Proteína vegetal: 5 alimentos substitutos da carne

Há vida sem carne? Sim, há! A substituição da proteína animal (vinda das carnes) pela proteína de origem vegetal é perfeitamente cabível em nossa nutrição. Basta saber combinar os aminoácidos necessários ao nosso organismo.
Há vida sem carne? Sim, há! A substituição da proteína animal (vinda das carnes) pela proteína de origem vegetal é perfeitamente cabível em nossa nutrição. Basta saber combinar os aminoácidos necessários ao nosso organismo.
Há vida sem carne? Sim, há! A substituição da proteína animal (vinda das carnes) pela proteína de origem vegetal é perfeitamente cabível em nossa nutrição. Basta saber combinar os aminoácidos necessários ao nosso organismo.
Há vida sem carne? Sim, há! A substituição da proteína animal (vinda das carnes) pela proteína de origem vegetal é perfeitamente cabível em nossa nutrição. Basta saber combinar os aminoácidos necessários ao nosso organismo.
Há vida sem carne? Sim, há! A substituição da proteína animal (vinda das carnes) pela proteína de origem vegetal é perfeitamente cabível em nossa nutrição. Basta saber combinar os aminoácidos necessários ao nosso organismo.
Há vida sem carne? Sim, há! A substituição da proteína animal (vinda das carnes) pela proteína de origem vegetal é perfeitamente cabível em nossa nutrição. Basta saber combinar os aminoácidos necessários ao nosso organismo.
Há vida sem carne? Sim, há! A substituição da proteína animal (vinda das carnes) pela proteína de origem vegetal é perfeitamente cabível em nossa nutrição. Basta saber combinar os aminoácidos necessários ao nosso organismo.
Há vida sem carne? Sim, há! A substituição da proteína animal (vinda das carnes) pela proteína de origem vegetal é perfeitamente cabível em nossa nutrição. Basta saber combinar os aminoácidos necessários ao nosso organismo.
Há vida sem carne? Sim, há! A substituição da proteína animal (vinda das carnes) pela proteína de origem vegetal é perfeitamente cabível em nossa nutrição. Basta saber combinar os aminoácidos necessários ao nosso organismo.
Há vida sem carne? Sim, há! A substituição da proteína animal (vinda das carnes) pela proteína de origem vegetal é perfeitamente cabível em nossa nutrição. Basta saber combinar os aminoácidos necessários ao nosso organismo.
Há vida sem carne? Sim, há! A substituição da proteína animal (vinda das carnes) pela proteína de origem vegetal é perfeitamente cabível em nossa nutrição. Basta saber combinar os aminoácidos necessários ao nosso organismo.
Há vida sem carne? Sim, há! A substituição da proteína animal (vinda das carnes) pela proteína de origem vegetal é perfeitamente cabível em nossa nutrição. Basta saber combinar os aminoácidos necessários ao nosso organismo.
Há vida sem carne? Sim, há! A substituição da proteína animal (vinda das carnes) pela proteína de origem vegetal é perfeitamente cabível em nossa nutrição. Basta saber combinar os aminoácidos necessários ao nosso organismo.

Produto recomendado

Ervilha congelada Taeq 300g

Ervilha congelada Taeq 300g

Botão do Pão de Açúcar Delivery

O vegetarianismo, apesar de, a cada dia, ter mais adeptos, ainda é uma prática que causa muitas dúvidas, tanto quem não pratica o consumo de carne vermelha, quanto aos que aderem dietas de uso equilibrado, como os demetarianos. Muita gente acredita que uma alimentação pobre em proteínas não seja saudável, mas, pelo contrário, quando utlizada essa substância em sua origem vegetal, de forma consciente e orientada por um profissional, torna-se ótima opção para a saúde!

A chave para uma dieta livre de alimentos de origem animal é saber combinar os aminoácidos, como explica a nutricionista Giovana Morbi: "Vamos pensar nos aminoácidos como "bloquinhos" ou "tijolinhos" que formam as proteínas. Ao combinar os alimentos de origem vegetal da maneira correta, você conseguirá todos esses "bloquinhos" para construir suas proteínas e levar a vida normalmente!", enfatiza a profissional, salientando que a dieta vegetariana, quando adequada e preocupada com o consumo de proteínas, é muito saudável:

"A dieta vegetariana tende a ter níveis mais elevados de fibra, magnésio, potássio, folato, carotenóides, flavonóides e vitaminas C e E", destacou a profissional, listando, abaixo, as cinco melhores fontes desse macronutriente tão importante para construção e manutenção do nosso organismo:

Alimentos indicados para dietas vegetarianas


1 - Lentilha:
Além de ser rica em proteínas, ela contribui para liberação mais lenta do açúcar no sangue, estabilizando o nível de energia do corpo. Isso a faz um alimento excelente para refeição de diabéticos, equilibrando os níveis de glicose no sangue. "Também é riquíssima em ácido fólico, essencial na produção de serotonina, substância responsável pela sensação de bem-estar", acrescenta Giovana.


2 - Feijão azuki:
É rico em vitaminas do complexo B, essenciais para produzir energia e reparar os tecidos corporais, e ainda tem vantagem sobre outros tipos de feijões em sua composição: tem mais fibras, mais proteínas e menos gordura. "Também oferece um alto teor de minerais, necessários para uma boa saúde: tem ferro, que ajuda a combater o cansaço do dia a dia, potássio que ajuda na eliminação do excesso de líquido, atuando como um diurético natural. E por fim, contém zinco, cálcio e magnésio, minerais que fortalecem o sistema imunológico", acrescenta a especialista.


3 - Tremoço:
Essa leguminosa possui uma quantidade boa de proteínas e fibras, além de pouca gordura."É um ótimo alimento para pessoas que estão com colesterol alterado ou precisam controlar os níveis de açúcar no sangue, já que as fibras presentes no tremoço tornam a absorção do açúcar mais lenta e reduzem a absorção do colesterol", revela Giovana, que alerta: "O tremoço deve ser consumido apenas cozido, pois o grão seco é toxico para o organismo".


4 - Ervilha:
Também com poucas calorias, ela é rica em proteínas e, por isso, é de fácil digestão. Ela também contém vitamina K, que ajuda na formação óssea, e pode aumentar seu nível de energia, devido às vitaminas do complexo B presentes em sua composição. Segundo Giovana Morbi, a ervilha ajuda a reduzir os níveis de açúcar no sangue e o colesterol também por sua quantidade de fibras, além de prevenir o envelhecimento precoce e favorecer processos de cicatrização, graças sua quantidade de vitamina C.

5 - Grão-de-bico: É considerado uma das melhores fontes de proteína vegetal e é cheio de fibras! Segundo a nutricionista, o grão-de-bico contém uma fibra insolúvel, que cola no colesterol e o remove do corpo. Dessa forma, ele ajuda a controlar e baixar o colesterol e a prevenir derrames e doenças cardíacas.


Outras fontes:
Aveia crua em flocos, tofu, quinoa, feijão carioca e feijão preto. Outros alimentos como pistache, amêndoa e a castanha de caju são ricos em proteínas, mas possuem grandes quantidades de gordura, sendo necessário consumí-los de forma moderada.

Veja 3 receitas Taeq relacionadas

- Patê de grão-de-bico

- Lentilha indiana

- Assado de quinua

*Giovana Morbi é nutricionista, formada pelo Centro Universitário São Camilo e atua em São Paulo. CRN-SP: 34076

Mais noticias com...
Receitas:
Feijão
Ver Mais

Últimas Matérias

Casca de maracujá: 5 motivos para nunca desperdiçar essa parte fibrosa da fruta

Casca de maracujá: 5 motivos para nunca desperdiçar essa parte fibrosa da fruta Casca de maracujá: 5 motivos para nunca desperdiçar essa parte fibrosa da fruta

Nada mais gostoso que um suco de maracujá para relaxar, não é mesmo? A fruta é famosa pelo seu sabor inigualável e suas propriedades calmantes. Mas o que...

> Leia mais
Receitas com pitaya: 4 opções saudáveis que farão você se deliciar com a fruta

Receitas com pitaya: 4 opções saudáveis que farão você se deliciar com a fruta Receitas com pitaya: 4 opções saudáveis que farão você se deliciar com a fruta

A pitaya é uma fruta deliciosa e ainda pouco conhecida por muita gente. Apelidada de "fruta do dragão", por suas cores diferentes e chamativas e seu aspecto...

> Leia mais
Oca do Peru: os benefícios desse tubérculo famoso na culinária andina

Oca do Peru: os benefícios desse tubérculo famoso na culinária andina Oca do Peru: os benefícios desse tubérculo famoso na culinária andina

Ao ler o nome oca talvez você pense que estamos falando sobre a moradia tradicional indígena, mas não! Também conhecida como oca do Peru, esse tubérculo é...

> Leia mais
Você conhece o glutamato monossódico? Saiba os perigos do realçador de sabor

Você conhece o glutamato monossódico? Saiba os perigos do realçador de sabor Você conhece o glutamato monossódico? Saiba os perigos do realçador de sabor

Você provavelmente já passou por ele sem nem perceber várias vezes. Isso porque esse ingrediente se disfarça sob várias "identidades": realçador de sabor,...

> Leia mais
Alimentos com flúor são bons ou ruins para a saúde? Saiba mais sobre o mineral

Alimentos com flúor são bons ou ruins para a saúde? Saiba mais sobre o mineral Alimentos com flúor são bons ou ruins para a saúde? Saiba mais sobre o mineral

Você com certeza já ouviu falar do flúor na hora de ir ao dentista, ou nas indicações para comprar algum creme ou enxaguante bucal. Porém, apesar de não...

> Leia mais
Marmitas frias para o dia a dia: 6 ideias saudáveis para comer a qualquer hora

Marmitas frias para o dia a dia: 6 ideias saudáveis para comer a qualquer hora Marmitas frias para o dia a dia: 6 ideias saudáveis para comer a qualquer hora

A gente sabe que ser saudável não é uma tarefa fácil em um primeiro momento. Afinal, para que ter trabalho levando comida de casa para o trabalho ou...

> Leia mais
Bactérias na comida são um perigo! Entenda por que armazenar bem os alimentos

Bactérias na comida são um perigo! Entenda por que armazenar bem os alimentos Bactérias na comida são um perigo! Entenda por que armazenar bem os alimentos

Quando você chega do mercado o que faz com as compras? Provavelmente guarda cada alimento no seu respectivo destino, certo? O problema é que às vezes surge...

> Leia mais
Depressão pós-parto e alimentação: os nutrientes que ajudam a evitá-la

Depressão pós-parto e alimentação: os nutrientes que ajudam a evitá-la Depressão pós-parto e alimentação: os nutrientes que ajudam a evitá-la

A cada quatro mães de recém-nascidos brasileiras, uma sofre de depressão pós-parto. Com os hormônios ainda em reajuste, a mulher pode experimentar um período...

> Leia mais
5 aplicativos para lembrar de beber água que vão te ajudar a se manter hidratado

5 aplicativos para lembrar de beber água que vão te ajudar a se manter hidratado 5 aplicativos para lembrar de beber água que vão te ajudar a se manter hidratado

A água representa 70% do nosso organismo e é essencial para o nosso corpo. Inclusive, beber água é, muitas vezes, receituário médico em diversas situações....

> Leia mais
10 benefícios do feijão azuki que valem a pena conhecer

10 benefícios do feijão azuki que valem a pena conhecer 10 benefícios do feijão azuki que valem a pena conhecer

Se tem uma coisa que não pode faltar na casa do brasileiro, decididamente, é o feijão. E por aqui a gente tem vários tipos: feijão preto, branco, manteiga,...

> Leia mais