Quem amamenta pode comer o que? Saiba quais alimentos lactantes devem evitar

De acordo com a nutricionista Luciana Novaes, é necessário moderar na quantidade de café durante a amamentação, pois essa bebida pode acelerar os batimentos cardíacos do bebê e gerar irritabilidade
De acordo com a nutricionista Luciana Novaes, é necessário moderar na quantidade de café durante a amamentação, pois essa bebida pode acelerar os batimentos cardíacos do bebê e gerar irritabilidade
Luciana Novaes

Consultor:

Luciana Novaes

Nutricionista mestre em Saúde Pública pela FIOCRUZ com especialização em Saúde Materna e Infantil e Nutrição Clínica e Estética pelo IPGS

Muitas mulheres não sabem, mas existem alimentos que devem ser reduzidos (ou até mesmo cortados) durante o período de amamentação. Afinal, tudo que a mãe consome se reflete diretamente na produção do leite - que é a alimentação base do bebê nos primeiros seis meses de vida. Por isso, além de procurar uma alimentação saudável e equilibrada, também é necessário cortar alguns grupos de alimentos. Para saber mais sobre o assunto, nós conversamos com a nutricionista Luciana Novaes, especializada em saúde materna e infantil. Confira!

Bebidas alcoólicas não devem ser consumidas durante a amamentação

Buscar uma alimentação saudável durante a amamentação é essencial para garantir uma boa nutrição ao bebê. "Alguns alimentos não são indicados para esse período de amamentação. Não só por conta da saúde da mãe, mas também por trazerem riscos à saúde do bebê", afirma Luciana.

Nessa onda de reduzir e cortar alimentos, um dos principais pontos é a bebida alcoólica, como explica a nutricionista: "É um mito achar que o consumo de cerveja preta aumenta a produção de leite materno. Além de isso não acontecer, o álcool da bebida passa para o leite, tornando-se um risco para a saúde do bebê", comenta.

Algumas mulheres pensam que é possível consumir álcool em horas do dia que não estão amamentando. No entanto, a nutricionista destacou que isso não é indicado. "Não adianta achar que 2 ou 3 horas depois do consumo da bebida não há esse risco. O álcool fica circulando no corpo por muito mais tempo. Por isso, quem amamenta não deve fazer a ingestão de bebida alcoólica. Além disso, há uma mudança no cheiro do leite, o que pode levar o bebê a recusar e atrapalhar a prática do aleitamento", complementa a profissional.

Evite alimentos muito gordurosos e pesados

Além de cortar as bebidas alcoólicas durante a amamentação, é importante que a mãe também evite alimentos muito gordurosos: "Alimentos ricos em gorduras, como bacon, linguiça e frituras, tendem a aumentar o teor de gordura no leite e podem provocar desarranjos intestinais na criança, fazendo com que ela tenha fezes mais amolecidas e aumentando a quantidade das evacuações", explica Luciana.

É importante maneirar no consumo da cafeína

Você sabia que os efeitos da cafeína (de despertar a mente, por exemplo) podem ser transmitidos para o leite materno? Segundo Luciana, o ideal é que a mãe também modere no consumo dessa substância: "Café, chá preto e chá mate têm que ser usados com moderação: 200 ml no máximo por dia, sendo dividida de 2 a 4 vezes (4 xícaras de 50 ml, por exemplo). Isso porque a cafeína passa para o leite materno e isso pode acelerar o batimento cardíaco do bebê, provocar irritabilidade e dificuldades para dormir", acrescenta a especialista.

Reduza o consumo de alimentos muito calóricos

Outra dica interessante é reduzir o consumo de alimentos calóricos, como doces e massas. Assim, você garante uma alimentação mais leve e nutritiva, apenas com alimentos indispensáveis para o bebê. "Alimentos ricos em açúcar, pão branco e arroz branco também devem ser evitados. São extremamente calóricos e, por isso, contribuem para o ganho de peso materno e do bebê", explica Luciana.

Mesmo assim, a nutricionista ainda destaca que não existe um alimento específico que cause cólicas ou dores no bebê. O importante é realmente fazer um acompanhamento com um bom médico e nutricionista e manter-se atenta às reações do bebê à alimentação.

"Nenhum alimento, isolado, pode causar cólicas no bebê. Mas o intestino do bebê ainda está se formando e algumas crianças apresentam maior dificuldade de digestão do que outras. Alguns alimentos podem contribuir para agravar essa situação, como crucíferas (brócolis, repolho, couve-flor), café, chá mate, chocolate e refrigerante. É importante que a mãe perceba se a mamada, após a ingestão desses alimentos, causa algum desconforto, para a retirada que deve ser feita com o acompanhamento e a orientação de um nutricionista" finaliza a profissional.

Receitas:
Café
Ver Mais

Últimas Matérias

5 cuidados importantes para quem vai praticar atividades físicas no calor

5 cuidados importantes para quem vai praticar atividades físicas no calor 5 cuidados importantes para quem vai praticar atividades físicas no calor

Praticar exercícios físicos de forma regular e equilibrada - mesmo em dias mais quentes - é importante para a saúde mental e corporal. No entanto, durante o...

> Leia mais
Não sabe para que serve a equinácea? Descubra por que e como consumi-la

Não sabe para que serve a equinácea? Descubra por que e como consumi-la Não sabe para que serve a equinácea? Descubra por que e como consumi-la

Usada para tratar inflamações e amenizar sintomas de gripes e resfriados, como tosse e coriza, a equinácea (Echinacea ssp.) é uma planta medicinal...

> Leia mais
6 motivos para consumir chá de chia e como prepará-lo

6 motivos para consumir chá de chia e como prepará-lo 6 motivos para consumir chá de chia e como prepará-lo

Rica em fibras alimentares, ômega 3 e minerais importantes, a chia é uma semente altamente nutritiva geralmente usada em dietas restritivas, já que é...

> Leia mais
O que não pode comer quando coloca piercing? Descubra quais alimentos priorizar

O que não pode comer quando coloca piercing? Descubra quais alimentos priorizar O que não pode comer quando coloca piercing? Descubra quais alimentos priorizar

Após colocar piercing, fazer tatuagem ou realizar procedimentos cirúrgicos, é muito importante evitar certos alimentos e ter uma dieta que contribua para o...

> Leia mais
Quais os tipos de ginástica? Veja as características de cada um

Quais os tipos de ginástica? Veja as características de cada um Quais os tipos de ginástica? Veja as características de cada um

Equilíbrio, flexibilidade e força. Você sabia que essas três palavrinhas estão associadas a praticamente todos os tipos de ginástica? Classificada em...

> Leia mais
Boldo-da-terra ou boldo-do-chile? Saiba para que serve cada um

Boldo-da-terra ou boldo-do-chile? Saiba para que serve cada um Boldo-da-terra ou boldo-do-chile? Saiba para que serve cada um

Entre as espécies de boldo mais utilizadas para tratar problemas como gastrite, gripes e resfriados, o boldo-da-terra e o boldo-do-chile são duas que...

> Leia mais
5 benefícios da farinha de linhaça para a sua saúde

5 benefícios da farinha de linhaça para a sua saúde 5 benefícios da farinha de linhaça para a sua saúde

Usar farinha de linhaça no preparo de omeletes, pães, biscoitos, panquecas e até vitaminas no dia a dia é uma ótima forma de fortalecer o organismo....

> Leia mais
Como é feito o açaí? Entenda o processo que a palmeira passa para chegar a você

Como é feito o açaí? Entenda o processo que a palmeira passa para chegar a você Como é feito o açaí? Entenda o processo que a palmeira passa para chegar a você

Nativo da região amazônica e consumido em todo o Brasil, o açaí é uma fruta altamente nutritiva (rica em cálcio, potássio, ferro, vitaminas A, C, do complexo...

> Leia mais
4 receitas com jambo para usar a fruta no dia a dia

4 receitas com jambo para usar a fruta no dia a dia 4 receitas com jambo para usar a fruta no dia a dia

Embora seja nativo da Malásia, o jambo-vermelho é uma frutinha bastante encontrada nas regiões Norte, Nordeste e Sudeste do Brasil - sendo consumida in...

> Leia mais
Já provou a pimenta-do-reino verde? Saiba tudo sobre esse tempero

Já provou a pimenta-do-reino verde? Saiba tudo sobre esse tempero Já provou a pimenta-do-reino verde? Saiba tudo sobre esse tempero

Você já ouviu falar da pimenta-do-reino verde? De origem asiática, a variação vem de uma das pimentas mais antigas e conhecidas do mundo, principalmente...

> Leia mais