Peixes enlatados ou in natura: Qual é a opção mais saudável para comer?

Peixes enlatados e in natura têm diferenças? Descubra o que distingue os dois e seus benefícios para a saúde!
Peixes enlatados e in natura têm diferenças? Descubra o que distingue os dois e seus benefícios para a saúde!

Os peixes são dos alimentos mais recomendados por nutricionistas para seguirmos uma alimentação saudável. Fonte de importantes nutrientes, o seu consumo regular ajuda a manter equilibrado o nosso organismo, proporcionando a melhor sensação de bem-estar. Mas, você sabe qual é a melhor opção para acrescentar no seu dia a dia? Entenda as diferenças entre os peixes enlatados e os peixes frescos!

De acordo com a recomendação da Organização Mundial de Saúde, a OMS, um adulto saudável deve consumir cerca de 12 kg de peixe por ano, mas a nutricionista Sheila Basso ressalta que o brasileiro ainda está abaixo dessa média: "Por apresentar vasto teor de nutrientes, os peixes são alimentos fundamentais para todos. Mas, muitas pessoas não o consomem pela dificuldade em prepará-lo ou falta de tempo para tal. Isso, não é mais um problema! Os peixes enlatados são uma boa opção para quem não tem tempo de preparar sua refeição", indica a profissional.

Enlatados x in natura: Têm diferenças?


Ricos em vitaminas, minerais e outras substâncias, segundo a nutricionista, ambos os peixes possuem as substâncias necessárias para acrescentarem nutrientes ao nosso organismo, tais como: zinco, ferro, fósforo, cálcio, vitaminas A, do complexo B e D que ajudam a tornar o nosso corpo saudável, prevenindo doenças e completando o quadro nutricional necessário para o nosso bem-estar. Porém, o grande destaque dos peixes enlatados se dá pela praticidade na hora da preparação:

In natura: Os peixes frescos, se tornam ótimas opções para quem possui mais tempo para limpar, temperar, preparar e preferem o alimento em sua forma natural. Os nutrientes são mantidos de forma integral e o sabor do peixe, para algumas pessoas, é evidenciado por serem frescos.

Enlatados: São ideais para quem quer ter uma alimentação balanceada em pouco tempo de preparação: "Peixes enlatados podem ter como período de validade até dois anos, isso sem perder suas propriedades nutritivas e o sabor. O pescado quando conservado em óleo de soja ou em azeite na lata não tem seus nutrientes dissipados, devido ao processo de preparação do alimento enlatado ser diferenciado. O peixe é colocado cru dentro da lata, que em seguida é hermeticamente fechada, a embalagem é levada para fornos em altas temperaturas, garantindo ainda mais a preservação dos nutrientes, como o ômega-3", ressalta a nutricionista.


Atenção ao consumo dos peixes enlatados. Leia a embalagem!

É importante destacar que, é preciso ter atenção na hora de optar pelos pescados enlatados, já que algumas marcas possuem adição de sal. Por isso, esteja sempre atento aos rótulos, verificando o que é adicionado ao peixe na embalagem, pois o sal em excesso pode acarretar diversos problemas, tais como a pressão alta, retenção de líquido, doenças cardiovasculares, inchaço e dores de cabeça.

Principais nutrientes - Ricos em vitaminas, minerais e outras substâncias, os pescados são fontes naturais de proteínas para o nosso organismo. Dentre eles, destacamos o ácido graxo ômega 3, um nutriente que não pode ser produzido pelo nosso corpo e deve ser ingerido através de uma alimentação equilibrada. Também chamado de gordura boa, o ômega 3 é associado à saúde do coração e do cérebro, ajudando a prevenir as doenças cardiovasculares e diminuir o risco da depressão, ansiedade, do Alzheimer e até da insônia.

*Sheila Basso (CRN 21.557) é especialista em nutrição clínica e em obesidade, emagrecimento e saúde pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

O que é nutrição enteral e em que casos ela é indicada

O que é nutrição enteral e em que casos ela é indicada O que é nutrição enteral e em que casos ela é indicada

Em algumas situações (quando a pessoa está em fase pós-cirúrgica ou se recuperando de problemas relacionados ao aparelho gastrointestinal, por exemplo), é...

> Leia mais
6 carnes magras bovinas para incluir na dieta sem medo

6 carnes magras bovinas para incluir na dieta sem medo 6 carnes magras bovinas para incluir na dieta sem medo

Dependendo do tipo de corte e da forma de preparo, as carnes vermelhas podem ser grandes aliadas da nossa saúde! Elas são conhecidas por serem uma das...

> Leia mais
Feijão-de-porco é comestível! Saiba para que serve o alimento

Feijão-de-porco é comestível! Saiba para que serve o alimento Feijão-de-porco é comestível! Saiba para que serve o alimento

Presente no prato dos brasileiros, o feijão é uma de leguminosa altamente nutritiva (fonte de ferro, potássio, fibras e vitaminas) e rende ótimas receitas:...

> Leia mais
6 benefícios do hibisco e como acrescentá-lo de diferentes formas na dieta

6 benefícios do hibisco e como acrescentá-lo de diferentes formas na dieta 6 benefícios do hibisco e como acrescentá-lo de diferentes formas na dieta

Muito usado no preparo de chás terapêuticos, o hibisco é um tipo de planta medicinal que traz vários benefícios à saúde. Suas flores são bem aromáticas - por...

> Leia mais
O que é psyllium e como usar esse ingrediente nas receitas

O que é psyllium e como usar esse ingrediente nas receitas O que é psyllium e como usar esse ingrediente nas receitas

Obtido através da casca das sementes da Plantago ovata (importante planta medicinal), o psyllium é um tipo de farinha sem glúten (isto é, pode ser usado na...

> Leia mais
Como fazer creme de leite caseiro e evitar o industrializado

Como fazer creme de leite caseiro e evitar o industrializado Como fazer creme de leite caseiro e evitar o industrializado

Muito usado no preparo de molhos para carnes ou massas, caldas e diferentes sobremesas (como mousses e pudins), o creme de leite é um ingrediente que não...

> Leia mais
4 maneiras de ajudar o próximo sem sair de casa

4 maneiras de ajudar o próximo sem sair de casa 4 maneiras de ajudar o próximo sem sair de casa

Doar parte do seu tempo (e energia) para ajudar o próximo é uma verdadeira prova de empatia - e, ao mesmo tempo, uma forma de promover autoconhecimento e...

> Leia mais
Qual carne tem mais colágeno? Saiba onde encontrar boas quantidades da proteína

Qual carne tem mais colágeno? Saiba onde encontrar boas quantidades da proteína Qual carne tem mais colágeno? Saiba onde encontrar boas quantidades da proteína

Para manter a saúde da pele e prevenir o envelhecimento precoce, é muito importante manter uma alimentação rica em colágeno. A boa notícia é que existem...

> Leia mais
Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente

Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente Alimentação para quem está com dengue: o que priorizar se estiver doente

Causada por um arbovírus transmitido pela picada do mosquito Aedes aegypti, a dengue é uma doença infecciosa que precisa ser tratada com seriedade. Ela causa...

> Leia mais
Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo

Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo Como ocorre o processo de absorção dos nutrientes? Aprenda a aumentá-lo

Entender como o nosso corpo absorve os nutrientes é um passo importante para quem quer montar uma dieta mais eficiente. Afinal, algumas substâncias podem...

> Leia mais