Pedra na vesícula: os alimentos para tratar e prevenir o cálculo biliar

Alimentos como tomate, pepino e frutas cítricas (limão, por exemplo) são ótimos para desintoxicar o fígado e prevenir a ocorrência de pedras na vesícula
Alimentos como tomate, pepino e frutas cítricas (limão, por exemplo) são ótimos para desintoxicar o fígado e prevenir a ocorrência de pedras na vesícula

É incrível como a alimentação influencia em todos os aspectos do nosso corpo, né? Afinal, com uma dieta saudável e balanceada é possível tratar diferentes doenças e problemas de saúde - basta contar com um bom acompanhamento profissional para acompanhar a dieta.

Você sabia, por exemplo, que existe uma alimentação específica para tratar pedra na vesícula? Essa doença, também conhecida como colelitíase, é geralmente causada pelo excesso de colesterol ruim no sangue e problemas no fígado. No entanto, com a alimentação correta é possível tratar, amenizar os sintomas e, em alguns casos, prevenir a ocorrência da doença. Para ajudar, nós listamos dicas de como se alimentar para tratar pedras na vesícula. Confira e coloque em prática!

Evite alimentos gordurosos, como frituras, carnes vermelhas e produtos industrializados

A primeira dica para quem quer tratar ou prevenir a colelitíase é evitar ao máximo alimentos gordurosos. Isso porque a bile - líquido produzido pelo fígado e armazenado na vesícula biliar - é a principal responsável pela digestão da gordura. No entanto, quando ocorre o consumo excessivo de alimentos gordurosos, a digestão da gordura acaba não sendo completa. Neste caso, é possível que placas de colesterol acumulem na vesícula, ocasionando a colelitíase.

Por isso, o mais indicado para quem está tratando - ou quer evitar - pedras na vesícula, é evitar ao máximo frituras (salgadinhos, batata frita e alimentos a milanesa, por exemplo), carnes vermelhas (que possuem muita gordura saturada), assim como biscoitos recheados, pipocas de micro-ondas e congelados (pizzas, lasanhas e hambúrgueres, por exemplo).

Em contrapartida, busque uma dieta rica em fibras - com cereais, aveia, trigo, azeitonas pretas e leguminosas, por exemplo. Esses alimentos garantem saciedade e também contribuem para o funcionamento do sistema digestivo.

Busque alimentos que façam bem para o fígado, como tomate, alho, frutas cítricas e abacate

Outra dica interessante é recorrer a alimentos que contribuem para a saúde do fígado. Afinal, o órgão é responsável pela produção da bile - que, como já citamos, é essencial para a digestão da gordura. Além disso, o órgão sintetiza o colesterol, desintoxica o organismo e, quando em bom funcionamento, evita a ocorrência da colelitíase. Então, para evitar essa doença, uma boa dica é investir em alimentos que limpam e contribuem para a saúde do fígado.

Dentre os principais alimentos, estão: tomate, repolho, espinafre, alho, frutas cítricas, abacate e cenoura. Eles podem estar sempre presentes na dieta, e a melhor parte é que também permitem o preparo de diferentes receitas. O tomate, por exemplo, pode ser usado em saladas, molhos e como ingrediente para pratos principais (risotos, tortas etc.). Ele é fonte de licopeno - um pigmento avermelhado que atua como antioxidante - e também de glutationa, substância essencial para a desintoxicação do fígado.

O alho, por sua vez, é um dos temperos preferidos dos brasileiros - ótimo para o preparo de carnes, massas, arroz, feijão e diferentes pratos. Mas, o que muita gente não sabe, é que ele também possui substâncias anti-inflamatórias e elementos químicos (como o selênio e o enxofre) que contribuem para o funcionamento do fígado. Quanto mais natural for a alimentação - pautada em legumes, verduras, sementes e cereais -, melhor será para a saúde do fígado e do organismo como todo.

Já ouviu falar no feijão azuki?

Muita gente não conhece o feijão azuki, mas ele também é uma ótima sugestão para quem quer evitar pedras na vesícula e outras doenças. Esse alimento conta com uma lista grande de benefícios: ajuda a controlar o nível de glicose no sangue (o que é ótimo para quem tem diabetes), faz bem para a saúde do coração, dos ossos, auxilia na digestão e, além disso, ajuda diretamente quem sofre com pedras na vesícula. Isso porque esse feijão atua como diurético e, assim, contribui muito para a eliminação de toxinas pela urina, evitando a formação de pedras.

Outros alimentos diuréticos são abacaxi, melancia, pera, cenoura, pepino e berinjela - todos frutas e legumes naturais que podem ser acrescentados à alimentação diária de diversas formas. Que tal incorporá-los à sua dieta?

Receitas:
Tomate
Ver Mais

Últimas Matérias

O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde

O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde O que é glúten? Faz bem evitar? Nutricionista responde

Você sabe o que é o glúten? Diferentemente do que é dito comumente, o glúten não é o vilão da alimentação e nem sempre ele precisa ser retirado da rotina...

> Leia mais
Lanche para noite: o que comer antes de dormir

Lanche para noite: o que comer antes de dormir Lanche para noite: o que comer antes de dormir

O lanche da noite é importante para quem costuma acordar com fome de madrugada e acaba perdendo o sono por isso. Também conhecida como ceia da noite, a...

> Leia mais
Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde

Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde Pré treino natural com café funciona? Nutricionista responde

O café está muito presente no dia a dia, mas você já ouviu falar que ele também é indicado como pré treino natural? Investir em alimentos saudáveis antes de...

> Leia mais
Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais

Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais Molho de iogurte para salada: prepare em casa com ingredientes naturais

Comer salada todo dia é um hábito super saudável, mas se o molho que acompanha as folhas não for tão natural quanto elas, o potencial nutricional do prato...

> Leia mais
Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer

Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer Granola: benefícios para o organismo que você precisa conhecer

A granola é um alimento orgânico que não pode faltar na cozinha. Isso porque ele é energético e extremamente versátil, podendo fazer parte de diferentes...

> Leia mais
Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana

Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana Vegetarianismo infantil: como cuidar da alimentação de uma criança vegetariana

O vegetarianismo é uma prática que tem se tornado cada vez mais comum entre o público infantojuvenil. O cardápio exclui qualquer tipo de carne das refeições,...

> Leia mais
Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana

Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana Alimentos ricos em proteínas: uma opção para cada dia da semana

Os alimentos ricos em proteínas são fundamentais para a manutenção da saúde do organismo. Afinal, os macronutrientes são responsáveis por gerar energia para...

> Leia mais
Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida

Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida Chá de alho: para que serve e duas variações poderosas da bebida

Já ouviu dizer que chá de alho com limão faz bem para a saúde? A bebida é conhecida popularmente como uma opção caseira para melhorar quadros de gripe e...

> Leia mais
Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde

Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde Almoço rápido e saudável: filé de frango com shimeji e salada verde

Na correria do dia a dia, às vezes o tempo fica curto para preparar as refeições, não é mesmo? É justamente nessas situações que é muito importante escolher...

> Leia mais
Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes

Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes Como fazer salada verde com brócolis, repolho, espinafre e outros ingredientes

O almoço e o jantar só ficam completos quando tem uma salada verde para acompanhar, não é mesmo? Sendo servida como entrada ou ao lado de massas, panquecas,...

> Leia mais