Pedra na vesícula: os alimentos para tratar e prevenir o cálculo biliar

Alimentos como tomate, pepino e frutas cítricas (limão, por exemplo) são ótimos para desintoxicar o fígado e prevenir a ocorrência de pedras na vesícula
Alimentos como tomate, pepino e frutas cítricas (limão, por exemplo) são ótimos para desintoxicar o fígado e prevenir a ocorrência de pedras na vesícula

É incrível como a alimentação influencia em todos os aspectos do nosso corpo, né? Afinal, com uma dieta saudável e balanceada é possível tratar diferentes doenças e problemas de saúde - basta contar com um bom acompanhamento profissional para acompanhar a dieta.

Você sabia, por exemplo, que existe uma alimentação específica para tratar pedra na vesícula? Essa doença, também conhecida como colelitíase, é geralmente causada pelo excesso de colesterol ruim no sangue e problemas no fígado. No entanto, com a alimentação correta é possível tratar, amenizar os sintomas e, em alguns casos, prevenir a ocorrência da doença. Para ajudar, nós listamos dicas de como se alimentar para tratar pedras na vesícula. Confira e coloque em prática!

Evite alimentos gordurosos, como frituras, carnes vermelhas e produtos industrializados

A primeira dica para quem quer tratar ou prevenir a colelitíase é evitar ao máximo alimentos gordurosos. Isso porque a bile - líquido produzido pelo fígado e armazenado na vesícula biliar - é a principal responsável pela digestão da gordura. No entanto, quando ocorre o consumo excessivo de alimentos gordurosos, a digestão da gordura acaba não sendo completa. Neste caso, é possível que placas de colesterol acumulem na vesícula, ocasionando a colelitíase.

Por isso, o mais indicado para quem está tratando - ou quer evitar - pedras na vesícula, é evitar ao máximo frituras (salgadinhos, batata frita e alimentos a milanesa, por exemplo), carnes vermelhas (que possuem muita gordura saturada), assim como biscoitos recheados, pipocas de micro-ondas e congelados (pizzas, lasanhas e hambúrgueres, por exemplo).

Em contrapartida, busque uma dieta rica em fibras - com cereais, aveia, trigo, azeitonas pretas e leguminosas, por exemplo. Esses alimentos garantem saciedade e também contribuem para o funcionamento do sistema digestivo.

Busque alimentos que façam bem para o fígado, como tomate, alho, frutas cítricas e abacate

Outra dica interessante é recorrer a alimentos que contribuem para a saúde do fígado. Afinal, o órgão é responsável pela produção da bile - que, como já citamos, é essencial para a digestão da gordura. Além disso, o órgão sintetiza o colesterol, desintoxica o organismo e, quando em bom funcionamento, evita a ocorrência da colelitíase. Então, para evitar essa doença, uma boa dica é investir em alimentos que limpam e contribuem para a saúde do fígado.

Dentre os principais alimentos, estão: tomate, repolho, espinafre, alho, frutas cítricas, abacate e cenoura. Eles podem estar sempre presentes na dieta, e a melhor parte é que também permitem o preparo de diferentes receitas. O tomate, por exemplo, pode ser usado em saladas, molhos e como ingrediente para pratos principais (risotos, tortas etc.). Ele é fonte de licopeno - um pigmento avermelhado que atua como antioxidante - e também de glutationa, substância essencial para a desintoxicação do fígado.

O alho, por sua vez, é um dos temperos preferidos dos brasileiros - ótimo para o preparo de carnes, massas, arroz, feijão e diferentes pratos. Mas, o que muita gente não sabe, é que ele também possui substâncias anti-inflamatórias e elementos químicos (como o selênio e o enxofre) que contribuem para o funcionamento do fígado. Quanto mais natural for a alimentação - pautada em legumes, verduras, sementes e cereais -, melhor será para a saúde do fígado e do organismo como todo.

Já ouviu falar no feijão azuki?

Muita gente não conhece o feijão azuki, mas ele também é uma ótima sugestão para quem quer evitar pedras na vesícula e outras doenças. Esse alimento conta com uma lista grande de benefícios: ajuda a controlar o nível de glicose no sangue (o que é ótimo para quem tem diabetes), faz bem para a saúde do coração, dos ossos, auxilia na digestão e, além disso, ajuda diretamente quem sofre com pedras na vesícula. Isso porque esse feijão atua como diurético e, assim, contribui muito para a eliminação de toxinas pela urina, evitando a formação de pedras.

Outros alimentos diuréticos são abacaxi, melancia, pera, cenoura, pepino e berinjela - todos frutas e legumes naturais que podem ser acrescentados à alimentação diária de diversas formas. Que tal incorporá-los à sua dieta?

Receitas:
Tomate
Ver Mais

Últimas Matérias

4 frutas amarelas excelentes para a sua saúde

4 frutas amarelas excelentes para a sua saúde 4 frutas amarelas excelentes para a sua saúde

Que as frutas são essenciais para uma alimentação saudável, todo mundo já sabe. Algumas delas, inclusive, como a banana, o maracujá e a manga, possuem...

> Leia mais
Chocolate em pó tem lactose? Descubra se intolerantes podem consumi-lo

Chocolate em pó tem lactose? Descubra se intolerantes podem consumi-lo Chocolate em pó tem lactose? Descubra se intolerantes podem consumi-lo

Quem tem alergia ou intolerância à lactose precisa tomar diversos cuidados com a dieta - tais como seguir um plano alimentar rígido e olhar sempre com...

> Leia mais
Chá de jasmim tem benefícios de sobra! Descubra as suas propriedades

Chá de jasmim tem benefícios de sobra! Descubra as suas propriedades Chá de jasmim tem benefícios de sobra! Descubra as suas propriedades

Além de ser uma flor bem bonita e aromática, o jasmim é fonte de antioxidantes e diferentes propriedades medicinais, sendo muito indicado para o preparo de...

> Leia mais
Kani é saudável? Conheça os prós e contras desse alimento

Kani é saudável? Conheça os prós e contras desse alimento Kani é saudável? Conheça os prós e contras desse alimento

Muito usado na culinária japonesa, o kani kama é um alimento feito à base de frutos do mar que pode ser servido com arroz, macarrão ou até como...

> Leia mais
Que tal praticar futevôlei? Conheça esse esporte criado nas areias cariocas

Que tal praticar futevôlei? Conheça esse esporte criado nas areias cariocas Que tal praticar futevôlei? Conheça esse esporte criado nas areias cariocas

Conhecido como uma modalidade esportiva de areia, o futevôlei faz um enorme sucesso nas praias cariocas e ao redor do mundo. Criado por volta de 1960 no Rio...

> Leia mais
O que é picles e como fazer essa conserva

O que é picles e como fazer essa conserva O que é picles e como fazer essa conserva

Usado no preparo de saladas, sanduíches e outras receitas, o picles nada mais é do que uma forma de preparar e consumir legumes e vegetais, reaproveitando os...

> Leia mais
Conhece alguma fruta com Q? Veja espécies supernutritivas

Conhece alguma fruta com Q? Veja espécies supernutritivas Conhece alguma fruta com Q? Veja espécies supernutritivas

Que tal experimentar frutas de diferentes espécies para ampliar o cardápio e preparar novas receitas? No Brasil, existem milhares de opções nativas e...

> Leia mais
Como fazer yakisoba tradicional, prato com legumes rico em nutrientes

Como fazer yakisoba tradicional, prato com legumes rico em nutrientes Como fazer yakisoba tradicional, prato com legumes rico em nutrientes

De origem japonesa, o yakisoba nada mais é que um tipo de macarrão servido com diferentes legumes, temperos e, geralmente, incrementado com molho shoyu....

> Leia mais
Comida portuguesa: 5 pratos para se apaixonar por essa culinária

Comida portuguesa: 5 pratos para se apaixonar por essa culinária Comida portuguesa: 5 pratos para se apaixonar por essa culinária

A influência portuguesa na culinária brasileira é inegável. Mas quando se trata dos pratos típicos desse país europeu, nem todo mundo conhece as referências!...

> Leia mais
Arroz tem açúcar? Entenda sua relação com a glicose

Arroz tem açúcar? Entenda sua relação com a glicose Arroz tem açúcar? Entenda sua relação com a glicose

Embora tenha apenas 0,1 gramas de açúcar por porção, o arroz é um alimento caracteristicamente conhecido por influenciar no aumento da glicose. Por isso,...

> Leia mais