Leia mais
Os problemas causados pela falta de fósforo no organismo

Os problemas causados pela falta de fósforo no organismo Os problemas causados pela falta de fósforo no organismo

Os minerais, de uma forma geral, são muito importantes para a saúde dos sistemas nervoso, muscular, esquelético e digestivo, além de garantirem equilíbrio...

> Leia mais