Prato colorido: entenda o que cada cor significa para o seu organismo

Quanto mais colorido estiver o seu prato, mais rico em nutrientes ele será
Quanto mais colorido estiver o seu prato, mais rico em nutrientes ele será

Preparar um prato com cores variadas não é só questão de estética, embora não dê para negar que a mistura de cores torne qualquer comida mais atrativa, principalmente para crianças. O principal benefício de preparar uma alimentação que misture várias tonalidades está na quantidade de nutrientes presente nela - o que não acontece nos pratos monocromáticos. Ou seja, aqueles que são compostos por apenas um tom.

Pratos com apenas uma cor são pobres em nutrientes

Quem segue uma alimentação saudável está sempre com pratos cheios de cores variadas - como o verde da alface, o roxo da beterraba, o laranja da cenoura e por aí vai. Mas você sabia que a presença de tantos tons não é por acaso e nem para apenas deixar a comida mais atrativa e interessante? É que quanto mais colorida for a refeição, mais nutrientes importantes o organismo ela tem!

É por isso que uma das dicas mais importantes para quem quer começar a se alimentar melhor é a de evitar pratos que tenham sempre uma única cor. O motivo é o seguinte: dessa forma, seguindo uma alimentação monocromática, você só vai absorver um nutriente em específico e acabar com deficiência de outros tantos que são importantes para um bom funcionamento do organismo.

Se você costuma consumir muitas folhas verdes, mas não tem o hábito de adicionar legumes e verduras de outras cores na sua refeição, por exemplo, só estará recebendo ferro e fósforo e terá carência de outros componentes necessários para uma dieta saudável e balanceada. Confira os benefícios de cada cor na dieta:

Verde é rico em fibras

Como já mencionado, os alimentos verdes são fonte de fósforo e ferro. Além desses dois componentes que fazem bem para a saúde dos ossos e do sangue, respectivamente, eles também são ricos em fibras e contam com substâncias antioxidantes. Mas não pense que é só! A boa quantidade de clorofila - que é a responsável pelo tom esverdeado - ajuda a prevenir patologias por ser rica em vitaminas e minerais.

Vermelho faz bem para o coração

Vitaminas - incluindo as do complexo B - e sais minerais fazem parte da composição dos alimentos de cor vermelha. Mas, entre eles, o que mais se destaca é o licopeno. Além de conferir o tom avermelhado da comida, esse antioxidante faz bem para o coração, impede o envelhecimento precoce e ainda ajuda a combater a ação de células cancerígenas.

Amarelo e laranja são cores fontes de vitamina C

O betacaroteno presente nesses alimentos é o antioxidante responsável pelo pigmento amarelado ou alaranjado, que traz ainda uma série de benefícios para o organismo - como ajudar na obtenção de vitamina A e na melhora do sistema imunológico. Além disso, por ser fonte de vitamina C, também regula o metabolismo, faz bem para a saúde dos olhos e contribui para o aumento da formação de colágeno - o que é ótimo para a pele, cabelo e unhas.

Roxo impede o envelhecimento das células

A antocianina, que confere o pigmento arroxeado desses alimentos, tem como uma de suas principais funções combater a ação dos radicais livres e impedir o envelhecimento das células. Mas não para por aí: além dela, alimentos roxos também contam com o ácido elágico - antioxidante que faz bem para a pele e ainda ajuda a amenizar processos inflamatórios.

Marrom evita problemas no intestino

Além de serem fontes de carboidratos, fibras e vitaminas - E e do complexo B -, os alimentos marrons ajudam a evitar problemas no intestino. Além disso, são bons aliados de quem está querendo perder peso por aumentarem a sensação de saciedade.

Branco é bom para a saúde dos ossos

Por contarem com uma boa quantidade de cálcio e potássio, os alimentos de cor branca são fundamentais para manter a saúde dos ossos em dia e impedir o surgimento de doenças relacionadas a eles - como a osteoporose, por exemplo. Para completar, também trazem benefícios para o sistema nervoso, cardiovascular e atuam na prevenção da diabetes.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

O que é pitomba e quais seus benefícios? Conheça essa fruta exótica do Nordeste

O que é pitomba e quais seus benefícios? Conheça essa fruta exótica do Nordeste O que é pitomba e quais seus benefícios? Conheça essa fruta exótica do Nordeste

Espécie nativa da Caatinga, Cerrado, Amazônia e Mata Atlântica, a pitomba, também chamada de olho de boi, é o fruto da pitombeira (Talisia esculenta) - uma...

> Leia mais
Açúcar demerara: o que é e quais são seus benefícios

Açúcar demerara: o que é e quais são seus benefícios Açúcar demerara: o que é e quais são seus benefícios

Quando se trata de escolher um tipo de açúcar mais saudável para incluir no cardápio, faz todo sentido recorrer ao demerara. Considerado uma versão mais...

> Leia mais
Banana dá gases? Entenda se a fruta pode gerar flatulência

Banana dá gases? Entenda se a fruta pode gerar flatulência Banana dá gases? Entenda se a fruta pode gerar flatulência

Você sabia que existem alimentos que causam gases quando consumidos de forma excessiva (ou preparados de forma equivocada)? As leguminosas, em especial,...

> Leia mais
Existem diferentes tipos de chuchu? Saiba mais sobre as variedades desse fruto

Existem diferentes tipos de chuchu? Saiba mais sobre as variedades desse fruto Existem diferentes tipos de chuchu? Saiba mais sobre as variedades desse fruto

É comum que alimentos orgânicos apresentem variações em tamanho e cor quando vamos às compras no mercado, mas você sabia que existem diferentes tipos de...

> Leia mais
Como tratar síndrome do pânico com exercícios? Psicóloga dá dicas

Como tratar síndrome do pânico com exercícios? Psicóloga dá dicas Como tratar síndrome do pânico com exercícios? Psicóloga dá dicas

Você sabe o que é síndrome do pânico e quais sintomas esse transtorno causa? Caracterizado por crises de ansiedade, que provocam uma forte sensação de medo e...

> Leia mais
Receita de pão de tapioca caseiro para quem tem intolerância ao glúten

Receita de pão de tapioca caseiro para quem tem intolerância ao glúten Receita de pão de tapioca caseiro para quem tem intolerância ao glúten

Que tal uma receita de pão de tapioca caseiro para incluir na sua dieta sem glúten? Boa parte da culinária brasileira é baseada em derivados do trigo. Pães,...

> Leia mais
Como cozinhar beterraba de forma saudável? 5 dicas para preparar a raiz

Como cozinhar beterraba de forma saudável? 5 dicas para preparar a raiz Como cozinhar beterraba de forma saudável? 5 dicas para preparar a raiz

Você sabe como cozinhar beterraba de forma simples para aproveitar ao máximo seus nutrientes? Quando se trata de raízes e tubérculos, o ideal é sempre variar...

> Leia mais
O que é dieta Atkins e como ela funciona? Saiba se ela realmente é indicada

O que é dieta Atkins e como ela funciona? Saiba se ela realmente é indicada O que é dieta Atkins e como ela funciona? Saiba se ela realmente é indicada

Por mais que dietas restritivas possam trazer certos benefícios ao organismo, elas devem ser seguidas de forma muito cautelosa. A dieta Atkins, por exemplo,...

> Leia mais
Como aumentar a dopamina no cérebro através de hábitos saudáveis

Como aumentar a dopamina no cérebro através de hábitos saudáveis Como aumentar a dopamina no cérebro através de hábitos saudáveis

Para manter os hormônios equilibrados e em bom funcionamento, é muito importante ter um estilo de vida saudável - com uma dieta balanceada e a prática...

> Leia mais
Alimentos batidos no liquidificador perdem os nutrientes? Nutricionista explica

Alimentos batidos no liquidificador perdem os nutrientes? Nutricionista explica Alimentos batidos no liquidificador perdem os nutrientes? Nutricionista explica

É bem provável que você já tenha ouvido alguém dizer que alimentos batidos no liquidificador perdem os nutrientes. Essa é uma afirmação muito recorrente...

> Leia mais