Qual é a diferença entre grãos, sementes e cereais? Entenda cada alimento!

Grãos, cereais e sementes possuem diferenças importantes para a nossa alimentação. Saiba mais sobre cada um!
Grãos, cereais e sementes possuem diferenças importantes para a nossa alimentação. Saiba mais sobre cada um!
Grãos, cereais e sementes possuem diferenças importantes para a nossa alimentação. Saiba mais sobre cada um!
Grãos, cereais e sementes possuem diferenças importantes para a nossa alimentação. Saiba mais sobre cada um!
Grãos, cereais e sementes possuem diferenças importantes para a nossa alimentação. Saiba mais sobre cada um!
Grãos, cereais e sementes possuem diferenças importantes para a nossa alimentação. Saiba mais sobre cada um!
Grãos, cereais e sementes possuem diferenças importantes para a nossa alimentação. Saiba mais sobre cada um!
Grãos, cereais e sementes possuem diferenças importantes para a nossa alimentação. Saiba mais sobre cada um!
Grãos, cereais e sementes possuem diferenças importantes para a nossa alimentação. Saiba mais sobre cada um!
Grãos, cereais e sementes possuem diferenças importantes para a nossa alimentação. Saiba mais sobre cada um!
Grãos, cereais e sementes possuem diferenças importantes para a nossa alimentação. Saiba mais sobre cada um!
Patrícia Bertoni Brotherhood

Consultor:

Patrícia Bertoni Brotherhood

Formada em Nutrição pela UNIRIO, é especializada em Gestão de Qualidade e Segurança de Alimentos

"Grão, cereal e sementes? Ah, é tudo a mesma coisa!". Se você pensa assim, é hora de rever os seus conceitos. Apesar de muito parecidos e serem sempre associados aos mesmos tipos de alimentos, eles são diferentes e merecem atenções especiais em nossa alimentação cotidiana. Nutricionalmente poderosos, apelidados, muitas vezes, de "superalimentos", cada ingrediente possui aspectos próprios e que deixam o organismo forte e corpo saudável. Entenda mais!

Assim, de uma forma mais simples, vamos elucidar essas diferenças: a semente só é considerada semente por estar viva e apta para gerar uma nova planta. Já o grão é o alimento resultado dessa colheita. Ou seja, em linhas gerais, nós consumimos os grãos das sementes, por exemplo: a ervilha é um grão resultado da semente da raiz dessa leguminosa. Enquanto isso, por sua vez, o cereal é a planta como um todo, cultivadas por seus frutos, o trigo, por exemplo, como explica a nutricionista Patrícia Bertoni Brotherhood:

"A diferença básica entre o grão e a semente é que o grão é utilizado como alimento diretamente ou após transformado pela indústria, enquanto a semente precisa germinar para produzir outra planta. Ou seja, a diferença entre grãos e sementes depende de como serão usados. Já o cereal é um subgrupo desses mesmos alimentos", analisa a profissional.

As sementes como alimento

Quem nunca ouviu falar na "dietas das sementes"? Pois é, apesar de terem como função principal dar vida aos alimentos, elas também podem fazer parte de um plano alimentar equilibrado, uma vez que as substâncias presentes em sua composição também são comestíveis e altamente nutritivas. As sementes de frutas (melancia, uva e maracujá, etc), podem, por exemplo, se transformar em farinhas, chás ou, até mesmo, compor e acompanhar outras preparações, como doces, sucos, chás e outras bebidas.

Conheça as diferenças nutricionais desses alimentos

Segundo a nutricionista, esses alimentos podem ser divididos em grupos, como as leguminosas, cereais e as oleaginosas, confira: "As leguminosas, onde estão grãos ricos em proteínas: os feijões, grão de bico, lentilhas. Os cereais, grãos usados na alimentação, fontes de carboidratos, na sua forma original como: arroz, aveia, milho ou em seus produtos como farinha de trigo, cerveja... E as oleaginosas, onde incluem as castanhas, nozes, pistaches, noz pecã, entre outras que são ricas em gorduras "boas"", completa Patrícia.

Grãos:
Esses alimentos caíram na graça dos brasileiros e seguidores da alimentação saudável. Os grãos integrais são ricos em fibras alimentares, vitaminas e minerais responsáveis por tornarem nosso corpo saudável e nutrido. Favorecem um emagrecimento saudável, completam o quadro nutricional necessário para o nosso bem-estar, previnem doenças crônicas e ajudam no funcionamento das funções do nosso organismo. Além disso, a maioria desses alimentos é uma fonte incrível de ômega 3, um ácido graxo responsável pela saúde do cérebro e do coração.

Como consumir? - Esses alimentos podem ser acrescidos em saladas, iogurtes, porções de frutas, sucos naturais, vitaminas e sopas.

Sementes: O grupo dos feijões, lentilhas, ervilhas e o amendoim, se destacam pela riqueza em minerais como o ferro, importante na prevenção da anemia. Fonte de fibras alimentares esse grupo de alimentos também atua no trato intestinal, favorecendo o trânsito, prevenindo a constipação, prisão de ventre e outras complicações. As fibras ainda favorecem a saúde cardiovascular, diminuindo os riscos das doenças cardíacas, reduzindo os níveis de colesterol no sangue e contribuindo para a redução da pressão arterial. Esses alimentos ainda são ricos em vitaminas do complexo B, que beneficiam a saúde da pele e possuem efeito anti-inflamatório.

Como consumir? - As sementes podem ser acrescidas em um plano alimentar equilibrado através de saladas, sopas e caldos.

Cereais: Indicados para uma dieta saudável, esses alimentos também são ricos em fibras alimentares, - as versões integrais -, além dos carboidratos complexos que fornecem energia adequada para o nosso organismo. São boas fontes de vitaminas, minerais, proteínas e gorduras "boas", tais como ferro, cálcio, vitaminas A, C E e do complexo B, sendo essas substâncias responsáveis pela prevenção do câncer, controle do açúcar no sangue, fortalecem o sistema imunológico, protegem a visão e atuam no desenvolvimento dos nossos ossos e músculos.

Como consumir? - Esses cereais, tais quais o trigo, cevada e a aveia, por exemplo, podem sofrer o processo industrial e se tornarem farinhas, que também contribuem com a nossa alimentação. Podem ser consumidos em sucos, vitaminas, saladas, porções de frutas etc.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

Comer ovo todo dia faz mal? Descubra qual a quantidade indicada

Comer ovo todo dia faz mal? Descubra qual a quantidade indicada Comer ovo todo dia faz mal? Descubra qual a quantidade indicada

Presente em uma série de mitos sobre a alimentação, o ovo é um alimento que costuma causar muita controvérsia entre os consumidores. Enquanto algumas pessoas...

> Leia mais
5 frutas com potássio que são boas fontes do mineral

5 frutas com potássio que são boas fontes do mineral 5 frutas com potássio que são boas fontes do mineral

Importante para a saúde dos ossos, nervos e músculos, o potássio é um mineral abundante e extremamente necessário para o nosso organismo. Quem sofre...

> Leia mais
Vitaminas K1, K2 e K3: as diferenças e semelhanças entre elas

Vitaminas K1, K2 e K3: as diferenças e semelhanças entre elas Vitaminas K1, K2 e K3: as diferenças e semelhanças entre elas

Ter uma alimentação rica em vitaminas é fundamental para fortalecer a imunidade e garantir o bom funcionamento do organismo como um todo. O complexo K, em...

> Leia mais
Suco de graviola: 6 receitas refrescantes e nutritivas com a fruta

Suco de graviola: 6 receitas refrescantes e nutritivas com a fruta Suco de graviola: 6 receitas refrescantes e nutritivas com a fruta

Preparar sucos naturais é uma ótima alternativa para refrescar nos dias mais quentes e manter o corpo hidratado. E, para variar no cardápio de bebidas, que...

> Leia mais
Como comemorar o Dia dos Pais de forma criativa sem sair de casa

Como comemorar o Dia dos Pais de forma criativa sem sair de casa Como comemorar o Dia dos Pais de forma criativa sem sair de casa

Tem coisa melhor que passar o Dia dos Pais junto com a família contando histórias, comendo, fazendo jogos e brincadeiras? A melhor parte é que nem é preciso...

> Leia mais
Os nutrientes do eryngui e como preparar esse cogumelo

Os nutrientes do eryngui e como preparar esse cogumelo Os nutrientes do eryngui e como preparar esse cogumelo

Usar cogumelos para incrementar receitas veganas ou vegetarianas é sempre uma boa opção. Afinal, eles acrescentam muito em termos nutricionais e agregam mais...

> Leia mais
Mozarela de búfala tem lactose? Saiba tudo sobre esse queijo

Mozarela de búfala tem lactose? Saiba tudo sobre esse queijo Mozarela de búfala tem lactose? Saiba tudo sobre esse queijo

Você sabia que a mozarela de búfala é um dos tipos de queijos brancos mais consumidos do mundo? Conhecida pela sua textura cremosa e suculenta, ela tem como...

> Leia mais
Macarrão sem farinha de trigo: 4 opções ótimas para celíacos

Macarrão sem farinha de trigo: 4 opções ótimas para celíacos Macarrão sem farinha de trigo: 4 opções ótimas para celíacos

Você sabia que é possível preparar receitas de macarrão sem necessariamente usar farinha de trigo? Quem é celíaco, por exemplo, deve passar longe de pratos...

> Leia mais
6 lanches veganos supernutritivos para comer a qualquer hora

6 lanches veganos supernutritivos para comer a qualquer hora 6 lanches veganos supernutritivos para comer a qualquer hora

Às vezes pode parecer difícil seguir uma dieta vegana e ter tempo para preparar lanches sem ingredientes de origem animal durante a correria do dia a dia....

> Leia mais
O que é sagu? Conheça a fécula muito usada no preparo de sobremesas gaúchas

O que é sagu? Conheça a fécula muito usada no preparo de sobremesas gaúchas O que é sagu? Conheça a fécula muito usada no preparo de sobremesas gaúchas

Se você gosta de experimentar comidas típicas de diferentes regiões do Brasil, é bem provável que já conheça o sagu - uma sobremesa feita com vinho tinto...

> Leia mais