Prato colorido: entenda o que cada cor significa para o seu organismo

Quanto mais colorido estiver o seu prato, mais rico em nutrientes ele será
Quanto mais colorido estiver o seu prato, mais rico em nutrientes ele será

Preparar um prato com cores variadas não é só questão de estética, embora não dê para negar que a mistura de cores torne qualquer comida mais atrativa, principalmente para crianças. O principal benefício de preparar uma alimentação que misture várias tonalidades está na quantidade de nutrientes presente nela - o que não acontece nos pratos monocromáticos. Ou seja, aqueles que são compostos por apenas um tom.

Pratos com apenas uma cor são pobres em nutrientes

Quem segue uma alimentação saudável está sempre com pratos cheios de cores variadas - como o verde da alface, o roxo da beterraba, o laranja da cenoura e por aí vai. Mas você sabia que a presença de tantos tons não é por acaso e nem para apenas deixar a comida mais atrativa e interessante? É que quanto mais colorida for a refeição, mais nutrientes importantes o organismo ela tem!

É por isso que uma das dicas mais importantes para quem quer começar a se alimentar melhor é a de evitar pratos que tenham sempre uma única cor. O motivo é o seguinte: dessa forma, seguindo uma alimentação monocromática, você só vai absorver um nutriente em específico e acabar com deficiência de outros tantos que são importantes para um bom funcionamento do organismo.

Se você costuma consumir muitas folhas verdes, mas não tem o hábito de adicionar legumes e verduras de outras cores na sua refeição, por exemplo, só estará recebendo ferro e fósforo e terá carência de outros componentes necessários para uma dieta saudável e balanceada. Confira os benefícios de cada cor na dieta:

Verde é rico em fibras

Como já mencionado, os alimentos verdes são fonte de fósforo e ferro. Além desses dois componentes que fazem bem para a saúde dos ossos e do sangue, respectivamente, eles também são ricos em fibras e contam com substâncias antioxidantes. Mas não pense que é só! A boa quantidade de clorofila - que é a responsável pelo tom esverdeado - ajuda a prevenir patologias por ser rica em vitaminas e minerais.

Vermelho faz bem para o coração

Vitaminas - incluindo as do complexo B - e sais minerais fazem parte da composição dos alimentos de cor vermelha. Mas, entre eles, o que mais se destaca é o licopeno. Além de conferir o tom avermelhado da comida, esse antioxidante faz bem para o coração, impede o envelhecimento precoce e ainda ajuda a combater a ação de células cancerígenas.

Amarelo e laranja são cores fontes de vitamina C

O betacaroteno presente nesses alimentos é o antioxidante responsável pelo pigmento amarelado ou alaranjado, que traz ainda uma série de benefícios para o organismo - como ajudar na obtenção de vitamina A e na melhora do sistema imunológico. Além disso, por ser fonte de vitamina C, também regula o metabolismo, faz bem para a saúde dos olhos e contribui para o aumento da formação de colágeno - o que é ótimo para a pele, cabelo e unhas.

Roxo impede o envelhecimento das células

A antocianina, que confere o pigmento arroxeado desses alimentos, tem como uma de suas principais funções combater a ação dos radicais livres e impedir o envelhecimento das células. Mas não para por aí: além dela, alimentos roxos também contam com o ácido elágico - antioxidante que faz bem para a pele e ainda ajuda a amenizar processos inflamatórios.

Marrom evita problemas no intestino

Além de serem fontes de carboidratos, fibras e vitaminas - E e do complexo B -, os alimentos marrons ajudam a evitar problemas no intestino. Além disso, são bons aliados de quem está querendo perder peso por aumentarem a sensação de saciedade.

Branco é bom para a saúde dos ossos

Por contarem com uma boa quantidade de cálcio e potássio, os alimentos de cor branca são fundamentais para manter a saúde dos ossos em dia e impedir o surgimento de doenças relacionadas a eles - como a osteoporose, por exemplo. Para completar, também trazem benefícios para o sistema nervoso, cardiovascular e atuam na prevenção da diabetes.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

6 carnes magras bovinas para incluir na dieta sem medo

6 carnes magras bovinas para incluir na dieta sem medo 6 carnes magras bovinas para incluir na dieta sem medo

Dependendo do tipo de corte e da forma de preparo, as carnes vermelhas podem ser grandes aliadas da nossa saúde! Elas são conhecidas por serem uma das...

> Leia mais
Feijão-de-porco é comestível! Saiba para que serve o alimento

Feijão-de-porco é comestível! Saiba para que serve o alimento Feijão-de-porco é comestível! Saiba para que serve o alimento

Presente no prato dos brasileiros, o feijão é uma de leguminosa altamente nutritiva (fonte de ferro, potássio, fibras e vitaminas) e rende ótimas receitas:...

> Leia mais
6 benefícios do hibisco e como acrescentá-lo de diferentes formas na dieta

6 benefícios do hibisco e como acrescentá-lo de diferentes formas na dieta 6 benefícios do hibisco e como acrescentá-lo de diferentes formas na dieta

Muito usado no preparo de chás terapêuticos, o hibisco é um tipo de planta medicinal que traz vários benefícios à saúde. Suas flores são bem aromáticas - por...

> Leia mais
O que é psyllium e como usar esse ingrediente nas receitas

O que é psyllium e como usar esse ingrediente nas receitas O que é psyllium e como usar esse ingrediente nas receitas

Obtido através da casca das sementes da Plantago ovata (importante planta medicinal), o psyllium é um tipo de farinha sem glúten (isto é, pode ser usado na...

> Leia mais
Como fazer creme de leite caseiro e evitar o industrializado

Como fazer creme de leite caseiro e evitar o industrializado Como fazer creme de leite caseiro e evitar o industrializado

Muito usado no preparo de molhos para carnes ou massas, caldas e diferentes sobremesas (como mousses e pudins), o creme de leite é um ingrediente que não...

> Leia mais
4 maneiras de ajudar o próximo sem sair de casa

4 maneiras de ajudar o próximo sem sair de casa 4 maneiras de ajudar o próximo sem sair de casa

Doar parte do seu tempo (e energia) para ajudar o próximo é uma verdadeira prova de empatia - e, ao mesmo tempo, uma forma de promover autoconhecimento e...

> Leia mais
Qual carne tem mais colágeno? Saiba onde encontrar boas quantidades da proteína

Qual carne tem mais colágeno? Saiba onde encontrar boas quantidades da proteína Qual carne tem mais colágeno? Saiba onde encontrar boas quantidades da proteína

Para manter a saúde da pele e prevenir o envelhecimento precoce, é muito importante manter uma alimentação rica em colágeno. A boa notícia é que existem...

> Leia mais
Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente

Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente

Causada por um arbovírus transmitido pela picada do mosquito Aedes aegypti, a dengue é uma doença infecciosa que precisa ser tratada com seriedade. Ela causa...

> Leia mais
Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo

Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo

Entender como o nosso corpo absorve os nutrientes é um passo importante para quem quer montar uma dieta mais eficiente. Afinal, algumas substâncias podem...

> Leia mais
Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum

Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum Para que serve a canela de velho? 5 benefícios dessa planta incomum

Popularmente conhecida por auxiliar em tratamentos contra artrose, artrite e dores nas articulações, a canela de velho (Miconia albicans) é uma planta cheia...

> Leia mais